Organizar fotos com o Google e Apple Photos

Por dia, milhões de fotografias são tiradas com dispositivos móveis em todo o mundo. Enquanto há algumas décadas, a quantidade de imagens era limitada pelo número de poses de um filme fotográfico, hoje o limite é o próprio cansaço do usuário ou a falta de bateria do aparelho celular ou da máquina digital. Em um único dia é possível realizar de centenas a milhares de fotos, seja de si mesmo ou do mundo. Mas com tantas imagens, é necessário cada vez mais espaço para armazenar e organizar fotos. 

Como organizar fotos do celular com facilidade

Um dos grandes problemas para a organização de fotos é a localização de imagens nas galerias do celular. Em geral, as fotos não são agrupadas ou separadas. O resultado: várias fotografias misturadas com imagens recebidas por mensagens de redes sociais. A confusão aumenta quando pensamos na quantidade de fotos repetidas que são feitas até encontrar o melhor ângulo.

Enfim, se o usuário não tiver um sistema adequado, em pouco tempo ficará sem memória. Além de ter dificuldades para achar as suas imagens preferidas. Por isso, para auxiliar nesse processo, vamos falar sobre duas ferramentas disponíveis para os sistemas Android e iOS: o Google Photos e o Apple Photos.

Apesar de serem ferramentas nativas dos dispositivos móveis, muitas pessoas não utilizam bem os recursos. Mais do que um sistema de armazenamento na nuvem, esses sistemas garantem maior agilidade, eficiência e segurança para guardar e relembrar as suas memórias. Confira a seguir como funciona cada ferramenta.

Leia também: Veja 5 dicas para arrasar na foto selfie

Como funciona o Google Photos?

A ferramenta de organização e armazenamento de imagens do Google está disponível para Android e iOs. O sistema realiza o backup ilimitado de imagens e vídeos com até 16 MP e 1080 pixels em HD de modo gratuito. As imagens podem ser acessadas por qualquer dispositivo móvel a partir da conta do usuário. 

Todos os arquivos armazenados são protegidos pelos sistemas de segurança do Google, que também permite organizar e localizar imagens a partir de recursos de inteligência artificial e reconhecimento facial. Dessa forma, não é preciso nomear ou classificar as imagens.

Basta apenas pesquisar algum termo no buscador da ferramenta, que são apresentadas as imagens associadas. Podem ser pesquisados nomes de familiares, locais ou quaisquer objetos que tenham sido fotografados ao longo do tempo.

O Google Fotos também permite criar álbuns pessoais e compartilhados com outros usuários, facilitando a troca de imagens com segurança. Para isso, basta ter uma conta da empresa. Vale destacar que o sistema não ocupa o espaço do Google Drive, que é outra ferramenta de armazenamento de arquivos do Google.

Na plataforma, é possível ainda:
  • criar álbuns dinâmicos;
  • redescobrir imagens após algum tempo;
  • editar fotografias a partir da própria plataforma;
  • criar gifs, vídeos e outros tipos de montagens automaticamente.

Leia também: Veja qual o celular com melhor câmera em 2019

Como funciona o Apple Photos?

O serviço de organização e armazenamento de fotos dos equipamentos da empresa Apple, com sistema iOS, é integrado e possui diferentes formas de agrupamento e localização das imagens. O recurso é nativo dos dispositivos da empresa e exige apenas o login e a atualização das ferramentas, caso não esteja na versão mais recente para iOS ou macOS. A partir do Apple Photos é possível relembrar eventos e encontrar as fotos com agilidade e sem ficar rodando o scroll por horas.

De modo extremamente prático, o Apple Photos organiza a biblioteca de imagens em Momentos, Coleções e Anos. Isso permite ordenar todos os arquivos em pastas a partir da data e local das fotografias: 

  • Momentos: a ferramenta funciona a partir de tecnologias avançadas que permitem visualizar os grupos de fotos e vídeos realizados no mesmo dia e localização, identificando eventos, viagens, pessoas, objetos e muito mais.
  • Coleções: da mesma forma é possível organizar a visualização de imagens a partir de um mesmo local, otimizando a identificação de fotos em diferentes épocas. Por exemplo, a coleção de fotos na praia ou na parque tiradas em datas diferentes.
  • Anos: esse recurso permite visualizar a biblioteca inteira em um mosaico com as fotos e vídeos de todos os anos – mesmo que o aparelho tenha sido trocado.  

Recursos para localização de imagens

Além dessas categorias, também é possível definir os seus próprios critérios de organização para atualização automática das novas fotos. Esse recurso é disponibilizado na opção “Novo Álbum Inteligente”. O Apple Photos disponibiliza ainda a organização das imagens a partir de um mapa-múndi, agrupando as fotografias a partir das regiões em que foram feitas.

O sistema pode ser acessado tanto no celular quanto nos demais dispositivos da empresa. Vale lembrar que qualquer alteração realizada no Apple Photos, seja a inclusão ou exclusão de imagens, será refletida em todas as plataformas. 

Para localizar imagens específicas, basta digitar algum termo no buscador do Apple Photos. O sistema irá identificar tanto pessoas quanto locais ou objetos. Ao criar uma fototeca com os nomes e imagens de pessoas próximas, o sistema poderá reconhecer automaticamente as novas fotografias tiradas delas no celular. Isso porque a ferramenta utiliza de recursos de inteligência artificial, dados da internet e outras informações.

Por exemplo, se você pesquisar por “Tia Ana”, “cachorros”, “balé”, “show da Rita Lee” ou “semana passada”, o buscador irá rastrear as imagens, combinando informações armazenadas no celular e na internet para auxiliar na identificação.

Álbuns compartilhados

Uma das funções mais interessantes do Apple Photos é a criação de álbuns compartilhados. Embora outras redes sociais como o Facebook permitam fazer o mesmo, esse sistema de armazenamento evita a perda de qualidade das imagens. Outra vantagem é que não é necessário utilizar outras plataformas de compartilhamento, facilitando a troca de imagens. Dessa forma, os álbuns podem ser compartilhados com até 100 pessoas. Os usuários podem adicionar comentários, curtir as fotografias e inserir novas imagens – funcionando como uma pequena rede social.

O compartilhamento das fotos é sugerido pelo próprio sistema, que identifica os usuários nas imagens por reconhecimento facial. Apesar de parecer coisa da série futurista Black Mirror, o recurso agiliza a troca de fotografias entre as pessoas. Na prática, ele compartilha as imagens com mais facilidade do que outras redes sociais, e-mails ou plataformas de transferência de arquivos.

Integrações com outras ferramentas


O Apple Photos é integrado com outras aplicações do celular. No envio de mensagens, por exemplo, o sistema poderá indicar sugestões de imagens da galeria para acompanhar o texto. Principalmente em conversas com pessoas que estão presentes nas fotografias salvas. Mais uma vez, assustador, mas extremamente eficiente.


Na seção Para Você da ferramenta, é possível separar as suas fotos favoritas em pastas específicas. Também pode-se ver as alterações das imagens nos álbuns compartilhados.

Se você é casado, provavelmente terá muitas fotos com seu cônjuge. Com o Apple Photos, vocês podem criar um álbum compartilhado e ainda localizar com facilidade as imagens juntos. É só pesquisar o nome do companheiro ou companheira na ferramenta. O mesmo vale para amigos, familiares, animais, locais, shows, etc. Basta pesquisar algum termo que o celular irá te ajudar a encontrar as imagens desejadas em meio aos arquivos armazenados.  

Configurações e recursos de segurança do Apple Photos e do Google Fotos

Com tantos recursos disponíveis para organização de fotos e vídeos, uma das maiores preocupações dos usuários é em relação a segurança. De fato, o medo de perder imagens é totalmente compreensível, uma vez que a revelação de imagens é cada vez mais rara entre os usuários.

Dessa forma, as empresas trabalham com sistemas de segurança avançados, com vários níveis de proteção e sistemas de backup. Todas as funcionalidade buscam evitar a perda de arquivos ou o acesso indevido das plataformas. De fato, uma das grandes vantagens de organizar fotos pelo sistema é a segurança e a privacidade das imagens.

Os sistemas são integrados com outras ferramentas que garantem que nenhum item ficará salvo apenas em um local. Ou seja, você pode perder ou trocar de celular, mas não perderá as imagens do aparelho.

Agora que você já sabe como organizar suas fotos, que tal aprender a tirar selfies arrasadoras? Saiba mais aqui neste post. Veja também quais são os melhores aplicativos para editar imagens no celular. 


Quer saber mais dicas como estas? Então, acompanhe nossas publicações e conheça outros recursos para manter os seus dados e arquivos protegidos na rede.