Mac Pro: veja as novidades do lançamento da Apple

Mac Pro

Robusto, potente e caro. Assim é o Mac Pro, o mais novo computador da Apple, previsto para ser lançado no último bimestre de 2019.

Depois de um período de polêmicas sobre o país que faria a produção dos componentes do Mac Pro, ele promete chegar esbanjando capacidade e desempenho, ao custo de um carro popular para os brasileiros.
Saiba mais sobre os recursos e novidades do Mac Pro 2019 neste post.

Design do Mac Pro

Não espere que o Mac Pro possa ser comparado ao modelo antigo. Esqueça aquele formato cilíndrico. O design é diferente. No entanto, lembra o primeiro modelo da série.

Nesta nova versão, é difícil não comparar o visual do Mac Pro com um ralador de queijo na cor prata. O gabinete de alumínio, que envolve uma estrutura vazada em aço inoxidável, pode ser removido por cima, dando 360º de acesso aos componentes e às inúmeras configurações. Afinal, além de duas alças, ele tem rodinhas para facilitar o transporte.

Outro detalhe é o ponto central do Mac Pro, no qual são acomodadas uma grande variedade de componentes e configurações da máquina.

Da base até as alças, a estrutura abriga o sistema como um todo e oferece pontos de instalação para componentes internos. Ou seja, é fácil customizar o seu computador.

Quanto ao peso, vemos um incremento substancial: de 5kg subiu para 18kg. O peso do Mac aumentou por causa dos seus equipamentos internos. As dimensões do novo Mac Pro são 52,9 cm x 45 cm x 21,8 cm.

Leia também: Internet para casa: veja qual o melhor pacote

📲A internet do seu celular acaba rápido?

Venha para a TIM e navegue à vontade!

Desempenho e armazenamento

Confira algumas melhorias que o Mac Pro recebeu, com relação à versão de 2013.

Melhor taxa de transmissão de dados

A taxa de transmissão de dados do equipamento foi beneficiada com uma interface que comporta duas entradas do tipo Thunderbolt 3 (compatível com USB-C e DisplayPort), duas portas USB-A, além de duas entradas Ethernet de 10 GB. E, na parte superior, encontram-se duas entradas Thunderbolt 3. O Mac Pro 2013, no entanto, possui a Thunderbolt 2 e USB 3.0 como as principais entradas.

Processador

O Mac Pro 2019 vem com a versão ‘W’ do processador Intel Xeon, que pode chegar a até 28 núcleos de processamento. O processador do modelo antigo, do Mac Pro 2013, trazia um processador Intel Xeon E5, com até 12 núcleos de processamento.

Armazenamento

A memória RAM do mais novo computador da Apple é DDR4 EEC, a qual pode alcançar 1,5 TB de armazenamento nos modelos mais completos do desktop. Com a nova placa de vídeo AMD Radeon Pro Vega II Duo, o SSD pode chegar a 4 TB de armazenamento. Nada visto antes em um dos produtos da Apple.

Já no Mac Pro 2013, a memória RAM permitia obter uma máquina com 64 GB de memória DDR3 EEC. O armazenamento era de até 1 TB e a placa de vídeo AMD FirePro.

Apesar de o modelo ainda ser potente, é considerado defasado nos dias de hoje (em comparação a outros Macs, é claro!).

Recursos extras do Mac Pro

O principal recurso extra é voltado para a edição de vídeo, com a aplicação da nova placa Apple Afterburner. Com este componente, é possível editar até 3 vídeos de 8k ao mesmo tempo, diretamente da câmera.

Por sua vez, o modelo Mac Pro 2013 contava apenas com monitores 4k. É uma baita diferença.

Ainda, tem o dissipador de calor, inserido para manter o sistema resfriado e funcionando sem nenhuma restrição. Contudo, para atingir o melhor desempenho possível, o processador precisa usar toda a sua potência. Neste caso, estamos falando de mais de 300 watts.

Dessa forma, as tubulações afastam o ar quente do chip, dispersando o calor por aletas de alumínio, e três ventoinhas garantem fluxo de ar por todo o sistema.

Mac Pro 2019: ficha técnica e preço

O Mac Pro computador é um dos produtos mais caros da Apple. No Brasil, os valores partem de R$ 23.499, chegando a R$ 31.499, conforme consta no site da Apple.

Compare as diferenças entre o Mac Pro 2019 mais básico e o mais potente.

6 core e duas GPUs

  • Processador: Intel Xeon E5 6 core de 3,5 GHz
  • Memória: ECC DDR3 de 16 GB, 1866 MHz
  • Dois AMD FirePro D500 com 3 GB de VRAM GDDR5 cada
  • SSD PCIe de 256 GB
  • Preço: R$ 23.499,00

8 core e duas GPUs

  • Processador: Intel Xeon E5 8 core de 3 GHz
  • Memória: ECC DDR3 de 16 GB, 1866 MHz
  • Dois AMD FirePro D700 com 6 GB de VRAM GDDR5 cada
  • SSD PCIe de 256 GB
  • Preço: R$ 31.499,00

Sem dúvida, o Mac Pro é uma solução desenvolvida para usuários exigentes, que precisam de grande capacidade de processamento e armazenamento para trabalhar. Difícil imaginar alguém investindo em uma máquina desse porte para o lazer, mas, enfim, basta ter a disposição financeira para tal.

Apple confirma que vai produzir novo Mac Pro nos EUA

Depois da polêmica sobre a possibilidade de o Mac Pro ser produzido na China, a Apple anunciou, no último dia 23 de setembro, que o seu computador top de linha será produzido em Austin, no estado norte-americano do Texas.

A decisão foi tomada após o governo dos Estados Unidos aliviar algumas tarifas de importação de componentes. Mas, no final, dos 15 pedidos de isenção de tarifas apresentados pela Apple, somente 5 foram aprovados por reguladores comerciais dos EUA.

Como a empresa não conseguiu comprovar que a aplicação das tarifas causaria um dano econômico severo para as suas finanças, o United States Trade Representative (USTRA), em português Escritório do Representante Comercial dos EUA, acabou não cedendo muito.

Assim, ficaram isentos de tarifas as rodinhas opcionais do computador, um adaptador de energia, uma placa de circuito, o cabo de força e um sistema de arrefecimento, representando 25% dos componentes.

A guerra tecnológica que envolve o Mac Pro

Essa guerra tecnológica iniciou porque, em 2002, o presidente da Apple, Tim Cook, havia afirmado em um comercial de televisão que empresa passaria a produzir um Mac nos EUA. Como surgiram rumores relacionados à produção do computador no país chinês, a Apple virou notícia, muito além dos seus produtos.

Conforme um comunicado da Apple, o Mac Pro incluirá componentes projetados, desenvolvidos e fabricados por mais de uma dúzia de empresas norte-americanas para distribuição aos clientes nos EUA. E o local previsto contempla as mesmas instalações onde foram criadas as gerações anteriores do computador.

Por fim, além da geração de empregos, a montagem de aparelhos nos Estados Unidos reduzirá os custos de importação de peças que viriam da China.

 

Além disso, entre as novidades da Apple no ano, e não são poucas, há também o iPhone 11, o iPohone 11 Pro, o iPhone XS Max e o iOS 13, além do badalado Apple Watch, que chegou ao mercado na sua 4ª versão.

❌Chega de ficar sem internet!

Na TIM, você navega à vontade e dispõe de uma série de benefícios exclusivos.

Gostou deste artigo? Quer ficar por dentro das notícias sobre tecnologia? Então acompanhe o blog Compara Plano.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *