Aplicativos de comida: quais oferecem mais vantagens?

Os aplicativos de comida mudaram a forma de fazer pedidos. A prática de delivery não é uma novidade entre restaurantes e lancherias, mas sofreu um grande impacto com o surgimento de plataformas que viabilizam todo o processo de pedido e entrega.

O sucesso desses apps é explicado pela facilidade que geram na vida dos usuários. Com eles é possível escolher entre inúmeras opções de cardápios em um único lugar, além de ter acesso a diversas ofertas e pagamento simplificado. Por outro lado, os comerciantes têm a oportunidade de aumentar as vendas e reduzir os custos com a logística de entrega.

Você já utiliza aplicativos para pedir comida? Neste artigo vamos falar sobre os principais plataformas disponíveis no país e as vantagens que cada uma oferece. Confira!

Aplicativos de comida conquistaram o público

Seja em casa, no escritório ou em uma reunião de amigos, é quase irresistível definir o cardápio do jantar abrindo um dos aplicativos de comida, entre tantos que estão disponíveis atualmente. Os serviços possuem características distintas e versões que são compatíveis tanto com o sistema operacional Android quanto com o iOS.

De acordo com dados da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), o mercado de delivery movimentou mais de R$10 bilhões em 2018, e o resultado é associado, principalmente, ao crescimento do uso de apps.

Outra pesquisa, da empresa de marketing digital SEMrush, mostra que o aplicativo iFood está entre os termos mais procurados pelos brasileiros em mecanismos de buscas como Bing e Google. Em um comparativo entre 2016 e 2019, a procura pelo nome do iFood quase dobrou, passando de aproximadamente 600 mil buscas mensais para 1,2 milhões de pesquisas por mês.

O estudo mostrou ainda que, entre as plataformas de delivery, a segunda mais procurada é a Uber Eats, com cerca de 240 mil buscas. Na sequência está o app Rappi, com uma média de 180 mil pesquisas mensais.

Se, em vez de pedir comida, você está disposta a cozinhar e precisa de inspiração, neste outro artigo do blog mostramos os 8 melhores canais de gastronomia do Youtube para você preparar pratos como um verdadeiro chef.

Melhores aplicativos de comida no Brasil

Veja como funcionam os principais aplicativos de comida usados no Brasil e escolha o que melhor atende à sua demanda. Além dos nomes mais conhecidos, na lojas de aplicativos dos smartphones é possível encontrar e testar outras diversas opções com os mais diferentes recursos. Não esqueça que ao baixar um app é importante verificar a disponibilidade de entregas na sua cidade.

iFood

Apesar de haver inúmeras alternativas de app de entrega, o iFood ainda é o mais famoso e o mais usado no país. A empresa brasileira, fundada em Osasco/São Paulo, está presente em mais de 20 cidades de dez estados diferentes. Por sua eficiência que levou a tanta popularidade, a plataforma cresceu rapidamente e conta com milhares de estabelecimentos de todos os tipos de comida.

O sistema do app é bastante prático. Ao entrar pela primeira vez você é convidado a fazer um cadastro simples. Por meio de um recurso de geolocalização, a página inicial mostrará os estabelecimentos mais próximos e suas ofertas. Também é possível fazer buscas com diversos filtros que ajudam a chegar a resultados assertivos.

Ao encontrar a comida que deseja pedir, não é necessário fazer nenhuma chamada ou outro contato com o estabelecimento. A escolha e todo o processo, até o momento da entrega, são feitos através da plataforma. Uma dica interessante é ficar ligado nas promoções do próprio aplicativo, que costumam oferecer descontos e entregas grátis.

Na última etapa você escolhe a forma de pagamento conforme as opções oferecidas pelo restaurante, que costumam incluir cartões de crédito e ainda MasterPass e Google Pay. O valor já inclui a entrega, quando é aplicada a cobrança.

Pronto, após o pagamento basta acompanhar o andamento do pedido pelo próprio aplicativo e esperar o delivery.

Uber Eats

Esta plataforma carrega um dos nomes mais fortes do mundo entre os aplicativos de transporte. A Uber Eats surgiu para disputar a preferência do público diretamente com os líderes do mercado de delivery e apresenta uma boa performance. Tanto que está em segundo lugar entre os aplicativos de comida mais utilizados pelos usuários brasileiros.

A interface do Uber Eats é simples e segue a mesma lógica de funcionamento do iFood. Os estabelecimentos cadastrados são sugeridos ao usuário por proximidade geográfica e ainda é possível fazer buscas mais específicas com filtros. O pagamento pode ser feito com cartões de crédito e débito cadastrados, PayPal ou em dinheiro, quando essa alternativa está disponível.

Uma das diferenças desse aplicativo é que, em algumas cidades, há cobrança de uma taxa por pedido. Além disso, os preços podem apresentar variações em relação ao que é oferecido nos restaurantes. Como vantagem, o app costuma oferecer diversos cupons de desconto que podem chegar a R$40.

Da mesma forma que acontece no aplicativo de transporte, na plataforma de delivery você pode acompanhar no mapa o trajeto da sua entrega. Também são disponibilizados a estimativa de tempo e os dados do entregador. Ao finalizar o pedido, o prestador é avaliado com estrelas, assim como o cliente, replicando o sistema de avaliação do Uber original.

Rappi

Diferente dos dois aplicativos anteriores, o Rappi possui recursos mais amplos e não limita seu serviço apenas a estabelecimentos de comida. Com ele também é possível fazer pedidos de entregas de compras em supermercados, padarias, petshops, farmácias e outros tipos comércio, dependendo da cidade.

O Rappi possui ferramentas interessantes, como a que permite fazer pedidos personalizados por meio de uma descrição detalhada. Outro recurso permite a solicitação de entregas específicas, como de objetos na casa de algum amigo ou familiar, por exemplo. Tudo isso por uma taxa que fica em torno de R$9.

As entregas podem ser realizadas por moto ou bicicleta, conforme preferência do usuário, e o serviço funciona 24 horas. Todas as solicitações podem ser acompanhadas em tempo real pelo aplicativo, que também possui sua própria forma de pagamento, o RappiPay. Você ainda pode optar por formas tradicionais de finalização de pedido, de acordo com os métodos disponibilizados por cada estabelecimento.

Apps sofisticados de entrega

Seguindo outra linha, que não a popularização dos serviços de entrega, outros dois aplicativos se destacam no segmento por oferecerem propostas diferenciadas. Então, conheça-os!

Loggi

O Loggi chega a um tipo de público diferente ao fazer entregas em moto, carro e até avião. Os clientes, em geral, são escritórios, restaurantes e empresas de e-commerce que buscam um delivery muito específico. O app permite o acompanhamento do pedido por notificações ao cliente e oferece pagamentos por cartão de crédito ou boleto bancário.

Apptite

Este é outro aplicativo que está focado em um nicho específico, levando aos usuários pratos de chefs renomados e culinária saudável. Por enquanto, a plataforma está disponível somente em São Paulo e no Rio de Janeiro, mas já apresenta crescimento e, em breve, pode expandir-se para outras grandes cidades.

Com o app é possível encomendar o prato desejado com até uma semana de antecedência. Para pedidos feitos no mesmo dia, a entrega costuma levar ao menos 45 minutos. Os pagamentos são feitos por cartão de crédito ou débito.

Aplicativos de comida com marcas próprias

Além dos apps de delivery que oferecem milhares de opções, há restaurantes que estão desenvolvendo seus próprios aplicativos de entrega. Essa é uma forma de reduzir custos com a logística sem ter que pagar a taxa de serviço cobrada pelas plataformas terceirizadas.

No Brasil, restaurantes de grandes redes como PizzaHut, Habib’s, Bob’s e China in Box são alguns exemplos de estabelecimentos que desenvolveram seus próprios aplicativos. Essas empresas também aproveitam a plataforma para fidelizar o público com promoções e benefícios exclusivos.

No blog do Compara Plano você também pode ver uma lista com os melhores aplicativos de dieta e, ainda, um artigo especial que avalia se essas plataformas ajudam mesmo a emagrecer. Então, não perca!