Celular não carrega? Veja como resolver o problema

Ligou na tomada e o celular não carrega? Uma boa parte dos problemas relacionados aos smartphones diz respeito à bateria. São impasses que vão desde o baixo desempenho de modelos mais robustos até a lentidão e outros problemas com carregamento. De toda forma, ter um celular que aguente o tranco cotidiano sem precisar de um “pit stop” em uma tomada ao longo do dia é um luxo para alguns usuários. 

Esses transtornos podem ocorrer de uma hora para outra, e as causas são diversas. Porém, na maioria das vezes é possível encontrar uma solução sozinho e de maneira simples, sem precisar recorrer à assistência. Ainda assim, é válido ressaltar que as dicas aqui listadas servem para um diagnóstico básico e inicial. Se ainda restarem dúvidas ou suspeitas de defeitos mais complexos, o ideal é recorrer a uma análise técnica.

Nesse artigo separamos algumas das principais dicas que podem resolver de forma prática situações em que o celular não carrega. Sujeira na parte interna, sobrecarga, mau contato, superaquecimento e desgaste da bateria: veja o que fazer em cada caso. Se o seu problema é mais simples, você também pode ver dicas para economizar bateria

Leia também: Conheça os melhores planos de internet para o celular

Teste e troque cabos e conectores

O primeiro passo ao perceber que seu celular não carrega é tentar identificar o problema testando e trocando algumas variáveis. Se você já trocou a tomada e notou que esse não é o problema, tente carregar o seu dispositivo diretamente em um computador retirando o adaptador USB e utilizando apenas o cabo. 

Além do adaptador, o defeito pode estar na conexão do próprio cabo USB. Mais cedo ou mais tarde a maioria dos cabos acaba apresentando mau contato ou deixando de funcionar corretamente. Isso ocorre devido a problemas de qualidade de cabos mais baratos ou pelo próprio uso inadequado por parte dos usuários. Dobrar bruscamente o fio na hora de guardá-lo na bolsa ou na gaveta pode ser um dos motivos.

Sendo assim, teste carregar seu smartphone tanto com outro cabo USB quanto com outro adaptador. É possível que o problema já seja identificado e resolvido apenas substituindo e tentando outras combinações de tomadas, carregadores e cabos.

Dê preferência sempre aos produtos originais e de boa qualidade, que sejam devidamente certificados pelo fabricante do seu dispositivo. Alternativas mais baratas podem acabar custando caro quando não são compatíveis com o seu smartphone, pois podem causar algum dano a ele.

Verifique se não há sujeira obstruindo

Depois de algum tempo de uso, é comum que o smartphone acumule detritos e sujeiras, principalmente na sua parte interna. Se o seu aparelho é de uma marca como Motorola ou Samsung, que permite a remoção da parte traseira, experimente retirá-la e avaliar a situação do seu celular por dentro. Uma lupa pode ser sua aliada nessa tarefa.

Dê uma atenção especial ao conector de energia. Verifique se resíduos de comida, poeira e demais sujeiras não estão atrapalhando o contato elétrico e impedindo que o seu celular receba a transmissão de energia corretamente.

Você pode tentar limpar a entrada do cabo com uma escova pequena, assim como a parte traseira, na qual pode haver sujeira acumulada. Uma opção é levar o aparelho a uma assistência técnica para uma limpeza mais minuciosa, precisa e segura. Se for resolver o problema em casa, lembre-se de ter muito cuidado para não acabar danificando alguma parte do aparelho.

Dê um descanso ao aparelho 

Ao colocar o seu celular para carregar, deixe o aparelho de lado, para que a carga seja suficiente. Por mais que os smartphones sejam cada vez mais essenciais na nossa rotina, é importante reservar um tempo para que ele fique apenas recuperando sua bateria.

Isso, porque, ao utilizar o dispositivo durante a carga, seus recursos são rodados constantemente, e o celular não carrega ou demora muito mais tempo para completar a carga. Além disso, usar aparelho durante o carregamento pode deixar a bateria “viciada”, reduzindo a sua vida útil.

Outra dica nesse sentido é priorizar o carregamento em fontes que sejam eficientes. A recuperação da bateria de um smartphone conectado via USB a um computador, por exemplo, é significativamente mais lenta do que o carregamento feito direto em uma tomada. Carregadores portáteis e veículos com entrada USB também costumam apresentar menor eficiência na velocidade de carga. Os carregadores turbo são uma excelente opção para aqueles que precisam ir às tomadas mais do que o normal.

Atualize o sistema operacional

Outro motivo, um pouco mais raro, mas que pode reduzir a vida útil e desempenho da sua bateria, é quando o seu celular trabalha com um sistema operacional que já está desatualizado. Um bug pode impedir que a carga dure por mais tempo, por isso vá até o menu de configurações do seu aparelho e veja se existe uma versão mais recente do sistema com o qual ele opera.

Contudo, atualizações de sistema são uma via de mão dupla. Em caso de aparelhos mais antigos que estão rodando com versões muito superiores, também pode haver uma redução no desempenho da bateria. Dispositivos recém lançados são otimizados para funcionar com o software mais novo, enquanto um smartphone mais antigo talvez não se adapte ao passar por uma atualização.

Nesses casos você pode experimentar retornar a uma versão mais antiga, embora essa ação não seja a mais recomendada, uma vez que existem riscos de segurança nesse processo de reversão.

Preste atenção à bateria

Caso nenhuma das dicas anteriores tenha ajudado a resolver o problema, pode ser que de fato a bateria do aparelho esteja danificada. O desgaste da bateria é um processo natural, pois ela possui uma vida útil muitas vezes inferior à dos outros componentes do smartphone, sendo necessário trocá-la.

Fique atento à temperatura que o seu celular atinge quando está carregando. Alguns modelos possuem uma espécie de mecanismo de defesa contra o superaquecimento da bateria. Quando o dispositivo atinge uma determinada temperatura, automaticamente a fonte de alimentação de energia é bloqueada, prevenindo assim danos permanentes ou até explosões.

Preste atenção também ao tempo de garantia de que você dispõe desde que efetuou a compra do dispositivo. Quando o celular não carrega logo no primeiro ano de uso, é provável que seja um defeito de fábrica, sendo responsabilidade do fabricante resolver o problema. Se não houver garantia, avalie o estado de conservação do seu smartphone e os preços envolvidos. Talvez seja mais vantajoso trocar de aparelho em vez de investir em uma nova bateria.

Outras dicas

Agora que você já sabe algumas maneiras de agir quando o seu celular não carrega, dê uma olhada em outras dicas para usuários de smartphone que já levantamos aqui no Compara Plano. São artigos que ajudam na manutenção do bom estado do seu companheiro diário:

Direito do consumidor, listas com dicas e recomendações de tecnologia, novidades e tendências da internet, comparações de planos e pacotes das operadoras, análise de modelos de smartphones, tablets e outros dispositivos: tudo isso você encontra aqui no blog do Compara Plano. Tem artigo novo com conteúdo de qualidade todos os dias. Fique de olho!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *