Wifi para carros: vantagens e desvantagens dessa tecnologia

A tecnologia não tem limites, assim como a necessidade da sociedade de estar cada vez mais conectada à internet. No setor automotivo não para de ganhar espaço o carro com conexão. De acordo com o Gartner, em 2020 a produção com esse recurso iria exceder os 60 milhões de carros com wifi, sendo que 90% deles já estariam ligados à rede mundial de computadores. Ainda não se sabe ao certo se isso ocorreu, mas o conceito já se transformou em uma realidade.

A rede wireless nesses automóveis atua de maneira semelhante à função de compartilhamento do 4G em celulares. Eles saem de fábrica com um chip 4G que tem capacidade para se ligar à rede das operadoras. Depois, um distribuidor de sinal entra em cena, permitindo que até 7 dispositivos façam uso dele com bom desempenho. Essa não é uma regra em termos de capacidade, mas é a maior referência nacional, estabelecida pela Chevrolet no Onix e no Cruize.

Esse tipo de tecnologia já encontra espaço em meios de transporte como ônibus e metrô, e agora avança como um dos itens de fábrica em carros individuais. Apesar de haver ferramentas periféricas que cumprem essa função, o sistema nativo conta com suas vantagens. Em tempos de Internet das Coisas, o mapeamento e a autodetecção de avarias em componentes veiculares acabam sendo facilitados em larga escala.

Porém, assim como tudo no mundo moderno, há quem advogue contra o recurso por conta das suas desvantagens. A distração ao volante é uma delas, mas outras se impõem com maior força. Brechas para carros serem hackeados entram em discussão, além de legislação dedicada à privacidade dos usuários por conta do recolhimento de dados sobre condução e navegação.

Leia também: Google Assistente: 10 funções legais para usar

CONFIRA OPÇÕES DE PLANOS DA CLARO QUE SE ADAPTAM A VOCÊ!

Carros com wifi não são novidade

Os carros com wifi chegaram para ficar. Isso pois, apesar de termos pacotes de internet cada vez maiores no celular, sempre é bom ter uma rede wireless para desfrutar e economizar dados. Pensando nisso, operadoras de telefonia móvel e fabricantes de veículos resolveram investir nessa solução.

Pouco tempo atrás, a melhor alternativa, pelo menos no Brasil, ainda seria contratar um plano de internet voltado especificamente para o carro. O Vivo Car, por exemplo, dispõe de nada menos do que 40 Gigas em dados entregues ao usuário por meio de um modem móvel. Semelhante a um pen drive, o periférico distribui com eficiência conexão à internet para até 5 usuários, um carro cheio.

Você até pode pensar que o motorista não deveria usar o smartphone enquanto dirige, mas o caso vai um pouco mais além. Pode ser que do seu aparelho, por exemplo, saia a música que embala o trajeto ou a viagem. Nesse sentido, Spotify, Deezer e companhia poderiam ser mantidos ativos justamente por esse pacote de dados. Além disso, o GPS do dispositivo também poderia estar constantemente ligado.

Esse pacote em particular conta com algumas vantagens diretas para quem gosta desse tipo de serviço. Ademais do WhatsApp, o Waze, um dos principais aplicativos de navegação, não desconta dados do pacote de internet. Ou seja, um plano ideal para motoristas de aplicativo como Uber, BlaBlaCar, Cabify ou 99 Táxi.

O wifi nativo entra em cena

Num cenário um pouco mais recente, o wifi para carros ganha uma concorrência nativa. Agora, veículos estão saindo de fábrica com um chip instalado em seu sistema. Com ele é possível se ligar à rede via cobertura 4G ou via satélite, além de contar com pacotes de internet ainda mais robustos.

Boa parte dessa inovação é dedicada a alimentar dispositivos dos próprios ocupantes do veículo. Porém, podemos destacar que algumas funções do próprio carro também são agraciadas. Como o computador de bordo está cada vez mais presente neles, imagine que essa internet pode sustentar justamente a navegação e a música sem a necessidade de intermediários.

Além disso, tecnologias mais sofisticadas também entram em cena. Sistemas de assistência à condução, sistemas para evitar semáforos vermelhos, autodetecção de avarias são algumas delas. Porém, em tempos de Internet das Coisas cada vez mais em voga, imagine seu sistema de aquecimento residencial se ativando unicamente porque você esteja indo para casa? A interconexão de dispositivos pode ter nessa inovação uma chave poderosa.

Vantagens e desvantagens

Há quem aponte para tópicos nas duas direções. Entre muitas vantagens, algumas poucas desvantagens se impõem. Porém, elas são dignas de atenção por parte do usuário.

Vantagens do wifi para carros

Segurança: os sistemas avançados de condução assistida (ADAs, em inglês) contribuem para a redução de acidentes ou impactos. Com eles, é possível detectar obstáculos além de prevenir erros humanos. Outro fato nesse sentido é a ativação dos serviços de emergência locais em caso de acidente. Com ela ativa, estaríamos proporcionando uma resposta rápida para o socorro necessário.

Manutenção do veículo: como o wifi para carros está ligado ao sistema do próprio veículo, ele também é capaz de realizar mapeamentos e diagnósticos que só seriam possíveis com aparelhos especializados. Assim, necessidade de manutenção ou desgaste de peças podem identificados antes de se tornarem um problema.

Facilidade para dirigir: é bem sabido que o smartphone tem um efeito de distração, tanto que é a causa da maioria dos acidentes no trânsito. Porém, com um sistema integrado, torna-se possível acessar funcionalidades do celular pelo próprio carro. Assistentes de voz e integração podem permitir que, por exemplo, chamadas sejam realizadas ou atendidas no próprio veículo.

Acesso remoto: como a integração entre dispositivos é cada vez maior, o smartphone, nesse cenário, poderia ser utilizado como uma chave para desbloquear ou ligar o próprio veículo. Além disso, poderia também ser usado para conceder acesso remoto a outro condutor quando necessário.

Desvantagens do wifi para carros

Violações do sistema: assim como todos os sistemas digitais, um carro integrado também poderia ser violado por hackers. A própria abertura do veículo, então, passaria a ser um alvo. Nesse aspecto, também passariam a ser necessários protocolos mais eficientes de segurança digital especializada.

Custo: toda a tecnologia inovadora surge com um custo, e o dessa pode elevar consideravelmente o preço de um veículo. Por isso, se todos os carros passarem a contar com ferramentas desse tipo ao sair de fábrica, poderíamos considerar que o preço dos automóveis 0km, o qual já está grandiosamente alto no Brasil, subiria ainda mais de patamar.

Distração ao volante: o celular já é um dos grandes vilões da boleia. Porém, se a conectividade for maior, multiplicar-se-iam os contextos propícios para a causa de acidentes, dizem alguns céticos. Por isso, muita gente anda com o pé atrás com a tecnologia e advoga em prol de uma sociedade menos perigosa nas ruas, o que colide diretamente com tamanha conexão.

Leia mais: Tutorial para colocar Wi-Fi no seu carro!

CONFIRA OS MELHORES PLANOS DA TIM PARA O SEU CELULAR

Se você gostou do nosso conteúdo e quer saber mais sobre tecnologiaplanos e pacotesdicas e curiosidades, acompanhe o Compara Plano. Estamos muito satisfeitos em te ver por aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Contrate via chat