Celular caiu na água: saiba o que fazer para resgatar seu aparelho

Ficar sem o celular não é fácil, ainda mais porque ele caiu na água e danificou! Para resolver esse problema, algumas soluções rápidas podem ser tomadas. Antes que você fique sem saber o que fazer, selecionamos alguns passos a tomar caso seu celular esteja nessa situação. Confira abaixo e salve seu aparelho!

Leia mais: Saiba como recuperar fotos no Android

O que fazer se o seu celular caiu na água?

Retire o aparelho da água

A primeira ação é retirá-lo da água. Quanto mais tempo ele ficar ali, mais ele pode ficar danificado e, talvez, nem mais funcionar. A gente sabe que ele caiu na água não foi porque realmente queríamos. Muitas vezes um pequeno descuido no banheiro, na cozinha ou em dias chuvosos (em poças de lama) são motivos para que essa situação ocorra.

Para evitar problemas, retire-o completamente da água e tente secá-lo, para que toda umidade seja retirada. Naqueles casos nos quais ele caiu na privada, infelizmente é hora de perder o nojinho e socorrê-lo. Retire-o usando uma luva de limpeza ou com um saco plástico. A ideia principal dessa empreitada é não deixar seu celular morrer de vez.

Desligue imediatamente o celular

Pronto! Agora que você já retirou o celular da água e secou um pouco a umidade dele, desligue o aparelho. Mas, por qual motivo? Com o aparelho ligado é mais fácil que seja queimada alguma peça vital do aparelho. 

Caso seja possível, retire a bateria

Caso seja possível, retire a bateria do aparelho para que ele se mantenha desligado evitando, choques desnecessários aos usuários ou curto-circuitos.

Retire todos os componentes: SIM card e cartão de memória

Além de retirar a bateria, retire o SIM card do celular e, em seguida, o cartão de memória. Assim, você não corre o risco de danificar mais componentes. 

Seque o aparelho com aspirador de pó (com cuidado)

Após ter feito os passos anteriores, seque de forma total seu celular. Isso pode ser feito usando um aspirador de pó, de forma cuidadosa, bem como um secador de cabelo no modo frio. 

Caso você escolha a opção do aspirador de pó, você vai ter que remover toda a umidade do interior do seu celular. Para isso, posicione o aparelho sobre a área afetada, mantendo-o não muito próximo ao celular. Caso contrário, a proximidade pode danificar ainda mais o aparelho. Esse procedimento deve ser feito na área afetada por cerca de 20 minutos. 

Esse método costuma ser o mais eficiente para secar completamente o seu celular, mas você pode utilizar um secador de cabelo no modo frio também. É importante, do mesmo modo, manter uma distância considerável do celular para evitar mais acidentes.

Leia mais: Saiba como recuperar os contatos perdidos do celular

Deixe o celular descansar no arroz

Feito isso, agora deixe o celular descansar no arroz. No arroz? Isso mesmo, o arroz é ótimo para absorver toda umidade que está em outro objeto.

Coloque o celular em um pote ou em um recipiente seco. Esse pode ser tanto de vidro quanto de plástico. Após fazer isso, cubra o aparelho celular com arroz. Mantenha o pote fechado e em um lugar seco, no qual frequentemente esteja iluminado com sol. 

Agora, você terá que aguardar por 24 horas, pelo menos, para que o procedimento faça algum efeito. Caso não esteja muito ansioso para recuperar seu celular, o mais recomendado é que você o mantenha no arroz por no máximo dois dias, ou seja, 48 horas. 

Tente ligar o aparelho

Passado o tempo estipulado, agora tente ligar o aparelho. Se ligou, perfeito! Caso contrário o recomendado é que você o leve a uma assistência técnica autorizada para tentar reativá-lo.

É importante lembrar que, em alguns aparelhos mais modernos, há uma informação de umidade quando do carregador de bateria conectado. Então, se o smartphone ligou, é interessante plugá-lo para atestar que a informação não apareça imediatamente.

Abaixo, explicamos o procedimento a ser feito na assistência técnica.

Se nada resolver, leve o aparelho para a assistência técnica

Realizados os primeiros procedimentos para salvar o celular que caiu na água, infelizmente você terá que desembolsar algum valor em uma assistência técnica. Porém, fique tranquilo, pois os preços costumam sair mais em conta do que comprar um aparelho novo, e, de quebra, você garante a manutenção de seus dados pessoais. 

Na assistência técnica, o seu celular irá passar por um banho químico. Mas, o que significa isso? Nada mais é do que a limpeza das placas do dispositivo por meio de uma banheira ultrassônica. Nela, são emitidos diferentes tipos de frequências utilizando álcool isopropílico. Com isso, é possível que se solte toda a ferrugem causada pela oxidação do seu aparelho em contato com a umidade. 

Após certo tempo na banheira, o celular irá para mais uma etapa de limpeza, com a retirada manual dos resíduos pelo técnico da empresa. Por fim, as placas do celular irão passar por secagem com ar quente e haverá a remontagem do aparelho. 

Se tudo der certo, seu celular vai ligar novamente e você vai ter acesso às suas informações e aplicativos como se nada tivesse acontecido!

Caso não funcione

Se infelizmente seu celular não tiver sobrevivido aos procedimentos, você pode investir em um aparelho novo. Confira as nossas dicas para encontrar um de até 1 mil reais com uma boa configuração

Todos os anos são lançados novos aparelhos de celulares no mercado. Além de aumentar a variedade de opções para escolha, com os novos modelos o preço de vários equipamentos de boa qualidade acaba caindo. Dessa forma, é possível adquirir um celular com uma câmera eficiente, bastante memória e outras configurações avançadas, gastando pouco. 

Se você gostou do nosso conteúdo e quer saber mais sobre tecnologiaplanos e pacotesdicas e curiosidades, acompanhe o Compara Plano. Estamos muito satisfeitos em te ver por aqui!