Veja como gravar vídeos com qualidade no smartphone

Seja como uma estratégia da sua empresa ou apenas para socializar com amigos, o vídeo é o mais promissor formato de comunicação digital e a grande tendência para o futuro. No entanto, ainda que possa parecer simples, gravar vídeos é uma tarefa que requer atenção, tanto no conteúdo quanto na técnica. 

Isso porque a gravação de vídeos ficou bastante comum por meio de dispositivos móveis como celulares e smartphones. Afinal, as câmeras dos aparelhos estão cada vez mais potentes e com atributos próximos de equipamentos profissionais. No entanto, apenas um bom aparelho não basta.

Neste artigo você vai conferir quatro dicas de como gravar vídeos com qualidade utilizando o seu smartphone. São lembretes importantes na hora de manusear seu smartphone e também sugestões refletir quando for planejar o conteúdo para fins profissionais. Outra dica importante é manter sempre um bom plano da Claro ou da TIM para acessar vídeos na internet sem incomodação.

Confira abaixo!

Leia também: Veja 11 ótimos aplicativos para editar vídeos no celular

CONFIRA AS OPÇÕES DE PLANOS DA CLARO QUE MAIS DE ADAPTAM A VOCÊ!

1. Gravar vídeos com iluminação e enquadramento corretos

Lembre-se da importância que a iluminação tem na hora de fotografar e aplique esse cuidado também quando for gravar vídeos. Entender o direcionamento da luz é um ponto chave para melhor a qualidade da suas gravações.

Iluminações naturais são sempre bem-vindas, mas tenha cuidado com dias ensolarados, por exemplo. O ideal é que a cena esteja com uma exposição ao sol de maneira uniforme e que o ângulo da luz não esteja de frente com a lente da câmera.

Caminhe e experimente diferentes posicionamentos para testar qual a iluminação mais adequada à sua filmagem. Faça isso mantendo em mente outro ponto essencial para gravar vídeos: o enquadramento. É pensando, planejando e testando o enquadramento que você conseguirá atingir composições que impressionam e que são agradáveis aos olhos de quem irá assistir o seu conteúdo.

Uma das regras de composição mais básicas mas extremamente efetivas é a regra dos terços. Em resumo, você divide a tela em três terços iguais tanto verticalmente quanto horizontalmente. Isso resultará em quatro pontos de convergência entre essas linhas no centro da imagem (os quatro cantos do quadrado central).

A teoria aponta esses quatro pontos como locais ricos da sua imagem. Ou seja, posicione nesses pontos os elementos que serão importantes na imagem, como o rosto de uma pessoa, por exemplo.

Algo que pode facilitar na hora de pensar a composição do seu vídeo é a função de grade de enquadramento, presente nas câmeras de praticamente todos os smartphones. É um recurso que pode não estar disponível no modo de vídeo, mas você pode utilizá-lo no modo fotográfico apenas para pensar o enquadramento da sua gravação e alterar em seguida.

Leia também:  PicsArt: confira 10 tutoriais de edição de fotos no app

2. Atenção ao foco na filmagem

Outro elemento muito importante para gravar vídeos com qualidade é o foco da imagem. Quando você está fotografando com o celular, provavelmente já faz uso da alternativa de foco manual, tocando sobre o ponto da imagem no qual deseja que a lente capture com nitidez.

No modo de vídeo o foco da imagem pode ser um problema quando vai parar em algum elemento indesejado. Por esse motivo, o foco automático é, em geral, o modo mais recomendado para gravar vídeos.

Porém, para gravar detalhes muito próximos ou um elemento estático (como alguém falando com a câmera, por exemplo) busque pela função de foco manual ou bloqueio de foco. Isso vai garantir que a nitidez permaneça sempre no objeto ou pessoa que estiver naquela mesma faixa de distância.

Leia também: Saiba como baixar vídeos do Instagram em diferentes dispositivos

3. Pense nos detalhes ao gravar vídeos

Algumas dicas podem parecer simples, mas ao mesmo tempo vão fazer a diferença na qualidade do seu vídeo. Para vídeos utilizando a câmera traseira e com uma movimentação suave, segure seu aparelho com as duas mãos e com seus braços apoiados no próprio corpo para dar mais estabilidade.

Nesse quesito, investir em um tripé para celular também pode ser uma saída interessante. Aqui no blog do Compara Plano já abordamos o assunto em um artigo com dicas de tripés  e outros acessórios para quem curte fotografar com o smartphone, clique aqui para conferir.

Verificar a bateria do seu aparelho e a situação do armazenamento interno também pode parecer algo banal, mas muito importante para evitar perder tempo e até parte do seu material gravado.

Pense também sobre como você quer e acredita que esse conteúdo será consumido pelo seu público. Se tem certeza que o seu vídeo será assistido apenas em celulares, como nos Instagram Stories, por exemplo, tudo bem gravá-lo na vertical. Entretanto, para visualização em telas de computador, as gravações em modo paisagem (na horizontal) são definitivamente mais agradáveis.

Leia também: Como baixar vídeos do YouTube de maneira fácil e rápida?

CONFIRA OS MELHORES PLANOS DA TIM PARA O SEU CELULAR

4. Conteúdo sintético ao gravar

Essa é uma dica que serve principalmente para quem busca gravar vídeos com finalidades profissionais. Se você utilizar o formato de vídeo apenas para se comunicar com seus amigos, é provável que estes lhe darão atenção mesmo que o conteúdo seja mais extenso e menos direto ao ponto. Afinal, são seus amigos.

Entretanto, quando o seu público alvo é também seu cliente é preciso levar em conta a velocidade com que tudo acontece na internet e na vida contemporânea de modo geral. Prender a atenção nos primeiros segundos e dar o seu recado sem florear a mensagem em excesso são dicas de ouro para se dar bem com o uso de vídeos nas redes sociais do seu negócio.

Separar um tempo previamente para escrever um roteiro com certeza fará diferença no resultado final. Quanto ao uso ou não de roteiros, dois erros são muito comuns. O primeiro é buscar espontaneidade e gravar sem nenhum planejamento.

Na grande maioria das vezes isso resultará em um conteúdo que pode até ter feito sentido em algum momento na sua cabeça, mas que se concretizou em uma mensagem transmitida de forma confusa.

O segundo erro é o uso de roteiros extremamente detalhados e que engessam a gravação, tirando a espontaneidade e afastando o público que terá dificuldades em se relacionar com o conteúdo. Por esses motivos, na hora de elaborar um roteiro busque um meio termo entre a ausência completa de planejamento e um script muito rigoroso.

Leia também: Dicas para fazer uma boa transmissão ao vivo no Instagram

Gravar vídeos: utilize nossas dicas!

Quer mais dicas, notícias, indicações e análises sobre o mundo da internet e da tecnologia? Fique de olho em nosso blog. Lembre-se também que é sempre importante ter um bom plano da da Claro ou da TIM para não ter problemas ao subir seus vídeos para as redes sociais.

 

Publicamos novos artigos todos os dias! Além disso, confira também nossa série de e-books gratuitos em nossa seção de materiais ricos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Contrate via chat