Os 3 melhores aplicativos de música para baixar em seu celular

aplicativos de música

 Todo mundo gosta de ouvir uma boa música, ainda mais quando se pode ter a facilidade de ter todos os tipos de estilos musicais na palma das mãos. Hoje, com a tecnologia expandindo podemos acessar pelo celular a música que gostamos de qualquer lugar por meio de aplicativos de música.

O YouTube é um dos apps mais famosos para isso, mas não é o melhor. Por carregar vídeos, ele pode pesar no seu bolso ao consumir toda sua franquia de internet. Por isso, o ideal é ter um app específico para áudio no seu celular, seja ele Android ou iOS.

A seguir listamos os três melhores aplicativos de música, alguns são gratuitos, outros apresentam opções premium, com pagamento para poder ter funções variadas. Veja as vantagens e desvantagens de cada um e escolha aquele que atende melhor ao que você procura.

Leia também: Aplicativos para músicos que ajudam no dia a dia

Melhores aplicativos de música

As opções de aplicativos de música cresceram ao longo dos anos e se popularizaram rapidamente. O streaming de música mais popular até hoje é o Spotify, ele já tem cerca de 100 milhões de usuários pagantes (contas premium) conectados. Mas não é o único.

Confira abaixo o nosso top 3 de melhores aplicativos de música e recursos.

Spotify

Com o aplicativo Spotify é fácil você ter acesso rápido a música que procura. Ele pode ser acessado no celular, no computador e no tablet. O app dispõe de milhões de músicas, playlists variadas criadas por celebridades e você pode montar sua própria playlist com suas músicas favoritas, seguir artistas, rádios ou ouvir podcasts famosos.

O aplicativo está disponível para ser usado no celular, tablet ou até mesmo na plataforma web.

O Spotify foi o primeiro a lançar o serviço de streaming e é popularmente conhecido em todo o mundo, tanto que você o encontra em 22 línguas diferentes. Ele possui opção gratuita, mas ela tem anúncios excessivos e opções limitadas. Na versão grátis não é possível pular de faixa musical ou álbum e as músicas são dispostas de forma aleatória.

Versão paga

Na versão paga, existe a opção premium a um custo de R$ 8 mensais para estudantes ou R$ 26,90 no plano premium família, no qual você pode colocar até 5 pessoas no pacote de uso. No plano família é necessário que todos dividam o mesmo endereço domiciliar. Na opção premium você pode baixar sua playlist e escutá-la mesmo quando está offline.

Por que ele o Spotify é o melhor aplicativo de música?

  • Ele é o mais popular streaming de música do mundo
  • Para quem é estudante, a mensalidade nem pesa no bolso.
  • Você pode fazer um plano família e adicionar cinco pessoas para fazer parte. Cada um tem sua conta particular, pagando apenas uma mensalidade. Se dividir fica R$ 5,38 para cada, menos que o valor para estudante.
  • Na versão premium é possível baixar as músicas e escutar offline, o que gera economia de internet
  • Você recebe todo ano uma página personalizada com as suas músicas mais escutadas que pode ser compartilhada nas redes sociais, o que mostra que o aplicativo é  pensado no seu estilo.
  • O app está traduzido em 22 línguas do mundo todo.

Links para download do app de música Spotify: Android/ iOS

Deezer

O Deezer, aplicativo de música de origem francesa, é bem parecido com o Spotify. Já possui mais de 100 milhões de playlists de gêneros musicais eletrônicos e internacionais. Assim como a concorrente, quem monta as playlists são os próprios usuários, mas algumas listas são produzidas pelos editores da plataforma. Ele perde para o Spotify na limitação de variedade de tipos músicas.

O aplicativo tem uma versão paga de teste com prazo de 30 dias, após este período, o cliente passa a pagar R$ 16,90. O plano free (gratuito) não dá direito de escolha das músicas e ainda vem com anúncios e funcionalidade limitada, reproduz de forma aleatória álbuns e playlists.

Para quem quer fugir das propagandas e pular quantas faixas quiser, o Deezer tem os pacotes de versão paga. Para estudante custa apenas R$ 8,45 e o plano premium família está por R$ 26,90. No plano família é possível colocar até seis perfis de usuários no pacote de uso, diferente do Spotify que permite apenas 5 pessoas.

Além dos planos estudante ou premium família, o usuário pode pagar R$ 169 para plano anual ou o pacote Deezer HiFi e ouvir um streaming de extrema qualidade de som por apenas R$ 33,80/mês.

Deezer na TIM

O Deezer conta também com o TIM beta. O aplicativo integrado com a operadora TIM, conhecido como TIM music by Deezer, permite que todos os clientes do Deezer possam ter acesso ao serviço de streaming.

Se você é cliente TIM, antes de mais nada confira se o seu plano é participante, senão ele pode ser contratado de forma avulsa, basta enviar um SMS para o número 8000 com a palavra MUSICA para 8000. Você receberá uma mensagem de confirmação da contratação e deve seguir as orientações na mensagem para finalizar o cadastro no site.

Dependendo do plano você vai precisar pagar uma assinatura. A assinatura não inclusa no pacote custa R$ 4,90 semanal no plano Diária Combo. Para entender mais, confira aqui.

Por que baixar o Deezer?

  • Entre os aplicativos de música aqui listados, o Deezer é o que tem o catálogo maior com mais de 56 milhões de faixas musicais. Para uma comparação, o Spotify tem 35 milhões de faixas.
  • Preço acessível e diversas opções de planos.
  • Plataforma fácil de utilizar.

Ficou interessado? Baixe o aplicativo disponível para Android baixar na Google Play | e na Apple Store 

Superplayer

O Superplayer é um streaming de música brasileira idealizado em uma startup. O  aplicativo dispõe de variadas playlists de músicas nacionais e internacionais e gêneros musicais. O que ele tem de inovador em relação aos outros aplicativos de música? Você não precisa fazer um cadastro de conta pessoal para que possa escutar suas músicas favoritas, basta baixar o aplicativo ou acessar pela versão web no seu computador e já está pronto para uso.

O que difere dos outros aplicativos é que ele não exige senha, como o Spotify e o Deezer, que você precisa fazer um cadastro. Mas, caso você deseje escutar no seu perfil, é possível também fazer uma conta personalizada. A assinatura custa apenas R$ 8,90/mês e, assim como os outros aplicativos, você pode cancelar quando quiser.

O super premium é R$ 16,90 e dá direito a baixar todas as playlists para ouvir offline. No básico é possível baixar apenas 3 playlists. Na conta free não é possível escutar offline e sem propagandas. Há também o plano anual.

Vantagens

Um bom motivo para baixar o aplicativo é que ele é ideal para o usuário que não tem muito espaço de armazenamento no celular, mas quer escutar suas músicas totalmente online. Em 2018, o Superplayer contava com 20 milhões de músicas de gravadoras brasileiras e internacionais.

Em questão de número de faixas musicais, ele perde para o Spotify e Deezer. Mas quando o assunto é curadoria, ele ganha. Com ele é possível traçar desde o início um perfil personalizado do usuário. Abaixo a gente explica como.

Ao baixar o aplicativo e acessá-lo pela primeira vez, o cliente é direcionado a configurar seu gosto musical. O Superplayer cria um perfil personalizado do usuário por gêneros musicais, artistas e momentos. Os clientes não precisam perder tempo procurando música por música porque o streaming faz essa curadoria e você consegue curtir músicas relacionadas numa interface bastante fácil e intuitiva.

Além disso, é possível que você apenas entre pelo site e escute as músicas por filtros, sem precisar fazer um cadastro, como explicamos antes.

Por que o Superplayer é tão bom?

  • Primeiramente porque ele tem um visual intuitivo e pensado para os clientes. Inova por personalizar gêneros musicais.
  • Em segundo lugar, o preço é acessível.
  • Além disso, é ideal para quem não possui espaço de armazenamento no celular e quer escutar de forma online, sem precisar baixar o aplicativo.
  • Aplicativo brasileiro.

Onde baixar: Site, versão Android e versão iOS.

Conhece algum desses aplicativos de música ou conhece algum outro que também seja interessante? Então, conta pra gente nos comentários. Acompanhe outras dicas como esta no blog do Compara Plano.

Vantagens e desvantagens do Oi combo: TV, Telefone e Internet

oi combo

A Oi é uma das operadoras mais populares do Brasil e antigas em telefonia, por isso, vem tentando inovar pacotes diferenciados para vencer a concorrência. A empresa dispõe de pacotes completos para assinatura de TV, telefone e Internet. O Oi combo tem várias opções de planos com preços bem acessíveis. Confira neste artigo o que cada plano oferece.

O que levar em consideração ao escolher um plano Oi Combo

Todos querem uma internet de boa qualidade e assistir com alta definição filmes e séries. Por isso é importante antes de mais nada, conhecer o que cada pacote oferece quando a questão é conexão. A Oi costuma ter uma boa avaliação dos seus clientes. 

Em todos os planos combo da operadora, que incluem internet, TV e telefone a internet tem 200 MB de velocidade. Além disso, todos incluem modem Wi-Fi gratuito. A instalação não tem custo adicional. Além disso, se o cliente optar em aderir a conta digital, tem desconto na mensalidade. 

Em agosto de 2019, o valor do plano residencial mais básico, que inclui TV, internet e telefone fixo era R$ 189,90 e o plano solução completa, com internet, TV e telefones fixo e pós para o celular mais básico R$ 259,90.

Já o plano conectado mais básico sai por R$ 159,90, com 16 GB no pós. Existem opções de até 100 GB no pós no plano Top da Oi Combo,  por apenas R$ 234,90 por mês.

Há ainda opções de planos Oi Combo de banda larga. Este pacote inclui internet de 200 mega, telefone fixo e acesso a alguns canais de televisão pelo Oi Play. Você encontra ofertas a partir de R$ 99,90 ao mês. 

Leia também: Melhores combos de TV, internet e celular

Prós e contras da assinatura Oi Combo

Conhecer os benefícios e os prejuízos de uma assinatura de internet, TV e telefonia é importante para não ter problemas com cancelamento. 

Se você está com dúvida em qual Oi Combo assinar, saiba que a diferença entre um plano e outro está basicamente na quantidade de canais e aplicativos disponíveis.

A análise das vantagens e desvantagens de cada plano vai depender dos seus interesses pessoais. Se você não se interessa por aplicativos de música, por exemplo, não vale a pena pagar a mais para ter acesso a eles. Se você é um usuário assíduo das redes sociais e adora assistir televisão, vale a pena investir em um pacote com mais canais e uso de redes sociais ilimitados. 

Veja a seguir as vantagens e desvantagens dos Combos Oi nas opções Residencial, Solução Completa, Conectado e Banda Larga + Fixo.

Plano Residencial

O plano Combo Oi Residencial pode ser nos valores de R$ 189,99, R$ 219,90 ou R$269,90, para débito automático em conta corrente. Os valores sofrem um aumento de R$ 10 se o cliente optar em pagar via boleto bancário. Você tem direito ao OI Play, a um ponto de telefone fixo, internet e TV por assinatura.

Os pacotes oferecem ligações ilimitadas para telefone fixo e móvel de todo Brasil. Nas ligações interurbanas é necessário utilizar o código da operadora: 14 ou 31. 

A diferença entre eles está no número de canais disponíveis, confira:

  • Oi Combo Smart

O plano Oi Combo Smart custa R$ 189,90 ao mês e R$199,90 ao mês no boleto. O pacote conta com 126 canais de TV fechada, sendo destes 27 em HD, e inclui o Oi Play para assistir filmes, séries, esportes e desenhos. Se você quiser adicionar mais um ponto de internet na sua casa ou residência, será acrescentado o valor de R$ 29,90 por cada ponto. 

  • Oi Combo Avançado

O Oi Combo Avançado oferece 164 canais, sendo 57 em HD e dá direito um ponto adicional grátis e ao Oi Play. O plano custa R$ 219,90 ao mês. Se você precisa de TV a cabo em mais de um cômodo da casa, este combo vale mais a pena do que o anterior. Isso porque pelo mesmo valor que você pagaria o total por um ponto a mais no Smart você tem direito a 38 canais a mais para assistir no avançado.

  • Oi Combo Top

O plano Combo Top custa R$ 269,90 e disponibiliza 186 canais de TV, sendo 64 em HD. Como o Avançado, ele dá direito a 1 ponto adicional grátis, mas vem com um plus: um gravador PENVR. Assim, você pode gravar de forma gratuita a programação que você gostaria de assistir fora do horário previsto da emissora. O pacote também inclui acesso ao canal de filmes HBO ou TeleCine ( você opta pelo da sua preferência) e ao Oi Play para filmes, séries, esportes, desenhos e muito mais. Este pacote é recomendado para quem gosta muito de televisão.

Plano Solução Completa

Os planos Solução Completa são uma ótima opção tanto para empresas quanto para pessoa física que buscam uma opção que combine com o pacote de dados esperado para o celular. Assim como o residencial, o Combo Solução Completa dá desconto de R$ 10 para aqueles que escolhem a opção de efetuar pagamento por débito automático.

Estes pacotes de Combo Oi dispõem de ligações ilimitadas para telefone fixo e móvel de todo Brasil. Nas ligações interurbanas é necessário utilizar o código da operadora: 14 ou 31.

Além disso, o cliente tem direito a SMS ilimitado para qualquer operadora e a receber chamadas sem custo adicional, mesmo fora do DDD de origem.  No plano Combo Solução Completa você pode adicionar dependentes pro Pós por apenas R$ 30 ao mês por pessoa. Os dependentes também ganham torpedo e ligações ilimitadas, além de poder usar Instagram, Messenger, WhatsApp e Facebook sem custo adicional.

Vamos as opções:

  • Plano Smart

O plano custa R$ 259,90, oferece 16 GB pós-pago para internet no celular, sem gasto de internet no Facebook, Messenger, Instagram, WhatsApp e aplicativo Oi. São 126 canais de TV, sendo 27 em HD, mais acesso ao Oi play e coleção Oi.

  • Plano Avançado

O plano custa R$ 319,90, oferece 100 GB de internet para o pós-pago, sem gastar o pacote de dados no Facebook, Messenger, Instagram, WhatsApp, Aplicativo Oi, Youtube e Netflix.  São 164 canais de televisão fechada, sendo 57 em HD; 1 ponto adicional de internet gratuito; Oi Play; e Coleção Oi. 

  • Plano Top

São também 100 GB de internet pós-pago, sem gastar o pacote de dados no Facebook, Messenger, Instagram, WhatsApp, Aplicativo Oi, Youtube e Netflix. São 186 canais de televisão, sendo 64 HD. As principais vantagens em relação ao plano anterior, é que este inclui HBO ou Telecine, 1 ponto adicional de internet gratuito e gravador PENVR para gravar a programação que você não vai poder assistir na hora. Oi Play e Coleção Oi também fazem parte do pacote. O plano custa R$ 369,90 por mês.

Plano Conectado

No plano Combo Conectado você pode ter de 16 GB a 100 GB de pós dependendo do pacote assinado. As redes sociais são ilimitadas em todos os planos, como Facebook, Messenger, Instagram, WhatsApp, Youtube e Netflix. Além disso, os pacotes dão direito a assistir filmes, séries, esportes, desenhos e muito mais por meio do Oi Play. O valor do plano básico fica por R$ 159,90, o plano avançado R$ 189,90 e do Top R$ 234,90. 

Como decidir a melhor opção


Você deve estar perguntando o que difere cada um. Não é somente o valor. No plano Smart e Avançado você só tem incluso a Coleção Oi. No plano Top é possível assistir conteúdos da Coleção Oi, Discovery Kids on!, HBO GO, Discovery e o aplicativo do canal Nick Jr (Noggin).

Você leva no Combo Conectado: Oi Leitura e pode aproveitar no seu Pós: Oi Jornais, Oi Livros, Oi Revistas, Clic News, Dentro da História e Minuto Leitura. É possível colocar até 4 dependentes (com um adicional de R$30 reais por pessoa) para distribuir internet do celular pós.

O Plano Conectado também dá direito a telefone fixo ilimitado para celular e fixo em todo o Brasil (usando o DDD 14 ou 31) e ao pós e SMS ilimitado para qualquer operadora do Brasil. Assim como os outros planos de assinatura, você pode receber chamadas sem custo adicional, mesmo estando fora do DDD de origem. Já as chamadas realizadas serão descontadas da franquia de minutos.

Plano Banda Larga + Fixo (Oi Total Play)

Para quem não quer assinar conteúdo algum de TV, existe o Combo Banda Larga + Fixo. Nessa modalidade você pode pagar por R$ 99,90 para o plano Smart (básico), que dá acesso a Coleção Oi. 

O plano Avançado, que pode ser encontrado a partir de R$ 119,90 ao mês disponibiliza Coleção Oi, Discovery Plus, Discovery Kids e Noggin. Já o plano Top sai por R$144,90 e dá direito aos canais oferecidos pelo plano Avançado mais o canal HBO GO. Esses valores ficam valendo para o débito automático ou conta digital. Caso você não queira aderir a esses modos de pagamento, é somado R$ 20 reais a mais na fatura. 

O plano TOP dispõe de 85 plays, o plano Avançado 35 plays, e o Smart (o mais básico), 5 plays apenas. Você pode optar por trocar seus plays por outros canais disponíveis caso goste mais de esporte, por exemplo. Cada plano de Internet da Oi vem com uma quantidade de Plays (a moeda de troca do Oi Play), com eles você pode fazer a troca de canais. 

Vantagens de Assinar a Oi

1 – Excelente cobertura: maior alcance no país. 

2 –  A tecnologia pode ser cobre ou de fibra ótica, dependendo da localização do cliente e do tipo de serviço.

3 – Preços acessíveis. O serviço individual de telefone, internet ou TV, acaba saindo mais caro individualmente.

Lembre-se:

Antes de fechar qualquer acordo de internet, avalie sempre o plano que melhor encaixa em seu orçamento. Além disso é importante analisar se a conectividade da internet é boa em comparação às outras provedoras de internet. Veja também qual o tipo de tecnologia oferecida: se é banda larga cobre ou por fibra ótica. Tudo isso é fundamental para que você não corra o risco de se arrepender depois e ter que pagar multa. 

Gostou deste artigo? Continue acompanhando nossas publicações no blog Compara Plano.  

**Os valores das promoções citados neste artigo são de agosto de 2019. Além disso, estão sujeitos a alterações de acordo com a disponibilidade de cada região!

Compare preços de telefone fixo para sua casa ou empresa

Com o avanço e desenvolvimento dos celulares e aplicativos de conversação, o uso do telefone fixo tem diminuído a cada ano. Em março de 2019, a Anatel registrou 36 milhões de telefones fixos ativos, com  redução de 6,55% em comparação a março de 2018.

Ainda assim, o telefone fixo continua apresentando inúmeras vantagens para residências e empresas. Ao escolher um plano de telefonia, o cliente pode buscar pacotes e combos com outros serviços como de internet e TV a cabo, que ampliam ainda mais os benefícios para comunicação e entretenimento.

Nesse artigo vamos comparar os planos básicos das principais operadoras do país e falar sobre os benefícios de ter um aparelho fixo de telefonia. Confira!

Qual o telefone fixo mais barato?

As operadoras de telefone fixo possuem vários planos para residências e empresas. Ao escolher os serviços é importante observar alguns aspectos, como regras de uso, possibilidades de chamadas para outros DDDs e DDI, bem como serviços adicionais. Abaixo apresentamos os pacotes mais baratos de cada empresa:

Residencial

  • Claro – R$ 20/mês *
    Chamadas ilimitadas para fixos locais e DDD, mais 1000 minutos para celulares da Claro do Brasil.
  • Vivo – R$ 34,90/mês*
    Ligações ilimitadas para fixos de todas as operadoras. Ligações ilimitadas para celulares Vivo de qualquer DDD e envio de 1000 SMS para qualquer telefone Vivo. Grátis: identificador de chamadas, chamadas em espera e caixa postal.
  • TIM – R$ 39,90/mês*
    Ligações locais ilimitadas. Identificador de chamadas, caixa postal e conferência. Possui várias modalidades de planos residenciais.
  • Oi – R$ 69,90/mês *
    Ligações para celular, ligações para fixo ilimitadas, identificador de chamadas, chamada em espera, e vários outros serviços adicionais. Desconto para combos com internet e TV.

comparador telefone fixo

Conclusão

Assim, podemos dizer que o telefone fixo mais barato para residências é o da Claro. Contudo, as outras opções podem apresentar melhor custo-benefício, oferecendo outros serviços para os clientes. É importante verificar a disponibilidade das operadoras na sua região, as normas dos planos e os pacotes de cada empresa.

Leia também: Brasil Total 21: saiba como funciona este pacote de telefone fixo da Claro

Empresarial

  • Claro – R$ 30/mês *
    1 linha telefônica, ligações ilimitadas para fixos local e DDD de qualquer operadora. Até 1.000 minutos/ mês para celulares locais da Claro. Existem outras opções com linhas telefônicas adicionais.
  • Tim – R$49,90/mês*
    1 linha de telefone fixo, sem a necessidade de instalação. Ligações ilimitadas para celulares e telefones fixos para todo o Brasil
  • Vivo – R$ 50/mês*
    1 linha de telefone fixo, ligações ilimitadas para fixos e celulares de todo o Brasil e de qualquer operadoras. DDI são cobradas à parte. Também possui serviço específico de ramais e telefones corporativos.
  • Oi  – R$ 69,90/ mês*
    1 linha de telefone fixo, chamadas ilimitadas locais, DDD para fixo e celular para todas as operadoras do Brasil. Possui taxa de adesão e contrato de fidelidade.

Conclusão

O telefone fixo mais barato para empresas é o da Claro, embora não inclua ligações para celular de outras operadoras. Assim, podemos considerar o plano da TIM com o melhor custo-benefício. No entanto, no caso das empresas, é essencial avaliar a quantidade de contas, necessidade de realizar ligações internacionais e a possibilidade de assinar combos com internet antes de escolher qual plano contratar.

*Preços e planos disponíveis em agosto de 2019

Vantagens de ter um aparelho tradicional

Embora o uso de telefone fixo tenha caído nos últimos anos, a modalidade continua a apresentar vários benefícios para os usuários. Listamos a seguir as principais vantagens abaixo:

Segurança

A realização de chamadas de emergência é uma das principais vantagens de ter um telefone fixo. Por não depender de sinal, acesso a internet ou sofrer com questões climáticas, o telefone fixo ainda é a forma de contato mais segura para casas e empresas.

A segurança também pode ser notada pela baixa atratividade para roubos e furtos. Dessa forma, caso haja perda ou roubo do celular, com o telefone fixo os consumidores não ficam incomunicáveis e podem buscar auxílio rapidamente em situações de emergência.

Estabilidade

O telefone fixo funciona a partir de cabos e fios que se conectam e permitem a realização de ligações a longa distância. Assim, não sofrem interferência de questões climáticas e instabilidade na rede. Diferente dos celulares, que por vezes ficam sem área em regiões afastadas ou em cidades do interior, por exemplo.

Isso porque, as linhas de telefone fixo existem há mais de um século, e foram expandidas ao longo dos últimos anos para facilitar o contato entre os usuários. A estabilidade também é garantida pela qualidade das ligações dos telefones fixos  que, diferente de aplicativos de conversação para celular, mantém a nitidez da voz e não sofre com ruídos.

Disponibilidade

Outro aspecto importante do telefone fixo é a disponibilidade. A modalidade não necessita de bateria, exceto nos telefones fixos móveis, o que proporciona total acessibilidade para o contato e a realização de chamadas a qualquer momento.

Outra vantagem é que no telefone fixo o cliente apenas paga pelo que foi utilizado ao longo do mês e não enfrenta problemas com corte de ligação por falta de créditos ou de bateria do aparelho.

Maior número de usuários por conta

Um único aparelho de telefone fixo pode servir de contato para inúmeras pessoas, tanto nas casas quanto nas empresas. Diferente dos celulares que possuem diversas ferramentas pessoais associadas, o telefone fixo serve exclusivamente para ligações e pode ser utilizado livremente por mais de um usuário.

Resistência e durabilidade do aparelho

Os celulares têm uma duração cada vez menor, pois dependem de atualizações, memória e outros serviços a parte que podem reduzir a velocidade de funcionamento.

Outro ponto em que o telefone fixo leva vantagem é que são mais duráveis e resistentes, pois não dependem de atualizações, memória ou proteção adicional.

Já os celulares são muito sensíveis e pequenas quedas podem afetar o aparelho, inviabilizando a realização de ligações.

Telefone fixo x celular para empresas

Todas as características citadas acima são ainda mais importantes quando pensamos em ambientes corporativos e grandes empresas. Ao entrar em contato com um cliente, a chamada realizada deve ter estabilidade e ótima qualidade para não prejudicar o atendimento, a compreensão das informações e a conversação.

Outro fator a ser considerado é a disponibilidade dos serviços. Uma empresa que só utilize celular para contato, pode ficar sem sinal ou bateria, prejudicando o atendimento rápido aos clientes. Com um telefone fixo, o público tem maior segurança para entrar em contato, receber suporte ou tirar dúvidas sobre os produtos e serviços da organização.

Cabe destacar que o uso de telefone fixo não impede a adoção do telefone celular para a empresa. Em alguns empreendimentos e funções é recomendável ter um número móvel da instituição para atendimento dos clientes em períodos de viagem ou por mensagens em aplicativos.

O problema é que muitos profissionais acabam utilizando o celular pessoal para atender aos clientes. Isso pode gerar incômodos, problemas de privacidade e excesso de trabalho. Portano, a conversação por telefone fixo nas empresas é muito mais fluida, ágil e segura, evitando tais inconvenientes.

Vale lembrar ainda que em grandes empresas é possível ter um número de telefone fixo com a distribuição de ramais específicos para cada setor. Assim, a recepcionista ou os próprios funcionários podem agilizar o contato com algum departamento. Isso é feito através de redirecionamento de chamada, o que leva poucos segundos.

Esse sistema também pode ser automatizado com a implantação de uma Central de Atendimento Telefônico, que permite configurar mensagens de autoatendimento e distribuição automática de ramais.

Atendimento aprimorado

Com uma Central de Atendimento Telefônico, as empresas podem obter informações e dados importantes dos clientes para identificação de oportunidades, falhas e dados estratégicos. A partir das informações coletadas é possível aperfeiçoar os processos de vendas e a prestação de serviços.

Todas essas possibilidades aprimoram o atendimento aos clientes, agilizando a resolução de problemas e o ciclo de vendas. Por isso, o investimento em telefone fixo continua sendo essencial para muitos negócios.

Quer saber mais sobre serviços de telecom e as novidades para os clientes? Então, acompanhe o blog do Compara Plano. Até a próxima!

Como fazer um perfil no Facebook passo a passo

fazer um facebook

O Facebook é uma das maiores redes sociais do mundo, com mais de 2,3 bilhões de usuários. Só no Brasil, são mais de 130 milhões de pessoas que usam a rede todos os dias, sendo o 3º país com o maior número de membros. Explicamos no texto a seguir, como fazer um Facebook de modo prático e ágil.

5 Passos para fazer um Facebook

Qualquer pessoa com mais de 13 anos pode criar uma conta no Facebook. O processo é muito simples e rápido. Para isso, basta seguir as seguintes etapas:

  1. Primeiramente acesse o site www.facebook.com/r.php.
  2. A seguir preencha seu nome, e-mail ou número de celular. Defina a senha de acesso, data de nascimento e gênero.
  3. Depois, clique em Cadastrar-se.
  4. Por fim, confirme o seu e-mail ou número de celular
  5. Agora, você poderá personalizar seu perfil, acrescentar fotos, adicionar amigos, criar grupos, participar de eventos e muito mais.Leia também: Como funciona o marketplace do Facebook

Principais recursos do Facebook

Perfil

O perfil do usuário é como os outros membros do Facebook irão visualizar as suas publicações, dados e imagens. Mais à frente falaremos sobre questões de privacidade. Mas sobre o perfil é importante saber que as informações disponibilizadas como nome, data de nascimento, acontecimentos, cidade, local onde estuda ou trabalha, por exemplo, irão auxiliar na identificação e localização da sua conta.

A partir dos dados fornecidos, o próprio Facebook irá indicar contatos com informações cruzadas com as suas, por exemplo, o contato de alguém que trabalha na mesma empresa.

Fotos

Uma das funções mais importantes do Facebook é o envio de fotografias, sendo esta a maior rede de compartilhamento de imagens do mundo. Até 2013, mais de 250 bilhões de imagens haviam sido carregadas na plataforma, tendo a média de 350 milhões de novos envios por dia. Atualmente, o número deve ser muito maior, uma vez que existem novos recursos, filtros e aplicativos de imagens da própria plataforma.

Logo ao criar o Facebook, o usuário poderá selecionar uma foto do seu computador ou dispositivo móvel. Além da foto do perfil, que facilita a identificação das contas, é possível criar álbuns individuais e em conjunto com outros usuários. Para criar álbuns ou enviar fotografias, basta clicar na aba Fotos no menu principal na página do perfil do usuário ou Criar uma nova publicação.

Uma função interessante do Facebook que vem sendo aprimorada nos últimos anos é o reconhecimento facial nas fotografias postadas na rede. Qualquer imagem publicada irá sugerir automaticamente a marcação de amigos ou usuários que possam estar presentes em suas fotos.

Stories para Facebook

Outro recurso relacionado a publicação de fotos no Facebook é a publicação de stories. Trata-se de um mecanismo que permite publicar imagens e vídeos que são excluídos automaticamente após 24 horas. A vantagem desse tipo de publicação é a interação rápida e instantânea com a sua rede de contatos.

Diferente do álbum tradicional de fotos ou das publicações no feed, ao compartilhar stories os usuários podem dividir pequenos momentos do dia, reflexões, produtos para vendas ou outras informações rápidas com os usuários. Um dos benefícios da exclusão automática é não sobrecarregar o perfil com imagens e vídeos aleatórios que depois de algum tempo deixam de ser interessantes.

A função se assemelha ao mesmo formato de publicação disponível em outras redes como o Snapchat, Instagram e o Status do WhatsApp.

Leia também: Facebook libra: conheça a moeda oficial do Facebook

Amigos

Uma das maiores vantagens de fazer um Facebook é a possibilidade de fazer novas amizades, se conectar com familiares e amigos. A plataforma permite localizar contatos a partir do e-mail ou pela busca de usuários na rede.

Ao identificar o perfil de um colega ou familiar, basta fazer a solicitação de amizade para adicionar o contato. A opção fica disponível no perfil do outro usuário, na capa de apresentação ao lado da imagem do perfil.

A partir da aprovação da solicitação de amizade, você receberá as atualizações, novas postagens e publicações realizadas pelos usuários da sua rede. Da mesma forma, os seus amigos também poderão visualizar as suas publicações, atualizações e outras atividades realizadas.

Grupos

Também é um recurso bastante utilizado no Facebook a criação de grupos. Os membros de um grupo não são necessariamente amigos, mas se reúnem a partir de temas, afinidades ou desejos em comum. Existem grupos de vendas, aluguéis, universidades, cursos, eventos… e muito mais.

Qualquer usuário pode criar um grupo e estabelecer regras para participação. Enquanto alguns proíbem propagandas, outros são destinados a isso. Nesse sentido, é essencial ler as regras de cada grupo para evitar problemas e o banimento da comunidade.

Para localizar grupos, basta utilizar a ferramenta de pesquisa da plataforma e solicitar a participação. Alguns precisam da aprovação do criador do grupo.

Páginas

As páginas são perfis específicos de empresas, eventos, projetos ou celebridades, por exemplo. Ao seguir uma página você passa a receber as atualizações e conteúdos publicados, podendo comentar ou compartilhar as imagens, textos ou vídeos.

Vale destacar, que qualquer pessoa pode criar uma página, seja para vender roupas usadas, para publicar fotografias do pôr do sol ou divulgar informações sobre entretenimento na sua cidade.

Curtidas

Além de comentar e publicar nas páginas e publicações dos seus amigos no Facebook, você também pode curtir uma publicação. O famoso “joinha” fica disponível logo abaixo da imagem, texto ou vídeo e é uma forma de interagir com o conteúdo, ampliando a visibilidade para outros usuários da rede.

Messenger

Ao fazer um Facebook você também passa a ter acesso a um sistema de chat, em que é possível conversar com outros usuários online na plataforma. As mensagens são trocadas de modo fechado, e por isso algumas pessoas usam o termo “inbox”. Somente os participantes da conversa podem ver as mensagens enviadas. Também é possível criar grupos para a conversação.

Privacidade de acesso e visualização de dados

Um dos aspectos mais importantes da rede social são as configurações de privacidade. Assim, ao criar uma conta no Facebook é importante estar ciente que as informações, imagens e vídeos publicados podem ser visualizados tanto pelos usuários que fazem parte da sua rede de contatos quanto por pessoas desconhecidas.

Embora o Facebook possua políticas sérias de segurança e privacidade, as imagens e informações podem ser republicadas e utilizadas de modo indevido. Por isso, é essencial definir quem pode ver o seu perfil. Para que isso fique configurado, basta acessar na aba principal a opção Configurações, e depois clicar em Privacidade.

No painel geral de Privacidade, você poderá definir como as pessoas veem o seu perfil e informações da sua conta. Importante notar que o modo Público permite que qualquer pessoa no mundo tenha acesso às suas publicações. As outras opções de visualização são:

  • Amigos – apenas seus amigos podem visualizar as suas publicações e informações do Facebook.
  • Amigos, exceto… – essa opção permite definir pessoas que você deseja impedir de ver dados e informações da sua conta.
  • Amigos específicos – aqui é possível selecionar quais amigos podem visualizar determinado tipo de informação.
  • Somente eu – impede que qualquer pessoa visualize suas atividades e informações.

Além dessas opções, ainda é possível selecionar a opção Personalizado e criar lista de contatos que podem e não podem visualizar suas informações.

Importante observar que nem todas as opções de privacidade possuem as mesmas opções para configuração. Cada item apresenta possibilidades diferentes, por exemplo: quem pode lhe enviar solicitações de amizade? Todos ou apenas Amigos de amigos? Quem pode ver sua lista de amigos? Amigos específicos? Todos, menos a sua mãe ou o seu chefe? Esses recursos de segurança são importantes porque permitem que você defina os níveis de privacidade.

Outros recursos do Facebook

Além das funcionalidades apresentadas antes, o Facebook também possui outros inúmeros recursos como

  • Criação e participação de eventos;
  • Jogos gratuitos;
  • Uso de aplicativos;
  • Arquivamento de mensagens e publicações (salvar favoritos);
  • Localização de empregos;
  • Integração com sites externos, etc.

Agora que você já sabe como fazer um Facebook, aproveite todo os recursos da plataforma para fazer amigos, compartilhar projetos, participar de eventos e muito mais. Lembre-se que todos os recursos estão disponíveis para dispositivos móveis.

Gostou do artigo? Deixe seus comentários ou envie suas dúvidas. Acompanhe outras dicas como estas no site Compara Plano.

Internet para empresas: como escolher a melhor?

internet para empresas

Com o surgimento de cada vez mais provedores regionais, diferentes tipos de planos e tecnologias para o fornecimento de internet, muitos gestores e líderes têm dificuldades de escolher um plano de internet para empresas que se adapte bem às necessidades dos seus negócios e equipes.

Hoje é impensável uma empresa que não tenha uma boa conexão com a internet. Este é um elemento essencial para o funcionamento de qualquer negócio, seja de pequeno ou grande porte. Assim, mesmo os empreendimentos que não prestam serviços diretamente pela internet acabam exigindo a conexão online para falar com clientes, realizar pesquisas e outras inúmeras atividades.

Para as empresas que trabalham a partir de ferramentas e plataformas digitais, é fundamental ter uma conexão segura, estável e com ótima velocidade para realizar downloads, enviar documentos, fazer videochamadas, treinamentos online, e muito mais.

Por isso, preparamos esse artigo para tirar as principais dúvidas sobre o tema e auxiliar na decisão da operadora e da tecnologia ideal de conexão de internet para empresas. Confira!

Leia também: 7 aplicativos para administradores de empresas

Tipos de internet para empresas

Primeiramente, antes de falarmos sobre as características a serem avaliadas no momento de escolher a melhor internet para as empresas, é importante saber que existem diferentes tecnologias para conexão com a rede disponíveis no mercado.

Nos últimos anos, os equipamentos e ferramentas utilizados pelas operadoras e provedores de internet evoluíram de forma acelerada. Assim, passaram da internet discada até chegar aos sistemas mais inovadores, como, por exemplo, a internet 5G (ainda indisponível no Brasil).

As principais tecnologias de conexão disponíveis no mercado hoje são: satélite, cabo, ADSL e fibra óptica. Todas são modalidades de conexão de banda larga, no entanto funcionam de formas diferentes.

Vale destacar que o termo banda larga se refere a qualquer tecnologia que viabilize o acesso a internet com mais velocidade do que a rede discada (conexão dial-up).

Leia também: Descubra quais são os melhores planos de celular para empresas

Critérios para escolha da internet

Para escolher a melhor internet organizacional, é importante ter em mente que cada operadora oferece inúmeros planos e que nem sempre as tecnologias ou planos mais baratos têm o melhor custo-benefício. Alguns tipos de internet podem ser mais em conta, mas não ter a qualidade ou velocidade que a sua empresa precisa. Isso irá interferir diretamente no desempenho e na produtividade das equipes.

Assim, para definir a internet ideal para o seu negócio, é fundamental considerar:

  1. Primeiramente: o número de pessoas que usarão a rede;
  2. Em segundo lugar, os tipos de atividades realizadas na internet pelos seus funcionários;
  3. Depois, as características da tecnologia de conexão (se a cabo, satélite ou fibra óptica, por exemplo);
  4. Em seguida avalie a velocidade oferecida pela operadora;
  5. Pesquise então o limite de banda ofertado;
  6. Custos adicionais com instalação, compra ou aluguel de equipamentos;
  7. Pacotes promocionais e benefícios da empresa;
  8. Por fim, as normas de contrato e tempo de fidelidade.

A velocidade da internet é definida pela quantidade de megabits (MBts) oferecida pela operadora para o consumo ao longo do mês – quanto maior o número de MBts, maior a velocidade para envio e recebimento de informações.

Hoje, com os diferentes modelos de negócio e trabalho, é fundamental planejar e considerar como o plano de internet será utilizado. Por exemplo: será remotamente ou apenas para os funcionários no local da empresa, há necessidade de download de arquivos ou envio de materiais maiores como vídeos e fotos?

Também é essencial conhecer os serviços ofertados na sua região, as empresas presentes em seu município e as tecnologias disponíveis. Muitos provedores regionais têm se destacado no país, contudo as grandes operadoras ainda têm maior alcance e estão presentes em um maior número de cidades brasileiras.

Provedores de internet para empresas

As principais diferenças da internet para empresas para os planos residenciais são: flexibilidade, disponibilidade, velocidade e valor. Então fique atento a esses aspectos, pois eles são essenciais para manter o acesso aos sistemas e plataformas na rede de modo ágil e seguro. Assim, a sua conexão não afetará o atendimento ou a realização das atividades.

Nesse sentido, é necessário avaliar os diferentes combos oferecidos com outros serviços de internet, junto com telefonia fixa, celular e outras tecnologias de segurança essenciais para ambientes corporativos. Ademais, é importante considerar os custos adicionais, a capacidade de entrega e qualidade do atendimento, suporte técnico e o tempo de contrato. A seguir, consideramos esses aspectos para avaliar as maiores operadoras do país.

Vivo empresarial

Possui plano específico de internet dedicada para empresas de grande porte, além disso tem planos de internet fixa com Wi-Fi grátis a partir de 25 mega por R$109,99/mês. Para pequenas e médias empresas, também há opções com maior velocidade para que possa melhor atender as necessidades do cliente:

300 Mbps de download
150 Mbps upload
Cloud Premium: 1 TB de espaço para armazenamento de arquivo
R$ 159,99 / mês

100 Mbps de download
100 Mbps upload
Cloud Premium: 1 TB de espaço para armazenamento de arquivo
R$ 129,99 / mês

50 Mbps de download
25 Mbps upload
Cloud Premium: 100 GB de espaço para armazenamento de arquivo
R$ 109,99 / mês

25 Mbps de download
2 Mbps upload
Cloud Premium: 100 GB de espaço para armazenamento de arquivo
R$ 109,99 / mês

Combo promocional: internet + telefone fixo

Dobro de velocidade
Download: 200 Mbps
Upload: 100 Mbps
Cloud Premium: 1 TB de espaço
R$ 149,90 / mês

+ Ligações ilimitadas para fixos e celulares de todo o Brasil para 1 linha de telefone.

Prós: a Vivo possui várias opções de velocidade e combos acessíveis para pequenas e médias empresas, com tecnologia fixa e fibra óptica, apresentando bom custo-benefício. Outra vantagem é o armazenamento online oferecido de 1 TB.

Contra: ainda não está disponível em todos os municípios e para grandes empresas a quantidade de velocidade oferecida pode não ser suficiente.

Claro para empresas: internet fixa e móvel

A Claro possui planos de internet fixa, indicada para quem tem rede interna, servidor, câmeras de monitoramento, etc. A tecnologia é menos suscetível a ciberataques, portanto é recomendada para quem não precisa de acesso móvel. Nos planos específicos de internet fixa, com Wi-fi grátis existem opções a partir 20 mega por R$ 60 / mês. Os planos com maior velocidade, são:

600 Mbps de download*
28 Mbps de upload
Wi-fi grátis
Ip Dinâmico
Proteção digital
Wi-Fi Plus (3 pontos adicionais de Wi-fi para distribuição do sinal na empresa)
R$ 549,00 / mês

240 Mbps de download*
22 Mbps de upload
Wi-fi grátis
Ip Dinâmico
Proteção digital
Wi-fi plus (3 pontos adicionais de Wi-fi para distribuição do sinal na empresa)
R$ 140,00 / mês

140 Mbps de download*
12 Mbps de upload
Wi-fi grátis
Ip Dinâmico
Proteção digital
Wi-fi plus (3 pontos adicionais de Wi-fi para distribuição do sinal na empresa)
R$ 100,00 / mês

40 Mbps de download*
12 Mbps de upload
Wi-fi grátis
Ip Dinâmico
Proteção digital
R$ 125,00 / mês

Combo: banda larga + fixo

140 mega*
Wi-fi grátis
1 linha de telefone
Chamadas ilimitadas para todo o Brasil, para fixos de qualquer operadora
R$ 140,00 / por 12 meses *verificar disponibilidade na região

Prós: a Claro possui opções com maior velocidade para as empresas, chegando até 600 mega. Alguns pacotes oferecem serviços adicionais para as empresas, como o desenvolvimento de sites, Wi-fi 360, acesso móvel pelo #Net-Claro-Wifi e ferramentas para gestão.
Contras: as ofertas da operadora disponíveis no site são válidas apenas para a cidade de São Paulo. Cada região pode oferecer outros planos específicos para empresas.

Oi Mais Empresas

A Oi oferece todo um pacote de serviços para grandes empresas, incluindo a banda larga. Nos planos mais simples para as empresas, há opções bem definidas de velocidade e ainda serviços específicos para tablets e computadores.

200 Mbps de download*
15 Mbps de upload
Modem Wifi UP incluído
Instalação da fibra grátis
R$ 99,90 / mês

35 Mbps de download*
3 Mbps de upload
R$ 54,90 / mês

Prós: instalação gratuita para o plano de 200 mega, facilidade de pagamento. Atendimento online exclusivo para empresas.
Contras: não possui opções com velocidade de internet maior ou pacotes com outros serviços.

A maioria dos planos organizacionais só podem ser contratados por usuários com CNPJ.

*Dados e informações sobre planos disponíveis em agosto de 2019. 

Mas afinal, qual a melhor internet para empresas?

Sem dúvidas, a fibra óptica é a tecnologia com melhor custo-benefício para as empresas, pois oferece melhor conexão, velocidade e segurança. Contudo, esta opção ainda não está disponível em todos os municípios brasileiros. Por isso, é importante avaliar as operadoras presentes na sua região, pesquisando valores, buscando referências e conhecendo melhor as configurações, opções de suporte e outros benefícios adicionais.

Caso não haja empresas de fibra óptica na sua cidade, outra boa opção são os fornecedores de ADSL, seguido pelas empresas de internet a cabo e satélite. Lembre-se que a tecnologia utilizada irá determinar a estabilidade da conexão, velocidade, alcance do sinal e outros aspectos essenciais para o bom funcionamento da rede e trabalho das equipes.

Ficou com alguma dúvida ou deseja saber mais sobre serviços de internet e telecom? Então, acompanhe o nosso blog e fique sabendo todas as novidades para o setor.

Saiba todos os códigos das operadoras do Brasil

Com o crescimento dos aplicativos de conversação, muitas pessoas deixaram de realizar ligações tradicionais pelo telefone fixo e celular. Contudo, em situações de emergência ou quando não há internet disponível, a ligação com os aparelhos de telefonia ou até mesmo os orelhões de rua, continuam a ser uma ótima saída para se comunicar com outras pessoas. Para isso é essencial utilizar os códigos das operadoras, além de saber os números de DDD ou DDI.

Ao realizar a chamada com o código de uma operadora que não é a do seu celular ou telefone fixo, o cliente pode pagar taxas mais altas ou consumir todos os seus créditos (nos planos pré-pagos). Isso porque, em geral, as operadoras oferecerem descontos, minutos grátis ou planos específicos para chamadas interurbanas e internacionais.

Para evitar sustos na fatura ou a queda da ligação por limite de créditos, é essencial conhecer bem as normas do plano contratado e utilizar os códigos das operadoras corretamente.

Vale lembrar que algumas operadoras oferecem serviços adicionais para realização de chamadas em orelhões, chamadas a cobrar e para o exterior. Mas antes de falar sobre isso, vamos apresentar a lista completa com os códigos das operadoras. Confira!

Leia também: Roaming de dados, o que é e para que serve

Qual o código das operadoras?

Para realizar chamadas a longa distância por telefone fixo ou celular é necessário acrescentar o Código de Seleção de Prestadora (CSP), ou simplesmente Código da Operadora, antes do código do município e telefone do contato.

Confira a seguir, a lista com todos os códigos das operadoras de telefone para realização de chamadas, com dados atualizados em abril de 2019 pela Anatel.

Lista de Códigos de Seleção de Prestadora – CSP

OperadorasCódigos
Algar Telecom (CTBC)12
Fonar13
Oi (Antiga Brasil Telecom)*14
Vivo15
Viacom16
Transit Telecom17
Spin18
Embratel/NET21
Goiás Telecom22
Dialdata24
IDT Brasil26
Aerotech27
T-leste Telecom29
Oi31
ETML34
DSLI36
Golden Line37
Telecom South
America S/A
38
Espelhinhos39
TIM41
GT Group42
Sercomtel43
Centurylink45
Hoje46
BT Communications47
Cambridge49
Ostara53
Adyl Net55
Big Telco56
Voitel58
Vonex61
OTS62
Hello Brazil63
Telecom 6565
Yipi Telecom71
Locaweb72
Cabo Telecom74
Vipway Telecom75
76 Telecom76
Datora81
America Net85
Hit Telecom87
Falkland91
Alpha Nobilis98
Nextel Telecom99

Unificação e aquisição de operadoras

Nos últimos anos, várias operadoras foram unificadas ou adquiridas por outras empresas de Telecom. Entre as maiores operações, podemos destacar a fusão da GVT com a Vivo e a aquisição da Brasil Telecom pela Oi. Com isso, os códigos utilizados até então pelas operadoras foram alterados.

Código da operadora Oi para longa distância

Para realizar ligações nos Estados do Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Roraima, Sergipe e São Paulo, basta utilizar:

31 + código da cidade + número do telefone

Brasil Telecom -> Oi
Com a aquisição da Brasil Telecom pela Oi, o Distrito Federal e os Estados do Acre, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina e Tocantins, passaram a utilizar a seguinte combinação para ligações interurbanas:

14 + código da cidade + número do telefone

Código da operadora Vivo para DDD

O código da operadora Vivo para chamadas de longa distância é o 15. Desde a fusão com a GVT, os clientes que utilizavam o código 25 para ligações interurbanas, passaram a utilizar o mesmo código (15). Assim, para realizar uma ligação, basta digitar a seguinte combinação:

15 + código da cidade + número do telefone

Como fazer ligações a cobrar a longa distância?

Para fazer chamadas interurbanas a cobrar por celular ou orelhões, basta acrescentar o número 90 antes do código da operadora:

90 + código da operadora + código da cidade + número do telefone

Para chamadas a cobrar locais, o usuário deve utilizar o 9090:

9090 + número de telefone

As ligações a cobrar também podem ser realizadas para outros países, a partir de um serviço específico da Embratel: o Brasil Direto. Nesse caso, o usuário irá falar com uma atendente da central telefônica que irá efetuar a chamada.

A cobrança poderá ser realizada em algum telefone de contato de quem liga ou de quem recebe a chamada. O serviço pode ser acionado tanto do telefone fixo, quanto do celular ou orelhão.

Assim, basta ligar para o número de acesso da Embratel, para o país desejado. Confira neste link a lista com os números correspondentes a cada país. É muito importante ter a lista para contato em casos de emergência, principalmente se você tiver amigos ou familiares morando no exterior.

Como fazer chamadas para outros países?

Se a ligação não for a cobrar, basta saber o código da operadora (disponível acima), o código do país desejado, da cidade e o número de contato. Assim, ao realizar a chamada a sequência de números será:

00 + código da operadora + código do país + código da cidade + número de telefone desejado

Os códigos de DDI podem ser consultados nesse link.

Bônus: Chamadas gratuitas com a Oi

De modo geral, as operadoras de telefonia fixa e celular oferecem vários benefícios para a realização de chamadas para números da mesma operadora, como ligações ilimitadas ou um pacote com muitos minutos gratuitos (mesmo nos serviços pré-pagos).

Alguns planos também oferecem ligações ilimitadas para qualquer número fixo ou DDD, independentemente da operadora. Para usufruir desses benefícios é essencial utilizar o código da operadora e se informar a respeito das normas do plano contratado.

Os clientes da operadora Oi, por exemplo, possuem uma série de benefícios para realização de chamadas (mesmo a cobrar). Qualquer pessoa pode ligar a cobrar para um número Oi, por telefone, celular ou orelhão, sem que isso seja cobrado do dono da linha fixa – diferente de outras operadoras que cobram uma taxa de quem recebe a ligação a cobrar.

Agora que você já sabe todos os códigos das operadoras e as sequências corretas para realizar chamadas interurbanas, internacionais e a cobrar, é só aproveitar as informações para ligar para aquele amigo ou familiar distante.

Lembre-se que os serviços de telefonia fixa, de celulares e até orelhões continuam sendo ótimos meios de comunicação, tanto para situações de emergência quanto para a conversação com segurança e velocidade.

Quer saber sobre os serviços de telefonia? Então, continue a acompanhar nossas publicações no blog Compara Plano. 

Estudo aponta qualidade de cobertura das operadoras no Brasil

Você sabe como está a cobertura das operadoras no Brasil e qual oferece o melhor sinal para a sua região? É possível acompanhar isso no Mapa TeleBrasil de Estações RadioBase (ERB), atualizado em maio de 2019 pela Associação Brasileira de Telecomunicações.

As ERBs ou “Cell site” são basicamente as antenas de celular. Trata-se de um sistema que permite a comunicação entre os celulares e as estações fixas das operadoras, com as quais os aparelhos móveis se comunicam para realizar as chamadas. De modo objetivo, podemos dizer que quanto maior o número de antenas de uma operadora, melhor vai ser a qualidade do sinal em determinada região.

O mapa reúne dados de todos os municípios do Brasil, indicando o número de antenas e o nível de participação em cada Estado. No estudo também é possível localizar a posição de cada antena das operadoras. Vale lembrar que algumas empresas como a Sercomtel e CTBC (Algar Telecom) ainda não estão disponíveis em todo o país. Para consultar o resultado completo da pesquisa basta acessar o site da TeleBrasil.

Leia também: TIM é a operadora com melhor internet 4G nos municípios

Qual a operadora com o melhor sinal no Brasil?

Um ponto de destaque do estudo é que cada região vai ter uma operadora dominante, não sendo possível classificar uma operadora com o melhor sinal do Brasil. Uma vez que uma empresa pode ter maior área de cobertura e qualidade de sinal na região Sul, por exemplo, e já região Nordeste, não ter o mesmo desempenho.

Assim, para analisar qual a melhor operadora do Brasil é necessário levar em consideração outros pontos, que vamos abordar mais a frente. Destacamos a seguir os resultados da região sudeste sobre a cobertura das operadoras. Confira!

Qualidade de cobertura das operadoras na região sudeste

São Paulo

Em São Paulo, a operadora com maior cobertura é a Vivo, com 5.946 antenas e participação de 25,15%. Seguida pela TIM, Oi, Claro e CTBC (Algar Telecom). Não há antenas no Estado da operadora Sercomtel.

PrestadorasAntenasParticipação
CLARO484320,49%
CTBC/ Algar870,37%
NEXTEL265611,23%
OI495920,98%
Sercomtel00,00%
TIM514921,78%
VIVO594625,15%
Total de Antenas23641100%

 

Rio de Janeiro

No Rio, a operadora com o maior cobertura é a TIM, com 3.013 antenas e participação de 28,20%. Seguida pela Vivo, Claro, Nextel e Oi. Não há antenas das operadoras Sercomtel e CTBC (Algar Telecom) no Estado.

PrestadorasAntenasParticipação
CLARO213619,99%
CTBC / Algar00,00%
NEXTEL170615,97%
OI164415,39%
Sercomtel00,00%
TIM301328,20%
VIVO218420,44%
Total de Antenas10683100%

 

Espírito Santo

A pesquisa sobre a qualidade de cobertura das operadoras mostra que no Espírito Santo, a operadora com o maior número de antenas é a Vivo, com 816 antenas e participação de 38,56%, seguida por TIM, Oi, Claro e Nextel. Não há antenas da operadora Sercomtel e CTBC (Algar Telecom) no Estado.

PrestadorasAntenasParticipação
CLARO29814,08%
CTBC/ Algar00,00%
NEXTEL1436,76%
OI37717,82%
Sercomtel00,00%
TIM48222,78%
VIVO81638,56%
Total de Antenas2116100%

 

Minas Gerais

Em Minas, a operadora com o maior número de antenas é a Vivo, são 3.210 antenas e participação de 32,82%. Na sequência, aparecem: TIM, Claro, Oi, CTBC (Algar Telecom) e Nextel. Não há antenas da operadora Sercomtel em Minas Gerais.

PrestadorasAntenasParticipação
CLARO188619,28%
CTBC/ Algar5956,08%
NEXTEL2672,73%
OI168417,22%
Sercomtel00,00%
TIM213821,86%
VIVO321032,82%
Total de Antenas9780100%

 

Além do Mapa TeleBrasil, os clientes podem consultar o mapa de cobertura específico das operadoras em todo o Brasil, diretamente no site das empresas:

  • TIM
  • Vivo
  • Oi
  • Nextel
  • Claro
  • CTBC/ Algar
  • Sercomtel

Por que o mapa de cobertura das operadoras é importante?

De modo geral, os mapas de cobertura do TeleBrasil e das próprias operadoras trazem uma demonstração da presença de sinal em determinada região. Essa indicação da cobertura leva em conta vários fatores como por exemplo:

  • Relevo;
  • Construções;
  • Localização dos usuários;
  • Tipo de ambiente (aberto ou dentro de construções e estruturas específicas que possam impedir o sinal);
  • Altura do usuário em relação ao solo, etc.

Vale destacar que, em alguns casos, mesmo quando há um grande volume de antenas na região, o sinal do celular pode falhar. Principalmente em locais fechados, revestidos por materiais específicos que bloqueiam o sinal das antenas.

A partir das informações no Mapa TeleBrasil, os consumidores podem conhecer os dados sobre os serviços de telecom, optando pelas operadoras com melhor cobertura na cidade e região onde vivem.

Esses dados são ainda mais importantes para os moradores de regiões afastadas e que vivem nas zonas rurais, que podem buscar com maior precisão e facilidade os serviços de telefone ideais para o local.

Outro ponto relacionado à cobertura do sinal das operadoras é a avaliação realizada pela Anatel, que mensura a qualidade dos serviços das empresas de telefonia celular no Brasil.

Controle de qualidade pela Anatel

Nos últimos anos, a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) vem ampliando o controle de qualidade dos serviços de telefonia móvel prestados no país. Ao iniciar os serviços em um novo município, as empresas devem passar por um processo de licitação de radiofrequência. Os editais do processo, definem o compromisso das empresas ofertarem os serviços com tecnologias 2G, 3G e 4G em prazos determinados.

Assim, as empresas são obrigadas a fornecer a cobertura de, no mínimo, 80% da área urbana do distrito sede no município. Porém, as empresas não são obrigadas a levar a cobertura para outros distritos municipais, e há uma tolerância de 20% na faixa de cobertura na área urbana. Todas essas questões são fiscalizadas pela Anatel, que com frequência publica dados sobre a qualidade dos serviços das operadoras no país.

E os serviços de Roaming?

Além do sinal enviado pelas antenas das operadoras, as empresas de telefonia móvel possuem outro tipo de serviço: o roaming de dados. Trata-se da capacidade de enviar e receber dados por meio das redes móveis fora da área de cobertura.

Assim, mesmo que a operadora não tenha antenas na região onde o cliente esteja, ainda é possível ter acesso à internet. O serviço funciona tanto no Brasil quanto no exterior.

O sistema funciona a partir da cobertura de outras empresas que fornecem os dados, e podem cobrar valores adicionais pelo uso.

E, afinal qual a melhor operadora de celular no Brasil?

Apesar do mapa com a cobertura das operadoras na sua região dar um bom indicativo sobre qual operadora tem o melhor sinal no local onde você mora, para definir qual é a melhor empresa de telefonia móvel para você também é preciso levar em conta outros fatores, como:

  • Qualidade no atendimento ao cliente;
  • Canais de atendimento;
  • Suporte oferecido;
  • Funcionamento dos serviços;
  • Ofertas e modos de contratação;
  • Capacidade de manter a conexão 3G/4G sem queda;
  • Velocidade de navegação;
  • Planos oferecidos (pré e pós-pago), entre outros.

Na Pesquisa de Satisfação de Qualidade Percebida de 2018, publicada pela Anatel, as notas de avaliação dos serviços de telefonia pós-pago foram:

Porto Seguro: 8,59
Nextel: 7,71
Algar: 7,50
Vivo: 7,40
Claro: 7,43
Tim: 7,36
Oi: 6,71

Na avaliação dos serviços pré-pagos, o resultado foi:

Nextel: 8,01
Sercomtel: 7,78
Algar: 7,48
Claro: 7,40
Vivo: 7,17
Tim: 7,11
Oi: 6,98

As notas são atribuídas a partir de diferentes fatores e demonstram a importância de buscar os serviços que têm melhor desempenho em cada região.

Quer saber mais sobre serviços de telefonia fixa e móvel? Acompanhe o Blog Compara Plano e fique por dentro de todas as novidades.

 

Saiba como cancelar sua internet sem estresse

cancelar internet

Cancelar a internet pode ser uma verdadeira batalha para os clientes. Para evitar situações de estresse, horas no telefone, repasses intermináveis entre atendentes, inúmeras justificativas ou ainda a aquisição de novos serviços com ofertas, é essencial estar preparado e utilizar as ferramentas adequadas para finalizar definitivamente o contrato com a operadora.

Preparamos esse artigo com algumas recomendações para superar esse desafio. Confira!

Leia também: Quais os melhores planos de internet para o celular

Como cancelar internet? Dicas para finalizar o contrato com a operadora

A dificuldade de driblar os atendentes das empresas de internet é bem conhecida entre os brasileiros. Isso é, inclusive,  alvo de críticas e piadas em vídeos e publicações nas redes sociais. Quando você ligar para a operadora informando o desejo de cancelar a internet surgirão inúmeras propostas para manter os serviços.

É importante lembrar que os atendentes trabalham com técnicas avançadas de persuasão. Por isso, podem acabar convencendo facilmente o cliente a permanecer ou até mesmo contratar serviços adicionais.

Por isso, o modo mais fácil de cancelar os serviços é pela internet, direto no site da operadora. A opção deverá aparecer na primeira página de acesso, após o login com usuário e senha. Essa opção está disponível desde 2014. Ela é uma das regras do Regulamento Geral dos Direitos do Consumidor de Telecomunicações, previstas pela Anatel.

Além do cancelamento automático pelo site, o cliente também pode realizar o cancelamento por telefone sem falar com um atendente. Essa opção deverá estar disponível no 1º conjunto de alternativas da central telefônica da operadora. Abaixo listamos o contato das principais operadoras de banda larga fixa:

OI – 0800 001 0031

Vivo – 0800 770 9800

SKY – 4004-2884 (Capitais e regiões metropolitanas) e (11) 4004-2884 (Demais localidades)

Algar – 103 12

NET – 0800 7254114

Sercomtel – 103 43

Leia também: Como bloquear ligações de telemarketing

Cancelamento por telefone

Outra opção é cancelar a internet com o auxílio de um atendente por telefone ou presencialmente. Nesses casos, é importante estar firme da decisão. Deixe claro que você está certo de que irá cancelar os serviços, independentemente de qualquer oferta ou benefício adicional que seja oferecido.

De acordo com as normas da Anatel, o contrato deverá ser rescindido na hora. Mas caso o atendente questione o motivo do cancelamento, o cliente deve saber que não é obrigado a aceitar ofertas ou propostas abusivas.

Por isso, é essencial ter a certeza do cancelamento, qualquer argumento apresentado pode ser revertido em benefício da empresa. Se o cliente indicar insatisfação com a qualidade, por exemplo, a operadora pode oferecer pacotes com maior velocidade e preço promocional. Se o motivo for problemas técnicos, a empresa pode agilizar o envio de um técnico.

Enfim, se o cliente não for firme, é muito provável que a empresa crie inúmeras saídas para evitar o término do contrato.

Caso você não consiga cancelar os serviços por nenhum dos canais indicados anteriormente e a empresa continue a criar formas de evitar o cancelamento, é possível recorrer a Anatel para fazer uma reclamação contra a operadora. A agência irá intermediar o contato do cliente com a empresa, cobrando o cancelamento do contrato em até 5 dias.

Como cancelar internet com contrato de fidelidade?

A grande maioria dos planos de internet realizado com pequenas e grandes operadoras de banda larga, fibra óptica ou outras tecnologias, tem um contrato de permanência de 12 meses. Este é o período máximo de fidelidade, previsto pelo Artigo 57 da Resolução nº632 /2014 da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações).

O grande problema, é que o serviço contratado por vezes não atende às expectativas do cliente tanto pela qualidade da tecnologia quanto pelo valor cobrado. Em algumas situações o usuário precisa cancelar a internet por motivos de mudança de cidade ou para áreas onde o sinal não chega. Enfim, são vários os motivos que podem levar ao cancelamento da internet antes do tempo previsto no contrato.

Nesses casos, a quebra antecipada do acordo pode gerar multas e muito estresse para o consumidor. Isso porque a cobrança, tal como determina a lei, é proporcional ao valor do serviço e ao tempo restante para o término do documento. Ou seja, se faltam oito meses para o fim do tempo de fidelidade, a multa terá um valor elevado.

Por isso é importante saber em que casos é possível recorrer e impedir a cobrança. Confira a seguir, em que situações o consumidor pode cancelar a internet sem pagar multas pela quebra do contrato de permanência:

Falha no serviço da prestadora

O argumento mais efetivo para evitar o pagamento de multas pela quebra de contrato é o alto número de falhas nos serviços prestados. Afinal, este é um dos principais motivos para mudar de operadora.
Assim, se houver problemas na qualidade do sinal da internet, interrupção dos serviços, velocidade contratada não alcançada ou queda da conexão, por exemplo, é possível cancelar o serviço com isenção de multa.

Contudo, a operadora poderá recorrer e apresentar provas que possam demonstrar o contrário. Tal como indicado no Artigo 58 da Resolução nº632 /2014.

Por isso, se estiver passando por qualquer problema com a sua internet, busque registrar as falhas do sinal. Existem ferramentas específicas que medem a velocidade da internet, como o Minha Conexão, que indica se a velocidade contratada está realmente funcionando.

Falta de benefícios por contrato de fidelidade

Para exigir a permanência dos clientes, a operadora deve oferecer benefícios em contrapartida. Isso porque o contrato de prestação de serviço da internet é separado do contrato de permanência.

Dessa forma, caso a empresa não tenha oferecido nenhum tipo de desconto, bônus ou vantagem ao consumidor, será possível cancelar os serviços antes do período previsto para o término do contrato.

Mas, atenção: ao abordar a empresa, é bem provável que sejam oferecidos tais benefícios para tentar evitar o cancelamento. Por isso, se estiver decidido a trocar de operadora, seja firme e cobre o seu direito de cancelar o contrato sem pagar a multa.

Contrato inadequado

Se a operadora não possui o Contrato de Permanência, ou se este não indica o tempo e a multa prevista em caso de quebra do contrato, qualquer cobrança por tempo de fidelidade será indevida. Assim, verifique os documentos assinados e certifique-se se há algum tipo de cláusula indicando o pagamento de taxas pela quebra no contrato. É importante que o texto seja preciso sobre o modo de cálculo e período a ser considerado.

Falta de informação ao cliente

Ao apresentar o serviço aos clientes, é dever da operadora indicar as informações sobre o tempo mínimo de permanência. Também deve ser informado a incidência de multa em caso de desistência.

Assim, mesmo que a informação esteja no contrato, o cliente pode alegar o desconhecimento da fidelidade ao serviço. Isso está indicado no Artigo 6 do Código de Defesa ao Consumidor.

Se este for o seu caso, provavelmente terá que recorrer ao Procon, a Anatel ou ainda a Justiça Especial Cível.

Tempo de fidelidade abusivo

O tempo máximo de contrato dos serviços de telecomunicação é de 12 meses. Isso está indicado no Artigo 57, da Resolução nº 632/2014 da Anatel. Se o tempo de contrato previsto pela operadora for superior a esse período, o acordo será considerado abusivo. Assim, após 12 meses o cliente tem o direito de cancelar o serviço sem pagar multas por fidelidade.

Atenção: muitas empresas trabalham com a renovação automática do contrato dos serviços de internet. Fique alerta, e verifique se o tempo de fidelidade também será renovado.

Depois de todas essas dicas, esteja ciente que mais cedo ou mais tarde, a operadora irá entrar em contato. Provavelmente, o funcionário que fizer a ligação vai querer entender os motivos do cancelamento e oferecer novas propostas.

Para não se estressar, é recomendável informar de maneira educada que você já assinou um novo contrato com o concorrente. Ou então diga logo que não a tecnologia da empresa não oferece o que você precisa.

Para saber mais sobre os serviços de telecom e os seus direitos como consumidor, continue acompanhando as publicações do nosso blog.

Reclamações Anatel: como fazer? 

Cobrança de taxas indevidas, velocidade de internet não alcançada, queda na cobertura do sinal, bloqueio dos serviços e outros problemas com as operadoras de TV, internet e celular podem ser mediados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Para fazer a reclamação dos serviços em um dos canais da Anatel, o cliente deve ter o número de protocolo do atendimento realizado pela operadora.

O processo é simples e rápido. Em poucos passos o cliente pode fazer a sua reclamação no site, aplicativo ou presencialmente. Depois de registrar a reivindicação, o cliente deve receber uma resposta da operadora em até cinco dias.

Vale destacar que a principal função da Anatel é fiscalizar as empresas de telecomunicação. O objetivo Desse modo,  garante que os serviços prestados atendam aos requisitos mínimos de qualidade previstos por lei para que não haja nenhum tipo de abuso aos consumidores.

Assim, ao receber a reclamação dos clientes, a Anatel entra em contato com as empresas, cobrando uma resposta adequada e a resolução do problema.

Em 2018, o número de reclamações na Anatel caiu 13,6% em relação ao ano anterior. Ainda assim foram registradas mais de 2,9 milhões reclamações. O serviço com maior número de queixas foi o de telefonia celular, tendo como principal problema a cobrança  indevida dos serviços nas modalidades pós e pré-pagos. Ao todo, a telefonia celular somou mais de 1,2 milhão de reclamações para o problema.

Leia também: Entenda o que é traffic shaping e por que é ilegal

Passo a passo para fazer a sua reclamação na Anatel

Embora o número de reclamações na Anatel esteja diminuindo a cada ano, é importante destacar a importância do processo. É por meio das solicitações enviadas que a agência pode tomar providências para prever problemas e aprimorar as regras dos serviços de telecomunicação.

Confira a seguir quais os passos seguir quando estiver insatisfeito com a prestação de serviço de alguma operadora:

Contato com a operadora

O primeiro passo para resolver qualquer problema no plano de celular, internet ou TV a cabo é entrar em contato com a empresa prestadora de serviço. Ao ligar é fundamental anotar o protocolo de atendimento que será fornecido anteriormente ou no término da ligação. Este código é uma segurança para o cliente e comprova o atendimento realizado, desse modo vale também para as ligações de ofertas da operadora e outros serviços.

Em alguns casos, como o cancelamento de assinatura, é possível resolver a situação diretamente pela internet, no site ou aplicativo da empresa. Dessa forma, você não precisa passar por nenhum atendente.

Mas vale lembrar que a empresa é obrigada a fornecer todas as informações solicitadas sobre o serviço contratado.  Ela também deve resolver problemas técnicos e na cobrança da fatura.

Resposta inadequada ou problema não solucionado

Quando o cliente não tem a situação resolvida direto com a operadora, é o momento de registrar a reclamação na Anatel. Para isso, é essencial ter o número de protocolo do atendimento feito pela operadora.

Se a reclamação for realizada por alguém que não é o titular da conta, também será necessário apresentar uma procuração. Com o número em mãos, o cliente pode fazer a reclamação pelos seguintes canais:

Aplicativo Anatel Consumidor

Basta realizar o download do aplicativo no celular, registrar uma solicitação e preencher as informações solicitadas. Com o aplicativo, o cliente pode acompanhar os prazos para respostas, o andamento da solicitação e ainda outras informações sobre as operadoras de telecomunicação.

O serviço está disponível desde 2005, para aparelhos android, IOS e para windows phone.

Portal Focus

Outra opção é realizar a reclamação no site da Anatel, no Portal Focus. O cliente deve preencher o cadastro com as informações, registrar a reivindicação e anotar o número de protocolo da Anatel. Com o código, será possível acompanhar o andamento do pedido.

Telefone

Os clientes que desejam realizar uma reclamação na agência, também podem ligar para Anatel de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h, no número 1331. A ligação é gratuita.
As pessoas com deficiência auditiva ou de fala podem acessar a Central de Intermediação de Comunicação – CIC da prestadora de telefonia móvel e fixa e solicitar uma videochamada para a Central da Anatel no número 1331.

Presencialmente

Caso o cliente resida em alguma capital brasileira, é possível registrar a reclamação em uma unidade da Anatel, nas chamadas Salas do Cidadão. Da mesma forma, é necessário levar o número de protocolo de atendimento da operadora e os documentos de identificação para realizar o cadastro. Ao final, é importante anotar o número de solicitação da Anatel.

Acompanhamento e prazo para resposta

Após o registro da reclamação, a Anatel entra em contato com a operadora. A empresa, e não a Anatel, é quem deverá entrar em contato em até cinco dias úteis para dar uma resposta adequada e resolver o problema. A solicitação dos clientes podem ser acompanhadas pela internet, no site, no aplicativo da Anatel ou ligando para o número 1331.

O que fazer quando a Anatel não resolve?

Como indicado anteriormente, a função da Anatel é mediar o contato entre o cliente e a operadora. Assim, a Anatel não é responsável por solucionar o problema registrado.

Caso a operadora não entre em contato ou a situação não seja resolvida, no período de 5 dias, é importante reclamar novamente na Anatel. Assim, a agência poderá cobrar ações efetivas e urgentes da empresa. Neste caso, o cliente tem o prazo de até 15 dias (a partir da resposta) para solicitar a reabertura da reclamação original.

Nas situações mais graves, o consumidor poderá recorrer ainda ao Procon ou ao Juizado Especial Cível (também conhecido como tribunal de pequenas causas). Assim, pode entrar com processo contra a operadora.

Quando recorrer a Anatel?

A Anatel deve ser acionada sempre que o cliente não tem o seu problema resolvido com a operadora. Uma das grandes vantagens de recorrer a agência, é a velocidade do atendimento e o processo simplificado para registrar a reclamação.

O cliente pode realizar o pedido de intermediação sem ter a necessidade de apresentar provas ou outros documentos.

As principais causas de reclamação em 2018 foram:

  • problemas na cobrança;
  • má qualidade, funcionamento e questões de reparo;
  • oferta, bônus, promoções, mensagens publicitárias e mudança de plano;
  • cancelamento;
  • instalação ou ativação ou habilitação;
  • bloqueio ou suspensão e desbloqueio;
  • crédito pré-pago;
  • documento de cobrança, contrato, gravações;
  • ressarcimento;
  • atendimento.

Vale lembrar, que o cliente também pode recorrer ao Procon e ao Juizado Especial Cível. Assista ao vídeo a seguir e saiba mais detalhes sobre quem procurar ao ter um problema com a operadora:

O importante papel da Anatel no mercado de telecomunicações

A Anatel foi criada em 1997, com o objetivo de “regular o setor de telecomunicações para contribuir com o desenvolvimento do Brasil”. Nos últimos anos, a agência teve um papel importante na regulamentação de medidas para o setor. Também tem sido fundamental para apoiar os consumidores que estão tendo problemas com as empresas.

A partir das reclamações recebidas, a Anatel facilita a interação com as operadoras de serviços. Assim, ela acelera e aperfeiçoa a qualidade das respostas. A agência também monitora o número de reclamações contra cada operadora. Ela também avalia os motivos e o tempo e a qualidade das respostas. Assim, a Anatel pode solicitar o aprimoramento dos serviços e do atendimento aos clientes.

Outro papel importante da Anatel é a realização do Ranking das Operadoras. Este balanço apresenta o Índice de Desempenho no Atendimento ao público. A partir desse levantamento a população tem mais informações para avaliar a qualidade dos serviços. Assim, pode comparar os resultados das grandes operadoras com provedores regionais e outras empresas.

Dessa forma, a agência contribui no fortalecimento das melhores práticas do mercado. Ela faz isso para que as empresas ofereçam serviços de qualidade ao público e cumpram com as normas previstas na legislação.

Quer saber mais sobre serviços de telecom e como ter os seus direitos respeitados? Acompanhe o nosso blog e fique por dentro de todos as novidades do setor.

Estudo aponta a melhor internet 4G do Brasil

melhor internet 4g

Quando se fala em internet móvel, a primeira coisa que vem a cabeça é: qual é a operadora que tem a melhor internet 4G? Afinal, não queremos ficar offline bem na hora que chamamos um táxi de aplicativo móvel ou estamos enviando um e-mail importante.

A Opensignal, empresa de análise móvel especializada em quantificar a experiência, divulgou em julho de 2019 o resultado da pesquisa das principais operadoras no Brasil. Este estudo contempla a análise da qualidade de desempenho de 5 itens:

  • disponibilidade do 4G;
  • experiência de vídeo;
  • velocidades de download;
  • velocidade de upload;
  • latência.

A OpenSignal testou mais de 1 milhão de aparelhos entre os dias 1º de março e 29 de maio de 2019. Assim como em 2018 houve um investimento muito grande no sinal 4G. Isso aumentou significativamente a disponibilidade da rede devido à expansão da frequência de 700 MHz porque ela melhora a entrada de sinal. Assim, era de se esperar que em 2019 as operadoras tivessem um desempenho melhor.

A Claro foi a líder em mais avaliações e, portanto, ocupa o posto de melhor internet 4G no Brasil, seguida pela TIM. A Oi teve a pior performance em todo o estudo. Mas todas as operadoras melhoram o desempenho de 2018 para julho de 2019.

Confira mais detalhes do estudo e saiba como as operadoras se posicionaram em cada um dos itens estudados.

Qual a melhor internet 4G do Brasil

Em 2018, na pesquisa divulgada em janeiro de 2019 pela Opensignal, a Claro foi líder de 4 dos 5 quesitos. Neste ano, no estudo divulgado em julho, a Claro aparece de novo em primeiro lugar. Porém, desta vez ela está liderando a performance em 3 dos 5 itens analisados. Enquanto isso, a TIM conquistou seu espaço e a Oi teve o pior desempenho.Resultado da pesquisa de experiência móvel Brasil, 2019. Fonte: Opensignal

Entenda o que é cada um dos quesitos estudados e como funciona a avaliação de cada um deles:

Disponibilidade 4G

A disponibilidade do 4G no estudo, segundo a Opensignal, considera a quantidade de tempo que um usuário consegue permanecer conectado na internet 4G sem perder qualidade e estabilidade de sinal.

Nesta última pesquisa, a TIM, operadora brasileira com maior área de cobertura de 4G, se destacou atingindo 82,4% do tempo com 4G disponível comparado a 78,6%, alcançado em 2018. Em seguida apareceram a Vivo e a Claro, enquanto a OI ficou na última posição.Resultado da pesquisa de experiência móvel Brasil, 2019. Disponibilidade 4G

Comparado ao ranking da pesquisa divulgada em janeiro de 2019, todas as operadoras evoluíram na disponibilidade do 4G em função da liberação da frequência 700 Mhz e expansão do alcance da conexão 4G.

Leia também: Quando a internet 5G chegará no Brasil?

Experiência de vídeo

A avaliação da experiência de vídeo é medida em pontos em uma escala de 0 a 100, onde de 0 a 40 pontos é Ruim; de 41 a 59 pontos é Razoável; de 60 a 69 pontos é Bom; de 70 a 79 pontos é Muito Bom e de 80 a 100 pontos é Excelente.

A experiência de vídeo avalia se, ao ser transmitido para um usuário, ele tem o tempo de carregamento curto e baixo número de interrupções. Comparando os resultados de janeiro e julho, a Onesignal afirma que a qualidade de vídeo no Brasil vem melhorando. Isso tem ocorrido porque houve aumento da frequência e otimização de conexões 4G para vídeo.

claro é melhor internet 4gResultado da pesquisa de experiência móvel Brasil, 2019. Experiência de Vídeo

Nesta pesquisa, a Claro apareceu como a única operadora com boa performance, se mantendo como a melhor internet 4G para experiência em vídeo, com 56,9 pontos (Razoável), seguida pela Tim e pela Vivo, que conseguiu conquistar 4 pontos a mais desde a última pesquisa, mas também com pontuação na escala Razoável. A Oi aparece novamente com a pior performance.

Leia também: 4G em São Paulo é a mais rápida da América Latina

Velocidade de download

O download é quando baixamos algum conteúdo da internet. A pesquisa mostra a que velocidade isso acontece quando usamos a conexão 4G. O estudo mede as redes 3G e 4G, o que acaba puxando a média para baixo. Isso porque a velocidade no sinal 3G é bem menor.

Os resultados desde a última pesquisa sobre a melhor internet 4G se mantiveram parecidos, com a Claro mostrando a média de velocidade de download mais alta, em 19,8 Mbps, seguida pela Vivo com 14,2 Mbps ( mais de 5 Mbps a menos). Todas as operadoras melhoraram a velocidade de download, mas nenhuma delas conseguiu alcançar a líder, Claro. A Oi, mais uma vez, ocupa a lanterna com 8,6 Mbps.

Resultado da pesquisa de experiência móvel Brasil, 2019. Velocidade de Download

A melhoria na velocidade de download de todas as operadoras acontece porque a medida que o 4G fica mais acessível, o usuário pode encontrar conexões 4G mais rápidas que melhoram esta velocidade.

Velocidade de upload

A velocidade de upload mede a velocidade para subir arquivos para a internet, como publicar fotos e conteúdos nas redes sociais.

A Claro também se manteve na liderança nesta avaliação com 6,4 Mbps, com diferença de mais de 1,5 Mbps da Vivo e da TIM, que vêm logo em seguida, quase empatadas. Mesmo a TIM tendo sido a que mais evoluiu, a Claro aparece bem à frente das concorrentes. A Oi permanece com o pior desempenho, com 2,9 Mbps.

Resultado da pesquisa de experiência móvel Brasil, 2019. Velocidade de Upload

Comparado ao download, a velocidade de upload é sempre menor. Mas isso tem se tornado cada mais importante para quem navega nos aplicativos móveis.  As redes sociais, chats e vídeos exigem cada vez mais qualidade deste recurso. Além disso, a criação de conteúdo tem crescido significativamente entre as pessoas mais conectadas.

Latência

Latência é o tempo de resposta que um pacote de dados leva para ir de um ponto ao outro. Neste estudo, todas as operadoras apresentaram crescimento entre janeiro e julho. Porém, desta vez há um novo líder no ranking. A TIM ultrapassa a Claro nesse quesito com 60,9 milésimos de segundo (ms), cerca de 0,06 segundos, a Claro fica em segundo lugar com 2 ms a menos.

operadoras de internet

Resultado da pesquisa de experiência móvel Brasil, 2019. Latência

O tempo de resposta pode variar bastante de região para região. Por isso, a Onesignal sinaliza que consumidores do Sudeste e Sul, como São Paulo e Porto Alegre tendem a experimentar tempo de resposta inferior a 60 ms. Já no Norte e no Nordeste a latência variou de 90 a 100 ms. Essa diferença se dá pela infraestrutura de fibra óptica mais concentrada no Sul e Sudeste do país.

Como foi realizado o estudo

A Opensignal analisou 24 das maiores cidades brasileiras para traçar a média do país. Também foi realizado um estudo isolado das cidades principais. Segundo a pesquisa, a experiência de vídeo trouxe divergências entre Claro e Vivo nos centros urbano. A latência foi diferente em todo o território devido a fibra óptica.

O estudo traz os resultados por cidade pesquisada e para saber mais basta acessar a pesquisa da Opensignal. O levantamento foi feito nas cidades: Aracaju, Belo Horizonte, Belém, Brasília, Campinas, Campo Grande, Cuiabá, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Goiânia, Guarulhos, Maceió, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Ribeirão Preto, Salvador, São Bernardo do Campo, São Luís e Teresina.

Agora você já sabe como cada operadora performa nos principais quesitos que definem a melhor internet 4G. Assim, fica fácil escolher a melhor operadora para navegar com tranquilidade. 

Gostou deste conteúdo? Fique por dentro de todas as novidades no mundo tecnológico e da telecomunicação no blog do Portal Compara Plano.