iPad Mini 5: conheça o poderoso compacto da Apple

iPad Mini 5

A Apple lançou neste ano de 2019 uma nova versão do seu pequeno tablet, o iPad Mini 5. Pequeno no tamanho, se comparado aos aparelhos das outras linhas de iPad, o Mini não perde para os seus irmãos maiores quando o assunto é desempenho, duração da bateria e qualidade da tela.

Além do tamanho e algumas especificidades, a diferença também está no preço. O iPad Mini 5, mesmo na sua versão mais básica, chega a custar mais caro que os produtos da linha iPad, inclusive o lançado em 2019.

Já fazia 4 anos que a Apple não apresentava uma versão mais atualizada do iPad Mini 4. Com esse intervalo de tempo, considerado grande para os produtos da marca da maçã, a expectativa era de que a entrega seria a melhor possível, não?

Para saber em detalhes o que o iPad Mini 5 tem a oferecer, confira o nosso post.

Leia mais: Tudo o que você precisa saber sobre o Apple Watch

iPad Mini 5 em detalhes

Vamos destacar os principais diferenciais do iPad Mini 5, bem como o que pode ter deixado a desejar nessa versão.

Tela e design

Responsiva, brilhante e de alta qualidade, a tela do iPad Mini 5 continua com 7,9 polegadas. As bordas se mantiveram grandes em volta do painel, bem como se manteve o clássico design de alumínio.

Apesar de o painel ser menor entre os iPads, a resolução segue o mesmo padrão já utilizado em outros tablets da Apple: 2048 x 1536 pixels, ou seja, excelente definição e brilho forte.

Para a versão iPad Mini 5, a tela Retina conta com o True Tone, o qual se adapta à tonalidade de cor do ambiente, diminuindo os reflexos do visor. Assim, independentemente do local em que o usuário estiver, o contraste da tela será bom e os olhos não vão se cansar ao visualizar o display.

📲A internet do seu celular acaba rápido?

Venha para a TIM e navegue à vontade!

Além disso, o pedaço de vidro recebeu uma proteção contra marcas de dedo e também uma melhoria na calibração de cores. Falando em cores, as opções para o iPad Mini 5 são: prata, cinza-espacial e dourado.

No entanto, o gadget foge da tendência de tela infinita e continua apresentando um botão frontal com sensor de digitais, fato que desagrada, inclusive, aos usuários do iPad Air lançado em 2019.

Processador e armazenamento

Com o chip A12 Bionic, o iPad Mini 5 é três vezes mais rápido que sua geração anterior, equiparando-se ao chip do iPhone XS.

Dessa forma, o iPad Mini (2019) raramente trava. Tudo abre rapidamente e as animações rodam de forma suave. Inclusive os jogos mais pesados, que mantêm uma ótima qualidade gráfica e a taxa de frames constante, têm fluidez.

O chip A12 Bionic é Neural Engine, proporcionando mais performance ao dispositivo. O processador A12 da Apple apresenta recursos de inteligência artificial.

Ele é fabricado em 7 nanômetros, fazendo com que o dispositivo consuma pouca energia, porém sem abrir mão do desempenho. Dos seis núcleos, quatro deles são dedicados à economia de energia e dois deles focados ao alto desempenho.

Já a memória RAM é de 3GB, sendo que a interna, para armazenamento, é de, no mínimo 64GB, chegando até 256GB.

Câmeras

As câmeras do iPad Mini 5 vem com 7 MP de resolução na parte frontal e 8 MP na câmera traseira.

Mesmo que as câmeras dos tablets não sejam feitas para fotografar, as configurações do iPad Mini (2019) garantem um desempenho padrão. Porém, na captura da imagem, os detalhes não são claramente refletidos.

Então, não crie muita expectativa ao fotografar paisagens, por exemplo. Além disso, é importante saber que, na parte traseira, a câmera de 8 MP inclui uma abertura de f/2.4, ou seja, tem um desempenho relativamente baixo em condições de pouca luz.

Bateria

De acordo com a divulgação da fabricante, a bateria do iPad Mini 5 é de 5.124 mAh e tem autonomia de até 10 horas para navegação ou reprodução de vídeos por Wi-Fi.

Caso a navegação seja por 4G, a duração diminui 1 hora, totalizando 9. Claro que essas estimativas são baseadas na utilização constante do aparelho.

No entanto, se o tablet não for usado diariamente, poderá até ser recarregado a cada três ou quadro dias, até porque o consumo durante uma noite ociosa não deve passar de 5%.

Apple Pencil

Além de ser compatível com a 1ª geração da Apple Pencil, o iPad Mini 5 tem suporte para a caneta, o que facilita o uso do aparelho enquanto você desenha, destaca trechos de documentos ou faz anotações.

Preços

Se até aqui você se interessou pelo poderoso compacto da Apple, esse pode ser o ponto de corte.

Saiba que você precisará desembolsar, pra começo de conversa, R$3.499 pela versão básica. Já a mais completa, portando 4G e com 256GB de armazenamento, custa nada menos que R$5.799.

E um detalhe: a Apple Pencil não vem inclusa com o iPad Mini. O custo desse acessório é de R$749, adquirido separadamente.

Portanto, os valores podem variar de acordo com a capacidade de armazenamento e conectividade do tablet. Pelo menos a escolha da cor não interfere no custo final.

Veja as opções de preços para o iPad Mini 2019:

  • 1. Wi-Fi (64GB): R$3.499

  • 2. Wi-Fi + 4G (64GB): R$4.599

  • 3. Wi-Fi (256GB): R$4.699

  • 4. Wi-Fi + 4G (256GB): R$5.799

Ficha técnica do iPad 5

  • Bateria: 5.124 mAh
  • Câmera frontal: 7 megapixels (f/2,2), com abertura f/2.2
  • Câmera traseira: 8 megapixels (f/2,4), com abertura f/2.4
  • Conectividade: 3G, 4G, Wi-Fi 802.11a/b/g/n/ac dual-band, Bluetooth 5.0, Lightning
  • Memória interna: 64 ou 256GB
  • Memória RAM: 3GB
  • Peso: 300 gramas (Wi-Fi) ou 308 gramas (4G)
  • Processador: Apple A12 Bionic hexa-core de 2,5GHz
  • Sensores: leitor de impressões digitais (Touch ID), giroscópio, acelerômetro, luz ambiente, barômetro
  • Sistema operacional: iOS 12 (atualizável para o iOS 13)
  • Tamanho da tela: IPS LCD, retina display de 7,9 polegadas
  • Resolução e detalhes da tela: 2048 x 1536 pixels (326 ppi), P3 e True Tone;
  • Processador: Apple A12 Bionic com arquitetura de 64 bits Neural Engine e coprocessador M12 integrado.
  • Dimensões: 203,2 x 134,8 x 6,1 mm;
  • Peso: 456 g (Wi-Fi) e 464 g (Wi-Fi + Celular).
  • Apple Pencil: é de 1ª geração e tem suporte para a caneta
  • Cores: Prata, Cinza-espacial e dourado

O que ficou a desejar no iPad Mini 5

Elencamos alguns aspectos que poderiam ter sido repensados durante o desenvolvimento do iPad Mini 5. São eles:

  • Forma de carregamento: há quem reclame do conector Lightning, pelo fato de que ele limita a velocidade de carregamento do aparelho, assim como a da transferência de dados;
  • Design da tela: como citado anteriormente, existe uma borda ao redor do painel, deixando de ser aproveitada uma parte superior e outra inferior que poderiam aumentar o tamanho do visor.
    Com a tendência dos celulares e tablets utilizando essa borda, deixando o display ainda maior, bem que esse quesito poderia ter melhorado no iPad Mini 5;
  • Falta de expansão por mídias externas: novamente, mais um produto da Apple que não permite expandir a memória de armazenamento por não ter uma porta para abrigar um cartão de memória.
  • Preço: sobre esse aspecto, basta olhar para os números. Se o compararmos com o iPad de 9,7 polegadas, esse custa a partir de R$2.799, bem mais barato do que o compacto Mini 5.

Pelo menos estamos começando a nos deparar com gadgets realmente poderosos, como o iPad de 2019, que vão aliviar um pouco o bolso do consumidor.

Conclusão

Enfim, podemos dizer que o iPad Mini 5 é leve, pequeno e fácil de transportar, tem uma tela muito bonita e confortável de se visualizar,  apresentando um alto desempenho em qualquer situação. Além de ser compatível com a Apple Pencil, claro.

No entanto, adquiri-lo ou não vai depender das suas necessidades perante essa solução, e não o simples fato de ele ser pequeno, moderno e rápido.

A partir dessa reflexão, surge a pergunta: até que ponto vale a pena comprar um iPad Mini se o preço não é nada mini assim?

Se você realmente depende da utilização dos aplicativos do sistema operacional iOS, é porque, muito provavelmente, trabalha com edição de imagens e vídeos. Nessa exigência dos clientes, por exemplo, é compreensível um investimento maior.

Agora, o que precisa ser realizado com o iPad Mini 5 que impede o uso de um iPad 2019 de 9,7 polegadas?  

É preciso avaliar se o modelo de bolso, de 6,1 mm de espessura e pouco mais de 300 gramas, deve ser priorizado perante o iPad de 9,7 polegadas de 2019 ou até mesmo o lançado em 2018.

❌Chega de ficar sem internet!

Na TIM, você navega à vontade e dispõe de uma série de benefícios exclusivos.

Esse último, inclusive, pode ser adquirido por R$2.799 e só perde nos quesitos câmera frontal e hardware, mais antigo. Todavia, ele oferece mais espaço para assistir a vídeos, jogar ou desenhar. Afinal, a caneta utilizada no novo iPad Mini também funciona no iPad de 2018.

Leia mais: Conheça o novo iPhone 11 e suas versões

Gostou desse artigo? Veja outros posts sobre com dicas e curiosidades sobre tecnologia no blog Compara Plano.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *