Como colocar chip no celular? Passo a passo das principais marcas

como colocar chip no celular

Comprar um novo celular dá aquela sensação gostosa de novidade! Ainda assim, tem todo o desafio de começar um novo processo para utilizar o aparelho normalmente. Um dos primeiros que você enfrenta é como colocar o chip no celular.

Lembra quando era só abrir a tampa da bateria e colocar o cartão? Agora os aparelhos possuem processos diferentes, que podem levantar algumas dúvidas. Além disso, o chip mudou ao longo do tempo, diminuindo de tamanho conforme os smartphones foram se modernizando.

Além do mais, cada marca ou sistema operacional decide onde vai colocar a bandeja do chip. Assim, acontece de ficarmos perdidos, especialmente quando você troca o modelo de celular. Por isso, separamos um material para te ajudar a colocar o chip. Continue lendo e fique por dentro de tudo!

Leia também: Entenda como funciona a troca de chip remota de celular

Você sabe qual é o seu chip?

Desde 1991 os aparelhos utilizam o tipo SIM. Quem já teve vários celulares na vida sabe que o formato deles foi mudando ao longo do tempo. Começou com Full Size (tamanho de um cartão de crédito), diminuindo até o Nano-SIM, um estilo bem pequeno e utilizado pelos smartphones mais modernos.

Porém, ainda existem alguns que usam os tamanhos maiores e por isso é bom ficar atento ao formato, para evitar qualquer problema. Abaixo, separamos os tamanhos de cada chip, para te ajudar a identificar o seu.

📲A internet do seu celular acaba rápido?

Venha para a TIM e navegue à vontade!

  • Full-size (1FF): Originalmente, o chip tinha um tamanho grande, semelhante ao de um cartão de crédito. Os primeiros celulares produzidos utilizavam essa opção, a qual deu espaço para uma menor e mais funcional;
  • Mini-SIM (2FF): Essa versão é a mais clássica e muita gente acha que foi a primeira. Ela foi usada por muito tempo, sendo base para alguns dos primeiros modelos de smartphone;
  • Micro-SIM (3FF): O Micro-SIM é um pouco menor e se tornou comum nos aparelhos dos anos 2000. Apesar disso, ficou obsoleto a partir da segunda metade dos anos 2010;
  • Nano-SIM (4FF): Esse é o menor de todos. A maioria dos celulares lançados recentemente utilizam o Nano-SIM como chip.

Como colocar chip no celular: Android e iOS

É bom lembrar de uma coisa bem importante, a bandeja onde fica o chip nem sempre está no mesmo lugar, comparando cada modelo e marca. Por exemplo, a Samsung costuma colocar a entrada na parte de cima do celular, perto daquele buraquinho, o do microfone. Já os da Apple podem estar na parte lateral, perto do botão de iniciar.

E essas alterações acontecem conforme o smartphone em questão. LG, Motorola, cada marca tem uma especificidade. Isso quando não mudam de modelo para modelo. Por isso, o importante é saber localizar a bandeja. Procure nas bordas do corpo do aparelho uma porta, acompanhada de um furo, parecido com o do microfone.

Com isso, fica bem mais fácil acompanhar o passo a passo de cada marca.

iOS

Desde o Iphone 4 a Apple coloca sua bandeja na parte lateral posterior do aparelho. Dependendo do modelo, a porta está abaixo do botão de ligar e desligar. Não tem segredo!

Além disso, os iPhones 4 e 4S utilizam um Micro-SIM. Já os modelos a partir do 5, o Nano-SIM. Vamos ao passo a passo:

  1. Desligue o celular;
  2. Pegue a ferramenta de tirar a bandeja (aquela que vem na caixa e tem formato pontudo);
  3. Coloque a ponta no furinho e pressione levemente;
  4. Pegue a bandeja;
  5. Ponha o chip, com a parte dourada para baixo,
  6. Coloque de volta até sentir o encaixe.

Android

Atualmente, a maioria dos celulares Android usam o Nano-SIM. Porém, ainda existe à venda opções mais antigas. Com isso, antes do passo a passo, verifique o local da bandeja no seu celular. Após isso, tenha em mãos a ferramenta para retirar o slot. Se não tiver ela, pode usar a ponta de um clips.

Samsung

  1. Desligue o celular;
  2. Localize a bandeja (boa parte dos aparelhos Samsung tem o slot na parte de cima);
  3. Com a chave, coloque a ponta no orifício;
  4. Retire com cuidado o slot;
  5. Coloque o chip, deixando a parte dourada pra baixo;
  6. Recoloque o slot.

Motorola

  1. Desligue o celular;
  2. Localize a bandeja (pode estar na parte superior ou na lateral);
  3. Com a ferramenta, coloque a ponta no slot e pressione levemente;
  4. Retire o slot e coloque o chip com a parte dourada para baixo;
  5. Coloque novamente até encaixar;
  6. Ligue o aparelho.

LG

  1. Desligue o aparelho;
  2. Insira a chave de ejeção na bandeja (localizada na parte superior lateral);
  3. Empurre um pouco a chave, com isso a bandeja irá saltar;
  4. Coloque o cartão com a parte dourada para baixo;
  5. Depois disso, reposicione a bandeja até o encaixe completo.

Xiaomi

  1. Localize a bandeja, na lateral esquerda do aparelho;
  2. Desligue o celular antes de retirar o slot;
  3. Utilize a chave e pressione o orifício até a bandeja sair;
  4. Coloque o chip, com a parte dourada para baixo;
  5. Terá espaço para outro chip, caso queira;
  6. Coloque de volta e feche a bandeja.

Como retirar o chip de celulares mais antigos?

Como comentamos antes, os modelos antigos de marcas com sistema operacional Android, como Motorola e Samsung, tinham a bandeja do cartão na parte interna, abaixo da bateria. Naquela época, você retirava tampa de proteção e colocava o SIM.

Hoje em dia, sabemos como a maioria dos celulares não permitem mais a abertura da tampa, por isso mudaram a maneira de acoplar o SIM. Ainda assim, vamos te mostrar como colocar o chip no celular:

  1. Desligue seu celular;
  2. Remova a tampa da traseira;
  3. Muitas vezes o slot está atrás da bateria, por isso, remova-a;
  4. Coloque o cartão SIM no espaço definido, seguindo o desenho do chip;
  5. Coloque de volta a bateria e depois a tampa;
  6. Ligue novamente o celular.

Já conhece o chip eSIM?

A versão mais moderna de chip de celular atualmente é o eSIM. O funcionamento é o mesmo dos mais antigos. Armazena seus dados e agenda de contatos, possui informações sobre o seu plano de telefonia e internet e permite ligação e mensagens entre dispositivos.

Porém, a parte legal do eSIM é que ele é embutido no celular. Na prática, ele fica junto da placa-mãe do aparelho, sendo impossível retirá-lo. Isso faz com que o dispositivo seja mais confiável e seguro, além de apresentar poucas falhas de desempenho.

Outra vantagem é a conveniência. O eSIM permite vários números no mesmo smartphone e se for preciso, você contrata um plano de outra operadora, caso esteja em outro país, por exemplo. Com isso, não vai precisar comprar um novo chip e colocar no celular.

Porém, a alternativa está disponível apenas para dispositivos Apple, como o iPhone XR, iPhone XS e iPhone XS Max. Além disso, poucos países oferecem a opção, pois as operadoras e empresas de smartphone precisam de suporte para ter a tecnologia.

Locais como Canadá, Alemanha, Reino Unido, Áustria e Alemanha estão entre os países que aceitam a tecnologia. Porém, nem sempre ela funciona em todas as áreas de cobertura, como é o caso de Estados Unidos e China. Dependendo do local, o serviço está disponível apenas para algumas operadoras.

Leia mais: iPhone 12, Mini, Pro ou Pro Max: qual vale mais a pena?

E aí, aprendeu como colocar o chip no celular?

A parte mais difícil é localizar a entrada do cartão. E isso você tira de letra, não tem dificuldades. Após o nosso guia, você vai aproveitar completamente o seu aparelho. Se deu algo de errado, repita o passo a passo e faça uma ligação ou mande uma mensagem para testar. Se mesmo assim não funcionar, é legal consultar a sua operadora.

O celular é um conforto e extremamente necessário no dia a dia, não dá pra ficar sem. Observe as características do seu chip e smartphone e faça o procedimento com calma. Gostou do texto? Continue acessando o blog do Compara Plano!

O que você achou disso?

❌Chega de ficar sem internet!

Na TIM, você navega à vontade e dispõe de uma série de benefícios exclusivos.

Clique nas estrelas

Média da classificação 5 / 5. Número de votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *