Quando a internet 5G chegará no Brasil?

A internet 5G no Brasil, inicialmente prevista para chegar em 2019, pode demorar um pouco mais. A possibilidade é que a rede só chegue em 2021 no país. Ela já é uma realidade em alguns países como Coreia do Sul, Estados Unidos (EUA) e China. A Coreia do Sul, por exemplo, já tem quase 1,5 milhão de usuários da tecnologia.

A Apple vem se preparando para lançar produtos com o 5G. O MacBook é um deles e será lançado em 2020. Espera-se que até 2025, 60% do mundo possua cobertura 5G, de acordo com uma pesquisa realizada pela Global Industry Vision (GIV) para a Huawei.

Mas, por que o Brasil ainda não tem previsão exata para o uso da internet 5G no país? A gente explica os motivos abaixo. 

Demora do 5G no Brasil

A previsão é que a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) faça o leilão das faixas de 5G no Brasil em março de 2020. O processo estava inicialmente previsto para antes, mas teve que ser adiado em razão da interferência que a nova tecnologia poderia causar a 22 milhões de brasileiros que utilizam o sinal de TV por parabólica. Essas pessoas ficariam sem sinal da TV aberta.

A licitação de faixas 5G prevê um investimento de R$ 20 bilhões para o país, com foco em capital direto ou na exigência de compromissos com as empresas. Em relação as obrigações nas áreas rurais, talvez o investimento seja menor do que o esperado.

Leia também: Operadoras usam música nos primeiros testes de internet 5G no Brasil 

O leilão

A expectativa é que até 2021 a nova rede já esteja em pleno funcionamento nos centros urbanos do Brasil. No entanto, a licitação de faixas, 26 GHz, 700 MHz, 2,3 GHz e 3,5 GHz, que estava prevista já para o primeiro trimestre de 2020, pode ser adiada para 2021. Outra possibilidade é que a licitação seja realizada, mas que apenas ocorra a implantação do 5G em centros urbanos, pelo menos no início da transição. Isso porque esses  já possuem TV aberta digital.

Além disso, é possível que sejam feitas adequações técnicas para utilização de antenas com sinal mais amplificado, após a ocorrência do leilão. Outra possibilidade, é que as emissoras de TV sejam parceiras e também façam ajustes para a transmissão. Embora não saibamos se isso vai ser também para uso doméstico. 

Vimos assim, que a mudança pode pesar no bolso dos consumidores e, principalmente, dos mais pobres. Pode ocorrer o encarecimento das antenas se estas passarem a cobrar por filtros para evitar interferência de sinal. 

Até o momento, considera-se o plano inicial, de que ocorra o leilão de três faixas em março de 2020. As frequências que serão leiloadas têm capacidade diferentes: total de 200 MHz para a linha de 3,5 GHz; 100 MHZ para a faixa de 2,3 GHz, além do restante da faixa de 700 MHz, num total de 10 MHz de capacidade.

O que são frequências de internet

As frequências são pedaços de rede, ou seja, é o sinal que cada empresa tem disponível para trafegar, adquirido através da compra de uma faixa. 

A frequência de 700 MHz que antigamente era somente ocupada para transmissão de TV analógica passou a ser dividida com o 4G, em 2014. A rede nova naquela época, passou a operar em outras frequências, por meio digital. 

Alguns países usam a frequência 700 MHz. Isso acontece, porque em custo-benefício exige menor quantidade de antenas para cobertura de sinal. 

Nokia que ser a pioneira em internet 5G no Brasil

Em agosto a Nokia anunciou que vai investir na tecnologia 5G no Brasil e quer ser uma das primeiras a negociar no leilão de compra de frequências da Anatel. 

Aliás, a empresa já é pioneira em 5G no Uruguai, quando em parceria com a Anatel, foi a primeira a lançar a tecnologia na América Latina. Agora, quer que aconteça o mesmo no Brasil. A Nokia vem se especializando na inovação do 5G, testando produtos, desde 2018, em parceria com telefonias brasileiras. 

Se isso acontecer, o Brasil será um dos primeiros da América Latina, seguido do Uruguai, a implementar a rede de internet 5G. Além disso, a Nokia vem prometendo a chegada da tecnologia no país em 2020, como internet banda larga fixa, a princípio, para que depois ofereça para celulares

Leia também: Veja quais são os aparelhos de celular compatíveis com a tecnologia 5G

Benefícios do 5G para os usuários

Mas enquanto o 5G não chega, o que a inovação pode trazer de benefícios para os usuários e para a comunicação no Brasil? Estão previstos:  muito mais velocidade de conexão e downloads, latência e revolucionar a mobilidade aliada a tecnologia IoT (Internet das coisas). Não entendeu o que isso quer dizer? A gente explica:

No quesito velocidade

A rede 5G vem prometendo uma conexão de internet de alto padrão. Alguns comentam que ela será de 1 Gbps, ou seja, 1 gigabit por segundo, até 20 Gbps. Podemos esperar uma velocidade comparada a encontrada em conexões por fibra óptica, mas agora em seu aparelho celular.

Quer saber como testar a velocidade da sua internet atual, conheça formas de testar a velocidade de sua internet aqui

Como ela pode conectar as pessoas

Com a evolução tecnológica da Internet das Coisas – IoT, espera-se que as conexões sejam cada vez mais avançadas, conectando tudo a partir do uso de sensores em eletrodomésticos, portas, carros, etc. Além do wi-fi, esses sensores podem contar com a internet 5G, quando houver falhas de conectividade. 

Assim, você terá uma conexão muito veloz e com inteligência artificial em sua casa. A ideia é que a rede proporcione no futuro inovações como uma assistente pessoal eletrônica, para abertura de portas, acionar lâmpadas, dentre outra opções tecnológicas que não eram possíveis com o 4G. 

Latência

Além de uma internet que não cai, queremos qualidade na resposta de serviços. Ao clicarmos em um dispositivo ou botão de comando, o 5G responderá imediatamente. A latência nada mais é que o tempo de resposta de algum comando. Com uma latência rápida você não precisará ficar esperando pela resposta que almeja. 

Com o 4G, atualmente, temos a média de espera de 10 milissegundos (ms). Com a nova rede de internet 5G a latência será de 1ms. Com uma latência melhor, as videoconferências serão também mais estáveis e sincronizadas temporalmente. 

Quais os benefícios para as empresas

Não são só os consumidores que sairão ganhando, as empresas também se beneficiarão da nova tecnologia. Com uma tecnologia avançada, a área de automação irá aumentar suas produções na indústria tecnológica. 

Haverá um impulsionamento do maquinário, assim como pode acontecer com a rede de forma doméstica. A inteligência artificial passará a operar de forma cada vez mais presente nas soluções corporativas, como PABX-IP, Cloud Computing, link dedicado, e-mail híbrido e redes corporativas.

Para alguns isso pode ser assustador, para outros mudanças e qualidade de vida. Agora só nos resta esperar para os próximos passos, para ver quando o leilão vai acontecer e que oferecerá o produto.

Afinal, o 5G vai demorar?

Embora a tecnologia seja muito esperada, resta aguardar as próximas resoluções. Por enquanto, o que sabemos é que até março de 2020 está previsto o leilão e algumas ideias já estão sendo pensadas para beneficiar a todos os brasileiros. 

Afinal, a demora é apenas para resolver o problema da interferência de sinal em antenas parabólicas e questões estruturais. Para ser implementada será necessário que os órgãos competentes (prefeituras, empresas de telecomunicação, do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e da Anatel) pensem em propostas que não prejudiquem a população e viabilizem o projeto de conexão.

Então, aguarde novas informações no nosso blog. Assim que chegarem, compartilharemos as novidades da internet 5G. Fique de olho!