TV via satélite: saiba como ela funciona e se é pra você

Você já reparou a infinidade de programas que temos à nossa disposição hoje em dia? Seja na TV via satélite, via cabo, streaming, sites de vídeos, com as últimas tecnologias, cada vez mais o que não vai nos faltar é opção. Mas, você conhece a diferença entre todas elas?

Nesse artigo vamos falar sobre a TV via satélite. Assim, você vai saber mais sobre suas vantagens e diferenças em relação aos outros tipos, e ainda vai ver quais são os canais que ela tem disponível. Confira!

Leia mais: Saiba como ganhar dinheiro com as redes sociais

O que é TV via satélite?

A TV via satélite nada mais é do que o sinal aberto de televisão. Se refere ao sinal de TV ou rádio que não é criptografado. Dessa forma, ele é transmitido por um satélite ou por bandas VHF e UHF.

Mesmo sendo uma transmissão de canais gratuitos, muitos dele são pagos. Alguns por meio de contribuições audiovisual nos impostos municipais, estaduais ou federais – esse é um caso que acontece no Reino Unido e Portugal. E outros são pagos por doações voluntárias, como ocorre com algumas emissoras nos Estados Unidos. 

Aqui no Brasil, temos o sistema de canais FTA, que é o Banda C. E o satélite que transmite os principais canais aqui – como Globo, CNT, SBT, TV Brasil, Record, Band, Gazeta, etc – se chama StarOne C2.

Mas, as operadoras de TV paga, também utilizam dessa tecnologia no espaço para transmitir seus canais. Dessa forma, você consegue receber tanto os gratuitos quanto os de pacotes (dependendo de você ter um plano ou não, é claro!).

Como funciona?

Então, como você já deve ter percebido, a transmissão chega aos nossos televisores pelo sinal que é enviado via satélite. Ele sai de uma antena parabólica da emissora de TV, passa pelo satélite e é redirecionado para sua casa, por meio de uma parabólica também.

Desse modo, a TV via satélite consegue ter um alcance muito maior que a TV via cabo. Você já deve ter reparado que mesmo em localidades bem longe das grandes cidades, há antenas em todas as casas e estabelecimentos. Isso, porque o sinal consegue chegar a qualquer distância do território.

Os satélites ficam em órbita geossíncrona. São lançados a mais ou menos 11 mil km/h e ficam aproximadamente a 35,7 mil quilômetros acima da Terra. Com isso, conseguem dar a volta no planeta a cada 24 horas. Assim, acompanham o ritmo terrestre, de modo que você precisa posicionar o satélite corretamente apenas uma única vez e ele já estará funcionando perfeitamente.

Além de ser mais prática a instalação da antena, você não precisará de um técnico para conseguir fazê-lo. Então, consegue ter tanto os canais da TV aberta quanto aqueles da paga.

Porém, essa tecnologia do satélite funciona apenas para uma coisa. Por exemplo, se você quer contratar um plano de internet e ter a TV, precisará do cabo da internet e da antena para o televisor. O que é diferente da fibra ótica, que consegue levar os dois serviços, no mesmo cabo.

A programação

A programação da TV por satélite vem de duas fontes: os canais Permanentes (Globo, ESPN, CNN) e os Locais (EPTV, NBC, CBS). Os primeiros também são transmitidos pelas TVs a cabo, e os segundo são transmitidos por radiodifusão.

Enquanto os permanentes enviam sua programação do centro de distribuição para o satélite, e dele para suas casas, os locais são diferentes. Esses últimos enviam seus conteúdos por cabo ou antena para o centro de transmissão. Lá eles convertem em corrente digital não-comprimida de alta qualidade e, então, se juntam com a permanente e redirecionam para o satélite.

Confira a lista de canais brasileiros que têm seus conteúdos transmitidos pela TV via satélite analógica Star One C2 na banda C e Ku, e na posição 70º Oeste:

  • Band
  • Globo
  • SBT 
  • RecordTV  
  • Rede Vida Shoptime
  • Canal do Boi
  • Canção Nova
  • RedeTV!  
  • TV Senado
  • TV Câmara    
  • Canal Rural
  • Rede Século 21    
  • RIT     
  • TV Aparecida   
  • Rede 21/IURD TV     
  • Ideal TV/Rede Mundial
  • TV Novo Tempo
  • CJC    
  • TV Pai Eterno

TV a cabo e TV via satélite: diferenças e qual escolher

Agora que você já sabe um pouco sobre o que é a TV via satélite, vamos falar da via cabo. Bom, o nome já diz tudo, o sinal de transmissão chega até as residências através do cabo. Então, para que você tenha na sua casa, é preciso que o cabeamento chegue até sua rua.

Esse fato dificulta o atendimento em certas regiões do país aonde esses cabos não chegam. E, ainda, algumas marcas possuem limitação no atendimento de cada localização.

Além disso, a TV via cabo também utiliza satélites no seu processo, já que é dessa forma que os canais são enviados para as operadoras. Então, os conteúdos são transmitidos pelos cabos de cada uma delas.

Mas, há diferenças entre a TV via satélite e a cabo, como o fato de que a tecnologia do cabo, consegue levar mais de um serviço até sua casa. Por exemplo, você pode ter a transmissão da TV e da internet vindas do mesmo ponto: o cabo, o que não ocorre com o satélite, que transmite apenas os conteúdos da televisão.

Outro ponto é a questão de qualidade da imagem, em que elas são idênticas. Porém, se há temporais ou chuvas fortes na sua região, o sinal da via satélite cai com mais frequência, piorando as imagens.

E, ainda, tem o fato de que a via satélite tem alcance em todo o território, chegando até em sítios ou regiões bem afastadas. Nesse ponto, trata-se de uma boa opção para um país com proporções continentais como o nosso.

Para saber qual escolher para sua residência, primeiro você deve ver qual está disponível na operadora que você deseja contratar. E, depois, analisar as condições climáticas e de localização da sua região.

TV via satélite é boa?

Como você leu no tópico acima, a TV via satélite tem alguns pontos positivos sim. O que deverá contar é sua localidade no território brasileiro, para analisar se essa é a certa para você.

Algumas vantagens da TV via satélite são:

  • disponibilidade em todo território;
  • sinal tanto para canais digitais e em HD;
  • não depende de cabos;
  • é mais barata.

Mas, mesmo com todos esses pontos positivos, a instabilidade em condições climáticas é algo que tem que ser colocado na balança.

Por isso, antes de contratar o serviço via satélite, analise a região em que você mora. Se nela tiver um alto índice de chuvas e temporais, veja se os cabos de fibra ótica já estão disponíveis na sua localização.

Quem deve contratar a TV via satélite?

Pessoas que moram em sítios, chácaras, áreas remotas são muito indicadas a ter esse serviço, já que o sinal do satélite consegue alcançar qualquer ponto do globo. Além disso, a transmissão via sinal pode levar para sua casa tanto os canais abertos quanto os da TV paga.

Dessa forma, além de ter vantagem sobre o cabo na questão de localidades, você não precisa ficar preso apenas aos canais da TV aberta. Há operadoras de televisão que vendem seu pacote de canais da TV paga via satélite também.

Assim, se você mora ou quer levar para sua chácara as transmissões dos canais pago, a TV via satélite deve ser sua opção número um.

A SKY oferece os canais pagos pela TV via satélite e, ainda, você pode escolher entre os planos pré-pagos, controle e pós-pagos, todas com condições e valores diferenciados. Neste link você pode contratar a SKY.

A Claro é outra que também tem esse serviço, com canais em alta definição e poucas interferências. Além disso, possui compatibilidade com o sinal digital. Você pode contratar a Claro neste link.

A Oi também oferece TV paga via satélite, com planos em HD, e você pode contratá-la neste link.

A Vivo possui TV via satélite para seus clientes, com planos e preços variados, que podem ser vistos e contratados neste link.

Além do satélite, todas essas operadoras oferecem a opção via cabo também, à exceção da SKY.

Dessa forma, a TV via satélite se faz essencial num país com um território grande como o nosso, conseguindo levar o sinal das emissoras para mais localidades.

Continue acompanhando nosso blog para mais dicas e novidades!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Contrate via chat