Saiba aqui se comprar o iPhone 7 vale a pena

Embora a Apple já tenha lançado quatro novas gerações do seu smartphone, o iPhone 7 é um dos mais antigos que segue sendo vendido no mercado. O modelo saiu do portfólio oficial da marca no segundo semestre de 2019, com o lançamento da linha 11, mas ainda é possível encontrá-lo no varejo por aproximadamente R$.1800. Está na dúvida se comprar um iPhone 7 vale a pena? Neste artigo, nós do Compara Plano vamos falar das vantagens e desvantagens de comprar um celular Apple mais antigo, e, assim, te ajudamos a decidir. Confira!

Leia mais: Conheça tecnologias para deixar a sua casa inteligente

Comprar iPhone 7 vale a pena?

Em setembro de 2019 a Apple anunciou oficialmente a linha 11 do seu iPhone. Consequentemente, alguns modelos mais antigos passaram a não ser mais vendidos pela loja oficial da marca.

Com isso os celulares iPhone XS Max, iPhone XS, iPhone 7 Plus e iPhone 7 deixaram de ser fabricados e seguem à venda somente em lojas do varejo que possuem estoque.

Assim, é natural que surja a dúvida sobre se investir em um iPhone 7 vale a pena. Afinal, o aparelho continua tendo um valor significativo e não sai por menos de R$1.800. Em termos de preço, ele concorre com aparelhos Android top de linha e mais novos como o Samsung Galaxy S9, por exemplo.

Sistema operacional iOS 13 no iPhone 7

Junto à linha 11 do iPhone, a Apple lançou o novo sistema operacional iOS 13. A boa notícia para quem tem o iPhone 7 ou está pensando em comprar um é que a atualização está disponível para o modelo. Diferente das linhas 5 e 6, que ficam com o sistema restrito ao iOS 12.

Entre as novidades do iOS 13 estão o rastreamento de celulares perdidos mesmo sem sinal de internet. O modo escuro é outra novidade que já vinha sendo esperada pelos fãs da Apple.

iPhone 7 vale a pena na América Latina

Para os latino-americanos possivelmente o iPhone 7 valha a pena. Isso, porque uma pesquisa da empresa especializada ScientiaMobile mostrou que o aparelho é o mais utilizado na região. O iPhone 7 Plus também aparece entre os dez mais usados, e ele ocupa o sexto lugar.

O estudo, realizado em maio e junho de 2019 teve como base uma amostra de 56,5 bilhões de usuários em diversos países do continente.

Segundo a pesquisa, Apple e Samsung dividem os postos de liderança da lista, sendo que cada uma tem cinco aparelhos entre os dez mais utilizados na América Latina.

Veja a lista divulgada pela ScientiaMobile em ordem de colocação.

  • 1º – Apple iPhone 7
  • 2º – Samsung Galaxy J2 Prime
  • 3º – Galaxy J7 Prime
  • 4º – Galaxy J5 Prime
  • 5º – iPhone 6S
  • 6º – Apple iPhone 7 Plus
  • 7º – iPhone 8 Plus
  • 8º – iPhone 6
  • 9º – Samsung Galaxy J7
  • 10º – Galaxy J5

iPhone 7 foi lançado em 2016 com inovações

Quando chegou ao mercado em 2016, o iPhone 7 apresentou inovações que viraram tendência entre as marcas de celular. O aparelho foi o primeiro da Apple com resistência a poeira e água. Na época, a câmera dupla, de 12MP, e a frontal, de 7MP, também chamou a atenção dos consumidores.

O modelo chegou às lojas brasileiras por R$3.499 na versão mais básica, com 32GB. Dois anos depois, em 2018, o aparelho foi o eletrônico mais pesquisado no Google pelos consumidores brasileiros no período de Natal. O design e as configurações similares às do iPhone 8 por um preço muito menor era uma das suas principais vantagens naquele momento.

Atualmente o preço continua sendo um atrativo para quem é fã da Apple e não abre mão do sistema iOS. Como mantém a atualização, o iPhone 7 vale a pena para aqueles usuários que não fazem questão de ter a última geração de aparelhos e não se importa com algumas perdas em desempenho e bateria.

Para entender melhor, veja algumas vantagens e desvantagens desse aparelho.

Por que comprar iPhone 7 vale a pena: vantagens!

Por ser um dispositivo Apple, o preço do iPhone 7 é uma das vantagens de optar por esse modelo. Nas lojas de varejo brasileiras é possível comprar um aparelho com armazenamento de 32GB a partir de R$1.800.

Para você ter uma ideia, a última geração do aparelho custa em torno de R$5.000. Já a linha 8, sucessora da 7, ainda sai por aproximadamente R$2.500.

Outra grande vantagem do iPhone 7 é a resistência a água e poeira, recurso que dificilmente estará disponível em modelos de outras marcas com esse preço. Embora já existam tecnologias de resistência mais modernas hoje em dia, o sistema dessa linha é suficiente para proteger o celular de acidentes.

Desvantagens de se investir em um Apple antigo

Se falamos em preço como uma das razões para que a compra do iPhone 7 valha a pena, ao comparar o aparelho com outras marcas, o custo de mercado também é uma desvantagem.

Mencionamos anteriormente que pelo mesmo valor é possível comprar um Galaxy S9, por exemplo. O modelo da Samsung é mais novo, foi lançado em 2018 e apresenta recursos mais avançados.

A câmera dupla do iPhone 7, que foi atrativo em 2016, já não é nenhuma novidade e fica para trás de muitos modelos, inclusive de categoria intermediária. As fotos com pouca luz do aparelho também deixam muito a desejar e tornam a sua câmera bastante ultrapassada.

Design

Para quem se importa com o design, o iPhone 7 ficou entre os modelos da Apple que ainda possui bordas espessas e o botão analógico Home. O modelo é muito diferente das telas infinitas lançadas atualmente pela maioria das marcas.

A tela de 5,5 polegadas também pode ser considerada pequena se você já adotou algum dos aparelhos com tela grande que estão em alta no mercado há alguns anos.

A polêmica dos fones de ouvido analógicos

Para quem não lembra, a linha 7 foi lançada com uma novidade que acabou virando polêmica na época. Foi a extinção da porta P2 para fones de ouvido analógicos. Isso obrigou os usuários a usarem o fone de ouvido próprio que vem com o aparelho ou a ter que comprar um adaptador.

Hoje em dia essa característica pode não ser mais uma desvantagem, pois os fones de ouvido sem fio, com bluetooth, estão cada vez mais populares. Ainda assim, é importante levar esse ponto em consideração para não ter nenhuma surpresa ao comprar o aparelho.

Processador e bateria

Lá se vão três anos desde que o iPhone 7 chegou ao mercado, e esse tempo é bastante significativo quando se trata de tecnologia. Desde então o processador utilizado pela Apple, obviamente, passou por atualizações importantes que melhoram não apenas o desempenho dos aparelhos, mas também o consumo de energia.

O iPhone 7 possui processador A10 Fusion com quatro núcleos. Atualmente a marca trabalha com o Chip A13 Bionic que pode chegar a ser até 50% mais veloz e eficiente se comparado ao da linha 7.

Além disso, a bateria do iPhone 7 tem capacidade de 1.960mAh, enquanto a última geração vem equipada com 4.000mAh.

O aumento da capacidade energética dos aparelhos é uma tendência do mercado de dispositivos móveis. Sendo assim, se você está pensando em investir em um modelo Apple mais antigo, precisa estar ciente de que encontrará baterias com capacidades bem menores do que as encontradas nos celulares mais modernos.

Quer saber porque os produtos Apple são tão caros no Brasil? Leia este e outros conteúdos exclusivos no blog do Compara Plano.

iphone 7 vale a pena