iPhone de 2021 chegará ao mercado sem fio algum

O iPhone de 2021 deve causar uma revolução no mercado. Sem nenhuma entrada física, terá todos os periféricos, inclusive carregador e fone, sem fio algum. É claro: é tudo especulação! Porém, fato é que muitas vezes os especuladores acertam em cheio.

Assim sendo, vale a pena conferir o que andam dizendo as boas línguas sobre o lançamento da Apple do ano que vem pra ver quanta mudança esperar em termos de tecnologia. E, vale antecipar, algumas são superlegais!

Leia mais: Como economizar: aplicativos e dicas para reduzir despesas

iPhone de 2021

Ming-Chi Kuo costuma fazer previsões acertadas sobre os novos modelos a serem lançados pela Apple. O analista é especializado na empresa da maçã, e dessa vez, ele foi além, dizendo que o iPhone de 2021 não terá nenhuma entrada física. Nem mesmo a da bateria.

Há tempos que as gigantes do segmento de telefonia móvel vem trabalhando, apresentando e aperfeiçoando cada vez mais as inovações lançadas no mercado. Entre elas, as que liberam o usuário dos fios são algumas das mais interessantes, sempre.

Os fones de ouvido por bluetooth ou wireless já são abundantes no mercado, inclusive por preços modestos, pois sua popularização já está consolidada. Porém, o carregamento de gadgets sem fio, com a tecnologia Qi de indução, ainda está conquistando seu espaço. E o que se espera da Apple, agora, é que todas essas modernidades sejam conjugadas em um único aparelho.

O resultado previsto é, então, que o iPhone de 2021 não conte com nenhuma entrada física. Ou seja, aqueles furos que recebem fones e carregadores não vão estar presentes, e o telefone vai ser lacrado. Ressaltamos, porém: é tudo especulação, mas de fonte ‘confiável’!

Entre outras novidades (sem confirmação) que circulam, vale dizer que andava sendo prevista a entrada USB-C para os modelos da Apple, fato que agora é contrariado, pelo menos para o iPhone de 2021. Se o carregamento por indução se confirmar, a empresa quer realmente chegar com o telefone mais avançado do momento muito em breve.

O carregamento Qi nos iPhones

O carregamento com a tecnologia Qi nos iPhones não é nenhuma novidade, assim como não o é em outras fabricantes do segmento.

Na Apple, por exemplo, é possível contar com a funcionalidade desde 2017, e carregadores como o Belkin Boost Up são os mais indicados para celulares iPhone 8 e seguintes.

Contudo, por estarmos falando de um telefone sem entradas físicas, não haveria mais cabo carregador. Isto é, se realmente o boato se confirmar, é preciso saber se o bloco de carregamento irá acompanhar o modelo na hora da aquisição.

Nos modelos mais recentes, com o suporte à recarga rápida, o carregador turbo da Apple, com 18W, não acompanha nem mesmo o iPhone 11 Pro Max, top de linha. Tudo é vendido separadamente. E o carregador por indução começa em R$360, sendo que o Belkin alcança R$719 na iPlace online.

Então, ou o preço do iPhone de 2021 chegará com um incremento substancial, ou demandará um tipo de ‘compra casada’, o que não seria nada legal, né, Apple?

 

Fones de ouvido no iPhone de 2021

Um segundo impacto a ser considerado caso esses rumores se confirmem diz respeito ao fone de ouvido.

Tradicionalmente, os iPhones são acompanhados de EarPods, os fones mais comuns da marca, os quais contam com cabos para conexão. Porém, sem entradas, o iPhone de 2021 demandaria o uso de AirPods, ou de outro modelo de fone sem fio, e, provavelmente, esse incremento também cause um aumento no valor do gadget.

Só pra se ter uma ideia, os AirPods de primeira geração, que já nem são mais vendidos na loja oficial da Apple, só são encontrados por R$900, no mínimo. Os de segunda, na iPlace, começam em R$1.439, enquanto os AirPods Pro, com carregamento por indução, em R$2.024.

Então, será que eles chegarão de graça para o usuário? Pois parece pouco provável.

 

Os lançamentos esperados

Aqui, estamos falando do iPhone de 2021. Porém, pulando um ano, certo?

Como os lançamentos da Apple acontecem sempre no segundo semestre, antes de o iPhone de 2021 chegar, ainda temos o iPhone 12, no segundo semestre de 2020. Você pode ler mais sobre as primeiras especulações do iPhone 12 aqui, sabendo que nenhum rumor foi confirmado pela fabricante – como é de praxe. E que, nos últimos dois meses, algumas especulações foram atualizadas.

A maior novidade agora em 2020 é que, provavelmente, o iPhone abandonará as linhas curvas e o design arredondado e retomará as linhas do iPhone 4, com laterais planas e metalizadas. Ele ficaria mais ou menos assim, segundo a previsão do site Phone Arena:

iPhone de 2021

Além disso, serão retomados os modelos menores, sendo um deles o iPhone 12 SE 2. Há divergências em tudo o que anda sendo dito, porém é citação constante nos bastidores que haverá pelo menos um modelo com 5,4 polegadas.

Kuo, um pouco menos prudente, chegou a prever o SE 2 com 4,7 polegadas, o que representaria uma redução brusca, até para quem andou antevendo as 5,4 polegadas do iPhone 12. Nele, por conta da redução de dispositivos e espaço, não haveria FaceID, somente o reconhecimento biométrico, conjugado com o botão Liga/Desliga na lateral.

Ademais, ele não contaria com o botão físico no display, por conta do espaço reduzido.

iPhone de 2021

Além desses, o top de linha teria 6,7 polegadas, seguindo a tendência dos celulares com tela grande recente, e seu coirmão teria 6,1″. Outra distinção entre os modelos é que somente esses conteriam o sistema 3D ToF para o conjunto fotográfico, o sensor que permite o desfoque do fundo da imagem.

 

Outra novidade no lançamento do iPhone de 2021

Tradicionalmente, aguardamos o segundo semestre para conhecer os modelos de iPhone do ano. Porém, o iPhone de 2021 contará com uma mudança significativa.

Em vez de um único lançamento, para 2021 estão previstas – sem confirmação oficial – duas datas, uma em cada semestre do ano. Assim, os modelos de entrada da marca chegariam antes, com preços mais acessíveis, enquanto os tops de linha, no calendário normal. Ou seja, as cerejas do bolo ficam para o final.

Segundo o jornal sul-coreano ETNews, o segundo semestre de 2021 coincidiria com algumas inovações em termos de tecnologia de telefonia móvel. Os iPhones top vão apresentar, então, o chipset A14 Bionic, a conectividade 5G e ainda o suporte para o headset de realidade aumentada.

Além disso, todos os modelos desde 2020 já devem chegar com taxa de frequência superior à dos modelos atuais. Isso significa que, em termos de display, os iPhones a partir de agora serão realmente assombrosos na experiência visual proporcionada ao usuário.

Apesar de se tratar de especulação do início ao fim, geralmente há uma grande taxa de acerto nas duas fontes que andam projetando aquilo que a Apple deve apresentar tanto para o iPhone 12 quanto para o iPhone de 2021. Então, é esperar com os dedos cruzados pra ver.

Leia mais: Quer internet? Veja planos da melhor operadora do Brasil!

Se você gostou do nosso conteúdo e adora tecnologia, então acompanhe o Compara Plano. Estamos muito satisfeitos em te ver por aqui!

iPhone de 2021