Como saber quais dispositivos estão conectados a minha rede WiFi?

Ter como saber quantos dispositivos estão conectados a sua rede wifi é uma das facilidades oriundas dos diversos aplicativos de que dispomos atualmente. Esses promovem uma visualização geral da sua conexão, permitindo que se descubram invasores, além de prevenir os problemas decorrentes dos gaiatos. Nesse sentido, o principal deles seria a lentidão na sua navegação por conta do fatiamento da banda.

Dentre as informações que são obtidas com as aplicações do gênero, é possível identificar dados do roteador, a velocidade da conexão e a intensidade do sinal. A varredura da rede, porém, mostra quais são os dispositivos que estão conectados a ela. De imediato, torna-se possível perceber se há usuários não autorizados presentes.

Ao detectar um comportamento suspeito, você pode obter o endereço MAC do aparelho e bloqueá-lo diretamente nas configurações do próprio roteador. Se quiser, porém, prevenir-se contra futuros acessos pela mesma via, pode alterar o nome e a senha da rede, o que evita que simplesmente se troque o dispositivo.

Há diversas ferramentas que cumprem essa função, entre elas o WiFi Monitor, o Google Home e o Google WiFi. Todas atuam de maneira bem eficiente, e basta você escolher o seu.

Leia também: Veja como descobrir a senha do wifi pelo celular e PC

CONFIRA OPÇÕES DE PLANOS DA CLARO QUE MAIS SE ADAPTAM A VOCÊ!

Como saber quais dispositivos estão conectados a minha rede WiFi

1. WiFi Monitor

O WiFi Monitor é um aplicativo gratuito disponibilizado na Play Store para sistema operacional Android. Com ele é possível ter acesso a dados do roteador, velocidade da conexão, intensidade do sinal ou fazer varreduras na rede a fim de mostrar quais ou quantos dispositivos estão conectados.

Download: WiFi Monitor

Para fazer uso da aplicação, faça o seguinte:

  1. Instale o aplicativo do WiFi Monitor;
  2. Abra o aplicativo e tenha acesso a diversas abas, mas na Conexão estarão as informações da sua rede;
  3. São várias as entradas, então vá até a aba Examinando, a última da direita;
  4. Nela, toque no botão inferir Examinar;
  5. Identifique quantos usuários estão conectados à sua rede e anote o endereço MAC dos acessos não autorizados.

2. Google Home

O app Google Home mostra a quantidade de dados que seus dispositivos estão transferindo por upload e download, além de exibir os dispositivos que usaram a rede nos últimos 30 dias, incluindo os que já não estiverem mais conectados. Legal, né?
  1. Abra o app Google Home como saber quais dispositivos estão conectados a minha rede wifi.
  2. Toque em Wi-Ficomo saber quais dispositivos estão conectados a minha rede wifi.
  3. Na parte superior, toque em Dispositivos.
  4. Pronto, você terá acesso a uma lista de completinha.

Download: Google Home

3. Google WiFi

O app Google Wifi vai na mesma linha do anterior, e mostra a quantidade de dados que seus dispositivos estão transferindo por download e upload. Além disso, também mostra 30 dias do histórico de transferências, bem como os detalhes dos dispositivos em questão.

  1. Abra o app Google Wifi como saber quais dispositivos estão conectados a minha rede wifi.
  2. Toque em Redecomo saber quais dispositivos estão conectados a minha rede wifi e Dispositivos.
    1. Os números ao lado de “Dispositivos” representam o tráfego total da Internet (WAN) da sua rede e para ela.
    2. Em cada dispositivo, você pode ver a quantidade de dados transferidos por download e upload.
    3. Observação: o aplicativo exibe detalhes de todos os dispositivos conectados via WiFi, além daqueles que foram conectados diretamente ao roteador ou ponto Wifi com um cabo Ethernet.
  3. Toque em um dispositivo específico e em uma guia para ver mais detalhes.
    1. Uso: a quantidade de dados que o dispositivo usou durante o período selecionado.
    2. Detalhes: detalhes do dispositivo, como status da conexão, endereço IP e endereço MAC.

Download: Google WiFi

Bloqueando endereços diretamente no roteador

Por fim, você pode bloquear os endereços de dispositivos não autorizados diretamente no roteador, realizando o seguinte procedimento:

Primeiro, você deve acessar a interface administrativa do seu roteador:

Passo 1: Encontre o IP do seu aparelho

Geralmente ele está na etiqueta do roteador, com quatro grupos de números separados por pontos, tal como http://198.168.25.1.

Se não for o caso, siga o passo a passo abaixo.

  1. Abra a pesquisa do Windows (Botão Windows + R);
  2. Na janela aberta, digite o comando cmd;
  3. Então, aberto o Prompt de Comando, digite ipconfig para ter acesso às informações de rede do sistema;
  4. Encontre a entrada Gateway Padrão, pois é ao lado dela e estará o IP do seu roteador. Nesse caso, o número 192.168.25.1 se repete (pois se trata do mesmo aparelho da primeira imagem). Anote-o!

Passo 2: Acessando o menu de configurações

  1. Acesse o menu de opções através do endereço IP encontrado no passo anterior.
  2. Ao abrir o menu, você terá disponíveis várias opções para acessar o roteador diretamente pelo navegador. Porém, antes precisará passar pela página de autenticação, na qual deve informar as informações de login disponibilizadas na própria etiqueta do aparelho.
    1. O mais tradicional é que tanto login quanto senha sejam admin. Contudo, pode ser o caso de a senha ser password, 12345 ou precise ficar em brancoadmin12345 também é uma possibilidade.

Passo 3: Realize o bloqueio

  1. Depois, na aba Sem Fio ou Wireless, localize as Informações da Estação;
  2. Verifique se o endereço MAC anotado está ativo;
  3. Em Wireless ou Sem Fio, vá até a opção MAC Filter ou Filtro Mac;
  4. Toque em Adicionar;
  5. Então, cole na entrada devida o MAC que você anotou, do usuário não autorizado;
  6. Por fim, salve as configurações e pronto! O usuário gaiato estará automaticamente impedido pelo próprio roteador de acessar o seu ambiente.

Passo 4: Troque as credenciais da sua rede

Se você quiser, pode, também, trocar a senha e o nome da sua rede. Dessa maneira, já promove uma barreira a mais para intrusos, que é o fato de a nova senha precisar se novamente descoberta.

Vale uma nota: utilize os protocolos WPA ou WPA2, pois eles permitem combinações complexas de letras e números na senha. Isso torna ainda mais difícil de ela ser descoberta na força bruta.

  1.  Na interface administrativa do roteador (Passo 2), basta selecionar as informações da rede, Sem Fio ou Wireless ou Configurações e Segurança;
  2. Nessa entrada, altere as informações que desejar.

Deu tudo certo?

Agora que você já sabe como saber quais dispositivos estão conectados a sua rede wifi, não tem motivos para deixá-la desprovida de segurança, certo? Então, realize os procedimentos indicados e não deixe a sua banda ser fatiada indevidamente.

Vale lembrar, por exemplo, que atualmente muitos planos contam com franquias mesmo nas bandas largas de alta performance. Nada impede que seu vizinho malandro te faça ficar sem internet ao final do mês, pelo menos na velocidade habitual. Por isso, vale a pena se prevenir.

Leia mais: O que é e como funciona o TIM Live Ultrafibra: até 400 Mega de velocidade.

CONFIRA OS MELHORES PLANOS DA TIM PARA O SEU CELULAR

Se você gostou do nosso conteúdo e quer saber mais sobre tecnologiaplanos e pacotesdicas e curiosidades, acompanhe o Compara Plano. Estamos muito satisfeitos em te ver por aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Contrate via chat