Mega e Giga: o que são, como funcionam e qual a diferença?

É só falar em planos de internet que já vem essa informação: plano residencial tem tantos Giga, enquanto plano de internet móvel tem tantos Mega. Mas, afinal de contas, o que é Mega e Giga? O que significam essas siglas? Conhecer ao certo o conceito de cada medida é muito importante.

Se você também fica confuso na hora de escolher um plano pois não entende o que as velocidades ou franquias querem dizer, hoje vamos esclarecer essa dúvida.

Acompanhe!

Leia também: Claro internet: saiba como escolher o melhor plano

CONFIRA AS OPÇÕES DE PLANOS DA CLARO QUE MAIS DE ADAPTAM A VOCÊ!

O que é Mega e Giga

Mega e Giga nada mais são que unidades de medida, sendo que tudo começa com os bits e bytes. Bits e bytes são unidades de dados que são transmitidos pelas conexões de rede. Em outras palavras, são unidades de medida digitais.

Bits é a abreviação para dígito binário, ou binary digit, em inglês. Ele é representado por sequências de 0 e 1. Todas as funções que são executadas dentro de um computador utilizam essa linguagem de códigos binários. Já os bytes são a combinação de 8 bits.

A partir daí, as combinações múltiplas vão adquirindo os seguintes nomes:

  • 8 Bits = 1 Byte;
  • 1.024 Bytes = 1 Kilobyte (KB);
  • Dessa forma, 1.024 Kilobytes = 1 Megabyte (MB);
  • Então, 1.024 Megabytes = 1 Gigabyte (GB)
  • Assim,1.024 Gigabytes = 1 Terabyte (TB).

É como as unidades de medida de peso, 1.000 Gramas (g)  = 1 Quilograma (Kg), ou a unidade de medida de distância, 1.000 metros (m) = 1 Quilômetro (Km) e assim por diante. Dessa maneira, um Mega, nada mais é que um Megabyte, ou seja, 1.024 Kilobytes.

Além disso, antigamente nossa internet era medida em Kilobytes, no entanto, com o avanço da tecnologia, também aumentaram tanto a velocidade dos dispositivos quanto a capacidade de armazenamento.

Como Mega e Giga aparecem nos planos de internet

Em relação à internet, quando falamos em Bit, estamos falando de velocidade de conexão. Dessa maneira, estamos mencionando sobre o tempo que demora para fazer alguma atividade, como baixar um arquivo, por exemplo.

Já quando falamos em Byte, estamos falando sobre armazenamento. Em outras palavras, a capacidade que seu pen drive ou seu computador tem de armazenar dados.

Sendo assim, quando falamos de Mega na compra de planos de internet, na verdade, estamos nos referindo a Mbps, ou seja Megabits por segundo. Ele mede a velocidade da internet.

Então, por mais que Mega seja válido tanto para Megabits quanto para Megabytes, para internet, especificamente estamos falando de Megabits.

Leia também: Cabo HDMI: o que é e para que serve essa tecnologia?

E, na prática, como fica?

A internet banda larga tem velocidade medida em Mbps. Dessa forma, quando dizemos que sua internet tem 10 Mega, quer dizer que ela tem uma velocidade de 10 Megabits por segundo. Entretanto, ela não vai baixar um arquivo de 10 Megabytes em 1 segundo, e sim em 8, já que é em Megabits e não Megabytes. Isso ainda supondo que ele baixe na velocidade máxima contratada pelo plano.

Tudo isso pode parecer pouco, no entanto, quanto maiores ficam os downloads, maior é o tempo para baixar os arquivos. Se você for baixar 10 Gigabytes em uma conexão de 10 Megabits por segundo, você vai demorar 8.192 segundos, ou seja 2 horas, 16 minutos e 32 segundos.

Se fosse baixar em Megabytes, que é a impressão que temos, o arquivo estaria pronto em 1.024 segundos, ou seja, 17 minutos e 4 segundos. Faz diferença, não faz?

Sendo assim, quanto mais Mega de internet você tem, maior será a sua velocidade. Mas não se deixe enganar por essa diferença que falamos, senão você sempre terá a impressão que está contratando uma internet oito vezes mais rápida do que realmente está.

Já o Giga, é a quantidade de bytes transferidos durante determinado tempo. Ou seja, cada vez que você faz alguma atividade, como baixar uma imagem ou enviar uma mensagem de WhatsApp, você gasta uma determinada quantidade de bytes que serão descontados do seu plano.

Por conta disso tudo, o termo Mega acaba sendo usado para designar a velocidade da internet fixa, enquanto que o Giga é mais usado para medir a quantidade de franquia da dados da internet móvel.

O que levar em consideração na hora de escolher a sua velocidade de internet

A velocidade da internet móvel também tem a ver com a tecnologia que o dispositivo utiliza, sendo assim:

  • 2G: Até 78 Kbps de download e 39 Kbps de upload;
  • 3G: Até 1 Mbps de download e 128 Kbps de upload;
  • 4G: Até 5 Mbps de download e 521 Kbps de upload;
  • 5G: Até 20 Gbps de download e 10 Gbps de upload.

Essas velocidades não mudam, mesmo com franquias diferentes, já que a franquia significa a quantidade de bytes que você poderá transferir e não a velocidade que será feito. Lembrando que a tendência é receber mais dados do que enviar, por conta disso a velocidade de download é sempre maior que a de upload.

Dessa forma, quando for contratar um plano de internet móvel, a tecnologia utilizada deve ser levada em consideração, já que a velocidade vai ser bem maior quanto melhor a tecnologia.

Por isso que, não basta somente você saber quantos Giga terá de internet móvel no seu celular. Fique também de olho na velocidade de internet que os planos oferecem.

Agora, no caso da internet fixa, ele já é oferecido em Mega, ou seja a velocidade. Mas como mencionamos anteriormente, saiba que a velocidade que é oferecida está em Megabits e não em Megabytes.

Sabendo disso, separamos algumas atividades comuns que as pessoas fazem na internet para você ter uma ideia de quanta velocidade precisa contratar:

Leia também: Tecnologias digitais imersivas já são uma realidade

Quanto de velocidade eu preciso?

  • Para checar seu e-mail, usar redes sociais ou assistir a vídeos no YouTube, o ideal é uma velocidade de 1 a 5 MB por pessoa;
  • Já os streamings, como Netflix, ou o uso de drives na nuvem, como o Google Drive ou Dropbox, você precisa de 5 a 10 MB por pessoa;
  • Para jogos online e baixar filmes, você já vai precisar de 15 a 25 MB por pessoa.

Dessa forma, você soma a quantidade de atividades com a quantidade de pessoas na sua casa e terá a velocidade mínima que você vai precisar contratar. Quanto mais gente estiver usando a mesma rede, mais lenta a internet vai ficar se não for bem dimensionada.

Além disso, você deve levar em conta o custo-benefício, comparando as opções que as operadoras tem de pacotes.

A tecnologia da internet residencial também deve ser levada em conta. As que são oferecidas em tecnologia de fibra óptica estão se expandindo e, com certeza, são de melhor qualidade e rapidez na transmissão de dados.

Observar também se a operadora oferece internet com franquia, ou seja, além da velocidade definida, você tem um limite de dados que podem ser baixados por mês. Dessa forma, se você chega nesse limite, a sua velocidade é diminuída ou seu acesso é bloqueado.

Muitas vezes, optar por combos é bom negócio quando você tem diferentes necessidades, já que eles costumam oferecer diversas vantagens de valores e benefícios agregados.

E, além disso tudo, também observe se o plano tem fidelidade e multas caso haja quebra de contrato. Isso também pode pesar seu orçamento no caso de desistência do plano.

CONFIRA OS MELHORES PLANOS DA TIM PARA O SEU CELULAR

Leia também: Brasil Banda Larga: teste a velocidade da sua internet!

Concluindo: Mega ou Giga?

Mega que é usado nos anúncios de internet fixa significa Megabits, ou seja velocidade de download e upload. Já o Giga, é usado em internet móvel e significa a quantidade de dados do plano, ou seja, a sua franquia de dados.

Agora que você sabe o que é Mega e Giga, conta pra gente quanto de velocidade tem sua internet e se ela está sendo suficiente para te atender!

Enfim, se você gostou do nosso conteúdo e quer saber mais sobre outros assuntos, como tecnologia, planos e pacotesdicas e curiosidades, continue acompanhando o Compara Plano.

Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Contrate via chat