Por que o iPhone é tão caro?

Valorização da marca, tecnologias inovadoras e peças caras são alguns dos motivos que tornam os preços dos celulares da Apple tão altos. Mas afinal, por que o Iphone é tão caro, se smartphones de outras empresas que têm qualidade semelhante acabam tendo um preço menor? Entenda os principais diferenciais do iPhone que o tornam uma das marcas mais fortes e caras do mundo.

Por que o iPhone é tão caro?

Em 2019, chegou ao mercado a nova linha de celulares da Apple, com o iPhone 11, 11 Pro e Pro Max. O lançamento, como nos anos anteriores, é marcado por discussões sobre o valor e a qualidade dos aparelhos.

Os preços iniciais dos novos modelos variam de US$999 até US$1.149, ou seja, de R$4.145 até R$4.768 (conversão direta, com o dólar a R$4,15). No Brasil, os aparelhos devem custar ainda mais, por conta das taxas e impostos sobre eletrônicos.

De fato, nos últimos anos, o valor dos celulares da Apple têm aumentado desproporcionalmente. Em 2007, um iPhone custava $499, enquanto hoje o celular mais simples da nova categoria custa $999.

Ainda assim, o número de seguidores e fãs da marca só cresce. Na prática, ter um iPhone hoje significa mais do que ter um celular, pois o aparelho também se tornou um símbolo de status e poder.

Com isso, algumas perguntas podem surgir, como por exemplo: será que vale a pena pagar mais de R$4 mil em um celular? Quais são os grandes diferenciais da marca? Por que tantas pessoas buscam os aparelhos da Apple? E, por que o iPhone é tão caro?

Leia também: iPad Mini 5: conheça o poderoso compacto da Apple

Diferenciais do iPhone

De acordo com o CEO da Apple Tim Cook, o último iPhone lançado em 2018, substituí vários equipamentos, como por exemplo, as câmeras e filmadoras profissionais. Ele ainda destaca que isso não é tão barato de fazer, uma vez que os clientes buscam sempre os produtos mais inovadores.

De fato, com a maior resistência e durabilidade dos produtos, para fazer alguém trocar de aparelho e pagar mais por isso, é necessário oferecer recursos cada vez mais avançados. Não por acaso, a Apple investe muito em pesquisa e inovação.

Os novos aparelhos de celular da empresa possuem câmeras adicionais que permitem ter um campo de visão maior, aplicar desfoque inteligente e aperfeiçoar a qualidade das fotografias noturnas. No modelo básico são duas lentes, e nos modelos Pro são três câmeras.

A qualidade das fotografias também foram aperfeiçoadas, com resolução de 10 megapixels e sensores de reconhecimento facial. A câmera ainda permite gravar vídeos em câmera lenta, com o recurso chamado slofies.

Além disso, o display dos novos aparelhos possui a nova tecnologia de Super Retina XDR, que amplia o contraste das cores e possui dois níveis de brilho para tela. O iPhone 11 também conta com o Modo Noturno que pode economizar até 40% da bateria.

Outras configurações como o processador, tempo de bateria, quantidade de memória RAM e outros recursos avançados, pesam bastante no preço do produto.

Leia também: Mac Pro: veja as novidades do lançamento da Apple

Quanto custam as peças do iPhone?

Em um levantamento realizado pela empresa de consultoria em tecnologia IHS Markit, o penúltimo modelo do iPhone XS Max de 64 GB teve o custo de fabricação de US$392,50 (aproximadamente R$1.500) por unidade. O aparelho era vendido nos EUA por US$1.099 (R$4400). Em 2019, esse mesmo aparelho custava no Brasil, R$7.999, no site da Apple.

A tela, os componentes eletromecânicos e a câmera são as partes com maior custo para fabricar um iPhone. No modelo XS Max, o valores eram de US$ 120, US$ 71,50 e US$ 51,10, respectivamente. Hoje, com as novas tecnologias empregadas na tela e câmeras adicionais, os valores devem ser ainda maiores.

Contudo, vale lembrar que outras empresas como a Samsung oferecem recursos e peças semelhantes, e ainda assim custam menos do que um iPhone.

Outros custos que tornam o iPhone caro

Mas além do custo das peças, existem outros gastos envolvidos na produção de um iPhone, como salários, impostos, desenvolvimento de software e ainda margem de lucro. De acordo com a IHS Markit, a Apple ganha aproximadamente US$250 por unidade.

Hoje a empresa é a quinta maior em número de vendas, e seu lucro corresponde a aproximadamente 92% do mercado de smartphones. Confira abaixo quais os diferenciais:

  • Tecnologias inovadoras

    Sem dúvidas, um dos maiores diferenciais da Apple é o fato dela desenvolver todo o  sistema operacional iOS e o hardware dos aparelhos. Além ter um chip próprio, os iPhones possuem recursos avançados de segurança e proteção de dados, com reconhecimento facial e criptografia de dados

    Para aperfeiçoar os recursos e oferecer cada vez mais tecnologias para os aparelhos, a Apple investe muito em pesquisa e inovação. Por isso, todas as características e configurações inovadoras tornam os aparelhos top de linha.

  • Estratégias de mercado

    Outro aspecto que fez o preço dos iPhones aumentar tanto nos últimos anos foi exatamente a decisão da Apple por subir o valor dos aparelhos para compensar a queda nas vendas.

    Mas mesmo com aumento dos preços, as vendas continuaram em alta. Isso demonstra como a marca mantém um público fiel, capaz de trocar de celular todos os anos para acompanhar a evolução dos produtos.

    Relacionado a isso, ainda podemos destacar a importância da integração dos celulares da Apple com outros produtos e serviços da empresa. Os clientes que têm um iPhone, por exemplo, buscam os demais dispositivos que funcionam de modo integrado, aperfeiçoando a experiência de uso.

  • Outros custos do iPhone:

    – Marketing;
    – Manutenção e suporte técnico;
    – Garantias;
    – Desenvolvimento de software.

Em resumo…

O preço do iPhone é uma combinação de fatores, envolvendo questões tecnológicas e também de mercado. Hoje os aparelhos celulares da Apple estão entre os mais caros do mercado, tendo recursos inovadores e uma qualidade avançada em vários aspectos. Nesse sentido, a própria valorização da marca é outro fator que faz com o iPhone custe tanto.

Você já conhece, por exemplo, todos os recursos que o iOS13, o novo sistema do Iphone, oferece? Confira neste outro post do Compara Plano. Acompanhe as nossas publicações e fique por dentro de todas as novidades e tendências no mundo da tecnologia e serviços de telecomunicação, como internet, TV e planos de celular.

por que o iphone é tão caro