Como controlar o tempo dos filhos no celular

Você sabia que o Google possuiu um aplicativo que permite aos pais controlar o tempo dos filhos no celular? O Google Family Link é compatível com celulares Android e iPhone (iOS), apesar de seu uso ser melhor em produtos gerenciados pelo Google. Ele serve para ajudar os adultos a controlar o tempo de acesso a aplicativos e alguns sites visitados no celular dos filhos. Neste artigo, explicamos como este app funciona.

O aplicativo é importante porque protege as crianças de acessar conteúdos impróprios para sua idade. O Family Link possibilita aos pais, o gerenciamento através de relatórios de atividades com o tempo gasto pelas crianças nos apps favoritos. Ao receber as notificações daquilo que é acessado, os pais podem permitir ou impedir que o filho faça download de apps na Google Play Store, como também Apple Store. Além de gerenciar compras em apps específicos no dispositivo de seu filho

Para quem não sabe qual aplicativo é adequado por faixa etária ou qual traz benefícios às crianças, o app Google Family Link possibilita que os pais recebam recomendações de aplicativos já selecionados por profissionais capacitados, como professores, por exemplo.

Assim, eles conseguem controlar o tempo dos filhos no celular de uma melhor forma e definir um limite de horário adequado para uso. Para as crianças que precisam dividir uma jornada de aulas, lazer e cumprir as tarefas estudantis, é importante este monitoramento. Por isso, analise o horário de uso do celular com as crianças, para que elas não sejam prejudicadas.

Celular prejudicial à saúde das crianças

Uma pesquisa com cerca de 2,5 mil crianças de 2 anos de idade, no Canadá, revelada em 2018, analisou como é prejudicial o uso excessivo de dispositivos móveis para crianças. A pesquisa constatou que o hábito de usar o celular provoca atraso no desenvolvimento de habilidades como linguagem e sociabilidade. Além do uso de celulares, o estudo avaliou atividades como: assistir a programas de TV, filmes ou vídeos, jogar videogames e usar computadores e tablets. 

O celular também pode prejudicar o sono das crianças, que é uma das atividades essenciais na infância. Não dormir bem pode inferir na alimentação delas, deixando-as ansiosas, sem apetite ou muitas vezes levando-as à obesidade. Tendo uma boa noite de sono, as crianças ficam prevenidas de problemas como déficit de atenção e dificuldades de aprendizado. 

Alguns cientistas avaliam que ao usar o celular, as crianças deixam de lado outros tipos de interações sociais, por estarem presas somente ao que se passa na tela. O aplicativo Google Family Link é super importante para que os pais possam se atentar a esse problema e buscar soluções de controle de atividades.

Como usar o aplicativo?

Para começar a usar o aplicativo, os pais devem baixá-lo em seu celular, em sua plataforma de compras no Android ou iOS, neste último com algumas limitações. Após isso, para configurar é muito simples. No primeiro acesso, é preciso que os celulares a ser configurados estejam próximos. Depois, o monitoramento pode ser realizado todo a distância. Além disso, até 5 familiares podem monitorar os celulares das crianças.

Se a criança ou o adolescente já tiver uma conta, o aplicativo irá orientar os pais no momento da configuração para vincular a sua conta à da criança. Como explicamos, os celulares dos pais e filhos precisam ser configurados juntos. Por isso, a criança ou adolescente terá que baixar o app Family Link no próprio smartphone.

Mesmo funcionando muito bem em dispositivos móveis com sistemas Android e iOS, o Family Link só permite controlar smartphones que possuam ao menos a versão 7.0 do Android e iPhones com o iOS 9 ou superior. A ferramenta de monitoramento não opera em configurações antigas. 

Além da atualização do sistema, os pais ou responsáveis pela criança terão que criar uma Conta Google, caso seu filho não possua. 

O aplicativo Google Family Link só funciona no controle de contas de crianças de até 12 anos. A partir de 13 anos, todas as ferramentas de monitoramento dos responsáveis deixarão de funcionar. 

O que acontece quando a criança completa a idade máxima?

Quando a criança completa 13 anos ela pode optar por fazer o upgrade para uma conta Google normal ou continuar vinculada ao aplicativo, sendo gerenciada pelos pais. 

Neste momento, os pais são avisados por e-mail sobre o fim do vínculo, para que também possam fazer uma escolha de supervisão. Mas também é possível que a criança faça o upgrade e siga monitoradae. O passo a passo para essa função pode ser encontrado na Central de ajuda, do Google.

Passo a passo para monitorar a conta Google do seu filho

Você pode ver o nosso rápido passo a passo para saber como configurar o monitoramento de seu filho no celular. Veja abaixo:

Passo 1. Abra o aplicativo e ao lado do nome da conta do seu filho clique em “Ver”. Em seguida, deslize a tela até chegar na opção  “Tempo de uso”, depois vá em “Configurar”.

Passo 2. Ative a opção “Programado”, programe a hora de uso e clique em salvar. O modo Padrão permite o uso por três horas por dia do celular, durante a semana. Mas você pode também personalizar o tempo.

Passo 3. Na aba “Hora de dormir”,  configure o bloqueio do telefone durante a noite. Vá a opção que ensinamos no passo 2, em “Programado” e configure o horário desejado. O aplicativo já está programado para bloqueio de segunda sexta-feira, das 21h às 7h. Mas você pode personalizar o horário. 

Ao terminar a configuração, os pais terão acesso a tudo que os filhos baixarem no celular. Além disso, é possível que os pais habilitem alguns filtros de uso de sites se as crianças abrirem páginas da web pelo Chromebook. 

Alguns serviços de supervisão podem mudar dependendo do tipo de sistema, computadores, etc, que as crianças estão utilizando. Isso a gente explica logo em seguida.

Modos de acesso

O aplicativo funciona melhor em Android ou num Chromebook. Assim, se sua sessão for iniciada em um desses dispositivos, os pais podem controlar melhor o tempo dos filhos no celular e a atividade online das crianças. 

Iniciando a sessão do seu filho no iOS

Também é possível usar o aplicativo em contas Google pelo iOS.Com a autorização dos pais, a criança pode iniciar sessão em alguns dispositivos Google em um iPhone ou iPad. Para isso, é preciso:

  1. Abrir algum dispositivo Google e adicionar a respectiva conta da criança, seguida de e-mail e senha.
  2. Seguir as orientações para concluir o início de sessão da conta. Talvez seja solicitada a senha da conta do responsável para dar a acesso a criança.

Caso remova ou saia da conta, ao iniciar uma nova sessão, a mesma irá precisar de autorização dos pais para navegar no dispositivo. 

Iniciando a sessão do seu filho no Android

Em dispositivos Android, por se tratar de um aplicativo desenvolvido pela empresa Google, há uma melhor funcionalidade dos serviços. Assim, quando os pais utilizam o aplicativo para gerenciar sessão em alguns serviços Google no celular Android e as crianças iniciam sessão (mesmos passos do iOS), são aplicadas as supervisões:

  • Filtros na Pesquisa Google
  • Definições da atividade no Google
  • Controle no Google Play
  • Restrições de Websites no Chrome 
  • Limites de tempo de utilização
  • Localização do dispositivo
  • Atividade de aplicações
  • Bloqueio e autorizações de aplicações

Os dispositivos Android devem estar com o sistema atualizado a partir da versão 7.

Quais os prós e contras do aplicativo?

O Google Family Link é um aplicativo essencial para uso dos pais e rastreio de atividades dos filhos. Ajuda a diminuir o uso excessivo do celular e pode ajudar a melhor a saúde das crianças. 

O que ele tem de bom? Ele possibilita o bloqueio e a aprovação de apps instalados, entrega relatórios periódicos para os pais e define horário adequado para o uso do celular.

O que ele tem de negativo? Requer Android 7 para a criança, e muitas vezes os celulares que as crianças possuem são antigos. Os pais têm que criar uma conta Google e não oferece monitoramento avançado de sites visitados. Isso, vimos nos tópicos modos de acesso para iOS e Android.

Veja também como controlar vídeos para crianças no YouTube. Acompanhe o nosso blog e encontre outras dicas como esta e fique por dentro das novidades do mundo da tecnologia. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Contrate via chat