Facebook Marketplace: saiba como funciona o mercado da gigante social

A Facebook Inc. é uma gigante! É como um Golias contra inúmeros Davis, seja qual for o segmento de que estejamos falando, e temos vários exemplos para comprovar essa afirmação: Instagram, WhatsApp, o próprio Face. E, como o grupo não para de se expandir, também aposta no Facebook Marketplace.

Todos os brasileiros conhecem ou fazem uso de plataformas como Mercado Livre, OLX ou Enjoei para realizar algum tipo de transação comercial. Seja pra comprar um produto mais barato com aquela boa e velha pechincha, um produto usado e estimular o consumo consciente, comprar um produto de um vendedor próximo e encorajar o mercado local, tratam-se de recursos valiosos na hora de comprar ou vender.

Para entrar nessa briga, a gigante resolveu apresentar o Facebook Marketplace. Trata-se de uma área dentro do Facebook destinada à oferta de bens por usuários particulares, de interface intuitiva e manejo simples, bem simples!

Se você quer saber mais, vai adorar o post, pois vamos explicar tudo sobre esse ‘lugar’ de compra e venda que está disponível na internet.

O que é o Facebook Marketplace?

O Facebook Marketplace está mais pra uma plataforma similar ao OLX do que qualquer outra coisa. Trata-se de uma área do Facebook na qual usuários podem anunciar objetos e seu valor ou sua contrapartida de maneira simples, assim como se fosse feita uma postagem na rede social.

Por exemplo, se você tem um objeto de valor em casa, porém deseja se desfazer dele, basta ir a essa entrada no Facebook e fazer uma postagem. Na sequência, os usuários do recurso vão ver o seu produto com uma etiqueta de valor, além de ver o seu nome.

Então, eles podem fazer contato diretamente com você, tirando dúvidas, fazendo ofertas e acertando a entrega, caso a negociação seja bem-sucedida.

Apesar de haver ‘marketplace’ no nome, é preciso notar que não existe (pelo menos não por enquanto) a possibilidade de a transação ser finalizada pela página, com pagamentos e interligação a Correios ou transportadoras.

Então, a entrega e o pagamento precisam ser acordados entre os usuários, e a rede não se responsabiliza por nenhuma etapa.

Por isso ele não concorre diretamente com Mercado Livre e Enjoei, por exemplo. Nessas plataformas, o comprador paga pelo próprio site, enquanto o vendedor se responsabiliza, na maioria das vezes, por postar o objeto.

No caso do OLX e do Marketplace do Facebook, só se colocam em contato potenciais partes da transação, e a finalização do negócio depende do esforço mútuo de ambas.

Leia também: Como ganhar dinheiro com as redes sociais. Veja no nosso e-book gratuito!

Como funciona o Facebook Marketplace?

O Facebook Marketplace funciona como uma rede social para vendedores e compradores, os dois tipos de usuários que fazem uso dela. A dinâmica é bastante simples e intuitiva, e vamos explicar como funciona para cada um deles.

Marketplace para vendedores

Se você quer vender um bem, primeiro precisa acessar a sua conta do Facebook. Depois, você precisa ir até a aba do Marketplace, logo abaixo do Messenger na versão para desktop, e em um ícone na parte superior da interface da versão mobile.

Logado, você precisa seguir os três passos abaixo, bem similares aos de postagens comuns:

  1. Descrever o produto que você quer negociar
    Aqui, negociar começa pela descrição, pois a rede te fornece algumas opções, e você vai selecionando aquelas que condizem com o seu objeto.
    Algumas das opções são ‘aluguel’, ‘veículos’, ‘artigos’.
    Além disso, você preenche o resto das informações necessárias, como lugar de transação e preço do bem (ou contrapartida, pois você pode ofertar trocá-lo).
  2. Anexar imagens do item a ser negociado
    Nessa etapa, você pode fazer o upload de até 10 imagens do bem a ser transacionado.
  3. Clicar no botão ‘Publicar’
    Clicando no botão ‘Publicar’, o seu produto estará aparecendo no Facebook Marketplace como disponível para todos os usuários potencialmente interessados.

Marketplace para compradores

Para compradores, o Marketplace do Facebook é, igualmente, bastante intuitivo, como uma rede de busca de preços e objetos. Logado no Facebook, basta acessar a entrada da seção e fazer o seguinte:

  1. Inserir o nome do que você está buscando
    Há uma entrada de busca na qual você digita, por exemplo, o tipo de produto que quer, mais ou menos especificamente, como ‘tênis’ ou ‘tênis Nike’.
  2. Seleciona os filtros desejados
    O Marketplace permite que sejam filtrados os resultados por ‘preço’, máximo e mínimo, ‘lugar’, por distância da sua localização em km, e ‘ordenação’, se você quer ver primeiro as publicações mais baratas ou as mais recentes.
  3. Negociar aquele bem que você tanto deseja
    Encontrado o bem, você acerta a entrega e o pagamento e corre pro abraço!

Vantagens do Marketplace do Facebook

Se existem outras plataformas de compra e venda entre particulares, com nomes tão consolidados como o OLX, por que usar o Facebook Marketplace? Se você pensou isso, vamos te dar algumas respostas bem interessantes.

Praticidade

Essa plataforma é realmente prática e ágil. É como falar com um amigo pela rede social, porém falando com um interessado em um bem. Além disso, não existe a necessidade de ter um acesso único, com um app específico nem nada assim. A sua senha e o aplicativo do Facebook são suficientes.

Abrangência

O Facebook tem 102 milhões de usuários no Brasil, ou seja, o equivalente a metade da população brasileira. É muito comprador ou vendedor em potencial.

Comércio local

Lembre-se de que o Facebook tem todos os seus dados, o que significa que, ao usar o Facebook Marketplace, você vai estar se conectando, num primeiro momento, com quem está perto de você. Como a entrega precisa ser acertada por particulares, é bem possível que você opte por receber ou entregar em mãos, tanto objeto quanto money. Então, essa etapa não pode demandar que você não vá do Oiapoque ao Chuí para concluir a venda. Vale dizer, portanto, um estímulo para o comércio local e consciente!

Facebook Messenger

Todo mundo sabe como usá-lo, e é por ele que são sanadas as dúvidas e acertadas as etapas da transação. Nada melhor do que usar um recurso com o qual você sabe lidar.

Pagamento

Como o Facebook Marketplace não finaliza pagamentos, você não precisa pagar nem pra usá-lo nem comissões por venda. Melhor do que receber todo o dindim é começar a vender logo!

Dicas para bons anúncios no Marketplace

Alguns detalhes podem servir de ponte entre o anúncio e a venda realizada. Então, atente-se ao seguinte:

  • Palavra-chave
    Seja objetivo. “Sapato esportivo em lona com sola de borracha” vai demorar mais a ser encontrado do que “tênis”, por exemplo.
  • Imagem
    Lembre-se de que a propaganda é a alma do negócio, e ela vai ser moldada pela foto, com certeza! Então, capriche na fotografia, com clareza, ângulos, dimensão do bem na foto. Tudo isso contribui.
  • Descrição
    Seja sincero naquilo que você está empregando como descrição do bem. Se a realidade das imagens não condisser com a descrição, você já vai estar sob suspeita do comprador. Além disso, recorde-se de que, nas redes sociais, é bastante fácil de marcar pessoas como negativas, seja por comentários, seja por avaliações. Então, é melhor que você seja prudente na hora de formular uma descrição.

Então, está pensando em comprar ou vender e acha que vale a pena dar uma pesquisada no Facebook Marketplace? Agora você tem todas as informações necessárias para fazer um excelente uso dessa nova ferramenta. É só começar a navegar!

Veja também como montar uma loja para venda de produtos pelo Instagram.

Se você gostou do nosso conteúdo e quer seguir sabendo tudo sobre tecnologia, planos e pacotes, dicas e curiosidades, acompanhe o Compara Plano. Estamos muito satisfeitos em te ver por aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Contrate via chat