Saiba as diferenças entre as versões do android

Mais de 2,5 bilhões de aparelhos móveis utilizam Android, isso representa quase 77% dos smartphones ativos atualmente e faz do sistema operacional o mais popular do mundo. O dado foi divulgado pela Google em um dos seus eventos anuais e revela também um desafio para a empresa. A gigante do mercado de tecnologia precisa garantir atualizações cada vez mais eficientes para atender o grande número de modelos de celular que utilizam diferentes versões do Android.

O sistema operacional da Google está completando 10 anos, por isso vamos passar por sua história, entender as diferenças entre as principais versões e ver como chega ao mercado a sua última atualização.

História das versões do Android

Passar pelos 10 anos de história do Android também é viajar pelo caminho do mundo digital e suas tecnologias móveis com plugins, inovações, aplicativos e widgets.

Desde que foi lançado, em 2009, o sistema operacional Android é um software de código aberto. Ou seja, alguns dispositivos móveis podem ter uma versão personalizada.

Entretanto, a maioria dos aparelhos compartilha as mesmas funcionalidades e aparência. Isso torna a sua linguagem simples e universal, o que talvez justifique tanta popularidade.

Outra característica interessante é que as versões do Android são identificadas por um número e um nome de doce.

O Android 1.5 Cupcake foi a primeira versão oficial, lançada em abril de 2009. O sistema já havia passado por alguns testes enquanto a Google buscava impulsionar o desenvolvimento de aplicativos para rodar no novo software.

Ainda no mesmo ano a empresa lançou outras duas versões, o Android 1.6 Donut e o Android 2.0 Eclair.

Em 2010, as versões 2.2 Froyo e 2.3 Gingerbread trouxeram ao mercado, respectivamente, o plugin Flash da Adobe e a compatibilidade com chips NFC.

O ano de 2011 também teve duas versões do Android. A 3.0 Honeycomb foi a primeira 100% compatível com as telas maiores de tablets. Depois chegou a 4.0 Ice Cream Sandwich que marcou a primeira mudança visual completa do sistema.

Leia também: Quais são os melhores planos de celular? Escolha já o seu

Reformulação no design e versões anuais

A partir de 2012, finalmente, a Google passou a demonstrar mais consistência no desenvolvimento das atualizações e lançar uma única versão por ano do Android.

Desta vez foi o 4.1 Jelly Bean – nome mantido até o 4.3 – demostrou melhora no desempenho e na fluidez.

Ainda houve reformulação na área de notificações e widgets e apresentação do Google Now!. Em 2013, o 4.4 Kitkat levou este nome em uma parceria com a marca Nestlé e marcou o desenvolvimento de mais atalhos e melhorias no Google Now!.

A maior reformulação visual do sistema veio em 2014 com o lançamento do Android 5.0 Lollipop.

A Google passou a ter neste momento novas diretrizes visuais que foram chamadas de Material Design. A intenção foi lançar uma identidade visual minimalista, que é o padrão utilizado até hoje em todos os serviços da empresa.

Depois te tanta inovação visual, que claramente mudou a usabilidade do sistema, a versão de 2015 chamada 6.0 Marshmallow foi mais sutil.

As principais alterações foram em códigos que aumentaram a segurança e controle nas permissões dos aplicativos. Também houve melhora no gerenciamento de energia para que as baterias durassem mais.

Versão 7.0 e os aparelhos Google Pixel

Em 2016 a versão 7.0 Nougat foi lançada junto aos smatphones da linha Pixel, atual marca de celulares da empresa.

Neste lançamento foram apresentadas novidades de tela e navegabilidade. O sistema de 2017 ganhou o nome 8.0 Oreo que melhorou o gerenciamento da bateria.

Novas funções de inteligência artificial e otimização do uso também foram parte desta atualização.

A penúltima versão do Android, chamada 9 Pie e apresentada no ano passado, seguiu demonstrando a preocupação da Google com desempenho.

A empresa lançou um novo conceito de gerenciamento de energia e brilho de tela buscando otimizar e aumentar a duração das baterias. Visto que essa é uma das principais preocupações dos usuários que precisam estar conectados um maior número de horas por dia.

Novo Android 10 sem nome de doce

Passados 10 anos, a Google decidiu deixar de cumprir a tradição e surpreendeu os usuários lançando oficialmente o Android 10 sem um nome de doce acompanhando o número da versão.

O lançamento deste ano conta com mais de 50 novidades que prometem mudar a experiência do usuário. O sistema foi apresentado primeiro nos smatphones Google Pixel, mas aos poucos será liberado para os demais aparelhos.

A nova versão do Android evidencia o controle e customização do sistema para dar liberdade ao usuário. A preocupação da Google com privacidade e segurança também são destaques.

Entre as mudanças que serão vistas com a atualização do sistema listamos seis principais:

  • Habilitação da função legendas automáticas para mídias com áudio;
  • Ampliação das ações recomendadas;
  • Melhora na qualidade do som;
  • Navegação por gestos;
  • Avanço da função controle dos pais;
  • Maior controle de localização, privacidade e segurança.

Quer saber todos os detalhes sobre o novo Android 10, seu lançamento e previsão de liberação para outras marcas de celulares? Confira nesse artigo do nosso blog.

Evolução nas versões do Android

A evolução de cada versão do sistema operacional mais usado no mundo acompanhou a tecnologia digital móvel.

Com isso, a Google virou referência por modificar a experiência de navegação do usuário. Confira as principais novidades e mudanças de cada uma das versões do Android ao longo desses 10 anos.

Primeiras versões

  • Sistema Android 1.5 Cupcake – abril de 2009 – carregamento automático de videos e fotos, teclado virtual, suporte para widets e aumento na velocidade do GPS.
  • Android  1.6 Donut – setembro de 2009 – indicador do uso da bateria, busca por voz, novos modos de foto, conversão de texto multilíngue em fala.
  • Android 2.0 Eclair – outubro de 2009 – suporte bluetooth 2.1, nova interface e suporte paa HTML5, funções de calendário, contas multiplas de e-mail e sincronização de contatos.
  • Sistema Android 2.2 Froyo – maio de 2010 – compartilhamento de conexão via wifi, teclado multilíngue, suporte ao Adobe Flash, notificações push e capacidade de desabilitar serviço de dados móveis.
  • Android 2.3 Gingerbread – dezembro de 2010 – reformulação da interface, suporte NFC, teclado com digitação rápida, integração de chamadas pela internet, suporte para multiplas câmeras inclusive frontal (selfie) e mais eficiência de bateria.
  • Sistema Android 3.0 Honeycomb – fevereiro de 2011 – primeira atualização somente para tablets com otimização para telas maiores, personalização de tela inicial e de widgets, suporte para transferir arquivos ao PC e otimização de tela.
  • Android 4.0 Ice Cream Sandwich – outubro de 2011 – função captura de tela, desbloqueio facial, função swipe para fechar notificações na tela, aplicativos acessíveis na tela de bloqueio e editor de fotos embutido.

Versões anuais

  • Sistema Android 4.1 Jelly Bean – junho de 2012 – widgets redimensionáveis, expansão de notificações, melhoria na atualização de aplicativos, deslize da câmera de bloqueio para acessar a câmera, capacidade de ativar/desativas notificações por cada aplicativo e Google Now com ditado verbal offline.
  • Android 4.4 KitKat – outubro de 2013 – suporte bluetooth MAP, otimização de memória e touchscreen para dar mais velocidade e impressão sem fio.
  • Sistema Android 5.0 Lollipop – junho de 2014 – nova diretriz de design Google, modo de economia de energia, recurso multiusuário para smartphones, acesso a notificações na tela de bloqueio, transferência de dados entre dispositivos, suporte para vários cartões SIM, App de lanterna e habilitação de suporte nativo para chamadas via Wifi
  • Android 6.0 Marshmallow – setembro de 2015 – atalho para câmera em botão de energia, função não perturbe, acesso ao Google Now através da tela de bloqueio, controle das permissões de aplicativos, suporte ao leitor de impressões digitais nativo e backup e restauração automáticos para aplicativos.
  • Sistema Android 7.0 Nougat – agosto de 2016 – modo de realidade virtual, função responder mensagens pela barra de notificações, capacidade de alterar o tamanho de interface e fontes e alerta o uso de bateria.
  • Android 8.0 Oreo – agosto de 2017 – wifi aware, ícones adaptativos, temas claros e escuros automáticos e seleção inteligente de texto.
  • Android 9.0 Pie – agosto de 2018 – alterações na interface, melhora nas notificações, multi-câmera, respostas inteligentes a mensagens, brilho adaptativo, algumas funções por gestos e anotação na tela.
  • Novo sistema Android 10 – setembro de 2019 – suporte nativo para rede 5G, recurso de legendas automáticas para mídias com áudio, modo escuro ou noturno, novos recursos de privacidade e segurança.

Como saber qual é a minha entre as versões do Android

Com tantas mudanças, lançamentos e novidades, uma dúvida comum entre os usuários é como descobrir qual versão do Android está no seu aparelho.

A resposta é simples, basta você acessar as configurações do telefone e buscar a opção Sobre o Telefone, ou Sobre o Dispositivo. Sem seguida entre no menu Informação do Software. Ali estarão diversos dados do aparelho, inclusive a versão do Android.

Quer aprender como atualizar o seu aparelho para a versão mais recente do sistema operacional disponível para o seu celular? Veja neste artigo do nosso site todos os passos e detalhes importantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *