Celulares do futuro: o que a tecnologia nos reserva

Você sabia que o brasileiro passa uma média de três horas por dia no celular? O Brasil é um dos cinco países com o índice mais alto de pessoas em frente à tela, segundo estudo do Cuponaation. Isso prova o que todos já sabem: os smartphones já são uma extensão do nosso corpo. E ficaremos ainda mais dependentes, em virtude dos celulares do futuro e o que a tecnologia nos reserva.

Para você ter uma ideia, as pessoas olham o celular em média 63 vezes ao dia e 22.995 ao longo do ano. Não é surreal? E essa estatística vai só aumentar. Uma coisa é certa: os celulares do futuro estarão operando em rede 5G. Para você ter uma ideia, a internet 5G nos celulares do futuro vão entregar velocidade 50 a 100 vezes maiores do que a 4G. Com isso, assistir a vídeos 4K, por exemplo, não serão problema.

No entanto, existem outras tendências fortes. Os celulares dobráveis parecem também estarem voltando, como se fosse um flashback. Além disso, os aparelhos mais modernos também não terão mais botões físicos. Sensores ultrassônicos vão substituir os antigos botões, facilitando o manuseio do aparelho.

Além disso, outro ponto em revolução nos celulares do futuro são as câmeras. Cada vez mais potentes – e numerosas – fotografar e filmar com o aparelho terá cada vez mais realismo. Ah, não esqueça que um celular do futuro também precisa de um plano condizente, não? A TIM e a Claro tem ótimas opções.

Quer saber mais detalhes sobre o que nos aguarda com os celulares do futuro? Acompanhe esse post.

CONFIRA OS MELHORES PLANOS DA TIM PARA O SEU CELULAR

Leia também: Descubra qual o melhor plano de celular, TV e internet no Compara Plano

Celulares do futuro e 5G: tudo a ver

Uma das tecnologias que farão parte dos aparelhos de celulares em um futuro próximo (aliás, nos Estados Unidos já é realidade), é a internet 5G. Parece que mal entramos na 4G e já vamos para a 5G, não é mesmo? Mas essa transição será para uma tecnologia muito, mas muito superior. A internet pode ser ainda melhor que a 4G? Sem dúvida, amigos.

A tecnologia 5G dará capacidade aos celulares de fazer tarefas como transferir dados em tempo real e reproduzir vídeos em resolução máxima. Ou seja, em 4K, e sem interrupções. O 5G também facilitará a implantação da internet das coisas e facilitará a presença da realidade virtual.

Em termos de velocidade de internet, vamos supor que você deseja baixar um filme da Netflix ou da Amazon Prime para assistir no seu celular quando estiver off-line, em uma viagem, por exemplo. Nesse caso, serão necessários cerca de 0,6 segundos para fazer o download completo do arquivo. No 4G esse tempo é de em média 20 segundos.

A internet 5G também fará com que os aparelhos celulares melhorem o desempenho da bateria. E ainda a ampliação do uso da realidade virtual. Isso quer dizer a reprodução de vídeos 3D em nuvem, por exemplo.

Leia também: Linha do tempo mostra a evolução do celular

CONFIRA AS OPÇÕES DE PLANOS DA CLARO QUE MAIS DE ADAPTAM A VOCÊ!

Feiras trazem novidades

Sabe o campeonato de Formula 1? Um dos principais objetivos desse evento é o desenvolvimento de novas tecnologias para a indústria automobilística. Fazendo um paralelo para os celulares, feiras como a CES, realizada todos os anos, em Las Vegas, são locais onde podemos verificar as tendências para os aparelhos.

Na última edição da feira, no início desse ano, foram várias novidades. Uma delas foi um novo conceito de digitação apresentado pela sul-coreana Samsung, o Selfie Type. Essa tecnologia projeta o teclado do celular em uma superfície plana, para ampliar as facilidades de digitação. Para identificar o movimento dos dedos, é utilizado um sistema de inteligência artificial. A empresa ainda estuda a implantação da tecnologia em smarphones.

Na feira, também podemos verificar o milagre da multiplicação das câmeras e resoluções. Em outras palavras, os celulares do futuro, pelo menos os top de linha, não terão menos que quatro câmeras traseiras e uma frontal. O TCL 10 Pro, por exemplo, apresentado no evento, apresenta câmera traseira de 64 MP. É muita resolução.

Leia também: Marcas registram modelos inéditos de celular com tela extensível

Celulares do futuro não terão botões

Com o passar dos anos, temos visto um sumiço da quantidade de botões nos celulares. Antigamente, cada número tinha uma tecla para discagem, fora os botões de volume, de liga e desliga, entre outros. Hoje, são raros os celulares que apresentam mais de um ou dois botões físicos. E a tendência é os botões desaparecerem por completo dentro de pouco tempo.

A empresa Ultrasense é uma das que trabalha com sensores ultrassônicos para substituir os botões físicos. Com isso, os celulares podem vir de fábrica sem qualquer costura, com uma superfície de vidro contínua, ou de outro material. Isso facilita a fabricação de dispositivos à prova d’água e de poeira.

Os sensores ultrassônicos também conseguem medir a força do toque. E, com isso, ativar diferentes funções do aparelho. Como por exemplo ligar e desligar, acionar uma câmera ou regular o volume. Os games pelo celular também serão favorecidos, pois qualquer área da tela pode ser utilizada como um botão, até mesmo a parte lateral e traseira do aparelho. Incrível, não?

Outras tecnologias que batem à porta

Os celulares do futuro podem surpreender até os mais céticos em tecnologia. Vamos citar abaixo algumas das possibilidades além do que já relatamos nesse post – e que parecem ficção científica.

Bateria que carrega pelo ar

Hoje já existem celulares que carregam por meio de tecnologia sem fio. Ok, mas carregar pelo ar? A startup Energous, por exemplo, está desenvolvendo uma forma de enviar energia por meio de ondas de rádio para carregar dispositivos como smartphones. Adeus, fios!

Celulares dobráveis

Os primeiros celulares flexíveis começaram a ser apresentados na última edição da CES, a feira de Las Vegas, que citamos um pouco a cima. Há estudos que possibilitarão colocar o display do aparelho onde o usuário desejar, por meio de circuítos extensíveis. Nesse ano já teremos alguns desses celulares no mercado.

Telas à prova de meteoro

Brincadeiras à parte, as telas dos celulares do futuro serão quase inquebráveis. Afinal, nada mais desagradável do que trincar a tela do seu aparelho novinho. Isso ocorrerá por meio de testes com uma série de materiais resistentes que ao invés de quebrarem com o impacto, são capazes de dobrar. Outra opção é o vidro sintético de diamante – que é a pedra mais dura do planeta. E cara também.

Resolução 6K e 8K

Já estamos acompanhando a entrada de TVs com tecnologia 6K ou até 8K. O mesmo vai ocorrer com os celulares. Isso vai facilitar os recursos ligados à Realidade Virtual, que servem muito bem para games.

Zoom alienígena

Não podemos deixar de falar novamente do poder das câmeras dos celulares do futuro. Além da alta resolução, que podem capturar imagens com um realismo de detalhes impressionante, o zoom também é de outro mundo. Alguns celulares, como da chinesa Huawei, já apresentam zoom ótimo com capacidade de captar fotos aproximadas da Lua.

Digitação com a mente

Para fechar nosso post das caraterísticas dos celulares do futuro, uma das mais fantásticas será a digitação por meio da transcrição dos pensamentos. Isso será possível com o uso de sensores. O Facebook, do nosso amigo Mark, já deu aval a um grupo de cientistas para tirar do papel essa função.

Agora que você já conhece os requisitos dos celulares do futuro, que tal conhecer um pouco mais sobre biometria no celular?

Se você gostou do nosso conteúdo e quer saber mais sobre tecnologia, planos e pacotes, dicas e curiosidades, acompanhe o Compara Plano. Estamos muito satisfeitos em te ver por aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Contrate via chat