Entenda o que é crowdfunding e saiba como obter recursos

crowdfunding

Talvez você ainda não conheça o termo crowdfunding, mas provavelmente já ouviu ou participou de alguma “vaquinha” de dinheiro para ajudar algum amigo ou arrecadar recursos para apoiar uma causa.

Pois bem, o crowdfunding nada mais é do que um meio de captar recursos pela internet, a partir de diferentes plataformas digitais. Entre as vantagens do modelo está o potencial de alcance e a automatização das tarefas.

O termo crowdfunding vem do inglês e significa financiamento pela multidão. No Brasil, a atividade conhecida também por financiamento coletivo, ganhou força nos últimos anos com a popularização das campanhas de arrecadação de recursos online e o surgimento de diversos sites focados no processo.

Entre os projetos financiados coletivamente estão desde tratamentos de saúde, até casamentos, lançamento de livros e CDs, viagens de estudos, construção de espaços comunitários, etc.

A facilidade de criar uma campanha de arrecadação possibilita que qualquer pessoa que esteja precisando de recursos para um projeto ou ação social, por exemplo, crie uma campanha online.

Quer saber mais detalhes sobre como funciona o crowdfunding e como obter recursos para o seu projeto? Então, continue a leitura e entenda tudo sobre o processo.

Leia também: E-book como economizar: veja aplicativos e dicas para reduzir as despesas diárias

Como funciona o crowdfunding?

Os projetos de crowdfunding podem ser criados por qualquer pessoa, a partir de algum site específico de captação de recursos como o “Vaquinha”, o “Catarse” e o “Benfeitoria”. Cada site tem suas próprias regras e pequenas taxas de serviços que são cobradas de quem cria a campanha.

De modo geral, a cada novo projeto cadastrado é definido um valor que deve ser arrecadado em determinado tempo. Dependendo da modalidade e do site escolhido, o dono da campanha pode optar por receber todo o valor arrecadado (ainda que seja uma baixa quantia), ou então receber apenas se obter todo o valor estipulado.

No último caso, se a campanha não for bem-sucedida as doações são devolvidas para os colaboradores.

Essa diferença no tipo de arrecadação amplia o senso de urgência dos participantes e o engajamento para obter o financiamento em pouco tempo. Outra modalidade oferecida por algumas plataformas é a assinatura mensal ou pagamento recorrente para apoiar algum projeto.

Recompensas

Um recurso interessante das campanhas de crowdfunding é a possibilidade de retribuir os participantes do financiamento, oferecendo brindes conforme a quantidade doada. Por exemplo, nos projetos de produção musical é comum serem oferecidos CDs, camisetas e ingressos, fotos, autógrafos ou até mesmo encontro com o artista ou banda.

Já nas campanhas de financiamento de filmes e curtas, os colaboradores podem ter o nome exibido nos créditos, ganhar ingressos, banners e outros materiais personalizados.

As recompensas não são obrigatórias, mas aumentam a participação e o interesse do público. Em alguns projetos sociais é comum que ao invés de oferecer brindes para cada valor doado, sejam indicados quais os resultados proporcionados pela doação.

Por exemplo: com R$ 250 você pode ajudar a comprar materiais para construir casas ou então financiar a alimentação dos participantes de uma ong durante 1 ano.

Leia também: Saiba qual o melhor plano de celular com redes sociais ilimitadas

Crowdfunding para empresas

Além de projetos sociais, ambientais ou autorais, o crowdfunding também pode ser utilizado por empreendedores que buscam recursos para abrir um negócio, formar o capital social ou realizar alguma ação específica, como a expansão ou reforma de um estabelecimento.

Para os novos empreendimentos, o crowdfunding permite obter maior visibilidade, e ainda obter insights para validação do produto ou serviço.

Com a campanha criada, o empreendedor e o grupo de sócios podem verificar a aceitação e interesse do público, tendo o retorno em tempo real da proposta apresentada.

Esse processo reduz os riscos de investir muito em uma solução ou produto, e não ter o retorno esperado. Dessa forma, o crowdfunding para empresas permite identificar gargalos e até mesmo alterar o projeto, caso não haja aceitação do público.

Para as startups, o financiamento coletivo também pode ser considerado uma forma de MVP (produto mínimo viável) para testar ferramentas digitais.

O crowdfunding é seguro?

Sim! As campanhas de crowdfunding são totalmente difundidas no mundo todo, e são uma fonte segura para obter recursos. Claro, no momento de apoiar algum projeto é importante verificar as informações divulgadas, a explicação sobre as ações a serem realizadas e como os brindes e recompensas serão entregues aos colaboradores.

O mesmo vale para o momento de criar uma campanha. É importante avaliar a modalidade de financiamento bem como a plataforma a ser registrado o projeto. Para aumentar a segurança e a confiança de quem deseja apoiar a campanha, é importante:

– incluir informações completas do projeto;
– explicar a forma de execução, com objetivos e metas;
– utilizar recursos visuais como vídeos, ilustrações e fotos.

Onde eu posso fazer um financiamento coletivo?

Existem inúmeros sites de crowdfunding, sendo que alguns trabalham com todos os segmentos e tipos de projetos, e outros focam em apenas algumas categorias como questões sociais. Abaixo listamos os principais site utilizados por brasileiros:

Catarse

Promove o financiamento coletivo de projeto criativos, apoiando artistas, escritores, músicos, designers, gamers, cientistas, empreendedores e ativistas.  Ao todo mais 646 mil pessoas já realizaram doações aos projetos publicados no Catarse, arrecadando mais R$113 milhões para de 11 mil projetos.

A plataforma oferece dois modelos de arrecadação: pontual e recorrente. Os projetos pontuais são aqueles com previsão de início, meio e fim, em que é definida uma data para o término da arrecadação. Já o projetos recorrentes são aqueles que funcionam no modelo de assinatura.

Vakinha

O site Vakinha foi lançado em 2009, e desde então mais de 500 mil projetos já foram criados e financiados pela plataforma, arrecadando mais de R$120 milhões. A plataforma aceita projetos de todas as modalidades, desde tratamentos de saúde, até ações ambientais, culturais, cirurgias para cachorros, viagem para atletas, etc.

É considerada a maior plataforma de crowdfunding brasileira.

Benfeitoria

Plataforma de arrecadação de recursos para todos os segmentos, a Benfeitoria reúne artistas, empreendedores, ativistas socioambientais e um pessoas que buscam apoio seus projetos e necessidades.

Assim como o Catarse, o Benfeitoria oferece o financiamento pontual e recorrente. A diferença é que é possível definir diferentes tipos de metas, tornando o projeto mais flexível.

Na prática, o idealizador do projeto pode criar uma meta mínima no formato tudo ou nada (que tem mais chances de ser atingida) e definir outras metas para ir alcançando aos poucos. Assim, há menos riscos de perder todo o financiamento obtido.

Desde 2011 mais de 2.400 projetos foram beneficiados por mais de 315 mil doações realizadas por meio do Benfeitoria, com mais R$45 milhões arrecadados.

Em resumo…

Os projetos de crowdfunding são cada vez mais comuns, sendo uma alternativa fácil e segura para obter recursos e tirar um projeto da gaveta ou colocar em prática ideias inovadoras. As plataformas são usadas para diversos fins.

Desde a obtenção de recursos para tratamentos de saúde, projetos culturais e sociais, até a realização de sonhos, como estudar fora ou realizar uma festa de casamento.

Diferente do processo tradicional da “vaquinha” entre amigos, pelas plataformas digitais todo o processo de comunicação e obtenção de recursos é otimizado pelos sites que cobram pequenas taxas de serviços.

Com as campanhas online também há maior chances de mais recursos. Afinal, recolher R$10 mil em dinheiro entre amigos, e R$10 mil na internet sem limites de disponibilidade ou região, são cenários bem diferentes.

Na plataforma online, os idealizadores de uma campanha expõem seus projetos com vídeos, imagens e outros recursos. Além disso, também são oferecidos brindes e outras formas de recompensa. Tudo isso fortalece a sensibilização do público.

Assim, se você está buscando formas de adquirir recursos para abrir um negócio, publicar um livro, criar um projeto social ou até mesmo financiar um tratamento de saúde, pode optar pelas campanhas de crowdfunding.

Gostou do artigo? Leia também sobre outra tendência de economia colaborativa, o crowdsourcing.

Saiba mais sobre serviços online e outras tendências da internet em nosso Blog da Compara Plano e fique por dentro de todas as novidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *