Qual a programação da DOG TV, vale a pena ter este canal?

dog tv

Imagine uma programação lúdica, disponível 24 horas, voltada apenas para cachorros. A DOG TV é isso: um canal de televisão criado especialmente para agradar um público exigente — o seu amigo de quatro patas. Lançada originalmente em fevereiro de 2012 nos Estados Unidos, a rede televisiva fundada por Ron Levi e Guy Martinovski chegou no Brasil há pouco mais de um dois anos. Desde então, tem caído no gosto da clientela por aqui — tanto a canina, quanto a humana. 

O que passa na DOG TV?

A programação exclusiva foi desenvolvida por especialistas em animais de estimação. Desta forma, todo o conteúdo exibido é projetado para contemplar os diferentes padrões de comportamento natural dos cães. Ao todo, a DOG TV trabalha com três categorias de classificação de programas: relaxamento, estímulo e exposição. Tudo devidamente adaptado às escalas tonais e visuais da leitura canina.

O conteúdo voltado para relaxamento consiste em efeitos sonoros e estímulos visuais suaves, buscando diminuir o estresse dos cães. O de estímulo, por outro lado, oferece encorajamento à diversão através de movimentos dinâmicos de câmera e animações de objetos. Também há imagens de cachorros em movimento, numa tentativa de criar uma ligação com o espectador canino do outro lado da tela. 

Os programas voltados para a exposição, por sua vez, tem como objetivo oferecer uma ajudinha aos donos. O conteúdo reproduz efeitos sonoros para auxiliar na melhora comportamental dos cachorros, como adaptá-los aos sons de fogos de artifício e trovões. Tudo baixo e em ambiente controlado. As situações desta parte da programação buscam imitar o dia-a-dia comum, incluindo até mesmo uma ida ao veterinário ou um passeio ao parque. 

Leia tambémO que é e como funciona o Uber Pet

Trilha sonora

A DOG TV ainda conta com uma equipe compositores e instrumentistas para criar trilhas sonoras originais para os mais de 2 mil títulos da programação. Os sons disponíveis incluem músicas instrumentais, risadas infantis e o balbuciar de bebês. Os conteúdos duram em torno de 3 a 6 minutos, atendendo ao período de atenção normal dos cães. Tudo é muito bem desenvolvido em cima dos 68 estudos científicos que levaram à criação do canal. 

📲A internet do seu celular acaba rápido?

Venha para a TIM e navegue à vontade!

Como a DOGTV pode ajudar o seu cachorro

De acordo com a descrição da própria DOG TV, seu principal objetivo é oferecer companhia de qualidade aos animais deixados sozinhos por muito tempo.

Ron Levi, um dos criadores do canal, concebeu a ideia do canal ao preocupar-se com a solidão de seu gato de estimação. Após pesquisar sobre o assunto, descobriu que os cachorros eram os animais mais afetados pela separação (mesmo momentânea) de seus donos. A solução encontrada por Levi foi, então,  criar o canal de televisão canino. 

Segundo matéria publicada pelo Estadão em setembro de 2018, o conteúdo do canal foi utilizado em um estudo comparativo da Universidade Tufts. Realizada em cidades como Los Angeles e Nova York, a pesquisa foi conduzida em um total de 38 apartamentos. Durante seis horas, cachorros foram expostos ao conteúdo de canais comuns e ao produzido pela DOG TV.

A pesquisa concluiu que o canal canino atraiu a atenção da maioria dos espectadores. Além disso, os programas de relaxamento foram eficazes em 70% dos cachorros. 

Programação ajuda a superar medos

A programação é pensada justamente para adaptar-se aos sentidos caninos. As imagens exibidas são tratadas por coloristas, e as cores são saturadas além do normal. Como os cães não conseguem distinguir vermelho e verde de tons de amarelo, o que poderia parecer monocromático ganha novos destaques. Além disso, todos os timbres e sons são voltados para o alcance do público-alvo. 

Além de ajudar a cuidar da chamada “síndrome de separação” dos cães, a DOG TV se propõe também ajudá-los a superar alguns de seus medos. Enquanto presta companhia, a programação o expõe e adapta a situações que poderiam assustá-lo. Medos mais comuns, como barulhos altos e aspiradores de pó, podem ser superados. Alguns dos conteúdos ainda ajudam a estimular partes cerebrais caninas.

A DOGTV é, de fato, um canal preocupado com o bem-estar da sua audiência. 

Leia tambémMelhores planos de TV em 2019

A DOG TV no Brasil

De acordo com dados divulgados pelo Instituto Pet Brasil, o censo mais recente publicado pelo IBGE apontou a presença de 54,2 milhões de cães no Brasil. A maior parte está concentrada no sudeste do país, em Estados como São Paulo (24,5%) e Minas Gerais (10,0%).

Mas São Paulo também lidera quando o quesito são animais de estimação em geral. Mais de um quarto dos pets do país estão em cidades paulistas. No ano passado, os negócios voltados para este segmento movimentaram R$34,4 bilhões no Brasil.  A estimativa divulgada para este ano é de R$36,2 bilhões — uma alta de 5,4% em relação a 2018

Dados como estes explicam o apelo da DOG TV no país. Somos o segundo principal mercado pet do mundo, perdendo apenas para os Estados Unidos. Além disso, o setor já representa 0,36% do PIB nacional. Isto significa que ele está acima de segmentos tradicionais como automação industrial e utilidades domésticas.

Trazer o canal para o Brasil já estava nos planos de Ron Levi e sua equipe. Antes disso, a DOG TV já havia estreado em países como Alemanha, China e França. 

Segundo uma reportagem publicada pela Folha de São Paulo, muitos brasileiros comentavam publicações da página do canal no Facebook. Mesmo com o conteúdo em inglês. Dados do IBGE apontam que há um ou mais cachorros em 44% dos lares do país.  Com mais animais de estimação em casa do que crianças, não é de se espantar que os brasileiros estivessem ansiosos pelo conteúdo disponível. O número de assinantes totais — ou o impacto da DOG TV nas grades de TV —, contudo, não é divulgado pelas operadoras. 

Onde assinar

A DOG TV está disponível por assinatura. No Brasil, é oferecida por três operadoras de TV a cabo: SKY, NET/Claro e Vivo TV. O preço é o mesmo em todas elas: R$19,90 por mês. O pagamento poderá ser feito por cartão de crédito ou débito em conta. Há também um serviço de streaming chamado “DOGTVANYWHERE”, disponível para dispositivos como AppleTV, computadores e smartphones

O canal utiliza métodos aprovados por entidades como a American Veterinary Medical Association e a American Society for the Prevention of Cruelty to Animals. Além disso, é recomendado pela The Humane Society of the United States. Atualmente, está disponível em pelo menos 13 países.

Agora que você já sabe tudo sobre DOGTV é hora de decidir se este plano faz ou não sentido para você. Não esqueça de nos contar nos comentários sobre a experiência deste opção com o seu cão.

Leia outros conteúdos ligados a TV no blog Compara Plano.

O que você achou disso?

❌Chega de ficar sem internet!

Na TIM, você navega à vontade e dispõe de uma série de benefícios exclusivos.

Clique nas estrelas

Média da classificação 4.4 / 5. Número de votos: 8

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.