Saiba como criar filtros Instagram

Todos os dias surgem novos filtros para o Instagram. O recurso que tornou-se febre personaliza a experiência na rede social, ampliando a interação e o divertimento entre os usuários. Além disso, os filtros expandem as possibilidades de expressão e podem ser utilizados em campanhas, eventos e divulgação de marcas. Quer saber como criar filtros Instagram? Então, continue a leitura!

Como funcionam os filtros do Instagram?

Antes de explicar como criar um novo filtro para o Instagram, é importante saber como funciona a tecnologia que proporciona os diferentes efeitos visuais em vídeos e fotografias.

Talvez você já tenha ouvido falar de realidade aumentada (RA ou AR), não é mesmo? A tecnologia, também chamada de realidade ampliada, ficou bastante conhecida com o jogo Pokemon Go, lançado no Brasil em 2018.

De modo objetivo, a realidade aumentada une ou aplica recursos virtuais em ambientes físicos do mundo real. Em outras palavras, por meio dessa tecnologia é possível criar filtros virtuais que interagem e podem ser sincronizados com elementos físicos.

Pois bem, os filtros do Instagram funcionam a partir dessa tecnologia, criando máscaras nas imagens capturadas pela câmera em tempo real. Esses filtros fazem a leitura facial, e reagem a movimentos específicos como piscar os olhos ou abrir a boca, por exemplo.

No Pokemon Go e em outras aplicações, como em museus e QR Codes interativos, a realidade aumentada projeta novas experiências, misturando elementos virtuais com o mundo real.

Tudo isso, é viabilizado pelo uso de smartphones e softwares avançados, que permitem criar cada vez mais elementos e efeitos sofisticados de realidade aumentada. Assim, para criar filtros Instagram é preciso utilizar um sistema específico, que não é exclusivo para desenvolvedores ou para grandes empresas.

As ferramentas utilizadas são bastante intuitivas, até mesmo para quem não tem tanta familiaridade com programas de criação, não exigindo o conhecimento de códigos. Embora seja possível criar filtros mais avançados e imersivos com o uso de scripts

A seguir explicamos como criar filtros para o Instagram. Confira! 

Leia também: Tik Tok: o app mais baixado que Facebook e Instagram

Primeiros passos para criar filtros Instagram

Antes de começar a arrastar e aplicar efeitos para criar os seus próprios filtros do Instagram, é preciso planejar o que será desenvolvido. Para isso, é preciso definir a estratégia do efeito, o design, os recursos de interação e as instruções para os usuários. Isso, porque todos os dias surgem diversos efeitos que não ganham alcance ou engajamento, pois não são bem planejados.

Dessa forma, para o seu filtro ter sucesso no Instagram é recomendável definir:

  • Estratégia do efeito


    É importante definir qual o objetivo do filtro, isto é, para expressão de sentimentos, ideias, ou compartilhamento de tendências e campanhas? Mais do que recursos diferentes, para um filtro fazer sucesso é essencial ter uma estratégia bem definida, e pensar em que o irá utilizar.

    Também é importante considerar se o efeito será aplicado em apenas um rosto, ou se será possível ser utilizado por várias pessoas ao mesmo tempo.

  • Design dos efeitos

    Ao criar um novo filtro, é essencial pensar na usabilidade e facilidade para compreensão. Os recursos devem ser intuitivos e práticos, pois os usuários passam rapidamente pela galeria de filtros, e, caso não entendam ou não achem interessante, pulam para o próximo. 

    Assim, é necessário pensar nas instruções necessárias a serem aplicadas nos filtros, bem como no tipo de ações e aplicações que podem ser realizadas.

    Entre as dicas da comunidade de desenvolvedores de filtros para Instagram, estão:

    – evite criar filtros que tornam as pessoas totalmente irreconhecíveis;

    – permita que parte do ambiente ou do corpo do usuário permaneça na imagem (isso deixará o efeito mais pessoal);

    – ao criar efeitos de máscaras, é importante que ela reaja às expressões, movimentos e interações dos usuários;

    – evite as bordas ou molduras da tela (alguns celulares podem não reproduzir o efeito);

    – evite textos e frases muito longas (o usuário pode levar muito tempo para ler e não entender o efeito);

    – seja simples e crie efeitos rápidos para captar a atenção do público.

  • Recursos de interação

    Os filtros que fazem mais sucesso no Instagram são aqueles que possuem recursos de interação, isto é, que reagem aos gestos dos usuários, seja ao tocar na tela ou ao mover o rosto, por exemplo.

    Para isso, é preciso pensar em movimentos básicos e que já são conhecidos entre os usuários. Tentar reinventar a roda aqui pode não ser a melhor opção, gerando frustração e confusão.

    Assim, é recomendável trabalhar com os comandos com os quais os usuários já estão familiarizados no uso de dispositivos móveis.

    Alguns exemplos:

    – alternar a visualização da câmera frontal e traseira: toque duas vezes na tela;
    – zoom da câmera: pressione ou reduza o zoom, “puxando a tela”;
    – retornar ao feed: deslize para a esquerda.
    – ativar algum efeito: abrir a boca ou balançar a cabeça.

    Lembre-se: menos é mais. Desenvolva de 1 a 2 interações principais, para que os usuários possam aproveitar plenamente os recursos.

  • Instruções para os usuários

    As instruções são os textos que surgem na tela para ajudar as pessoas no uso do filtro, indicando os comandos e as ações necessárias para ativar determinados efeitos. Por isso, devem ser simples e diretas.

    Vale lembrar que elas não ficam visíveis nas fotos e vídeos capturadas. Algumas dicas para criar instruções personalizadas:

    – indique apenas o comando do gesto e não o resultado;
    – forneça uma instrução de cada vez;
    – use a formatação adequada em vez de criar caixas de texto;
    – configure o tempo para o aparecimento das instruções (o ideal são 3 segundos). 

Criar filtros Instagram com o Spark AR Studio

O principal sistema utilizado para o desenvolvimento de filtros para Instagram e também para o Facebook é o Spark AR Studio. A ferramenta oferece uma biblioteca com vários efeitos prontos e elementos personalizados que podem ser adicionados com facilidade ao projeto do novo filtro.

O download do Spark é gratuito, e pode ser realizado tanto para computadores quanto para smartphones. Ao final, o efeito deverá ser carregado e enviado no site da empresa, para ser aprovado pela rede social escolhida.

De fato, inicialmente o processo de criação pode não parecer tão simples para quem não tem tanta familiaridade com programas de edição. Mas, com prática e algumas tentativas, é possível desenvolver filtros originais com maior facilidade.

Isso, porque a utilização acaba sendo bastante intuitiva, e, conforme o usuário vai explorando a ferramenta, vai ganhando familiaridade com os principais recursos para desenvolver os seus próprios filtros.

Além disso, o próprio Spark AR Studio oferece uma série de tutoriais, vídeos e materiais de apoio para auxiliar no desenvolvimento de filtros avançados e originais para o Facebook e o Instagram. 

Como exportar o filtro e submetê-lo para o Instagram

Após desenvolver o seu filtro na ferramenta do Spark AR Studio, basta enviar o efeito para a aprovação da plataforma. O processo é muito simples.

O usuário deve acessar a página Spark Hub e carregar o efeito. Após enviar o arquivo do filtro, serão disponibilizadas algumas opções para configuração, como nome do efeito e destino (se Facebook ou Instagram).

Depois será necessário escolher um ícone para representar o filtro e exportar para a plataforma.

Análise do Filtro do Instagram

Antes de ficar disponível para uso no Instagram, o seu filtro será avaliado e revisado, para garantir que o recurso segue todas as normas da comunidade e que funciona adequadamente.

Após a aprovação, o filtro torna-se disponível na plataforma. Porém, é importante destacar que o efeito não irá aparecer necessariamente na galeria principal do Instagram.

Para isso, é preciso ampliar a visibilidade do efeito. Quanto mais pessoas utilizarem o recurso, mais chances tem de ser destacado pela plataforma. Por isso, é tão importante planejar bem o efeito e ainda pedir o apoio de amigos e até mesmo influencers para divulgar o seu filtro.

Na plataforma do Spark AR Studio são disponibilizadas as informações do filtro, números do alcance e aplicações. Vale lembrar, porém, que a ação não é remunerada pela plataforma, embora as empresas desenvolvam cada vez mais campanhas com realidade aumentada para divulgação de eventos, produtos e serviços.

Leia mais: Quer saber um pouco mais sobre as tendências do que anda acontecendo no mundo das redes sociais? Preparamos alguns artigos. Confira!

Gostou do artigo? Que tal criar o seu próprio filtro para o Instagram? Acompanhe as nossas publicações e fique por dentro de todas as novidades para redes sociais e internet.