Lançamento Cyberpunk 2077: saiba tudo sobre o jogo!

lançamento cyberpunk 2077

Cyberpunk 2077 não é um game qualquer. Em primeiro lugar, porque demorou oito anos para ser desenvolvido. Em segundo lugar, pois conta com a presença de uma estrela de peso: Keanu Reeves. Após três adiamentos, finalmente os criadores da polonesa CD Projekt liberaram o jogo nas plataformas gamers no início de dezembro. Neste post, vamos detalhar como foi o lançamento Ciberpunk 2077 e os fatores que tornam o jogo indispensável.

No jogo, o ator Keanu Reeves está digitalizando na pele de Johnny Silverhand. O personagem cumpre missões em uma grande cidade do futuro, ao lado de outros jogadores que viram mercenários personalizáveis conhecidos com o “V”. O game está disponível para Playstation 4 e Xbox One, assim como em plataformas como a Steam.

Inclusive, o jogo era tão esperado que ocorreram alguns problemas técnicos no lançamento, como bugs nos sites de compra e durante o download. O game custa 59,99 dólares (mais de R$ 300) na versão mais básica. Para você ter uma ideia, a estimativa da CD Projekt é vender 33 milhões de unidades até o fim de 2021.

Neste post, vamos dar mais detalhes sobre o lançamento Ciberpunk 2077, a jogabilidade, os gráficos, quais os desafios do jogo e também onde conseguir o game. Vai baixar o jogo pela internet para jogar no PC? Aproveite para turbinar a sua conexão com um plano top da Claro ou da TIM para ter todos os recursos à mão.

Confira!

Leia também: Descubra o melhor plano de TV, internet de celular no Compara Plano

CONFIRA AS OPÇÕES DE PLANOS DA CLARO QUE MAIS DE ADAPTAM A VOCÊ!

Lançamento Cyberpunk 2077: como foi

O lançamento do game Cyberpunk 2077, às 21h do último dia 9 de dezembro, foi um estrondo no mundo dos games. O jogo deixou a principal plataforma de venda online de jogos, a Steam, incrivelmente instável, chegando a interromper downloads. Apesar dos problemas apresentados, mais de 700 mil usuários conseguiram baixar o game de forma simultânea.

A CD Projekt já havia liberado um preload do game no início daquela semana na Steam. No entanto, na noite de quinta-feira, lançou um pacote extra, o que causou a euforia dos gamers. A Steam chegou a fazer comunicados na sua conta oficial no Twitter para acalmar os fãs. O Cyberpunk 2077 também pode ser encontrado na Epic Games Store e na GOG, que é a loja da desenvolvedora polonesa.

Na loja da Valve, por exemplo, cerca de 900 mil usuários chegaram a requisitar o jogo de forma simultânea na plataforma, uma marca impressionante. O game chegou a deixar para trás lendas da plataforma e só ficou atrás de CS:GO. Como adiantado no início do post, o game também está disponível para Playstation e Xbox.

É importante dizer que as versões para PC, PS4 e Xbox One também rodarão por retrocompatibilidade no Playstation 5 e no Xbox Series X/S. Inclusive, estão previstas atualizações gratuitas para otimizar o desempenho, o que inclui até melhorias gráficas.

Leia também: Como funciona o Xbox Game Pass? Entenda já por aqui!

Requisitos para rodar o game

Por conta da alta qualidade gráfica, o CyberPunk 2077 precisa de alguns requisitos básicos para rodar sem tropeços no PC. A CD Projekt Red divulgou uma tabela bem detalhada com os requisitos mínimos e recomendados para dar conta do game no computador. No entanto, vamos tentar resumir aqui as informações mais relevantes.

Para rodar o jogo com Ray Tracing, é preciso um hardware que inclui a RTX 3080, com recomendação às funções RTX no Ultra, no caso de gráficos em resolução 4K. Como você pode ver, é um PC para poucos. No entanto, a desenvolvedora polonesa aliviou e indicou também hardwares mais básicos para rodar CyberPunk 2077.

Por exemplo, para rodar com Ray Tracing no Low, em Full HD, uma RTX 2060 pode conseguir fazer bem o trabalho. Em 1440p no Ultra, essa placa de vídeo também dará conta, no entanto, sem os efeitos RTX.

Segue abaixo mais detalhes:

Requisitos Mínimos (Low e 1080p)
OS
: 64-bit Windows 7 ou 64-bit Windows 10
DirectX: DirectX 12
CPU: Intel Core i5-3570K ou AMD FX-8310
Memória: 8 GB de RAM
GPU: Nvidia GeForce GTX 780 3 GB ou AMD Radeon RX 470
Armazenamento: 70 GB de espaço livre no HDD (SSD é recomendado)

Requisitos Recomendados (Alto e 1080p)
OS
: 64-bit Windows 10
DirectX: DirectX 12
CPU: Intel Core i7-4790 ou AMD Ryzen 3 3200G
Memória: 12 GB
GPU: Nvidia GeForce GTX 1060 6 GB ou GTX 1660 Super ou Radeon RX 590
Armazenamento: 70 GB de espaço livre no SSD

Leia também: Saiba o que é a profissão de streamer e veja se ela combina com você

Por que CyberPunk 2077 é tão especial

O lançamento CyberPunk 2077 era sem dúvida um dos mais aguardados de 2020. O game mistura elementos de The Witcher 3: Wild Hunt (também desenvolvido pela CD Projekt) e de Grand Theft Auto 5 (GTA 5). Ou seja, há um mundo imenso para explorar com os personagens.

Na verdade, Cyberpunk 2077 é considerado uma obra-prima a começar pelo enredo. Em suma, é uma história de ação e aventura que ocorre em Night City, uma imensa cidade repleta de mercenários. Nesse ambiente, o jogador assume o controle de “V”, um fora da lei que está atrás de um implante que carrega da chave da imortalidade.

A partir daí, é possível personalizar equipamentos cibernéticos, habilidades e estilo de jogo para poder explorar a cidade. Cada decisão tomada ou caminho percorrido influi na definição da história e no progresso do jogo.

É possível utilizar uma variedade gigante de armas e habilidades, essas no formato de implantes no próprio corpo. Com o tempo, você vai esfacelando seguranças, policiais e gangues e assim ganhando credibilidade na cidade. E, além disso, acumulando dinheiro, que pode ser gasto com novas armas ou por pura diversão, com carros, motos e roupas diferentes.

Para você ter uma ideia, o jogo é imenso. Na versão em inglês (são outros 17 idiomas disponíveis), são 450 horas de diálogo envolvendo mais de 125 atores. Como o jogo não é linear, pode-se passar muitas, mas muitas horas no game.

Erros que podem ofuscar a fama

Apesar do RPG apresentar gráficos impressionantes (principalmente para leigos no mundo dos games) e uma jogabilidade incrível, os críticos da área têm apontado muitos erros no jogo. Alguns deles sugeriram até adiar a compra do game até que a CD Projekt resolva os problemas, como por exemplo, a má qualidade gráfica (que é expert, sabe), ligada a um produto aparentemente inacabado e vendido com preço cheio.

A crítica em relação aos gráficos aparece mais na versão para PS4, por exemplo, com reclamações explícitas de alguns influenciadores.

Leia também: Confira 10 jogos antigos e clássicos para jogar nessa quarentena!

CONFIRA OS MELHORES PLANOS DA TIM PARA O SEU CELULAR

Lançamento Cyberpunk 2077: vale a pena conferir

Agora que você já conhece como foi o lançamento de Cyberpunk 2077, que tal conferir alguns dos melhores jogos de estratégia disponíveis para PC?

Se você gostou do nosso conteúdo e quer saber mais sobre tecnologia, planos e pacotes, dicas e curiosidades, acompanhe o Compara Plano. Estamos muito satisfeitos em te ver por aqui!

Confira os 10 melhores podcasts de 2020 até agora!

melhores podcasts

Quer alternativa melhor para quem não tem tempo para ler e se informar do que ouvir um podcast? Ele facilita a nossa vida, seja na hora de saber as notícias ou mesmo pelo entretenimento pois pode ser ouvido em qualquer lugar e a qualquer hora. Mas quais foram os melhores podcasts de 2020?

Eles são, principalmente, práticos, estão disponíveis nos smartphones e, muitas vezes, podem ser ouvidos de graça.

Apesar de existirem podcasts literalmente para todos os gostos, alguns sempre fazem mais sucesso que outros. Dessa forma, todos os anos, são feitas pesquisas para determinar os mais ouvidos, por diversas plataformas.

Quer saber mais sobre os melhores podcasts desse ano? Acompanhe!

Saiba maisMicrofone para podcast: 5 modelos para gravar em casa!

CONFIRA AS OPÇÕES DE PLANOS DA CLARO QUE MAIS DE ADAPTAM A VOCÊ!

O que é podcast

Para que não sabe, um podcast é bem parecido com um rádio. No entanto, ele fica disponível para ser ouvido quantas vezes você quiser. Pode ser não apenas gravado, como também ao vivo.

Além disso, o conteúdo gerado pelo podcast é por demanda, podendo ser sobre vários assuntos: política, moda, alimentação, educação, finanças, e muito mais.

Você pode escolher a sua plataforma favorita e ouvir quando você quiser.

Eles servem, principalmente, para:

  • Compartilhar conteúdo: para quem tem uma rotina mais intensa;
  • Entregar conhecimento: oferece diversidade de compartilhamento;
  • Noticiar: favorece a propagação das informações.

Crescimento do podcast em 2020

Mesmo com o fato de que o Brasil foi um dos países mais afetados pela pandemia da Covid-19, segundo o relatório da State of the Podcast Universe, publicado pela Voxnest, ainda assim, lidera o ranking de maior crescimento na produção de podcasts em 2020.

Em 2019, o Brasil já estava na segunda posição do ranking, perdendo apenas para a Argentina. Entretanto, os três primeiros lugares desse ano foram Brasil, Reino Unido e Canadá.

Por mais que a produção tenha crescido, o hábito de ouvir podcasts caiu entre os brasileiros, sendo que estamos hoje em quinto lugar no ranking.

Isso aconteceu pois o hábito de ouvir podcasts está muito atrelado ao comportamento cultural do local, segundo o marketing da Voxnest.

No entanto, na plataforma Spotify, o número de podcasts adicionados mais que dobrou, tendo um crescimento de 240% em relação a 2019.

Conteúdos exclusivos

De tal forma, que, por conta desses crescimentos, as plataformas de streaming têm investido bastante em produzir conteúdos exclusivos, e com os podcasts não têm sido diferente. Conheça algumas das produções das plataformas a seguir:

Spotify

O podcast “Café da Manhã” é produzido pela plataforma em parceria com a Folha de São Paulo, bem como o “Boletos Pagos com Nath Finanças”.

A famosa Kim Kardashian West também se rendeu a um podcast exclusivo da plataforma, bem como podcast Joe Rogan Experience, do comediante, comentarista do UFC e ex-lutador Joe Rogan.

Amazon

Ainda não lançados, a Amazon também têm investido em produção própria. Uma delas será um programa de música estrelado por Nelson Motta, com publicações diárias em versões curtas de até 5 minutos.

Além disso, para 2021 o plano é lançar mais programas originais que, no entanto, possam ser ouvidos em outras plataformas. Quem disse isso foi Federico Pedersen, diretor do Amazon Music para a América Latina.

Leia também: Como fazer um podcast profissional: confira o passo a passo!

10 melhores podcasts de 2020

A lista “Wrapped”, realizada pelo Spotify, divulgada no início de dezembro, anunciou entre outros, os podcasts mais ouvidos em 2020. Conheça agora:

1. Horóscopo Hoje

Programa original do Spotify, o podcast  fornece diariamente a previsão dos signos. Além disso, fala sobre crescimento pessoal, carreira profissional e amor.

Os episódios são separados por signos e tem duração de 2 a 3 minutos cada.

2. Café da Manhã

Como mencionamos, o podcast Café da Manhã é uma parceria com a Folha de São Paulo, além de também ser uma produção exclusiva do Spotify.

Feito pelos jornalistas Magê Flores, Maurício Meireles e Bruno Boghossian, o podcast traz todas as manhãs dos dias de semana os assuntos do momento no Brasil e no mundo.

Os episódios têm duração de cerca de meia hora cada e falam sobre diversos assuntos, como economia, política e notícias em geral, por exemplo.

3. Primocast

É o podcast oficial do Primo Rico, de Thiago Nigro, um dos maiores canais sobre investimentos e finanças do mundo.

Os episódios têm duração de uma hora a uma hora e meia e falam muitos assuntos relacionados ao tema, como bolsa de valores, empresas e até filosofia.

4. NerdCast

Um episódio por semana é a rotina de lançamento desse podcast sobre assuntos diversos.

O foco dos programas é sempre o aprendizado e com os mais variados temas, como filmes, quadrinhos, história e tecnologia.

Os apresentadores são Alexandre Ottoni (Alottoni, o Jovem Nerd) e Deive Pazos (Azaghâl, o Anão).

5. Flow Podcast

Outro dos podcasts diário, é exibido ao vivo simultaneamente no Youtube, Twitch e Facebook.

Ele é apresentado por Bruno “Monark” Aiub e Igor “3K” Coelho, que tinham antes canais de jogos eletrônicos.

A proposta do podcast é receber convidados, sem nenhuma pauta ou conversa prévia, sendo que muitas vezes eles nem conhecem bem o entrevistado.

6. Autoconsciente

Apresentado por Regina Giannetti, esse podcast é pensado para que as pessoas possam entender melhor sua mente e emoções, baixando o tom da auto cobrança e autocrítica.

Os episódios têm cerca de meia hora com temas como: medo, sanidade, ansiedade e mudança de hábitos.

7. O Assunto

O Assunto é um podcast jornalístico do portal G1 apresentado pela jornalista Renata Lo Prete. Ele não é apenas o programa de maior audiência do Brasil, como também da América Latina.

O programa tem um pouco mais de um ano de existência e em agosto de 2020 já tinham sido mais de 31 milhões de downloads, segundo a empresa de publicidade e tecnologia Triton Digital.

Temas como economia, política e atualidades são o assunto de cerca de 30 minutos de episódio.

8. Mamilos

Fundado em 2014, Mamilos é um podcast baseado em temas jornalísticos apresentado pelas publicitárias Juliana Wallauer e Cris Bartis.

Na época do lançamento, o conteúdo trazia notícias polêmicas, em referência a um meme de 2011 que dizia “mamilos são muito polêmicos”. No entanto, a popularidade fez com que o formato tenha sido mudado e passou a receber o slogan “Jornalismo de peito aberto”.

É um podcast semanal com episódios que variam de tamanho, podendo ter 20 minutos ou duas horas.

9. Inglês do Zero

Criado pelo professor de inglês certificado pela Edgware Academy de Londres, Jader Lelia, o podcast é destinado às pessoas que têm dificuldade em encontrar bons materiais online para aprender inglês sozinhos.

De um jeito descontraído, o podcast traz um passo a passo do estudo autodidata do inglês.

Os episódios têm duração de meia a uma hora e trazem alguns dos assuntos: expressões idiomáticas, dicas para aprender inglês com música, gramática, entre outros.

10. Filhos da Grávida de Taubaté

O podcast transmitido todos os sábados é apresentado por Maíra Medeiros (Nunca te Pedi Nada) e Edu e Fih (Diva Depressão).

Os apresentadores comentam assuntos do momento, contam histórias deles mesmos, fazem jogos, dão dicas e ajudam os ouvintes.

Os episódios têm duração entre uma hora e uma hora e meia com temas como jogos, bichos de estimação, tendências, baladas e experiências.

CONFIRA OS MELHORES PLANOS DA TIM PARA O SEU CELULAR

Leia também: Por que os podcasts fazem tanto sucesso entre os jovens?

Quais os melhores podcasts para você?

E você, é ouvinte de podcast? Conta pra gente se o seu favorito entrou pra lista!

Enfim, se você gostou do nosso conteúdo e quer saber mais sobre outros assuntos, como tecnologia, planos e pacotesdicas e curiosidades, continue acompanhando o Compara Plano.

Até a próxima!

Já conhece o Youtube Premium? Saiba tudo sobre a ferramenta!

youtube premium

Se você ama ver vídeos na internet mas acha muito incômoda a quantidade de anúncios entre uma música e outra, tem a opção de assinar o YouTube Premium. Além disso, os assinantes ainda têm acesso a diversas funcionalidades exclusivas e séries e filmes que só estão disponíveis na plataforma.

Para você ter uma ideia, o Youtube é uma plataforma de streaming com uma infinidade de vídeos gratuitos, no entanto, também com conteúdo pago exclusivo e sem anúncios. Quer saber mais sobre o YouTube Premium? Acompanhe!

Saiba maisYouTube Music: o que você precisa saber antes de assinar a plataforma

CONFIRA AS OPÇÕES DE PLANOS DA CLARO QUE MAIS DE ADAPTAM A VOCÊ!

O que é o YouTube Premium

O YouTube Premium é a versão paga do canal YouTube. Esse, por sua vez é uma plataforma de hospedagem de vídeos do Google. Dessa forma, quem assina o YouTube Premium pode assistir todo o conteúdo da plataforma, sem ter que assistir à publicidade do canal.

Além disso, é possível ter acesso aos conteúdos Originals, que são filmes e séries produzidos pelo próprio YouTube, além de eventos, acesso a outros conteúdos de música do próprio YouTube e do Google, além de outras vantagens.

O YouTube Premium não é bem uma novidade, já que ele está disponível desde setembro de 2018 no Brasil, bem como está também em outros 23 países.

Ele tem compatibilidade não apenas com os computadores com sistema operacional Windows, como também o MacOS e o Linux. Já nos celulares, você pode utilizar no Android e no iOS.

Quais as funcionalidades do YouTube Premium

Quem assina o YouTube Premium tem acesso a uma série de funcionalidades, tais como:

  • Assistir aos vídeos sem publicidade;
  • Downloads de vídeos e músicas para assistir offline;
  • Reprodução em segundo plano, ou seja, enquanto você utiliza outros programas;
  • Acompanhar os filmes e séries do Originals;
  • Acesso gratuito ao Google Music Play;
  • Acesso ao YouTube Music.

Quais as vantagens do YouTube Premium

Em primeiro lugar, é claro, a vantagem de não ter que assistir toda aquela publicidade que interrompe a reprodução dos vídeos.

Poder baixar o conteúdo para assistir quando estiver offline também é outra grande vantagem. Dessa forma, o conteúdo que for baixado, fica disponível por até 30 dias e o usuário tem acesso a ele na seção “Biblioteca” ou “Conta do app”.

Se o conteúdo baixado for de música, é necessário baixá-lo e abri-lo diretamente no YouTube Music.

Leia também: Como baixar vídeos do Youtube de maneira fácil e rápida?

Séries originais do YouTube Premium

São diversos filmes e séries originais, desde dramas com muitos atores e atrizes premiados, como também comédias com criadores de conteúdo do próprio YouTube.

Algumas produções já tem dado o que falar, como por exemplo Wayne; Origins, que é estrelado pelo Draco Malfoy de Harry Potter, Tom Felton; e Weird City, com Jordam Peele, do famoso filme de suspense Corra.

A série Kobra Kai, continuação do filme Karatê Kid, com a participação dos personagens do filme original, Daniel LaRusso e Johnny Lawrence, também é um exemplo de produção original que já está fazendo sucesso e já teve sua segunda temporada confirmada.

Documentários como o BTS: Burn the stage, uma espécie de reality show dos bastidores da turnê de um grupo de k-pop, já tem quase 30 milhões de acessos. Além disso, são muitos documentários sobre artistas do mundo da música.

É claro que, em quantidade de opções, o YouTube Premium ainda fica atrás da Netflix, por exemplo, mas a empresa tem planos de expansão.

Reprodução em segundo plano

Outra vantagem é a possibilidade de reproduzir o conteúdo em segundo plano. Isso já era uma funcionalidade solicitada há muito tempo pelos usuários e o assinante pode dar play em um vídeo enquanto utiliza outros aplicativos ou mesmo tempo, e bloquear a tela sem parar a execução.

Todos os apps têm essa função: YouTube, YouTube Music, YouTube Gaming e YouTube Kids.

YouTube Music Premium

Outra plataforma que está inclusa no YouTube Premium é o YouTube Music. O assinante tem acesso a diversos toda a biblioteca do YouTube Music e do Google Play Music e as funcionalidades da plataforma de música, tanto na versão web, como no aplicativo para celular.

Se for assinar o YouTube Music Premium individualmente, ele custa R$ 16,90 por mês.

Dispositivos compatíveis

Quem tem acesso ao YouTube Premium pode utilizá-lo na TV por meio dos dongles Chromecast e Roku, pelo Android TV, Apple TV, pelos consoles, Xbox 360, Xbox One, Wii U, PS3, PS4 e  PS5.

Quanto custa o YouTube Premium?

Primeiramente, você pode testar o serviço de graça por três meses.

Depois do período de teste, o valor é R$ 20,90 mensais o plano tradicional e R$ 31,90 o plano família, que dá acesso a até cinco pessoas que moram na mesma casa. Esse último pode ser testado por um mês gratuitamente.

Quem é estudante universitário também pode testar por um mês e depois assinar pelo valor de R$ 12,50 mensais. Esse desconto pode ser usado por até quatro anos, desde que o estudante confirme anualmente a matrícula na instituição de ensino.

Todos os pacotes podem ser cancelados a qualquer momento acessando a aba “Contas” e clicar em desativar assinatura.

Leia também: Os 10 melhores canais de tecnologia no Youtube

Como assinar o YouTube Premium?

Vamos ensinar o passo a passo para assinar o YouTube Premium:

  1. Acesse o site do YouTube;
  2. Clique em “Fazer login” e acesse a sua conta do Google;
  3. Na página principal do YouTube, toque sobre o ícone do seu perfil no canto superior direito;
  4. Clique em “Assinaturas”;
  5. Abaixo da opção YouTube Premium, clique em “Saiba mais”;
  6. Clique em “Teste grátis”;
  7. Insira seus dados e clique em “Confirmar”;
  8. Insira seus dados de endereço e clique em “Continuar”;
  9. Informe seus dados do cartão de crédito e clique em “Comprar”;
  10. Clique em “Concluído”.

O Google vai descontar um valor de R$ 1 no cartão que será estornado em seguida, somente para confirmar se o cartão é válido.

E também é importante lembrar que após o período de teste, o valor mensal será cobrado automaticamente. Dessa forma, o assinante deve ficar atento ao prazo caso só queira utilizar por um mês.

Outras plataformas disponíveis

De vídeo

As plataformas de streaming mais conhecidas são:

  • Amazon Prime: custa R$ 9,90 por mês, sendo que você pode testar gratuitamente por 1 mês. Assinando, além do Prime Video, você tem acesso ao Prime Music e outras vantagens na plataforma de compras da Amazon;
  • Globoplay: o streaming da Globo tem diversas opções de pacotes, sendo o plano mensal por R$ 22,90 por mês, o anual, R$ 19,90 por mês, o Globoplay + diversos canais da TV a cabo, R$ 49,90 no plano mensal e R$ 42,90 no plano anual, Combo Globoplay e Disney+, por R$ 43,90 por mês e o Combo Globoplay + Premiere, com canais de futebol, por R$ 84,90 por mês;
  • Netflix: o canais de streaming de filmes e séries mais famoso custa R$ 21,90 por mês na resolução de 480p e um aparelho, R$ 32,90 com a qualidade de resolução 1080p e 2 aparelhos e o Premium, que custa R$ 45,90, com resolução 4K+HDR e 4 aparelhos.

De música

As duas plataformas de streaming mais conhecidas são:

  • Deezer: o valor mensal é R$ 16,90, o plano familiar, para até 6 pessoas no mesmo endereço, custa R$ 26,90 por mês, o plano HiFi, com som de alta fidelidade e arquivos não comprimidos codificados em formato FLAC, custa R$ 33,80 e o estudante, custa R$ 8,45 por mês;
  • Spotify: a plataforma tem os mesmos valores do Deezer no plano individual e no familiar, ainda tem o plano Duo, que custa R$ 21,90 por mês e R$ 8,50 por mês no universitário.

CONFIRA OS MELHORES PLANOS DA TIM PARA O SEU CELULAR

Leia também: Como baixar vídeos do YouTube de maneira fácil e rápida?

Agora que você já sabe tudo sobre o YouTube Premium, que tal fazer um teste grátis para ver se vale a pena utilizar? Conta pra gente aqui o que você achou!

Enfim, se você gostou do nosso conteúdo e quer saber mais sobre outros assuntos, como tecnologia, planos e pacotesdicas e curiosidades, continue acompanhando o Compara Plano.

Até a próxima!

Jogos de PS5: veja os lançamentos que estão chegando

jogos de ps5

Antes de mais nada, o PS5 já chegou batendo o recorde de vendas no lançamento no Reino Unido. Foram as melhores primeiras 48 horas de vendas registradas em toda a história, segundo o site Videogameschronicle. Isso só aumenta a ansiedade para quem mal pode esperar pelos jogos de PS5.

Além disso, o console que chegou 7 anos depois do seu antecessor, PS4, já começou trazendo outro dado curioso. De acordo com uma pesquisa da rede social Reddit, do grupo Executives, no dia do lançamento nos Estados Unidos, 66% dos fãs pretendiam tirar o dia de folga para jogar no seu novo console. Mesmo que para isso, precisassem inventar uma doença.

Isso que é ser realmente viciado e estar na expectativa do jogo! E como será que foi aqui no Brasil? Você conseguiu garantir o seu ou ainda está na fila de espera? Já está de olho em algum jogo específico? Pois vamos falar sobre tudo isso agora.

Acompanhe!

CONFIRA AS OPÇÕES DE PLANOS DA CLARO QUE MAIS DE ADAPTAM A VOCÊ!

Saiba maisPlaystation 5: Sony anuncia lançamento para 2020

O PS5

Ainda que tenha sido anunciado que não seria vendido em lojas físicas por conta da pandemia no novo coronavírus, o PS5 encontra-se atualmente esgotado em todas as revendedoras oficiais, devendo ser reposto em breve, segundo a Sony.

Anunciado pela primeira vez em abril de 2019, seus primeiros detalhes só saíram no final do ano passado. Sua pré-venda começou em 17 de setembro e em 3 de novembro, seu valor foi diminuído por conta da redução do Imposto sobre Produtos Industrializados, o IPI.

Novidades

O novo PlayStation vem com um controle DualSense, que tem alguns diferenciais do antigo. O design e a cor estão diferentes, sendo agora branco por padrão. Uma das maiores mudanças no controle foram os gatilhos adaptativos. A promessa é passar uma maior sensação de realismo durante os jogos.

Tem um SSD, que significa Solid State Drives, é uma nova proposta de armazenamento que apresenta maior velocidade, ainda mais rápido, com entrada e saída integradas. Tudo isso faz com que os jogos sejam carregados praticamente de forma instantânea.

Conta com CPU, ou seja, Central Processing Unit, ou Unidade Central de Processamento, e GPU, Graphics Processing Unit, ou a Unidade de Processamento Gráfico personalizadas. Sendo que o motor gráfico é baseado em chip AMD Radeon RDNA 2, fazendo com que os gráficos tenham alta fidelidade de até 4K.

Já a tecnologia Ray Tracing utiliza “traçados de raios”, como o nome já diz, para criar melhores efeitos de luz, deixando os jogos mais realistas.

Lançamento

Segundo a própria Sony, esse foi o maior lançamento da história, apesar de não ter divulgado o número de vendas do PS5.

Além disso, a empresa promete lançar mais unidades antes do fim do ano, já que a demanda foi incomparável, segundo o presidente da Sony Interactive, Jim Ryan.

Versões e valores do PS5

São duas as versões do PS5:

  • Com leitor de Blu-Ray: R$ 4.699
  • Edição Digital, sem unidade de disco: R$ 4.199

Leia também: Confira os 10 melhores jogos de luta para PC

Jogos de PS5

Confira os jogos de PS5 que já foram lançados no Brasil e os que serão lançados em breve:

Jogos de PS5 já lançados no Brasil

  • Assassin’s Creed Valhalla: diversos desafios e side quests no período viking. É um RPG de mundo aberto que permite ao jogador desenvolver o estilo de batalha do seu personagem;
  • Call of Duty: Black Ops Cold War: apostando na nostalgia e voltando à Guerra Fria, o jogo já chegou quebrando um recorde. Isso porque sua versão digital foi a mais vendida da história da franquia no dia do lançamento;
  • Demon’s Souls: é um remake onde os jogadores agora poderão criar um personagem do zero e customizá-lo com até 16 milhões de combinações;
  • Marvel’s Spider-Man Miles Morales: na continuação do jogo de 2018, enquanto Peter Parker viaja para longe de Nova York, o adolescente Miles Morales precisa seguir os passos do seu mentor;
  • NBA 2K21: uma experiência de imersão única na cultura do basquete da NBA. No modo história é possível acompanhar a carreira do jogador desde o basquete universitário;
  • Sackboy: A Big Adventure: uma aventura frenética multijogador em 3D, conta a história do personagem icônico de Little Big Planet, que tem seus amigos sequestrados pelo temido vilão Vex; 
  • Astro’s Playroom: você não precisa gastar nem um centavo com esse jogo, pois ele já vem instalado no PS5. Foi pensado nas famílias e para demonstrar os novos recursos do controle DualSense;
  • DiRT 5: esse jogo de corrida conta com 70 percursos em 10 locais diferentes no mundo. Você pode correr no gelo em Nova York, nas minas de mármore da Itália e nas favelas do Brasil;
  • Fortnite: mais uma opção de jogo gratuito, você faz parte de uma experiência multijogador em constante evolução, com diversas recompensas para desbloquear e coisas para descobrir;
  • WRC 9: outro jogo de corrida, nesse você tem uma liga personalizável para desafiar os amigos em ralis, além de modo copiloto para jogar de forma cooperativa.

Jogos de PS5 que serão lançados em breve

  • FIFA 21: chega no mercado em dezembro e inclui a UEFA Champions League e a CONMEBOL Libertadores;
  • Grand Theft Auto V: prometido para 2021, o jogo é sobre as vidas de Michael, Franklin e Trevor, três criminosos bem diferentes, que vão arriscar tudo em uma série de assaltos perigosos e ousados;
  • Resident Evil Village: o oitavo jogo da franquia é ambientado anos depois dos eventos terríveis de Resident Evil 7 Biohazard;
  • Marvel’s Avengers: com data de lançamento para o início de 2021, é um jogo de ação e aventura em terceira pessoa. Ele combina uma história original e cinematográfica com jogabilidade solo e cooperativa;
  • Deathloop: lançamento marcado para maio de 2021, o jogo conta a história de dois assassinos que se enfrentam enquanto estão presos em um ciclo temporal;
  • Hogwarts Legacy: jogo de ação e RPG imersivo de mundo aberto apresentado nos livros de Harry Potter, se passa na escola de Hogwarts no final do século XIX. Lançamento em 2021;
  • Final Fantasy XVI: com lançamento ainda a confirmar, será um jogo de ação e RPG para um jogador em um mundo de inspiração medieval;
  • Outriders: com lançamento marcado para fevereiro de 2021, o jogo de tiro, focado em cooperação, combina tiroteio intenso com poderes violentos e um arsenal de armas e equipamentos cada vez mais bizarros;
  • God of War: Ragnarök: franquia eleita como Jogo do Ano em 2018. Nessa sequência, o tema será a batalha do fim do mundo da mitologia nórdica;
  • Scarlet Nexus: ainda sem data de lançamento, esse jogo se passa em um futuro distante, onde um hormônio psiônico foi descoberto no cérebro humano. Dessa forma, as pessoas têm poderes extrassensoriais.

PlayStation Plus Collection

Quem for membro do PlayStation Plus, que é o programa de assinatura da Sony, terá um benefício exclusivo no PS5, a PlayStation Plus Collection.

Os membros poderão baixar e jogar uma série de jogos para PS4. Por exemplo: Batman Arkham Knight, Bloodborne, Fallout 4, God of War, Monster Hunter: World, Persona 5 e muitos outros.

CONFIRA OS MELHORES PLANOS DA TIM PARA O SEU CELULAR

Leia também: Assistir jogo online: confira 10 dicas de sites e apps

E você, já garantiu os seus jogos de PS5?

Se você é um dos milhares que estão namorando há tempos o PS5, bem como seus jogos, deve estar ansioso para poder jogar!

Conta pra gente se você já experimentou algum dos jogos e como foi!

Enfim, se você gostou do nosso conteúdo e quer saber mais sobre outros assuntos, como tecnologia, planos e pacotesdicas e curiosidades, continue acompanhando o Compara Plano.

Até a próxima!

Como vender celular usado? 5 dicas para se desfazer do seu

vender celular usado

Toda hora tem um lançamento de smartphone que faz com que a gente se sinta com o aparelho mais desatualizado e obsoleto do mundo, não é mesmo? Ainda bem que, na maioria das vezes, temos como vender o nosso celular usado para, pelo menos, ter uma parte do dinheiro para adquirir um novo.

Muitos proprietários de celulares de última geração fazem isso com frequência: compram o novo modelo, no entanto, vendem o atual para não sair no prejuízo. Inclusive, existe todo um mercado de compra e venda de celulares usados.

E você? Alguma vez já vendeu seu celular usado? Ainda não? Está perdendo de ganhar um dinheiro extra! Hoje vamos te dar algumas dicas para você se desfazer do seu aparelho. Acompanhe!

Saiba maisExiste celular barato e bom? Confira 10 modelos e economize!

CONFIRA AS OPÇÕES DE PLANOS DA CLARO QUE MAIS DE ADAPTAM A VOCÊ!

Como vender celular usado? 5 dicas para se desfazer do seu aparelho

O chamado “recommerce”, que é o comércio de itens usados, tem sido cada vez mais frequente no Brasil. Existem diversos sites que há muito tempo dedicam seu espaço para compra e venda de diversos itens seminovos, principalmente os eletrônicos.

Dessa maneira, quem quer se desfazer do seu celular usado, encontra um espaço normalmente seguro, rápido e descomplicado. E ainda ajuda quem quer fazer parte de uma rede de consumo mais sustentável ou não tem condições financeiras de adquirir um aparelho recém lançado.

Separamos 5 dicas para você que quer vender seu celular usado:

1. Anuncie em um site especializado

Para anunciar seu celular em um site especializado nesse tipo de venda, você só precisa criar um cadastro relativamente rápido.

Nesse cadastro, você também vai informar os dados do seu aparelho celular, que será avaliado pelo site. É importante ser bem claro e honesto sobre todos os detalhes, tais como: arranhões, problemas de bateria e estado de conservação geral do aparelho.

O site vai sugerir um valor de venda e, se você aceitar, ele será negociado. Após finalizar a negociação, o celular é enviado pelos Correios e, desse modo, avaliado pessoalmente pela empresa. Somente depois dessa etapa que ele é realmente vendido.

Conheça então alguns sites que são especializados no assunto:

Brused

O site Brused é específico para compra e venda de celulares seminovos e usados. Eles já tem tradição em vender produtos da Apple usados, como iPhones, iPads, Apple Watchs e Macbooks. No entanto, eles negociam também celulares da Samsung, Motorola e Asus.

Se você quer vender pelo site, você deve, primeiramente, enviar o aparelho para ser analisado. Caso você more em São Paulo, a loja disponibiliza um motoboy gratuitamente para retirar o celular, dependendo da região.

A loja faz uma proposta assim que recebe seu aparelho. Se você não aceitar, ele é devolvido sem custos. No entanto, se você aceitar, eles te pagam em até 1 dia útil.

É claro que se você vender seu celular usado pelo site, você vai receber menos do que receberia se colocasse a venda nas redes sociais, por exemplo. Entretanto o site é uma maneira rápida e garantida de negociação.

Por exemplo, um iPhone 11 Pro Max de 512 GB eles estão oferecendo entre R$ 3.360 e R$ 4.200, dependendo da pressa que você tem de receber o dinheiro.

Trocafone

Empresa brasileira com operações tanto em São Paulo como em Buenos Aires, a Trocafone afirma comercializar mais de 35 mil celulares e tablets por mês. Além disso, estão presentes em mais de 2 mil lojas.

O foco da empresa é na propagação da cultura do padrão de consumo sustentável e, dessa forma, que as pessoas possam se desfazer de seus aparelhos antes de adquirir os novos e que mais gente possa ter acesso à tecnologia.

Todos os aparelhos comercializados são revisados e testados por uma equipe de técnicos, garantindo assim, que eles estejam funcionando como novos, com três anos de garantia e entrega para todo o Brasil.

Além disso, a empresa ganhou em 2018 do Prêmio Época – Reclame Aqui, na categoria Ecommerce – Telefonia e Acessórios e é homologada pela Anatel.

Outros sites

Existem outros sites de comércio de usados, mas que, no entanto, não são específicos para celulares. Neles, quem decide o preço, faz a negociação e entrega o produto é você.

Alguns facilitam o pagamento, oferecendo negociação pelo site, outros você mesmo tem que receber o dinheiro.

São esses:

  • Enjoei: conhecido pela venda de roupas e acessórios, quem tem iPhone pode achar um espaço no site para vender;
  • Marketplace do Facebook: a rede social disponibiliza um espaço para compra e venda de diversos itens;
  • Mercado Livre: site especializado em compra e venda tanto de pessoa física como jurídica, novos ou usados;
  • OLX: esse site é muito utilizado para a compra e venda de produtos usados.

Leia também: Como economizar bateria do celular: confira 10 dicas infalíveis

2. Fique de olho na desvalorização

Algumas marcas e aparelhos costumam desvalorizar mais que outros. Normalmente os mais caros acabam desvalorizando mais.

Segundo a Receita Federal, a vida útil de um aparelho celular é de 5 anos e deve-se considerar uma depreciação de 10% ao ano. No entanto, na prática, essa desvalorização é muito maior, o que faz com que o valor perca cerca de 40% já no primeiro ano.

Isso acontece principalmente quando os novos modelos são lançados, fazendo com que o preço do aparelho novo caia e, consequentemente, o usado caia mais ainda.

Segundo a pesquisa Cell Phone Depreciations Statistics, realizada pelo BankMyCell, empresa que realiza trocas de celulares, os celulares Android desvalorizam quase duas vezes mais em um ano do que os iPhones. Foram analisados 300 modelos durante 2019 nos Estados Unidos.

A conclusão que chegaram é que um Android top de linha perde, em média 45% do seu valor de revenda após um ano, enquanto um iPhone perde 23,45%.

3. Pesquise o preço de mercado

Sempre que for pesquisar o preço de mercado do aparelho, leve em consideração como está o estado atual dele. Se você cuidou bem durante o tempo que ele esteve com você, se a bateria está com uma porcentagem alta, não há riscos ou tela quebrada, entre outros.

Isso porque, não adianta o preço de mercado do seu celular ser X e você tentar vender por esse valor se o seu carregador não é original ou você já perdeu os fones de ouvido, certo?

Um bom local para comparar o preço de venda do seu aparelho é nos sites que citamos anteriormente. Lá você poderá ter uma ideia de quanto você pode anunciar já que eles sinalizam qualquer alteração que o aparelho tiver.

4. Formate seu celular

Nunca esqueça de formatar seu celular antes de vendê-lo. Desconecte de todas as suas contas de banco, redes sociais e demais aplicativos e apague tudo que você tiver.

Nós até já explicamos como formatar seu iPhone aqui e o Samsung aqui no Compara Plano!

5. Guarde sempre sua nota fiscal e acessórios originais

Estar com a nota fiscal, a caixa do aparelho, acessórios, como fone de ouvido e carregador originais sempre valorizam o produto e dão mais credibilidade para a venda. Isso porque são provas de que esse celular foi comprado novo por você e não roubado, por exemplo.

CONFIRA OS MELHORES PLANOS DA TIM PARA O SEU CELULAR

Leia também: Comparativo de celular: confira 7 modelos na faixa de R$ 2 mil

E aí, aprendeu como vender celular usado?

Agora que você tem todas as dicas para vender seu celular usado, não deixe seu aparelho jogado na gaveta! Afinal de contas, vender seu aparelho vai fazer você ganhar um dinheirinho, dar a oportunidade para quem não tem condições de adquirir um novo e favorecer a sustentabilidade. Todo mundo ganha!

Enfim, se você gostou do nosso conteúdo e quer saber mais sobre outros assuntos, como tecnologia, planos e pacotesdicas e curiosidades, continue acompanhando o Compara Plano.

Até a próxima!

Como adicionar bot de música no Discord? Entenda aqui!

bot de música discord

Se você é usuário do Discord e está sempre online falando com seus amigos, já sabe como adicionar bot de música? Pois se ainda não sabe, vamos ensinar! Seja uma música de fundo, ou um efeito sonoro, os bots do Discord fazem seu jogo ficar mais animado e divertido.

Quer saber como? Acompanhe todos os detalhes e dicas nesse post e aprenda a deixar sua experiência no Discord ainda mais atraente.

Confira!

Leia também: Chatbot para Whatsapp: uma ferramenta simples e poderosa

CONFIRA AS OPÇÕES DE PLANOS DA CLARO QUE MAIS DE ADAPTAM A VOCÊ!

O que é um bot?

Em primeiro lugar, bot é um programa de computador que roda na internet enquanto desempenha algum tipo de tarefa automatizada. O nome bot vem da palavra robot, que é robô em inglês. Os bots podem ser não apenas legítimos, como também relacionados à fraudes.

Os legítimos ajudam os sites de busca, como o Google, por exemplo, procurando algo que o usuário pediu. Já um maligno, relacionado à fraudes, também é chamado de spam bot e pode varrer a internet a procura de sites vulneráveis para serem invadidos.

Como funciona o bot de música no Discord?

Primeiramente, você já conhece o Discord, já que falamos dele aqui no blog. É uma plataforma para facilitar conversas, sejam elas de texto, voz ou vídeo, que foi criada com a intenção de ajudar a comunicação entre jogadores online. No entanto, com seu crescimento, agora o Discord é usado por todos, desde clubes de caminhada locais até grupos de estudo.

O app está disponível gratuitamente para diversas plataformas, como Android o iOS e chama a atenção por ser um aplicativo simples com boa qualidade de áudio. Além disso, tem sido usado no mundo corporativo por ser uma ferramenta de qualidade e fácil acesso.

Pode ser usado também no computador, no navegador ou em aplicativos para Mac ou Windows. Para que seu servidor fique mais animado, existe o bot de música que você pode adicionar no Discord. Dessa maneira, é possível escutar música enquanto você e seus amigos jogam.

Mas como fazer isso?

Como adicionar bot de música no Discord?

Em primeiro lugar, para adicionar bot de música no Discord, você precisa verificar sua conta no Discord. Se sua conta não for verificada, não é possível adicionar um bot.

Dessa forma, você segue os seguintes passos:

  1. Vá ate a página oficial do bot que você deseja adicionar (vamos te passar depois uma lista dos mais comuns), ou acesse a página Discord bot list;
  2. Se você optou por ir até o Discord bot list, digite a palvra “music”, na barra de pesquisa;
  3. Escolha o bot que você quer e clique nele;
  4. Clique em “Add to Discord” ou “Invite”;
  5. Selecione o servidor do Discord que ele será instalado;
  6. Se o servidor que você deseja adicionar não aparece, verifique se você possui permissão de Administrador ou para Gerenciar o Servidor, dessa forma, verifique sua conta;
  7. Ajuste as permissões, sendo que, se você não confia plenamente no bot, não dê todas as permissões;
  8. Clique em “Authorize”;
  9. Pronto! Agora é só aprender a usar.

Segue uma lista dos 10 mais comuns para você escolher.

Bot de música Discord mais comuns

1. Rythm

O Rythm é um dos bots mais famosos, sendo que suas funções e comandos são bem simples. Já são mais de 5 milhões de servidores no Discord usando esse bot.

Ele garante a qualidade das músicas, além de ter acesso às principais plataformas e é possível importar playlists do YouTube e transmissão de streams do Twitch.

Também podem ser inseridas as letras das músicas. Além disso, o administrador pode designar quem pode e quem não pode ser “DJ” no servidor. No entanto, ele é todo em inglês.

2. Groovy

Bem parecido com Rythm, o Groovy também é um dos mais conhecidos bots de música do Discord. Você pode acessar as músicas diretamente das plataformas, como YouTube, Spotify e SoundCloud, por exemplo.

É possível pesquisar músicas, adicionar letras, criar filas e colocar em modo shuffle. Na versão Premium, é possível deixá-lo no canal o tempo todo, utilizar efeitos sonoros e mudar a velocidade e tom das músicas.

3. FredBoat

Não é dos mais populares, porém o FredBoat é um dos que mais suporta plataformas em números, tais como: Youtube, SoundCloud, BandCamp, Twitch, Vimeo, Mixer, Wastebin, além de listas Spotify para quem tem a versão Premium.

 

Ele é fácil de usar e bem mais simples que os outros bots que citamos. Também suporta playslist de links direto, podendo pesquisar dentro de todas as plataformas.

Além disso, é totalmente grátis.

4. Sagiri

Sagiri é um bot brasileiro bem simples e fácil de usar. No entanto, as configurações mais avançadas são exclusivas de quem tem a versão Premium.

O programa tem seus comandos em português e são fáceis de lembrar. Além disso, toca música das principais plataformas.

O nome foi inspirado no anime Eromanga Sensei.

5. 24/7

Também é menos popular e com menos funcionalidades que os anteriores, no entanto o 24/7 toca estações de rádio por streaming, qualquer vídeo do YouTube, sem limite de tempo e qualquer música do Spotify. Além disso, pode reproduzir qualquer evento ao vivo que esteja sendo transmitido pelo YouTube.

Inclusive, quem é assinante Premium do YouTube, pode deixar suas músicas tocando o dia todo.

Funções como controle de volume ou qualidade de só são acessadas na versão Premium do bot.

6. Hydra

A principal marca do bot Hydra é a qualidade visual dentro do canal. Além disso, suporta mais de 10 idiomas, dá suporte 24 horas para muitos servidores ao mesmo tempo e atende às principais plataformas de música, tais como Spotify, SoundCloud, YouTube e sua biblioteca pessoal.

7. Vexera

O bot Vexera está disponível em 15 idiomas, além de ter comandos bem práticos na moderação. Oferece uma experiência de reprodução de música sem atrasos e usa o YouTube como provedor.

Com ele é possível procurar as músicas que você quer reproduzir, sendo que você que controla quais serão tocadas, bem como a ordem delas.

Também tem uma versão Premium para ter acesso a opções como volume e autoplay.

Leia também: Qual o melhor mouse gamer? Conheça 10 opções de mercado

8. MEE6

Com um visual player que permite controlar sua música, o MEE6 não tem nenhum comando complicado. Você só precisa arrastar e soltar as músicas para organizá-las e quando quiser pausar ou pular, basta clicar no comando. É como se você estivesse usando um tocar de música como outro qualquer.

Você pode deixar tocando música 24 horas por dia, aumentar o volume, buscar músicas e votar nas suas favoritas. Além disso, ele suporta várias plataformas, como SoundCloud, YouTube e Twitch.

No entanto, não é um bot gratuito, necessitando de assinatura para acessá-lo.

9. BMO

Esse é muito mais do um bot, já que também suporta vários tipos de jogos e outros utilitários, como manipulação de imagens, entre outros.

O BMO é bem básico, no entanto, você pode procurar músicas, reproduzi-las e adicioná-las à uma fila.

No entanto, os comandos dele podem ser um pouco mais complicados de utilizar e você talvez demore algum tempo para aprender a usá-lo.

10. Zandercraft

Zandercraft é um bot que é conhecido por outras funcionalidades, como seus GIFs ou recursos divertidos. Entretanto, ele é capaz de reproduzir músicas em alta definição.

Ele suporta todos os recursos, desde tocar, pesquisar e adicionar músicas à fila, até criar listas de reprodução com suas músicas favoritas.

CONFIRA OS MELHORES PLANOS DA TIM PARA O SEU CELULAR

Leia também: Dicas para montar seu PC gamer: como escolher equipamentos ideais

Como funciona o bot de música no Discord: ficou alguma dúvida?

Agora que você já sabe tudo como funciona o Discord e como adicionar um bot de música, conta pra gente como tem sido seus jogos online.

Enfim, se você gostou do nosso conteúdo e quer saber mais sobre outros assuntos, como tecnologia, planos e pacotesdicas e curiosidades, continue acompanhando o Compara Plano.

Até a próxima!

Saiba tudo sobre o lançamento do iPhone 12 no Brasil!

lançamento do iphone 12

Se tem uma coisa que os fãs da Apple aguardam ansiosamente ano a ano é o lançamento do novo iPhone, e com o 12 não foi diferente! Tradicionalmente feito em setembro, o Apple Event mudou para o mês de novembro por conta da pandemia do novo coronavírus.

Mas afinal, o que teve de diferente no novo iPhone? O que mudou? Quais as características que se mantiveram? E a questão de vir sem carregador? Vamos falar tudo sobre o lançamento do iPhone 12 no Brasil agora.

Acompanhe!

Saiba maisComo formatar iPhone? Veja o passo a passo seguro!

CONFIRA AS OPÇÕES DE PLANOS DA CLARO QUE MAIS DE ADAPTAM A VOCÊ!

Como foi o lançamento do iPhone 12 no Brasil

Lançado no último dia 20, mas em pré-venda no Brasil desde o dia 13 de novembro, o iPhone 12 já chegou causando polêmica. Isso porque a Apple já tinha anunciado que os novos iPhones não viriam mais com carregador nem fones de ouvido inclusos. E eles cumpriram a promessa.

No entanto, a loja diminuiu o preço do carregador alguns dias antes do lançamento, passando de R$ 219 para R$ 199 em 12 vezes ou com 10% de desconto a vista, no site oficial.

Esse corte nos acessórios foi justificado pela Apple por nota “As mudanças que fizemos para iPhone 12 e Apple Watch cortaram mais de 2 milhões de toneladas em emissões de carbono – o equivalente a remover 500 mil carros das estradas por ano – e esperamos que outros sigam o nosso exemplo”.

Dessa forma, os únicos acessórios que acompanham o aparelho atualmente são o cabo Lightning com porta USB-C para conectar o celular à fonte do carregador e aquela ferramenta para abrir o porta SIM. Além disso, os celulares antigos não podem utilizar esse novo cabo pois a conexão usada nos anteriores é o USB-A.

Modelos apresentados

Todos vieram com tecnologia de conexão 5G e linhas laterais retas, mais parecidos com o iPad Pro. Todos também têm certificação IP68 de resistência à água e poeira, que, segundo a Apple, podem ficar submersos em até 6 metros por até 30 minutos.

Os novos iPhones também vêm com biometria com Face ID, ou seja, identificação pela face. Além disso, todos também têm uma nova parte frontal em Ceramic Shield, que promete quatro vezes mais resistência.

A tela de todos é com a tecnologia OLED, que significa diodo orgânico que emite luz (Organic Light-Emitting Diode). Esta é, atualmente a tecnologia mais avançada para a fabricação de qualquer tipo de tela, fazendo com que ela tenha mais contrastes e cores mais vivas.

iPhone 12 mini

Uma versão do iPhone 12 em formato mais compacto, o iPhone Mini é uma aposta da Apple para quem está com saudade de celulares menores. Além disso, o preço também é o mais baixo de todos os modelos.

Por mais que tenha sido inspirado nos iPhones antigos, o mini traz um maior aproveitamento de tela. Além disso, o design é o mesmo do 12, incluindo a tela Super Retina XDR Display, nesse modelo com 5,4 polegadas.

Também possui as mesmas câmeras, wide e ultrawide na traseira com 12 megapixels e a dianteira com a mesma resolução, com modo retrato para selfies. Além disso, o processador do iPhone 12 e do 12 mini é o mesmo.

São 5 cores diferentes de iPhone mini: preto, branco, vermelho, verde e azul. E os valores, a princípio são esses:

  • 64 GB: R$ 5.999;
  • 128 GB: R$ 7.499;
  • 256 GB: R$ 8.499.

iPhone 12

É o oficialmente o modelo mais tradicional dos iPhones. O processador é o A14 Bionic, o chip tem seis núcleos e 5 nanômetros, os quais a Apple garante ser o mais rápido em um smartphone até agora, sendo capaz de processar 11 trilhões de operações por segundo.

Isso faz com que ele seja mais eficiente energeticamente e com “CPU 50% mais rápida do que qualquer outro smartphone concorrente”, segundo a fabricante. Além disso, o chip também faria gastar menos energia, economizando na bateria do telefone.

O sistema de câmeras tem dois sensores, o wide e ultrawide, com 12 megapixels. Além disso, a lente wide tem sete elementos, sendo que o sensor cresceu para poder captar mais luz e detalhes. Desse modo, fez com que o desempenho fotográfico tenha melhorado 27% em relação ao iPhone 11.

A câmera frontal também tem 12 megapixels e a tela tem 6,1 polegadas. São 5 cores diferentes de iPhone em estrutura de alumínio: preto, branco, vermelho, verde e azul. E os valores, a princípio são esses:

  • 64 GB: R$ 7.999,00;
  • 128 GB: R$ 8.499,00;
  • 256 GB: R$ 9.499,00.

Saiba maisSaiba aqui se comprar o iPhone 7 vale a pena

iPhone 12 Pro

O modelo é aparentemente igual ao iPhone 12, no entanto, este possui câmera tripla com sensor LiDAR para mapear superfícies em um local de até 4,57 metros de distância. Assim como os demais modelos, todas as câmeras tem 12 megapixels.

O Pro, assim como o Pro Max, que vamos falar a seguir, contam com o Apple ProRAW que preserva os detalhes de uma foto, pois não aplicam compactação ou efeitos que possam causar algum tipo de perda de informação, principalmente das cores.

Além disso, também possuem o Deep Fusion que melhora a qualidade das fotos pois o sistema usa nove capturas para compor uma imagem, com mais detalhes e menos ruído (menos granulado).

A tela é do mesmo tamanho que o iPhone 12, 6,1 polegadas. São 4 cores diferentes de iPhone Pro: prata, dourado, grafite e azul pacífico. E os valores, a princípio são esses:

  • 128 GB: R$ 9.999;
  • 256 GB: R$ 10.999;
  • 512 GB: R$ 12.999.

iPhone 12 Pro Max

É o “mais top” de todos os iPhones lançados em 2020. Com sua tela de 6,7 polegadas com tecnologia Super Retina XDR Display, foi o eleito o celular com melhor tela do mundo segundo o site especializado DisplayMate.

O processador é o mesmo dos demais modelos, assim como o chip, no entanto, a memória RAM é equivalente a 6 GB, enquanto os demais tem o equivalente a 4 GB. Isso faz com que o modelo seja um dos smartphones mais potentes já lançados.

O conjunto de câmeras também é triplo, com uma ultra-angular, uma teleobjetiva com distância focal ainda mais longa e novas câmeras grande-angulares que podem captar imagens com qualidade profissional e, assim como a frontal, todas tem 12 megapixels. O sensor LiDAR também está presente nesse modelo.

São 4 cores diferentes de iPhone Pro Max: prata, dourado, grafite e azul pacífico. E os valores, a princípio são esses:

  • 128 GB: R$ 10.999;
  • 256 GB: R$ 11.999;
  • 512 GB: R$ 13.999.

Acessórios

Como já mencionamos, os novos iPhones não vêm nem com carregador, nem com fones de ouvidos. Dessa forma, os consumidores terão que comprar separadamente.

No entanto, aumentaram as possibilidades de acessórios, com a nova tecnologia MagSafe com recarga sem fio, por magnetismo, de alta potência (até 15 W) e um novo ecossistema com encaixe fácil. Também é possível utilizar carregadores comuns no padrão Qi para carregamento sem fios (até 7,5 W).

Já informamos o preço dos carregadores, e do mesmo modo, para comprar a parte, os fones de ouvido custam R$ 219 na loja oficial da Apple.

Os fones de ouvido podem ser reaproveitados de outros modelos que tenham entrada de conector Lightning, no entanto, para reaproveitar o carregador, só se você tiver um iPhone 11 Pro ou Pro Max.

CONFIRA OS MELHORES PLANOS DA TIM PARA O SEU CELULAR

Leia também: iPhone sem carregador? Veja como será a tecnologia

E você, acompanhou o lançamento do iPhone 12? O que achou dos novos modelos? E os preços, meio salgados, não é mesmo? Conta aí pra gente se você se surpreendeu com as novidades ou prefere outras marcas de celular.

Enfim, se você gostou do nosso conteúdo e quer saber mais sobre outros assuntos, como tecnologia, planos e pacotesdicas e curiosidades, continue acompanhando o Compara Plano.

Até a próxima!

Como funciona o Xbox Game Pass? Entenda já por aqui!

como funciona o xbox game pass

Os serviços de streaming de filmes e séries, com a Netflix e a Amazon Prime, assim como de áudio, com o Spotify e o Deezer, já se tornaram parte da nossa vida. Difícil ficar sem, não é? Agora, se você consome conteúdo nesse formato e é também gamemaníaco, já experimentou uma plataforma de jogos? Neste post, vamos dar todos os detalhes sobre como funciona o Xbox Game Pass.

Na verdade, comprar jogos em mídia física (CD, DVD ou BluRay) já está em desuso. Em outras palavras, virou coisa do passado, nostalgia mesmo. Em plataformas como a Steam, por exemplo, é possível adquirir e baixar jogos pela internet em uma quantidade e variedade absurda para smartphones e PC. Agora, caso a sua preferência seja jogar pelo console, você precisa saber como funciona o Xbox Game Pass.

Em resumo, é uma serviço da Microsoft acessível diretamente do sistema operacional do Xbox que possibilita jogar games online de forma gratuita e também optar por uma assinatura. Nesse caso, o catálogo de jogos aumenta bastante e o usuário ainda tem direito a mais algumas vantagens.

Ou seja, na plataforma, não é preciso inserir a mídia física no console para jogar (e assim evitar de se levantar do sofá). O entretenimento está todo online, disponível para navegar pelo controle em suas mãos. É uma facilidade e tanto! Ficou interessado? Vamos detalhar tudo nesse post. Ah, e não esqueça de manter sempre um bom plano de internet da Claro ou da TIM para não prejudicar sua jogatina.

Leia também: Descubra o melhor plano de TV, internet de celular no Compara Plano

CONFIRA AS OPÇÕES DE PLANOS DA CLARO QUE MAIS DE ADAPTAM A VOCÊ!

Xbox Game Pass: comodidade e variedade

Lançado oficialmente em junho de 2017, o Xbox Game Pass é um serviço da gigante Microsoft, detentora do console, que oferece uma gama muito interessante de jogos para proprietários de Xbox One e PC. Na realidade, a lógica é bastante simular ao da Netflix e Spotify, mas aqui a plataforma é de games. O interessante é que o Xbox Game Passa é um serviço que praticamente não tem concorrência no Brasil, nem do seu principal rival, o Playstation 4.

Para você ter uma ideia, são mais de 100 títulos na biblioteca, desde lançamentos a games clássicos, disponíveis aos usuários. Como por exemplo, o arrasa-quarteirões GTA 5, o viciante FIFA 2020, Devil Man Cry, Mortal Kombat X, Minecratf, série Halo, série UFC, série Star Wars, entre outros, de todos os gêneros. Há jogos de tiro, ação, aventura, para a família, são muitas as opções. É como se você tivesse em uma verdadeira loja de games inteiramente sua.

A plataforma também oferece vantagens aos assinantes, disponibilizando novos conteúdos todos os meses para resgate no Xbox, pelo aplicativo móvel do Xbox Game Passa ou pelo aplicativo Xbox do PC com Windows 10. Além disso, os usuários tem o privilégio de jogar os títulos mais recentes para Xbox no mesmo dia do lançamento global.

Outro atrativo é uma parceria exclusiva com a Eletronic Arts, que desenvolve os títulos da EA Sports, em várias modalidades. Com isso, os assinantes do Xbox Game Pass também tem acesso ao EA Play.

Leia também: Notebook gamer: vale a pena comprar um?

Como funciona o Xbox Game Passa: escolha um plano

Para utilizar a Xbox Game Pass, a Microsoft oferece três planos diferentes:

1) XBox Game Pass para Console

Preço: R$ 29,99/mês
– Acesso a mais de 100 jogos de alta qualidade do console
– Novos jogos adicionados a todo o momento
– Títulos do Xbox Game Studio disponíveis no mesmo dia do lançamento
– Descontos e ofertas para membros

2) XBox Game Pass para PC

Preço: R$ 29,99/mês (o primeiro mês custa R$ 1)
– Inclui os mesmos benefícios da versão para console

3) XBox Game Pass Ultimate

Preço: R$ 44,99/mês (o primeiro mês custa R$ 1)
Acesso a mais de 100 jogos de alta qualidade para console e PC; novos jogos adicionados a todo o momento; títulos do Xbox Game Studio disponíveis no mesmo dia do lançamento; descontos e ofertas exclusivos para membros e vantagens gratuitas, incluindo conteúdo no jogo e ofertas de parceiros.

Esse último pacote também dá acesso ao Xbox Live Gold. Esse serviço inclui Deals with Gold, Games with Gold e múltiplos jogadores para console, além do logotipo da EA Play, com uma Uma biblioteca dos principais títulos da Electronic Arts, recompensas exclusivas e conteúdo exclusivo para membros.

Leia também: 8 dicas para comprar jogos baratos na internet

Game Pass x Live Gold

Para você entender melhor, há uma diferença entre o Game Pass e o Live Gold. O primeiro você já sabe, é uma espécie de locadora ou plataforma de jogos online. Já o segundo é uma assinatura que permite o acesso a uma comunidade virtual do Xbox, chamada de Xbox Live.

Nesse caso, o principal atrativo é poder jogar online com players do mundo todo, além de receber jogos gratuitos todos os meses e ter descontos em compras na Microsoft Store.

Baixe o aplicativo para PC ou dispositivo móvel

A Microfoft oferece aos usuários a opção de baixar um aplicativo móvel do Xbox Game Pass para configurar alertas de entrada de novos jogos, explorar a biblioteca de jogos e jogar também pel celular, tablet ou outro dispositivo com acesso à internet. Essa versão do app está disponível apenas para aparelhos com sistema operacional Android.

É possível também usar o app Xbox para computadores com Windows 10 para navegar na biblioteca do Xbox Game Pass, baixar jogos, conectar-se a amigos e jogar do Xbox Game Passa diretamente no seu computador. Para isso, basta baixar o app.

É importante ressaltar que o Game Passa não está disponível para proprietários do Xbox 360. Ou seja, é acessível apenas no Xbox One ou no PC com Windows 10. No entanto, no catálogo de jogos, há muitos títulos do Xbox 360 para matar a saudade.

Entendeu como funciona o Xbox Game Pass?

Leia também: Conheça os melhores jogos de estratégia para PC

Vale a pena assinar?

Isso depende bastante do seu perfil de uso como jogador de games. Se você é um expert, gosta de jogar as novidades e lançamentos em primeira mão, sem ter que deslocar-se a uma loja física, o serviço é perfeito. No entanto, é muito atraente também para novatos, devido a grande quantidade de títulos disponíveis, desde os mais simples aos mais complexos.

Quanto ao lado financeiro, basta fazer uma conta simples. Comprar um jogo em mídia física lançamento vai custar cerca de R$ 200. São aproximadamente sete meses de uso do Xbox Game Pass, que dá direito a biblioteca inteira de games da plataforma para jogar quando e como quiser.

Agora, caso você queira jogar apenas um título em específico, aí vale a pena comprar o jogo avulso mesmo.

CONFIRA OS MELHORES PLANOS DA TIM PARA O SEU CELULAR

Xbox Game Pass: gostou do serviço?

Agora que você já conhece como funciona o Xbox Game Passa, que tal conferir 10 jogos antigos e clássicos para jogar nessa quarentena?

Se você gostou do nosso conteúdo e quer saber mais sobre tecnologia, planos e pacotes, dicas e curiosidades, acompanhe o Compara Plano. Estamos muito satisfeitos em te ver por aqui!

 

Como escolher uma senha segura? 5 dicas para se proteger

senha segura

Se você costuma utilizar a mesma senha para tudo, com números sequenciais ou com o dia do aniversário ou o nome da mãe, está na hora de repensar. Isso porque uma senha segura é fundamental para resguardar seus dados pessoas e garantir que as credenciais não sejam usadas por pessoas mal-intencionadas. Neste post, vamos dar dicas de como deixar suas senhas indecifráveis para prevenir dor de cabeça.

Atualmente, estamos fartos de senhas, essa é que é a verdade. Precisamos delas para sacar dinheiro no banco e acessar o app da conta, para entrar no e-mail, para as redes sociais, para entrar no wi-fi, para apps dos mais variados tipos, enfim. É senha que não acaba mais e isso pode causar uma tremenda confusão na sua cabeça para memorizar tudo. Principalmente, quando são senhas completamente diferentes.

Mas não se preocupe. Esqueceu a senha do celular, por exemplo? Tem jeito de achar. Não lembra das outras? Utilize o velho e bom caderninho de anotações para registrar todas as suas senhas e logins. No entanto, o mais importante: saiba criar e manter senhas seguras para manter seus dados resguardados e evitar a ação de espertinhos.

Ficou interessado no assunto? Confira as X dicas que vamos trazer nesse post para você se proteger e ficar atento sobre os requisitos ao se fazer uma senha. Além de dificultar e muito a vida dos hackers.

Leia também: Descubra o melhor plano de TV, internet de celular no Compara Plano

CONFIRA AS OPÇÕES DE PLANOS DA CLARO QUE MAIS DE ADAPTAM A VOCÊ!

Senha segura: vale a pena garantir as suas

Ter uma senha segura exige um pouco de paciência, é verdade. Quem nunca encontrou em algum site que apresenta aquela graduação de senha “fraca, média ou forte”, em que você precisa variar bastante nos caracteres? Então, pode confiar, porque esse é um dos caminhos para caprichar nas senhas. Em outras palavras, criar senhas fortes garante a sua segurança, mesmo que você precise pensar um pouco mais para elaborá-las e guardá-las.

Portanto, utilizar senhas simples pode ser mais fácil em um primeiro momento. No entanto, pode ser um perigo para seus dados pessoas e trazer até prejuízo financeiro em caso de invasão de alguma conta.

Para você ter uma ideia, a Splash Data divulgou um ranking com as 10 senhas mais utilizadas pelas pessoas em 2019, confira:

1) 123456 (é a bicampeã)
2) 123456789
3) qwerty
4) password
5) 1234567
6) 12345678
7) 12345
8) iloveyou
9) 111111
10) 123123

Ou seja, as senhas com números sequenciais são as mais utilizadas pelas pessoas. Da mesma forma, são as primeiras testadas pelos bandidos. Por essa razão, você deve evitá-las. Outros tipos de senhas bastante comuns são os números da data de nascimento, do telefone, ou o nome da parceira (o), namorada (o), dos pais ou filhos. O que também é um fator de vulnerabilidade.

Isso porque fazem parte dos seus dados pessoais, o que pode dar pistas aos hackers que desejam invadir a sua conta e descobrir as credenciais.

Leia também: 8 aplicativos para ajudar na segurança das mulheres

Sites e serviços incentivam a senha segura

Como você já pode perceber, alguns sites e serviços exigem que os usuários formulem senhas mais “fortes”. Inclusive, muitos não aceitam senhas com menos de oito caracteres, por exemplo. Outras recomendações são o uso obrigatório de maiúsculas, números e símbolos para reforçar a diferenciação da senha.

Nesse sentido, são bastante comuns as exigências abaixo, o que já nos traz um indicativo de uma senha segura:

1) Apresentar no mínimo 8 caracteres;
2) Ter no mínimo duas letras maiúsculas;
3) Ter no mínimo uma letra minúscula;
4) Apresentar no mínimo um número;
5) Ter no mínimo um símbolo (@#$%)

Leia também: Cibersegurança: saiba porque é importante proteger seus dados

5 dicas práticas para fazer senhas seguras

Certo, dito isso, agora vamos listar algumas dicas práticas para você melhorar a segurança das suas senhas e assim resguardar seus dados – e seu dinheiro.

1 – Arrume um jeito de guardar suas senhas

Antes de saber como criar uma boa senha, é importante você arrangjar um local para guardar todas as suas credenciais. O objetivo é poder buscá-las caso você esqueça de algumas delas. Nesse ponto é uma escolha bastante pessoal. Você pode optar por escrevê-las todas em um papel, à mão, e guardá-lo em uma pasta ou local junto a seus documentos físicos. Nesse caso, só não esqueça onde você guardou o papel!

Outra alternativa – talvez mais indicada, é utilizar a nuvem da internet para armazenar as suas senhas. Há aplicativos gratuitos que oferecem esse serviço, como o Keepass.com, que guarda as senhas, de forma criptografada. Você vai precisar de uma senha para acessar o Keepass.

2 – Senhas maiores são melhores

Prefira utilizar senhas com no mínimo 8 caracteres. Isso é fundamental para dificultar um pouco a vida dos hackers. Ou seja, quanto mais caracteres, menor a chance de ter suas credenciais descobertas.

Leia também: 8 dicas para comprar online com segurança

3 – Utilize números em meio à palavra

Uma técnica bem simples e importante para aumentar a força das suas senhas é utilizar numerais. Mas como? Troque letras da palavra-chave por números parecidos. Como por exemplo, o “O” pelo zero, ou o “A” pelo “4”.

Escolha números que tenham algum significado para você. Mas evite data de aniversário, número de telefone ou dos documentos oficiais, ou da casa e do apartamento. Pode ser o tamanho das roupas, o número do seu calçado, por exemplo.

4 – Use símbolos para tornar suas senhas indecifráveis

Outro jeito de deixar a senha com um bom nível de segurança é adicionar símbolos no início, final, ou entre as palavras e números. Por exemplo, o # (jogo da velha, ou sustenido), ou o cifrão ($). A ideia parar lembrar qual o símbolo utilizado depois é relacionar com algo prático, como uma música ou dinheiro.

Leia também: Conheça os aplicativos de segurança da Claro

5 – Troque as senhas periodicamente

Outra atitude que ajuda a dificultar a ação dos hackers raptores de senhas é trocá-las de forma periódica. Há especialistas em segurança digital que aconselham trocar a senha a cada dois meses, o que pode dar algum trabalho.

Um jeito prático para fazer isso sem queimar muito neurônio é utilizar a mesma palavra-chave, no entanto, trocar a ordem dos caracteres ou adicionar um símbolo ou número diferente. E pronto. Ah, e não esqueça de mudar a senha também nas suas anotações!

Leia também: Como formatar iPhone? Veja o passo a passo seguro

CONFIRA OS MELHORES PLANOS DA TIM PARA O SEU CELULAR

Senha segura: gostou das dicas?

Agora que você já conhece os principais requisitos para ter uma senha segura, que tal conferir alguns aplicativos de segurança para navegar na internet de forma segura?

Se você gostou do nosso conteúdo e quer saber mais sobre tecnologia, planos e pacotes, dicas e curiosidades, acompanhe o Compara Plano. Estamos muito satisfeitos em te ver por aqui!

Confira as 10 séries mais assistidas na Netflix em 2020

séries mais assistidas netflix 2020

Em tempos de pandemia, um dos maiores fenômenos de consumo foi o uso de plataformas de streaming para assistir a filmes e séries. Isso porque houve uma dedicação das empresas de entretenimento em dar mais opções às pessoas que não podiam sair de casa, entre outros motivos. O aumento da quantidade de espectadores de séries em 2020 também foi grande e, por isso, vamos falar nesse post das 10 mais assistidas da Netflix.

Vamos aproveitar também para revelar alguns dados impressionantes da ascensão da plataforma em todo o mundo. Ah, e não esqueça de conferir os planos de internet e celular da Claro ou da TIM que facilitam o acesso à Netflix para a sua comodidade.

Leia também: Séries online: conheça outras 10 plataformas além da Netflix

CONFIRA AS OPÇÕES DE PLANOS DA CLARO QUE MAIS DE ADAPTAM A VOCÊ!

Como foi o crescimento da Netflix em 2020

Só no terceiro trimestre de 2020, a Netflix apresentou um lucro de US$ 790 milhões. Dessa maneira, a empresa cresceu 18,7% se comparada a 2019. Só de julho a setembro desse ano, a receita cresceu em 22,7%, totalizando US$ 6,43 bilhões.

Além disso são, atualmente, 195,1 milhões de assinantes, um número que também cresceu, sendo que a Netflix pretende chegar a 201,1 milhões até o fim do ano.

Enquanto em 2019 foram 27,8 milhões de novos assinantes durante todo o ano, em 2020, foram 28,1 milhões somente nos nove primeiros meses.

O principal mercado hoje da Netflix são os Estados Unidos e Canadá, no entanto a região que mais cresceu em número de assinantes no terceiro trimestre de 2020 foi a Ásia-Pacífico, com 1,01 milhões. Já a América Latina teve um acréscimo de 256 mil novos membros.

Concorrência

Se antes a Netflix reinava absoluta, hoje ela tem uma concorrência crescente no mercado de streaming. Apple TV, Disney+, Amazon PrimeGloboplay são só alguns dos nomes de streamings disponíveis no mercado brasileiro.

Para tentar driblar as outras empresas, a Netflix aposta nos originais do serviço, principalmente em relação ao próximo ano. Além disso, a empresa se diz confiante e afirma ter mais opções de entretenimento em relação à concorrência.

E, afinal, quais foram as séries mais assistidas na Netflix durante esse ano? Vamos te contar agora!

10 séries mais assistidas na Netflix em 2020

A empresa de auditoria Nielsen divulgou em setembro de 2020 quais foram as 10 produções mais assistidas nos Estados Unidos entre os dia 3 e 9 de agosto de 2020. Ele leva em consideração apenas as plataformas de streaming Netflix e Amazon Prime, porém, essa última não teve nenhuma série no ranking das 10 mais assistidas.

Para determinar as posições no ranking, a empresa de auditoria leva em consideração a quantidade de minutos que cada série foi assistida.

Do ranking geral, apenas a primeira colocação, “The Umbrella Academy” é uma produção original da Netflix, sendo que as demais são licenciadas e algumas nem estão acessíveis para assinantes do Brasil.

Conheça agora a lista das 10 séries mais assistidas na Netflix em 2020:

1. The Umbrella Academy

A série é inspirada em uma série de HQ`s escrita por GerardWay  (da banda My Chemical Romance) e ilustrada pelo brasileiro Gabriel Bá. Ela acompanha um grupo de seis crianças dotadas de superpoderes que foram adotadas por um milionário e, dessa forma, criadas como super-heróis.

Como já mencionamos, é a única da lista que é uma produção original da Netflix e seus 20 episódios foram assistidos por 3.011 bilhões de minutos.

A primeira temporada foi lançada em 15 de fevereiro de 2019 e recebeu muitos elogios tanto sobre o elenco, quanto sobre o visual da série. Já a segunda temporada se iniciou em 31 de julho de 2020, sendo ainda mais aclamada por abordar temas como racismo, violência policial e o universo LGBT.

A série conta com Ellen Page, que ficou famosa pelo filme de 2007, Juno, onde foi indicada ao Oscar de melhor atriz.

2. Shameless

A série é de 2011 e agora no início de dezembro, inicia sua 11a temporada. Já foram 120 episódios que foram vistos por 1.125 bilhão de minutos na Netflix.

Ela conta a história de Frank Gallagher, interpretado pelo veterano William H. Macy, que é pai solteiro de seis filhos, vivendo sem dinheiro. Enquanto o pai passa o dia bêbado e criando problemas, seus filhos têm que aprender a se virar sozinhos.

É uma produção americana e foi inspirada na série britânica de mesmo nome e mesma sinopse. Além disso, abrange, sem nenhum pudor, diversos temas polêmicos, como drogas, sexo, álcool e o crime. Tudo isso em um tom, ao mesmo tempo cômico e dramático.

3. Grey’s Anatomy

Estreando sua 17a temporada, Grey’s Anatomy já teve seus 361 episódios assistidos por 918 milhões de minutos na Netflix.

A série conta, principalmente sobre Meridith Grey, interpretada por Ellen Pompeo e sua jornada como residente e mais para a frente, médica de um hospital escola em Seattle.

Muitos atores já entraram e saíram da série que tem como marca registrada, episódios históricos de muita audiência.

4. The Office

A série de comédia já encerrou em 2013, mas isso não impede que em 2020 ela tenha sido assistida por 897 milhões de minutos na Netflix.

Foram 9 temporadas e 192 episódios de uma série com formato de pseudodocumentário, onde Michael Scott, interpretado pelo hilário Steve Carrel, é um patrão insensível que, no entanto, se preocupa com o bem estar dos seus funcionários.

É uma adaptação da série britânica de mesmo nome, estrelada por Ricky Gervais.

5. Criminal Minds

Depois de 15 temporadas, a série americana Criminal Minds terminou em fevereiro deste ano. Foram 277 episódios exibidos na Netflix e que foram assistidos por 697 milhões de minutos, ficando em quinto lugar na lista.

A série estrelada por Joe Mantegna conta a história de uma subdivisão do FBI, chamada BAU (Unidade de Análise Comportamental), onde a equipe usa técnicas para criar um perfil para os suspeitos de crimes violentos.

6. NCIS

Estreada em 2003, NCIS está no início da sua 18a temporada. A série conta sobre os agentes especiais do NCIS (Serviço de Investigação Naval Criminal).

Mark Harmon interpreta um ex-marinheiro que trabalha como investigador e detetive especializado em interrogatório. Ele é conhecido por confiar não só nas evidências, como também nos seus instintos, o que faz com que quebre algumas regras para executar o seu trabalho.

A série é um spin-off, ou seja, uma série derivada, da série clássica JAG e seus 353 episódios foram assistidos por 524 milhões de minutos.

7. In the Dark

Renovada esse ano para a 3a temporada, seus 26 episódios foram assistidos durante 418 milhões de minutos.

A história fala sobre Murphy, interpretada por Perry Mattfeld, que é uma jovem cega com vinte e poucos anos, que vive bêbada. Durante uma caminhada com seu cão guia, Pretzel, ela se depara com um cadáver que, provavelmente é um de seus melhores amigos, Tyson. No entanto, o corpo desaparece e ela resolve procurar o assassino por conta própria.

8. Dexter

Apesar de ter sido finalizada em 2013, a produção de Dexter avisou que haverá uma nona temporada no segundo semestre de 2021! Por enquanto, seus 96 episódios foram assistidos por 316 milhões de minutos em 2020.

A série conta história de Dexter Morgan, interpretado por Michael C. Hall, que é, ao mesmo tempo analista forense e serial killer de assassinos.

9. Supernatural

Finalizada neste ano, Supernatural teve ao todo 15 temporadas e seus 321 episódios foram vistos por 315 milhões de expectadores.

Ela conta a história de dois irmãos, Sam Winchester (Jared Padalecki) e Dean (Jensen Ackles) que caçam demônios, fantasmas, monstros e outras criaturas sobrenaturais no mundo.

10. Parks and Recreation

A última da lista das 10 séries mais assistidas na Netflix em 2020, Parks and Recreation também havia terminado quando um episódio especial foi anunciado para esse ano. Foram 7 temporadas e 121 episódios que foram assistidos por 304 milhões de minutos.

Leslie Knope, interpretada pela veterana das comédias, Amy Poehler, é uma dedicada funcionária do departamento de parques de Pawnee, pequena cidade do estado do Indiana.

Diversos famosos passaram pelos 7 anos de série, como Rob Lowe, Adam Scott, Chris Pratt antes de estrelar Guardiões da Galáxia, Michelle Obama e até o atual presidente eleito Joe Biden.

Leia também: Confira quais são os melhores planos de celular com Netflix

Já escolheu quais das 10 séries mais assistidas na Netflix em 2020 vai maratonar?

Agora que você tem a lista das séries mais assistidas na Netflix, conta pra gente qual delas você já maratonou!

Enfim, se você gostou do nosso conteúdo e quer saber mais sobre outros assuntos, como tecnologia, planos e pacotesdicas e curiosidades, continue acompanhando o Compara Plano.

Até a próxima!