Como funciona o pagamento por aproximação pelo celular?

pagamento por aproximação pelo celular

Alguns consumidores já saem de casa sem levar a carteira. Costumam sair acompanhados apenas do celular para o pagamento do que vão consumir. Sim, esse é um dos efeitos do pagamento por aproximação pelo celular.

Além de ser uma opção segura e rápida, o pagamento por aproximação (contactless) ajuda a evitar o contato físico com o cobrador ou com a máquina do cartão. Depois do coronavírus (Covid-19), esse é o método recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para evitar o contágio. 

Porém, o pagamento por aproximação também pode ser feito com o cartão, ao encostar o chip na máquina. 

Desde que o consumidor esteja pelo menos com o seu celular, esquecer a carteira em casa deixou de ser um motivo para não pagar a conta. Afinal, é possível fazer o pagamento de grande parte do que é comprado apenas ao encostar o aparelho na máquina de cartão, sem precisar pegar em dinheiro. 

Chamado também de “carteira digital”, o pagamento por aproximação pelo celular está disponível para a maioria dos novos smartphones. Além disso, tem sido cada vez mais aceito em lojas, hotéis, restaurantes e até dentro de ônibus e metrôs. 

Conheça algumas formas de pagar por aproximação!

Leia também:  O que é Paypal? Saiba tudo sobre a plataforma aqui!

CONFIRA AS OPÇÕES DE PLANOS DA CLARO QUE MAIS SE ADAPTAM A VOCÊ!

Pagamento por aproximação pelo celular: como funciona?

A tecnologia contactless é diferente do Bluetooth e o Wi-Fi  que estamos familiarizados. É uma espécie de comunicação por campo de proximidade. Ou seja, basta aproximar o cartão contactless ou celular a cerca de cinco centímetros do leitor de pagamento e aguardar o sinal de autorização. 

As máquinas de cartão que aceitam esse tipo de operação possuem um pequeno desenho que simboliza a tecnologia: quatro ondas que sugerem transmissão sem fio. 

Ao optar pelo pagamento por aproximação, o comprador de um produto não precisa digitar a senha nas compras de até R$ 200. Dessa forma, ganha agilidade na hora de realizar transações do dia a dia. 

O embarque no transporte público se torna mais fácil (como o metrô da cidade do Rio de Janeiro), as compras no mercado da esquina ou até o cafezinho na padaria. Todas essas opções sem ter necessidade de passar o cartão para as mãos do vendedor.

Se o usuário optar pelo pagamento via celular, o aparelho precisa contar com as tecnologias NFC (Near Field Communication) ou MST (Magnetic Secure Transmission). Só assim a aproximação vai funcionar.

Isso porque elas permitem a troca de informações entre os dispositivos quando eles estão próximos um do outro.

O Brasil conta com esse tipo de tecnologia há mais de dez anos. Porém, existe bastante insegurança em relação aos riscos do sistema. Essa desconfiança foi um dos empecilhos para que o recurso alavancasse. 

Riscos do pagamento por aproximação 

Todas as formas de pagamento, seja em cartão ou dinheiro, apresentam possibilidade de fraudes e golpes. No caso de roubo do celular ou do cartão que conste desbloqueado para a função de aproximação, é possível que compras indevidas sejam feitas. Isso, por não precisar de senha.

Ao mesmo tempo, o valor é limitado, o que impede compras de alto valor.

Em contrapartida, a tecnologia NFC oferece maior segurança quanto a clonagens e proteção de dados. Como a cada compra é gerado um tipo de criptografia, isso protege as informações do usuário e dificulta o acesso de terceiros.  

Além disso, caso aconteça duplicidade de pagamento por aproximação, o bloqueio do sistema é ativiado, evitando erros.

Conheça os sistemas de pagamento por aproximação pelo celular

Google Pay

A tecnologia NFC presente em smartphones Android permite o funcionamento do método de pagamento por aproximação do Google Pay.

Depois que o usuário efetua o cadastro do cartão no aplicativo, fica permitido realizar os pagamentos sem o cartão físico. Vale ressaltar que precisa desbloquear o telefone.

Apple Pay

Para os usuários iPhone, a opção para o pagamento por aproximação é usar o Apple Pay. Sendo a primeira fabricante a implementar a modalidade nos telefones, a Apple demorou para lançar a tecnologia no Brasil. 

Para usar, o usuário precisa efetuar o cadastro do cartão, ativar e começar a usar.

Samsung Pay

A Samsung conta com duas formas para utilização do pagamento por aproximação. Utiliza tanto a tecnologia NFC, como a MST (transmissão magnética segura), citadas anteriormente.

Ao simular a tarja de um cartão magnético, não exige que o terminal ou máquina de cartão estejam habilitados com NFC para funcionar. 

Cartões habilitados

Se você quer efetuar um pagamento, mas não está com o celular ou está sem bateria, sem problemas. Alguns cartões já contam com o chip de NFC embutido. É o caso dos cartões Nubank e C6 Bank. Provavelmente você precisará ativar o recurso nas configurações do aplicativo.

Se você quer descobrir se seu cartão suporta o NFC, observe o símbolo da tecnologia impresso em algum dos lados.

Métodos alternativos: pagamento com QR Code

Se você quer saber outras formas de efetuar pagamentos sem ter contato físico, pode contar com a leitura de códigos QR.

Bancos e carteiras digitais já aderiram a esta modalidade como uma alternativa ao pagamento por aproximação. Entre eles: PicPay, Iti do Itaú, Mercado Pago, banco Next, Ame Digital (para Lojas Americanas), iFood, Rappi.

Basicamente, a solução permite a utilização da câmera do celular para escanear um o código QR de um estabelecimento. Assim, o usuário pode pagar sem encostar na máquina ou entregar seu cartão para algum atendente.

Pagamento por aproximação: como saber se posso utilizar

Para usar o pagamento por aproximação pelo celular é preciso considerar três pontos:

  • Verifique se o celular tem suporte à tecnologia NFC (e também MST para aparelhos da Samsung);
  • Certifique-se se o cartão que você quer usar é aceito em uma das carteiras (Google Pay, Apple Pay ou Samsung Pay);
  • A máquina de pagamento deve aceitar o tipo de operação. Ou seja, a máquina com a qual o celular se comunicará também precisa ter o chip habilitado.

O que preciso saber sobre o pagamento por aproximação

Primeiramente, caso o seu cartão contactless esteja no bolso, ele não pode ser lido acidentalmente. A comunicação entre cartão ou celular e a máquina precisa ser muito próxima para que a leitura seja efetuada. Por isso, a possibilidade de alguém aproximar de forma suficiente a máquina do seu cartão ou celular contactless é baixa. Uma vez que a máquina precisaria estar praticamente encostada no bolso da calça ou bermuda.

Dessa forma, uma compra só é finalizada se o pagamento for autorizado na posição e distância correta (que é de 2,5 a 5 centímetros). Em situações de aglomeração, como shows ou festas cheias, por exemplo, atente-se sobre onde guardou o cartão contactless. Assim, você evita qualquer problema deste tipo.

Sem custo adicional pelo uso do cartão com tecnologia contactless

Outro ponto positivo é que não existe um custo para ter a tecnologia contactless. Entretanto, vale lembrar que eventualmente alguma emissora pode cobrar taxas a depender do valor ou frequência de uso. É importante consultar isso junto ao seu banco.

A tarifa deve ser informada pela instituição emissora do seu cartão durante o processo de solicitação do mesmo. Dessa forma, é possível evitar qualquer surpresa depois de utilizar esse tipo de operação.

Seu cartão não poderá ser clonado ao usar o cartão contactless ou celular

Com a criptografia, ao realizar uma transação sem contato, o cartão ou o dispositivo transmite ao terminal de pagamento um número dinâmico exclusivo. Sendo assim, cada transação é identificada especificamente e de forma segura.

Esse tipo de tecnologia torna praticamente impossível um fraudador conseguir copiar a criptografia empregada para gerar esse número dinâmico e criar um clone do cartão.

Além disso, o risco de clonagem do cartão também é baixo, já que esses aplicativos só conseguem ler o número do cartão e a data de validade. 

Bancos com função de pagamento por aproximação

Os pioneiros a utilizarem a tecnologia são o C6 Bank, Neon e Nubank. Todos possuem cartão contactless para débito e crédito. 

Alguns bancos tradicionais já disponibilizam essa tecnologia, como o Banco Bradesco, Banco Original e Safra. Porém, a funcionalidade era restrita a clientes com alto poder aquisitivo.

Na maioria das vezes exclusiva aos cartões MasterCard Black e VISA Infinite, justamente pelo preço envolvido. Vale conferir com o seu banco para saber se houve alguma atualização.

Mas se preferir, pode abrir sua conta digital e gratuita no C6 Bank e garantir o seu cartão contactless sem taxa e sem burocracias.

Leia também: Chave PIX: saiba como cadastrar e aproveitar a novidade

QUER O MELHOR PARA SEU CELULAR? ENTÃO, CONFIRA AS OFERTAS DA TIM! 

E aí, tiramos sua dúvida sobre pagamento por aproximação pelo celular?

Se você gostou do nosso conteúdo e quer saber mais sobre tecnologiaplanos e pacotesdicas e curiosidades, acompanhe o Compara Plano. Estamos muito satisfeitos em te ver por aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *