Tudo o que você precisa saber sobre o Android 10

android 10

Acabando com a tradição de receber um nome de doce, o Android 10 foi recentemente liberado de forma oficial pelo Google. A novidade chega primeiro aos aparelhos da marca Google Pixel, mas deve ficar disponível em breve para os demais smartphones.

Entre as mais de 50 novidades, estão a mudança da marca e vários recursos inéditos. Um deles é a função Live Caption, que oferece legendas aos mais diversos tipos de mídia. Além disso, há também a função noturna, que promete economizar bateria. Mas o que muda e quais são as outras novas funções do sistema operacional?

Veja a seguir, e se quiser saber como atualizar o sistema operacional do seu celular para esta versão, clique aqui.

O que vem por aí

O próprio site do Android evidencia os novos recursos do sistema. Há uma ênfase na liberdade do usuário de controlar customização dos dispositivos. Além disso, a preocupação com a segurança e a privacidade são destaques importantes. Ao todo, dez novas funções chamam a atenção na atualização. 

Live Caption

O recurso permite que, com um único toque, você habilite a função de legendas automáticas para vídeos, podcasts e mensagens de voz. Até as suas próprias gravações estão inclusas. E tudo isso sem precisar da internet, que funciona através do aprendizado de máquina local. 

Smart Reply

O número de respostas sugeridas aumentou. Agora, o Android 10 também sugere emojis e ações recomendadas. Quando alguém diz um endereço em uma mensagem de texto, há integração direta com o Google Maps. O recurso funciona também no aplicativo de mensagens Signal, conhecido por sua alta segurança. 

Amplificador de Som

Com este recurso, o Android 10 permite que você aumente a qualidade do som do seu dispositivo. É possível aumentar, filtrar o ruído e ajustar a maneira como você escuta melhor. E está disponível para qualquer tipo de áudio, seja mensagens ou música. 

Navegação por Gestos

A proposta do Android 10 é tornar a navegação mais rápida e intuitiva. Com o dedo para cima, é possível retornar para a tela inicial. Deslizando para a esquerda e a direita, alterna-se os aplicativos. Se você pressionar a tela, pode ver quais usou mais recentemente. Além disso, o botão “voltar” foi substituído. Agora, você precisa deslizar para os lados na parte inferior da tela. 

Leia também: Melhores planos de celular para a família

Modo Noturno

Mudando a interface para tons de preto e cinza, o Modo Noturno tem como objetivo evitar o cansaço visual do usuário. O Android 10 diz usar “verdadeiros tons de preto” para manter a bateria do dispositivo viva por mais tempo. Os tons escuros são aplicados, também, sobre os apps

Controle de Privacidade e Localização

Um dos grandes objetivos é deixar o usuário no controle da própria privacidade. O Android 10 permite que você decida como e quando os dados do seu dispositivo são compartilhados.  Todos os controles de privacidade estão em um mesmo lugar e você é quem decide o que é armazenado. Os históricos de atividade na internet e nos apps, por exemplo. Além disso, você pode controlar quando sua localização é compartilhada com os aplicativos. Outro recurso importante é que agora o usuário pode optar por não redirecionar publicidade e personalização. 

Atualizações de Segurança

Agora, as atualizações de segurança chegarão mais rápido aos dispositivos. Utilizando o sistema de updates do Google Play, os problemas de Segurança e Privacidade serão solucionados como em todos os outros aplicativos. Desta forma, todas as soluções poderão ser baixadas assim que ficarem disponíveis. 

Modo de Foco

Disponível em modo beta, o recurso permite que o usuário selecione uma série de aplicativos para silenciar. Com as notificações desativadas, o objetivo é proporcionar maior foco para a realização de tarefas do dia-a-dia, acabando com distrações. Uma vez escolhidos os apps, basta apenas clicar no último ícone da barra de tarefas superior sempre que precisar.

Family Link

O Android 10 permite maior controle dos pais sobre o uso do smartphone nas mãos das crianças. O sistema permite, por exemplo, que seja estabelecido um tempo limite de tela. Além disso, os pais poderão visualizar as atividades e gerenciar os aplicativos. Também é possível restringir conteúdo e programar o aparelho para desligar. Outro recurso interessante é que será possível saber onde as crianças estão. 

Novos Emojis

Serão adicionados 230 novos emojis no Android 10. Com foco em acessibilidade e diversidade, entrarão no sistema ilustrações como cão-guia, aparelho auditivo e cadeira de rodas motorizada. Além disso, há versões próprias de terceiro gênero para emojis já existentes. As novas ilustrações ainda incluem casais inter-raciais, do mesmo sexo e pessoas de etnias diferentes.

Outros recursos

A atualização ainda inclui uma série de modificações em funções como Acessibilidade, Câmera, Bem-Estar Digital e Mensagens & Compartilhamento. Bem como uma adaptação às telas dobráveis e maior suporte à internet 5G.

Outra alteração importante é a melhoria na “Bateria Adaptativa”. Lançado no Android 9, o recurso usa o aprendizado de máquina para prever que aplicativos você usará ou não. Desta forma, o telefone gastará a bateria apenas no que importa. 

Android: uma linha do tempo

Criado em 2003, o sistema operacional mais utilizado do mundo nasceu na cidade de Palo Alto, Califórnia. O projeto foi desenvolvido por Andy Rubin, Rich Miner, Nick Sears e Chris White. Inicialmente, seu objetivo era lançar um sistema para câmeras digitais. Ao perceberem que o mercado não era tão animador, decidiram focar nos dispositivos mobile. Usando um sistema operacional com base no kernel do Linux, o objetivo da Android Inc. era criar dispositivos móveis inteligentes, conscientes de sua localização e das preferências do usuário.

Em 2005, a Android Inc. foi adquirida pela Google por 50 milhões de dólares. Isto deu início ao Google Mobile Division, a entrada da gigante de tecnologia no mercado de dispositivos móveis. A primeira versão comercial do Android nasceu em 2008, junto do primeiro aparelho equipado com o sistema.

O HTC Dream possuía, entre outras funcionalidades, o Android Market, um web browser e uma barra de notificações. No ano seguinte, a primeira atualização da história — chamada de Android 1.1 — trouxe, por exemplo, a capacidade de salvar anexos. Além disso, também incluiu detalhes sobre as empresas pesquisadas no Google Maps.

A segunda atualização foi a primeira a ganhar o nome de uma sobremesa. O Android Cupcake chegou em abril de 2009, com recursos como suporte para teclado na tela e gravação e reprodução de vídeos. Outra atualização era a permissão para copiar e colar dentro do navegador.

Alguns meses mais tarde, o Android Donut aumentou o suporte de telas e incluiu a pesquisa de texto e voz em mais áreas. De lá para cá, o sistema ganhou outros “sabores” — Eclair, Froyo, Gingerbread, Honeycomb, Ice Cream Sandwich, Jelly Bean, KitKat, Lollipop, Marshmalow, Nougat e Oreo. 

A atualização mais recente, contudo, inaugura uma nova era. A partir de agora, todos os updates serão numerados.

Quais aparelhos podem receber o Android 10?

Por enquanto, a atualização já está disponível para aparelhos da marca Google Pixel. Para fazê-lo, o usuário deverá procurar por ela nas configurações do sistema. Todos os usuários da Essential Phone também já podem recebê-lo. Os aparelhos da Xiaomi, por outro lado, só recebem a atualização na China e na Índia por enquanto. A atualização em Open Beta está disponível para aparelhos OnePlus 7, OnePlus 7 Pro, Huawei P30, P30 Lite e P30 Pro. 

Como normalmente acontece, os demais aparelhos compatíveis devem começar a substituir o Android Pie (Android 9) pelo Android 10 nos próximos meses. A Samsung anunciou testes internos para o Galaxy Note 10, sem previsão de quando irá liberar a atualização. Outros fabricantes, como Asus, LG e Motorola, devem recebê-lo logo.

Você ainda não sabe como atualizar seu Android? O Compara Plano te ensina! Você pode encontrar nosso tutorial clicando aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *