4G em São Paulo é a mais rápida da América Latina

A metrópole mais populosa e principal centro financeiro do país também tem a internet móvel mais rápida da América Latina. A velocidade de download da rede 4G em São Paulo foi considerada a melhor da região segundo estudo realizado pela consultoria OpenSignal.

A capital paulista conquistou o primeiro lugar com velocidade média de download de 21.3 Mbps (megabytes por segundo). A segunda colocada no ranking foi a Cidade do México e em última posição ficou Buenos Aires, capital da Argentina, com velocidade média de 16.2 Mbps.

O ranking foi baseado na análise da experiência de usuários em seis das principais capitais latino-americanas. Além de São Paulo, as medições também avaliaram a rede 4G em Bogotá (Colômbia), Buenos Aires (Argentina), Cidade do México (México), Lima (Peru) e Santiago (Chile). 

Leia tambémEstudo aponta a melhor internet 4G do Brasil

4G em São Paulo segue tendência de variação

O estudo ainda constatou que em todas as cidades pesquisadas há uma tendência. Os usuários experimentaram uma grande diferença de velocidade conforme o horário do dia em que estavam navegando. Em todas as capitais a velocidade de download atingiu o seu pico em torno de 4h. Neste horário a rede 4G em São Paulo chegou a 31.9 Mbps. O fato ocorre porque na madrugada o número de usuários conectados na internet é muito pequeno e as redes não estão congestionadas.

Melhores horários do 4G em São Paulo

É durante a madrugada que os usuários de internet 4G em São Paulo podem aproveitar a velocidade mais rápida da rede. Ainda que 4h seja o horário de pico, de 1h até 6h a demanda de uso também é baixa e são registrados os melhores resultados. A partir de 17h aumenta a demanda e a rede começa a ficar mais lenta, seguindo assim ao longo de praticamente toda a noite.

Velocidade reduz em 50% no Chile

Após o pico do desempenho da rede até 6h, com o passar das horas o número de usuários conectados vai aumentando e a velocidade de download reduz drasticamente. Em Santiago, no horário de tráfego mais lento a velocidade chegou a cair quase pela metade.

O que chamou a atenção dos pesquisadores é que a capital chilena possui praticamente a mesma capacidade de rede da cidade de São Paulo e alcança uma velocidade máxima similar no horário de pico. No entanto, apresenta a maior variação entre as capitais avaliadas.

A internet 4G em São Paulo também teve destaque ao ser considerada a com maior velocidade de download nos horários críticos. O nível mais baixo na metrópole brasileira foi de 15.9 Mbps, registro similar à velocidade média de quatro das seis capitais pesquisadas. O número também está muito próximo da velocidade média geral das seis metrópoles, que ficou em 18.18 Mbps.

Ou seja, São Paulo tem como pior desempenho uma velocidade que é oferecida nas outras capitais como a velocidade média de download. Um ótimo resultado para os usuários paulistas, se comparado aos outros países.

Desempenho da rede 4G em São Paulo

  • Velocidade máxima de download 31.9 Mbps
  • Velocidade média de download 21.3 Mbps
  • Velocidade mínima de download 15.9 Mbps

Desafio para operadoras de internet móvel

A grande variação de velocidade ao longo do dia é considerada um desafio para empresas de internet móvel da América Latina. Em resposta a esse desafio e à demanda crescente da região, as operadoras começam a avaliar a implantação da 5G. A expansão da tecnologia seria uma forma de aumentar a capacidade das redes e oferecer aos usuários um serviço de primeira linha.

Espaço para otimizar 4G e melhorar experiência

É inegável que a expansão das redes de internet para a tecnologia 5G beneficiaria tanto operadoras como usuários. Algumas empresas pelo mundo e pelo menos uma na América Latina já afirmam estar testando redes comercias em 5G. Confira neste outro artigo do Compara Plano quais são os planos de chegada da internet 5G no Brasil. 

No entanto, o técnico da pesquisa OpenSignal questiona até que ponto esta inovação está realmente próxima de chegar aos usuários. Isto porque, primeiramente, os smartphones adaptados para receber a 5G ainda não estão no mercado. A previsão é de que eles sejam disponibilizados somente no segundo semestre de 2019.

Com esta análise, o estudo também conclui que pensar na expansão para 5G poderia ser precipitado. Isto porque grande parte da população latino-americana ainda depende das redes 2G e 3G. Por outro lado, a possibilidade de ampliar o 4G em São Paulo e outras metrópoles da região é uma boa oportunidade para as operadoras de internet móvel.

Neste caso, uma das possibilidades seria buscar soluções para a flutuação de velocidade. O aperfeiçoamento poderia otimizar a experiência do usuário em qualquer horário do dia e melhorar significativamente o serviço oferecido.

Leia tambémClaro 4.5G: saiba o que é e como funciona

Mercado promissor para a expansão

O mercado da América Latina é visto pelas empresas de internet móvel como promissor para novos investimentos. Isso se dá especialmente pelo aumento, nos últimos anos, do uso de smartphones para acesso à internet.

O estudo aponta que pelo menos três quartos da população utiliza dispositivos móveis para navegar. Este número representa mais de 60% das conexões em cidades latino-americanas. Além disso, a infraestrutura limitada da rede de internet banda larga fixa fez da 4G a tecnologia dominante nesses países.

Outro dado importante sobre o uso da internet móvel na América Latina diz respeito ao e-commerce. Atualmente quase 28% de todo o comércio eletrônico de varejo é realizado através de smartphones. Ainda, segundo previsão de especialistas, esse número tende a crescer exponencialmente.

Esse crescimento impulsiona o mercado e gera demanda por estrutura no setor financeiro de tecnologia. Consequentemente, a expansão de um setor que depende da internet requer maior qualidade nos serviços de conexão.

Melhor internet 4G do Brasil

Este ano outro estudo realizado pela consultoria OpenSignal apontou os melhores serviços de internet móvel no Brasil. A pesquisa avaliou as principais operadoras do país em diversas regiões. Neste trabalho foram analisados cinco pontos: disponibilidade do 4G, experiência de vídeo, velocidades de download, velocidade de upload e latência. A Claro ficou na liderança de 4 dos cinco quesitos avaliados. Veja as constatações deste outro estudo neste artigo

Gostou deste conteúdo e quer saber mais sobre tecnologia e mundo digital? Acompanhe o nosso blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *