App Defense Alliance deve melhorar a segurança dos aplicativos

Defense Alliance

Assim como em todos outros ambientes, nosso celular também precisa estar seguro. Mesmo fazendo backups e configurando o PIN, precisamos ter a certeza de que nenhum vírus se instalará no aparelho. Dessa forma, protegemos nossas informações pessoais, arquivos e até senhas. Pensando nisso, foi criado o app Defense Alliance.

Você já ouviu falar dele?! Bom, para os usuários do Android, essa é a nova defesa contra invasores nos aparelhos móveis. Continue a leitura para conhecer mais sobre o aplicativo, como ele funciona e quais as empresas que o desenvolveram. Confira!

Leia mais: Tecnologias que vão mudar a sua vida até 2030

Defense Alliance: o que é?

Em novembro de 2019, o Google anunciou o app Defense Alliance. Com ele, os malwares que estão dentro de aplicativos perigosos não conseguirão chegar à Play Store. E, para alcançar esse objetivo, a empresa buscou parcerias com outros nomes muito famosos no meio de segurança digital.

Dessa forma, o Google está contribuindo para que seu usuário não caia em ciladas. Por exemplo, quando você precisa de um aplicativo para determinada função e baixa qualquer um da loja, porém esse app está carregado de vírus que podem infectar seu celular em questão de segundos.

Segundo o relatório da Sensor Tower, no terceiro trimestre de 2019, o Brasil é o terceiro país que mais baixa aplicativos. E, na Google Play, estamos em segundo lugar, com 2 bilhões de download. 

Isso, pois seus usuários não têm culpa de acreditar em aplicativos ofertador na plataforma, até porque nós imaginamos que o Google faça uma triagem de qual app ele deixará na Play Store e qual será barrado. Apesar de haver uma inspeção prévia, alguns passam despercebidos por conter vírus muito bem escondidos.

Por isso, com a ajuda de outras empresas, desenvolveram o Defense Alliance, para que assim o usuário se sinta mais seguro ao fazer o download na loja oficial do Android, não caindo em roubadas que o sujeitem a perder informações e arquivos preciosos.

📲A internet do seu celular acaba rápido?

Venha para a TIM e navegue à vontade!

O Defense Alliance é capaz de detectar aplicativos que podem prejudicar aqueles que o baixarem e rapidamente já os impede de chegar à Play Store. Assim, passa-se mais segurança para seus usuários.

Defense Alliance: como funciona

O Defense Alliance é capaz de passar filtros de proteção em novos aplicativos que são colocados na Play Store. Nas primeiras semanas de uso, o Google já conseguiu remover 13 aplicativos com malware que juntos tinham mais de 2 bilhões de downloads. Inclusive, alguns deles se dizem antivírus para celular.

Antes do Defense Alliance, quando o desenvolvedor subia seu aplicativo na Play Store, ele era verificado pelos funcionários do Google com dois sistemas: o Bouncer e o Google Play Protect. Com esses dois, a empresa já conseguiu prevenir milhares de apps maliciosos de estarem presentes na loja.

Porém, alguns conseguiam passar por essas duas proteções, dessa forma levando vírus para seus aplicativos e transmitindo-os para os aparelhos que os baixavam. 

Para isso, eles usavam um sistema de entrega em vários estágios com o uso de droppers – o usuário baixa um app inocente, que passou pela verificação, e depois esse mesmo aplicativo baixa e instala outro com o vírus.

Outro método muito utilizado é adiar o comportamento suspeito do aplicativo por horas ou por dias. Dessa forma, os testes do Google não detectavam nada, porém, depois de um tempo, o vírus começava a agir. Mas, até isso acontecer, ele já estaria na Play Store com alguns downloads já feitos. 

Para evitar isso, o Defense Alliance atua em conjunto com o Google Play Protect e seus parceiros combatendo todas as ameaças antes de elas chegarem à loja. Sendo assim, ele atua como mais uma etapa no processo, complementando o trabalho dos outros softwares.

Unificando os mecanismos de proteção, o Google garante que será mais difícil para que aplicativos maliciosos passem pelos seus softwares por conta das melhorias nas verificações dos apps antes que sejam publicados na Store.

Empresas que fizeram parte do desenvolvimento

Junto com o Google, ESET, Lookout e Zimperium se uniram para criar o app Defense Alliance. Essas empresas são especializadas em cibersegurança, que ajudaram analisando os aplicativos, identificando-os e barrando as ameaças. 

Para isso, usavam suas diferentes tecnologias executando as análises e consequentemente aumentando a eficiência do Defense Alliance. Uma vez que cada uma das empresas têm um tipo de conhecimento diferente, só acrescentam para o projeto.

ESET

A ESET é um dos membros que estão no projeto desde o início do trabalho, lá em novembro de 2019. Essa é uma empresa que tem experiência em detectar os aplicativos com vírus. Foram eles que descobriram trojans bancários, spyware e ransomware. Assim, avisam o Google sobre determinado app potencialmente prejudicial antes que ele esteja disponível na Play Store.

Para isso, a ESET utiliza seu motor de análise – que já foi premiado – para avaliar os aplicativos que querem estar na Play Store, identificando qualquer perigo em potencial vindo até de apps que parecem inocentes, e barrando suas entradas na loja do Android. Então, garantindo a segurança para que o usuário não coloque seu smartphone em risco.

Para que o Defense Alliance desse certo, o Google reuniu diversas empresas com renome no mercado de segurança no setor da telefonia móvel. A ESET, por exemplo, é autora de diversas investigações sobre cibersegurança publicadas no reconhecido site WeLiveSecurity.

O pesquisador de segurança Lukas Stefanko, que trabalha na ESET, divulgou que foram achados 172 aplicativos perigosos que estavam disponíveis na Play Store e, ainda, somavam mais de 335 milhões de downloads. Num ano, são cerca de 2.500 apps infectados e quase 3,8 bilhões instalados.

Lookout e Zimperium

A empresa Lookuot usa 80 milhões de códigos binários e telemetria de aplicativos para identificar apps maliciosos. Dessa forma, traz um conhecimento diferente das demais, ajudando a fortalecer o Defense Alliance.

Já a Zimperium traz para o projeto um mecanismo de inteligência artificial capaz de ensinar a máquina a identificar um comportamento considerado prejudicial. Assim, o software consegue analisar todos os aplicativos e localizar aqueles que contêm algum tipo de vírus.

Somando os conhecimentos das quatro empresas, o Defense Alliance consegue fazer uma verificação em várias etapas, examinando os aplicativos na fonte, antes de eles entrarem, de fato, na Play Store.

Isso se mostra fundamental num mundo que está cada vez mais conectado pelo celular. Segunda a Kaspersky, foram identificados 116,5 milhões ataques a dispositivos móveis em 2018.

Aplicativos antivírus para o Android

Como vimos, o Google está buscando sempre novas formas de não deixar que aplicativos mal-intencionados entrem na Play Store, como o Defense Alliance.

Mas, se mesmo assim você ainda está desconfiado ou preocupado com os dados do seu celular, fique calmo. Vamos te mostrar uma lista com alguns aplicativos antivírus reconhecidos.

AVG Antivírus 

Esse antivírus é reconhecimento em todo o mercado por ser um dos nomes principais para computadores. E agora ele apresenta sua versão para mobile totalmente grátis, porém com algumas propagandas.

É claro que, se você preferir ter ainda mais segurança, o AVG tem uma versão Pro, por R$9,99, e uma Ultimate com acesso a VPN, por R$25,99.

Trata-se de um aplicativo muito simples de usar, com uma interface bem intuitiva. Dessa forma, proteger seu aparelho fica mais fácil já que com pequenos comandos o aplicativo procura por ameaças no smartphone. Além disso, ele consegue otimizar o sistema, liberando espaço no disco e racionalizando a memória RAM. 

Avast Antivírus 

O Avast é outro grande nome, muito conhecido como antivírus para computadores. Ele também apresenta uma versão gratuita com anúncios. E sua versão paga pode sair por R$12,99 ao ano, ou por R$36,99 com direito a uma VPN.

Com ele, você também terá bloqueadores de chamada, firewall na navegação e um recurso para limpar a memória do seu aparelho remotamente em caso de furto. O aplicativo também é bem simples e fácil de ser usado.

Resumindo

Com o desenvolvimento do Defense Alliance, você pode ficar mais tranquilo ao baixar aplicativos que não são oficiais (como o Facebook, por exemplo), já que a tecnologia por trás fará toda uma busca por ameaças, que podem comprometer seu aparelho.

❌Chega de ficar sem internet!

Na TIM, você navega à vontade e dispõe de uma série de benefícios exclusivos.

Leia mais: A Claro tem internet de 240MB para casa por R$99,99! Confira!

Continue acompanhando nosso blog para mais dicas e novidades.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *