Como vender celular usado? 5 dicas para se desfazer do seu

Toda hora tem um lançamento de smartphone que faz com que a gente se sinta com o aparelho mais desatualizado e obsoleto do mundo, não é mesmo? Ainda bem que, na maioria das vezes, temos como vender o nosso celular usado para, pelo menos, ter uma parte do dinheiro para adquirir um novo.

Muitos proprietários de celulares de última geração fazem isso com frequência: compram o novo modelo, no entanto, vendem o atual para não sair no prejuízo. Inclusive, existe todo um mercado de compra e venda de celulares usados.

E você? Alguma vez já vendeu seu celular usado? Ainda não? Está perdendo de ganhar um dinheiro extra! Hoje vamos te dar algumas dicas para você se desfazer do seu aparelho. Acompanhe!

Saiba maisExiste celular barato e bom? Confira 10 modelos e economize!

CONFIRA AS OPÇÕES DE PLANOS DA CLARO QUE MAIS DE ADAPTAM A VOCÊ!

Como vender celular usado? 5 dicas para se desfazer do seu aparelho

O chamado “recommerce”, que é o comércio de itens usados, tem sido cada vez mais frequente no Brasil. Existem diversos sites que há muito tempo dedicam seu espaço para compra e venda de diversos itens seminovos, principalmente os eletrônicos.

Dessa maneira, quem quer se desfazer do seu celular usado, encontra um espaço normalmente seguro, rápido e descomplicado. E ainda ajuda quem quer fazer parte de uma rede de consumo mais sustentável ou não tem condições financeiras de adquirir um aparelho recém lançado.

Separamos 5 dicas para você que quer vender seu celular usado:

1. Anuncie em um site especializado

Para anunciar seu celular em um site especializado nesse tipo de venda, você só precisa criar um cadastro relativamente rápido.

Nesse cadastro, você também vai informar os dados do seu aparelho celular, que será avaliado pelo site. É importante ser bem claro e honesto sobre todos os detalhes, tais como: arranhões, problemas de bateria e estado de conservação geral do aparelho.

O site vai sugerir um valor de venda e, se você aceitar, ele será negociado. Após finalizar a negociação, o celular é enviado pelos Correios e, desse modo, avaliado pessoalmente pela empresa. Somente depois dessa etapa que ele é realmente vendido.

Conheça então alguns sites que são especializados no assunto:

Brused

O site Brused é específico para compra e venda de celulares seminovos e usados. Eles já tem tradição em vender produtos da Apple usados, como iPhones, iPads, Apple Watchs e Macbooks. No entanto, eles negociam também celulares da Samsung, Motorola e Asus.

Se você quer vender pelo site, você deve, primeiramente, enviar o aparelho para ser analisado. Caso você more em São Paulo, a loja disponibiliza um motoboy gratuitamente para retirar o celular, dependendo da região.

A loja faz uma proposta assim que recebe seu aparelho. Se você não aceitar, ele é devolvido sem custos. No entanto, se você aceitar, eles te pagam em até 1 dia útil.

É claro que se você vender seu celular usado pelo site, você vai receber menos do que receberia se colocasse a venda nas redes sociais, por exemplo. Entretanto o site é uma maneira rápida e garantida de negociação.

Por exemplo, um iPhone 11 Pro Max de 512 GB eles estão oferecendo entre R$ 3.360 e R$ 4.200, dependendo da pressa que você tem de receber o dinheiro.

Trocafone

Empresa brasileira com operações tanto em São Paulo como em Buenos Aires, a Trocafone afirma comercializar mais de 35 mil celulares e tablets por mês. Além disso, estão presentes em mais de 2 mil lojas.

O foco da empresa é na propagação da cultura do padrão de consumo sustentável e, dessa forma, que as pessoas possam se desfazer de seus aparelhos antes de adquirir os novos e que mais gente possa ter acesso à tecnologia.

Todos os aparelhos comercializados são revisados e testados por uma equipe de técnicos, garantindo assim, que eles estejam funcionando como novos, com três anos de garantia e entrega para todo o Brasil.

Além disso, a empresa ganhou em 2018 do Prêmio Época – Reclame Aqui, na categoria Ecommerce – Telefonia e Acessórios e é homologada pela Anatel.

Outros sites

Existem outros sites de comércio de usados, mas que, no entanto, não são específicos para celulares. Neles, quem decide o preço, faz a negociação e entrega o produto é você.

Alguns facilitam o pagamento, oferecendo negociação pelo site, outros você mesmo tem que receber o dinheiro.

São esses:

  • Enjoei: conhecido pela venda de roupas e acessórios, quem tem iPhone pode achar um espaço no site para vender;
  • Marketplace do Facebook: a rede social disponibiliza um espaço para compra e venda de diversos itens;
  • Mercado Livre: site especializado em compra e venda tanto de pessoa física como jurídica, novos ou usados;
  • OLX: esse site é muito utilizado para a compra e venda de produtos usados.

Leia também: Como economizar bateria do celular: confira 10 dicas infalíveis

2. Fique de olho na desvalorização

Algumas marcas e aparelhos costumam desvalorizar mais que outros. Normalmente os mais caros acabam desvalorizando mais.

Segundo a Receita Federal, a vida útil de um aparelho celular é de 5 anos e deve-se considerar uma depreciação de 10% ao ano. No entanto, na prática, essa desvalorização é muito maior, o que faz com que o valor perca cerca de 40% já no primeiro ano.

Isso acontece principalmente quando os novos modelos são lançados, fazendo com que o preço do aparelho novo caia e, consequentemente, o usado caia mais ainda.

Segundo a pesquisa Cell Phone Depreciations Statistics, realizada pelo BankMyCell, empresa que realiza trocas de celulares, os celulares Android desvalorizam quase duas vezes mais em um ano do que os iPhones. Foram analisados 300 modelos durante 2019 nos Estados Unidos.

A conclusão que chegaram é que um Android top de linha perde, em média 45% do seu valor de revenda após um ano, enquanto um iPhone perde 23,45%.

3. Pesquise o preço de mercado

Sempre que for pesquisar o preço de mercado do aparelho, leve em consideração como está o estado atual dele. Se você cuidou bem durante o tempo que ele esteve com você, se a bateria está com uma porcentagem alta, não há riscos ou tela quebrada, entre outros.

Isso porque, não adianta o preço de mercado do seu celular ser X e você tentar vender por esse valor se o seu carregador não é original ou você já perdeu os fones de ouvido, certo?

Um bom local para comparar o preço de venda do seu aparelho é nos sites que citamos anteriormente. Lá você poderá ter uma ideia de quanto você pode anunciar já que eles sinalizam qualquer alteração que o aparelho tiver.

4. Formate seu celular

Nunca esqueça de formatar seu celular antes de vendê-lo. Desconecte de todas as suas contas de banco, redes sociais e demais aplicativos e apague tudo que você tiver.

Nós até já explicamos como formatar seu iPhone aqui e o Samsung aqui no Compara Plano!

5. Guarde sempre sua nota fiscal e acessórios originais

Estar com a nota fiscal, a caixa do aparelho, acessórios, como fone de ouvido e carregador originais sempre valorizam o produto e dão mais credibilidade para a venda. Isso porque são provas de que esse celular foi comprado novo por você e não roubado, por exemplo.

CONFIRA OS MELHORES PLANOS DA TIM PARA O SEU CELULAR

Leia também: Comparativo de celular: confira 7 modelos na faixa de R$ 2 mil

E aí, aprendeu como vender celular usado?

Agora que você tem todas as dicas para vender seu celular usado, não deixe seu aparelho jogado na gaveta! Afinal de contas, vender seu aparelho vai fazer você ganhar um dinheirinho, dar a oportunidade para quem não tem condições de adquirir um novo e favorecer a sustentabilidade. Todo mundo ganha!

Enfim, se você gostou do nosso conteúdo e quer saber mais sobre outros assuntos, como tecnologia, planos e pacotesdicas e curiosidades, continue acompanhando o Compara Plano.

Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Contrate via chat