QR Code: o que é e como funciona?

De um tempo para cá, o QRcode virou realmente uma sensação. Já foi usado para anúncios de produtos, comprar em supermercado, como um call to action de “saiba mais”, e até para ver uma reportagem de jornal. É uma ferramenta nova que com o avanço da tecnologia para mobile vem ganhando mais espaço.

Ainda não conhece os QRcodes? Não se preocupe, vamos te mostrar o que é, a diferença para um código de barras, como ele funciona. E, claro, como você pode gerar um! Confira!

QRcode

Criado por uma empresa japonesa, em 1994. No começo, era utilizado apenas para a indústria de carros japoneses, já que ajuda a catalogar as peças na produção. Mas, em 2003, começou a ser utilizado em celulares que tinha a tecnologia VGA, que é capaz de ler o código. 

O QRcode pode ser usado para vários tipos de fins. Pode  ser convertido em uma URL, um número de telefone, localização, um texto, vídeo, e-mail, entre outras coisas. É muito utilizado no mercado publicitário, ou até mesmo no jornalismo.

Dessa maneira, a empresa realiza uma diversidade no tipo de conteúdo que está distribuindo. E, convenhamos, desta forma interativa é muito mais legal.

Uma grande vantagem, é que ele funciona mesmo se estiver faltando uma parte, sem foco, ou com distância. O QRcode consegue ser lido até por uma câmera bem simples.

Dessa forma, quanto mais preciso for a lente que escaneará, mais você pode modificá-lo. Por exemplo, personalizá-lo com cores ou um logotipo. Isso só atrai mais clientes, pois, chama muito a atenção.

Além disso, esse code é sustentável. Pois, com ele, você pode distribuir matérias ou artigos enormes, sem gastar tanto papel. Você só precisa do código, e pronto. As pessoas irão escaneá-lo e ler a matéria, ou ver um vídeo, ou saber mais sobre sua empresa.

Apesar de ser uma marca registrada pela empresa japonesa que o inventou, a Denso Wave, o QRcode é livre de licença. Ou seja, qualquer um pode utilizá-lo sem precisar pagar.

No Brasil, foi usado pela primeira vez pela loja FastShop em 2007. A revista Galileu, já utilizou para fornecer ao leitor mais informações sobre uma matéria. 

Leia também: Uber Transit: novo recurso mostra transporte público

Como funciona o QRcode

A sigla QR significa “quick response”, ou seja, “resposta rápida”. É basicamente um código de barra em 2D, que lê uma imagem quadrada com códigos e caracteres decodificados.

Com ele, é possível armazenar muitas informações. Sua principal diferença entre o código de barras, é que o QRcode escaneia tanto na vertical, quanto na horizontal. Já o primeiro, é só na horizontal. 

Além disso, o código de barras só pode ser lido por um escâner que emite um raio vermelho. E é enviado para um computador que entende os números ali, e nos dá a informação sobre determinado produto. O que é muito diferente do QR, já que ele pode armazenar 100 vezes mais dados.

Esse código só precisa ser lido por alguma câmera. E, como as vendas de smartphones têm crescido muito no Brasil, é muito provável que ele se torne mais popular. Dessa forma, aumentando o número de empresas que utilizam para diversificar e interagir com o público. 

Um dos eventos que fez o QRcode ficar conhecido, foi um supermercado sul-coreano que montou um painel com produtos em algumas estações de metrô.

Dessa forma, basta escanear o código e aquele produto ia para sua sacola de compras. E, quando você chegasse em casa, os itens já teriam sido entregues.

Leia também: E-book como economizar: veja aplicativos e dicas para reduzir as despesas diárias

Vantagens de pagar com QRcode

No Brasil, o QRcode já está sendo utilizado para pagamentos de boletos. As empresas Cielo e Mercado Pago já estão utilizando esse código para pagamento utilizando o aplicativo do banco ou da própria empresa. Esse último, é o caso do Mercado Pago, e você pode saber mais informações sobre ele, no nosso artigo

Segundo a Cielo, o pagamento por QRcode foi disponibilizado ano passado e já está habilitado para cerca de 1 milhão de maquininhas. Basta pedir ao lojista credenciado para pagar através do código, depois, com o aplicativo do banco, você escaneia o desenho e escolhe se deseja a opção de crédito ou débito.

Já com o aplicativo do Mercado Pago, você só precisa abrir ele, selecionar a opção de pagamento com QRcode e escanear o código. Isso faz com que nossos modos de compras sejam muito mais simples. Além disso, uma grande vantagem é a segurança. Uma vez que você não precisa andar com dinheiro ou os cartões físicos, e correr o risco de ser roubado.

O que significam os desenhos?

As imagens do QRCode são elaboradas com pixels preto e formam um código que está vinculado ao conteúdo. Cada um dos quadrados maiores, que ficam nas quinas da imagem, servem como orientação para o leitor achar as outras informações. Como se fossem bordas, informando onde acaba o desenho. Além disso, essa parte determina a função do código. E, se ele é composto por números ou letras.

O resto do QR, ou seja, a parte de dentro da imagem, dirá ao leitor as outras informações. A ordem dos dados, o arquivo ou site dentro dele.

Existem mais de 40 tipos, variando de tamanho, quantidade e configurações de módulos. Ele pode ir de 21×21 pixels até 177×177 pixels – esse consegue armazenar até 7.089 caracteres numéricos. Porém, se modificarmos apenas um módulo, dos oito existentes, a informação se perderá, e o leitor pode não achar nada.

Mas, não pense você que o QR só pode ser utilizado por grandes empresas. Pois, qualquer um pode criar o seu. Seja para diversão, trabalho acadêmico ou projetos da empresa. É muito simples.

Com o QRcode você não precisa digitar o endereço de algum site. Basta fazer a leitura através da sua câmera de celular. Para isso, existem alguns aplicativos que escaneiam esse código.

Como criar seu próprio QRcode

Vamos te mostrar agora, de maneira simples, como criar seu próprio código. Confira quais aplicativos e sites te ajudam com isso:

Kaywa QRcode

Com esse site você escreve o texto, link, número ou SMS que deseja aparecer para quem escanear seu QRcode. Se preferir colocar o código no seu site, para que os usuários acessem, o Kaywa tem a opção de incorporar HTML e vincular na sua página.

Além disso, é possível disponibilizar imagens e outros documentos, por meio do Online Converter.

e-lemento

O site e-lemento.com permite criar códigos com cores e outras aparências. Você pode fazer QRcode com seu contato e colocar no cartão de visitas, com o logo da sua empresa dentro dos desenhos. Apesar de exigir cadastro para tudo isso, a ferramenta é gratuita. E você pode ainda monitorar os acessos que seu QR teve.

Para criar é muito simples. Basta você acessar o site, entrar na coluna da esquerda e escolher o tipo de arquivo que quer adicionar no QRcode. Depois, na direita terá as opções de mudar as cores do primeiro e segundo plano. E, pronto.

Você pode baixar um aplicativo para verificar se  deu tudo certo.

Barcode Scanner

Disponível apenas para Android, esse aplicativo pode ler códigos de barra, QRcode e Data Matrix. Assim, você pode obter uma descrição do produto e seu preço. Ou também da URL, contato, ou o que tenha no QR.

Ele é muito simples de usar. Basta acessar a ferramenta de escâner já na página inicial do aplicativo. Além disso, você pode criar seu próprio QRcode com ele.

O aplicativo vem com três opções. Procurar o produto que você está lendo em lojas virtuais; procurar informações sobre nos buscadores da internet; e até procurar lojas físicas perto para comprar.

QR Code Reader

Disponível para iOS e Android, esse aplicativo lê e cria QRcode. Com ele, você pode acessar páginas da internet, pagar contas, e usar o aplicativo com escâner mesmo. E, claro, conferir os preços e informações dos produtos. Você ainda pode conferir o histórico das suas últimas buscas.

Confira outras dicas como esta e novidades no mundo da tecnologia e telecomunicação no nosso blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *