Moto G6 64GB: saiba aqui se vale a pena comprar este aparelho

Comprar um celular novo é sempre uma tarefa complicada. Como há muitas marcas e modelos no mercado, fazer um comparativo entre todos eles se torna dispendioso e cansativo. Contudo, estamos aqui pra te ajudar, caso você esteja pensando em comprar o Moto G6 64GB.

Saber se ele vale a pena depende de diversos fatores, porém, num quadro geral, ele pode valer a pena, se a faixa de preço em torno de R$800 for o limite daquilo que você está pensando em gastar.

Seu desempenho é satisfatório e sua câmera entrega imagens de qualidade, apesar de ele estar abaixo do seu sucessor, o Moto G7, que figura bem próximo dessa faixa de preço.

Se você está ponderando comprar esse modelo de telefone, vale a pena ler o nosso review!

Leia mais: Motorola RAZR: o smartphone dobrável da Motorola

Moto G6 64GB

Lançado em 2018, o Moto G6 64GB chegou ao mercado como um intermediário incompreendido. Com preço de lançamento de R$1299, tratava-se, à época, de um telefone do qual se podia duvidar.

Isso, porque ele vinha com especificações dignas de um bom smartphone para a sua proposta, porém o preço o fazia concorrer com alguns modelos do ano anterior com melhores atributos.

Apesar disso, falamos dele em dezembro de 2019, e a situação mudou de figura. Hoje, na concorrência da sua faixa de preço, ele compete contra modelos como o Galaxy A10, da gigante sul-coreana Samsung, ou contra seu sucessor, Moto G7, quando com menor capacidade de armazenamento interno.

Avaliando esses embates, ele se sai muito bem contra o A10, e muito mesmo, porém fica abaixo do que entrega ao usuário o Moto G7.

Fato é que, ao colocar o Moto G6 64GB na casa dos telefones bem intermediários, a Motorola proporcionou ao consumidor um grande avanço em relação à geração anterior de aparelhos nessa faixa, os Moto Z.

Assim, quem é fã da marca e busca por telefones com bom desempenho e uma relativamente alta capacidade de armazenamento interno, pode se dar bem com o modelo.

Vale a pena comprar o Moto G6 64gb em 2019

Essa é a pergunta de ouro, então, vamos à resposta de maneira objetiva!

Se você quer ter um pouco de cada parâmetro que acompanha um telefone, como hardware, tela, câmera, desempenho, armazenamento numa medida equilibrada por R$800, aproximados, o Moto G6 64GB vale a pena.

Numa concorrência direta com seu irmão caçula, o Moto G7 64GB, que está na faixa de R$850, ele perde (por pouco) a chance levar a melhor.

Contra o Samsung Galaxy A10, o mais famoso – provavelmente – dentro da concorrência, porém, ele ele vale muito a pena.

Assim também acontece contra o Galaxy A20, que já anda com o mesmo custo, porém menor benefício. Salvo para aqueles que apreciam a marca Samsung e dizem que a qualidade é superior pela etiqueta.

É preciso ressaltar que estamos falando dos telefones que são mais conhecidos nessa faixa nebulosa de preço, em que às vezes o aparelho beira os R$1.000 e, de repente, pula pra mais perto de R$500. Há muitos outros, e eles podem ser conferidos em outro artigo que preparamos, sobre os melhores celulares até R$1.000 em 2019.

Design

O design e o acabamento do Moto G6 64GB não deixam a desejar. Com bordar curvas e acabamento em vidro, sua aparência é esteticamente agradável. Além disso, a ergonomia do smartphone faz com que o manuseio com apenas uma mão seja fácil amplo.

Nele, está presente aquela curvatura já conhecida dos aparelhos da Motorola, porém as bordas são ligeiramente mais arredondadas do que outros modelos da marca. Então, é preciso que você esteja atento ao fato de que vai contar comum telefone do tipo rechonchudinho.

Um destaque no Moto G6 64GB é que ele conta com moderna entrada tipo USB-C, incomum em modelos dessa faixa de preço.

Além disso, ele conta com botões apenas na lateral direita, entrada de fones de ouvido e 3 entradas na badeja: duas de cartão SIM, além da MicroSD, para o cartão de memória.

Software

Se você é fã de sistemas operacionais e tudo aquilo que eles proporcionam nos seus updates, é bom estar atento para o quesito Android.

Originalmente, o Moto G6 64GB chega ao cliente com o Android 8.0 Oreo, porém já está apto a receber a atualização para a versão do Android Pie. Entretanto, se você espera receber a versão mais recente do sistema operacional, a Android 10, saiba que essa ainda é uma expectativa comum para quem possui o aparelho.

Apesar de haver muitas especulações, caso você o compre, ainda não está confirmado que poderá contar com atualização mais recente. Além disso, existe a chance de, como já aconteceu em outros momentos, ela ficar restrita às versões Plus da linha G.

Então, é esperar pra ver.

Tela

O Moto G6 64GB conta com display de 5,7 polegadas com resolução Full HD, empregando a tecnologia IPS LCD. Cores, brilho e contraste estão bem parecidos com as do modelo que o precede, o Moto G5S.

Se você o conhecer, então vai saber que a entrega de imagens é bastante satisfatória em ambiente menos iluminados, porém na rua, por exemplo, ou sob muita luz podem desaparecer um tanto quanto.

Além disso, há quem diga que os pretos são pouco intensos.

Performance e Autonomia

Esses são quesitos-chave na hora de adquirir um novo aparelho.

Com relação à performance, a Motorola o equipou o Moto G6 64GB com o chipset Snapdragon 450 octa-core com 1.8GHz, além de 3GB ou 4GB de memória RAM. Isso faz com que o aparelho rode bem atividades do dia a dia, além de permitir que até 12 aplicativos sejam rodados em multitarefa sem pesar no desempenho do processamento.

Caso haja necessidades mais prementes, no sentido de se trabalhar muito com ele, você pode passar algum tipo de trabalho, como lentidão na abertura de apps ou na alternância entre eles.

Outro destaque é que estamos falando do modelo com 64GB (e não do com 32GB), então o usuário poderá desfrutar de um espaço para armazenamento de dados maior do que a média entre seus concorrentes, o que representa um pró bem relevante.

Bateria

A autonomia do smartphone, segundo a Motorola, é para o dia todo, ainda que ela não especifique o que isso significa. São 3.000 mAh, o que representa uma boa média para modelos da sua faixa de preço, e economizar bateria não é verdadeiramente uma necessidade.

O legal com relação à bateria é que ele vem de fábrica com o famosinho carregador turbo, com alimentação de 15W, o permite ao usuário ter 86% de carga total em 1 hora, ou 100% em 1h40.

Se você é daqueles que se importa com passar pouco tempo perto das tomadas, entre seus concorrentes o Moto G6 64GB tem uma posição de destaque garantida.

Câmera

Com relação às câmeras, a Motorola equipou o Moto G6 64GB com dois sensores traseiros e um dianteiro, de selfies, segundo os parâmetros abaixo:

  • Conjunto Traseiro
    • Lentes com 12 MP + 5 MP com auto foco – PDAF
    • Aberturas de  f/1.8 e f/2.2, respectivamente
    • Flash LED
    • Zoom digital 8x
      .
  • Câmera Frontal
    • Lente com 8MP
    • Abertura de f/2.2
    • Flash Frontal

O conjunto de lentes, como um todo, é bom. As fotos rodam de maneira agilizada, sem travamentos, e suas cores e definição são agradáveis. Ainda assim, em ambientes com luz fraca, o resultado pode ser abaixo do esperado, com fotografias apresentando aqueles granulados indesejados, em baixa escala, vale ressaltar. Se vai agradar ao usuário ou não, vai depender de de qual modelo você está vindo.

A câmera de selfies do Moto G6 64GB também é adequada – agora – à sua faixa de mercado, entregando bons resultados ao fotógrafo. Contudo, vale dizer que os resultados em ambientes com pouco iluminação, assim como acontece com o conjunto traseiro, são um pouco abaixo do esperado.

Conclusão

Num quadro geral, o Moto G6 64GB é um bom telefone, se você pretende gastar algo em torno de R$800. Como todo modelo, há prós e contras, e é difícil de agradar a gregos e troianos. Contudo, o modelo proporciona uma experiência acima da média quando comparado a seus concorrentes diretos. Abaixo (por pouco), contudo, da do Moto G7 64GB, que custa em torno de R$50 a mais.

Além disso, entre os prós se destacam o carregador turbo e o resultado fotográfico, sobretudo agora, depois da queda vertiginosa de preço pela qual ele foi acometido. Isso, porque à época do lançamento, custando R$1.299, ele tinha atributos duvidáveis pela grana que custava. Hoje, louváveis.

Se você gostou do nosso conteúdo e quer saber mais sobre tecnologiaplanos e pacotesdicas e curiosidades, acompanhe o Compara Plano. Estamos muito satisfeitos em te ver por aqui!

moto g6 64gb