O que é o Google Family Link? Entenda o app de controle parental

Por mais que a gente saiba que a internet é uma ótima ferramenta para instruir e educar as crianças, precisamos ter em mente que é onde muitas também tem acesso a conteúdos inapropriados. Por conta disso, o Google criou uma ferramenta chamada Google Family Link.

Se você quer se sentir mais seguro ao liberar o computador e o celular para seus filhos, é importante manter um monitoramento. Dessa forma, você evita que eles tenham acesso a conteúdos que não são adequados para a idade.

Além disso, com esse app, os pais não correm mais risco de seus filhos fazerem compras sem autorização, por exemplo!

Se você quer saber o que é o Google Family Link e como ele funciona, acompanhe!

Saiba maisGoogle Keep: saiba o que é e como usar essa ferramenta

CONFIRA AS OPÇÕES DE PLANOS DA CLARO QUE MAIS DE ADAPTAM A VOCÊ!

O que é o Google Family Link

O Google Link Family é um aplicativo que limita o acesso à internet. Ele normalmente é utilizado para monitorar o acesso das crianças à internet para que os pais possam protegê-los contra conteúdos inadequados.

Esse monitoramento funciona para o computador, smartphone ou tablet, sendo que é possível não apenas controlar o que seu filho assiste e baixa, como também por quanto tempo ele pode ficar conectado.

Ele foi projetado pensando em crianças até 13 anos, porque, na maioria dos países, o Google permite que se crie uma conta pessoal a partir dessa idade. No caso de crianças mais novas, também será necessário criar a conta, mas é você quem fará isso, já que é nela que será feito o monitoramento e o controle de acesso à rede.

Pode ser usado tanto em dispositivos com o sistema operacional Android, quanto iOS.

Como funciona o Google Family Link

Primeiramente, você deverá criar a conta do Google para seu filho. No próprio aplicativo do Family Link você consegue fazer isso. Em segundo lugar, você precisará que seu próprio dispositivo tenha o sistema operacional 4.4 KitKat ou posterior, se for Android e iOS 9 ou posterior, se for um iPhone.

O dispositivo que seu filho vai suar também precisa ter pelo menos um Android 7.0 Nougat ou posterior, apesar de que com o Android 5.0 e 6.0 também funcionam.

Além disso, você também terá que ter a sua própria conta no Google.

Se você já tem um Android 10, o Family Link já foi incorporado pelo Google nas configurações principais. Dessa forma, basta seguir os passos:

  1. Entre em “Configurações”;
  2. Clique em “Bem-estar digital e controle dos pais”;
  3. Clique no ícone de + no canto superior direito para adicionar a conta do seu filho ao grupo;
  4. Siga as instruções na tela.

Lembrando que você só poderá utilizar uma conta do Family Link por dispositivo. Além disso, o Google vai sugerir automaticamente as configurações apropriadas pela idade do seu filho. No entanto, é mais garantido que você faça a própria configuração.

Como filtrar conteúdo pelo Google Family Link

Para filtrar o conteúdo pelo app, você deve seguir os seguintes passos:

  1. Entre no aplicativo e toque no perfil do seu filho;
  2. Clique em “Gerenciar configurações”;
  3. Escolha o conteúdo que ele pode acessar e quais filtros devem ser aplicados.

Se você quiser, pode tanto criar filtros para bloquear um tipo de conteúdo, como violência ou sexualmente explícito, ou você pode fazer uma lista de sites aprovados e, caso seu filho deseja abrir um site que não está na lista, poderá solicitar acesso.

É possível também utilizar o filtro na pesquisa do Google ativando o “Pesquisa segura”, no entanto o Google não se responsabiliza que seu filho não conseguirá ter acesso a sites inadequados dessa maneira.

Leia também: Google Translate: tudo o que você precisa saber sobre a ferramenta

Como gerenciar os aplicativos pelo Google Family Link

Com o Google Family Link, você também pode gerenciar os aplicativos que seu filho baixa e usa. Dessa forma, toda vez que ele tentar baixar um app na Play Store, você receberá uma notificação no seu dispositivo com o nome do aplicativo, já indicando a classificação do mesmo.

Essa classificação é baseada nas classificações de conteúdo da organização americana Entertainment Software Rating Board (ESRB) e define a maturidade da pessoa a utilizar o app.

Esse sistema de classificação normalmente é composto das seguintes letras:

  • EC para Early Childhood: produto destinado para crianças com mais de 3 anos;
  • E para Everyone: nesse caso, o produto é adequado para crianças acima de 6 anos;
  • E10+ para Everyone 10+: nesse caso, é impróprio para menores de 10 anos;
  • T para Teen: impróprio para menores de 13 anos;
  • M para Mature: contém conteúdo considerado impróprio para menores de 17 anos;
  • AO para Adults Only: conteúdo impróprio para menores de 18 anos, ou seja, podem conter cenas de sexo explícito;
  • Blood e Gore: indicam que o conteúdo contém sangue.

Gerenciar quais apps podem ser baixados

Para fazer esse gerenciamento do que seu filho pode baixar, você deve seguir os seguintes passos:

  1. Entre no aplicativo e toque no perfil do seu filho;
  2. Clique em “Gerenciar configurações”;
  3. Clique em “Controles no Google Play”.

Gerenciar um app já baixado

Se o aplicativo já estiver baixado e você quiser controlar o acesso a ele, como por exemplo, o uso da câmera, ou o acesso à internet de um jogo, você segue os seguintes passos:

  1. Entre no aplicativo e toque no perfil do seu filho;
  2. Clique em “Gerenciar configurações”;
  3. Clique em “Aplicativos Android”;
  4. Toque no aplicativo que você deseja gerenciar;
  5. Clique em “Permissões”.

Para desfazer a permissão ou bloquear totalmente o app:

  1. Entre no aplicativo e toque no perfil do seu filho;
  2. Clique em “Gerenciar configurações”;
  3. Clique em “Aplicativos Android”;
  4. Toque no aplicativo que você deseja gerenciar;
  5. Ative ou desative o “Permitir aplicativo”, dependendo da sua decisão.

Como saber o que seu filho está fazendo no celular

Você pode receber um relatório semanal e mensal que mostrará quanto tempo seu filho passou em cada um dos aplicativos que ele tem baixados.

Dessa maneira, você conseguirá gerenciar a quantidade de tempo que ele passa em certos aplicativos, bem como bloquear os apps que você acha que ele está usando demais e que podem atrapalhar seu rendimento na escola, por exemplo.

Leia também: Como ativar o Google Assistente? Confira o passo a passo

Como limitar o tempo de tela

Você pode tanto definir um limite diário de tempo que seu filho utiliza o celular ou ainda, pode ajustar um a “hora de dormir”.

Para definir o tempo limite você segue os seguintes passos:

  1. Entre no aplicativo e toque no perfil do seu filho;
  2. Clique em “Editar limites”;
  3. Defina um número de horas e minutos que seu filho poderá usar o celular.

Para o “hora de dormir”, os passos são os seguintes:

  1. Entre no aplicativo e toque no perfil do seu filho;
  2. Clique em “Editar programação”;
  3. Selecione uma janela de tempo que seu filho não poderá desbloquear o dispositivo.

Essa janela pode variar entre dias de semana e finais de semana, se você preferir.

Caso esses limites não funcionem, saiba que é possível bloquear o acesso ao dispositivo a qualquer momento. O Google Family Link tem uma opção chamada “Bloquear agora”, que pode ser ativado e desativado quando você quiser.

Como rastrear a localização

Para você saber onde seu filho está quando ele não atende ao telefone, você pode utilizar o recurso de rastrear a localização. Saiba como:

  1. Entre no aplicativo e toque no perfil do seu filho;
  2. Clique em “Gerenciar configurações”;
  3. Clique em “Localização”;
  4. Verifique se “Ver a localização” está ativada. Para isso, seu filho deve estar conectado à internet, se não, mostrará o último local que ele esteve quando estava conectado;
  5. Um mapa aparecerá mostrando a localização. Você pode expandi-lo e aumentar o zoom.

Se seu filho não estiver online, o mapa mostrará as imagens em cinza, além de informar quando foi a última atualização.

CONFIRA OS MELHORES PLANOS DA TIM PARA O SEU CELULAR

Leia também: Google Maps Anônimo: saiba como usar a nova função

E você? O que achou do Google Family Link? Será útil para sua família? Conta pra gente se você já usou e como está sendo a experiência!

Enfim, se você gostou do nosso conteúdo e quer saber mais sobre outros assuntos, como tecnologia, planos e pacotesdicas e curiosidades, continue acompanhando o Compara Plano.

Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Contrate via chat