Melhores séries para refletir sobre a vida

A arte imita a vida, diz o bom ditado! E, se muitos filmes em duas horas já nos fazem pensar, algumas séries conseguem nos deixar ainda mais reflexivos. Afinal, quando gostamos de uma história, passamos temporadas e temporadas mergulhados na trama. Se além de entretenimento você busca uma boa dose de temas que debatem a realidade, fique ligado na lista que preparamos com algumas das melhores séries para refletir sobre a vida.

Leia mais: Conheça tecnologias para deixar a sua casa inteligente

Melhores séries para refletir sobre a vida

Temas como amizade, depressão, feminismo, suicídio, tolerância, inclusão e bullying são cada vez mais recorrentes nas séries lançadas recentemente. Esses assuntos são um prato cheio para despertar o interesse do público e debater situações difíceis enfrentadas com frequência no mundo real.

É praticamente impossível assistir a histórias com enredos polêmicos, que tratam de temas considerados tabus, e não se sentir envolvido. Confira alguns exemplos desse tipo de série que vale a pena maratonar. E prepare-se para entrar em uma reflexão profunda sobre diferentes aspectos da vida.

 

13 Reasons Why um diálogo sobre empatia

A série 13 Reasons Why virou um fenômeno entre os jovens assim que foi lançada, em 2017. Entretanto, não se limitou a esse público e levantou um importante debate entre pais, escolas e sociedade em geral. O motivo foi ter abordado temas delicados de uma fase importante da vida de qualquer pessoa: a adolescência.

A produção conta, em três temporadas, a história da adolescente Hanna Baker, que se suicida após passar por uma sequência de situações desagradáveis na escola e em seu círculo social, sobretudo o escolar. A protagonista deixa cartas direcionadas às pessoas que a levaram a esse ato extremo.

Nas mensagens deixadas, Hanna relata momentos em que sofreu bullying ou teve seus sentimentos feridos por atitudes pouco simpáticas das pessoas com quem convivia. Os episódios também levantam discussões sobre depressão e falta de empatia da sociedade com os sintomas de doenças ligadas à saúde mental.

A série segue disponível na Netflix, mas vale lembrar que o catálogo da plataforma pode mudar a qualquer momento.

 

Being Erica e a crise existencial dos 30 anos

A produção canadense Being Erica, traduzida para o português como A Vida de Erica, completou 10 anos de lançamento em 2019. Apesar disso, segue sendo atual e altamente indicada para quem quer passar por uma verdadeira terapia em forma de série.

Ambientada em Toronto, a trama conta a história de Erica, uma jovem de 32 anos que se vê em uma das fases mais complicadas da vida. Quando adolescente, ela pensava que aos 30 anos já estaria casada, com filhos, teria uma casa e o emprego dos sonhos. No entanto, nada disso aconteceu.

Então, a protagonista começa a repensar sua trajetória e se vê arrependida de algumas escolhas. Nesse momento, conhece um misterioso terapeuta que dá a ela a oportunidade de voltar no tempo e consertar cada uma das escolhas que considera equivocada.

No melhor estilo efeito borboleta, Erica embarca em uma profunda viagem ao longo das suas três décadas de vida. Em quatro temporadas, que totalizam 49 episódios de 45 minutos, Erica revive passagens emocionantes e muitas vezes cômicas.

A série não está disponível em nenhuma plataforma de streaming, porém pode ser vista na íntegra gratuitamente no YouTube.

 

As Telefonistas e a força das mulheres

Impossível falar de feminismo sem voltar no tempo e contar a história de mulheres que começaram a lutar para ter direitos sobre as próprias vidas. Discussões sobre o movimento atual à parte, a série espanhola As Telefonistas narra a vida de quatro mulheres que enfrentam situações absurdas, mas típicas da sociedade na década de 20.

As protagonistas Ángeles, Carlota, Lidia e Marga trabalham juntas na central de atendimento de uma grande companhia telefônica de Madrid e enfrentam desafios e obstáculos que pareciam intransponíveis naquela época. Porém, encontram força umas nas outras e não desistem dos seus objetivos.

Com quatro temporadas e confirmada como uma das grandes apostas de sucesso da Netflix, a série conta com uma narrativa ágil e um elenco muito alinhado.

Essas características aliadas ao debate sobre o papel das mulheres na sociedade fazem de As Telefonistas uma referências entre as séries para refletir sobre a vida.

Leia mais: 5 séries de época incríveis para assistir na Netflix

 

This Is Us, das séries para refletir sobre vida, família e amor

No bom e velho estilo novelão, This Is Us vem arrancando lágrimas por onde passa e, embora não seja muito famosa no Brasil, já conquistou alguns fãs por aqui. A produção americana conta a história de quatro pessoas que nasceram no mesmo dia e têm vidas completamente diferentes.

Os protagonistas vivem quatro dramas específicos que, inicialmente, parecem não ter nada em comum. Porém, no decorrer da trama, eles terminam se cruzando, e as conexões passam a fazer sentido.

A história muito bem contada mostra lições de empatia, amor e respeito e aborda problemáticas comuns na vida da maioria das pessoas. Talvez isso explique o porquê de a série tocar tanto no emocional do público.

Além disso, temas que merecem debate são constantemente abordados pelos personagens. Diversidade, gordofobia, dependência química e racismo, são alguns exemplos de assuntos que entram no roteiro sem tabus.

A série lançada em 2016 atualmente tem quatro temporadas que podem ser assistidas em horários aleatórios na grade de programação do canal Fox Life. Mas, se você não quer ficar procurando e esperando por quando vai passar, ela está disponível no aplicativo Fox Premium – somente para assinantes de TV a cabo.

 

Atypical aborda diferenças e solidariedade

O personagem principal de Atypical, Sam Gardner, é um adolescente de 18 anos vivendo essa fase de descobertas e aventuras. Nada de novidades, não fosse o fato de que ele é diagnosticado dentro do espectro autista, que torna maior o desafio de passar para a vida adulta.

Como qualquer jovem nessa idade, Sam está na busca por sua independência, quer ter uma namorada, estudar e trabalhar. Porém, as situações apresentadas na série, de preconceito e bullying, tornam ainda mais fortes as reflexões sobre aceitação das diferenças e empatia. Com histórias não menos dramáticas e complexas, os outros personagens da obra também despertam o espírito de solidariedade no público.

Apesar de tratar temas delicados, o roteiro feito com um toque de humor torna Atypical mais leve e cativante. E as três temporadas da série estão disponíveis na Netflix.

 

Sex and The City um clássico sobre lealdade e amizade

Sex and The City dispensa apresentações. Um clássico entre as séries e assunto até hoje nas rodas de conversa entre amigas, ela foi lançada em 1998 e ficou no ar até 2004, contando a história de quatro amigas e suas aventuras pela cidade de Nova York.

Se você é fã de clássicos e gosta de acompanhar uma boa história de amizade e lealdade, vale a pena maratonar com as amigas Carrie, Samantha, Charlotte e Miranda. Prepare-se para rir e chorar em seis temporadas cheias de altos, baixos e grandes lições.

Quer saber quais serão os lançamentos de filmes e séries da HBO em 2020? Veja neste artigo exclusivo! E acompanhe outras novidades no blog Compara Plano, pois publicamos diariamente para te manter sempre bem informado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Contrate via chat